Escolha uma Página

Programa cultural estratégico da Prefeitura de Belo Horizonte, o BH nas Telas surgiu em 2018 com o objetivo de desenvolver o audiovisual na capital mineira, ampliando orçamentos e gerando oportunidades para o setor. A “Mostra BH nas Telas”, que acontece entre os dias 2 e 12 de maio, no Cine Santa Tereza, coloca em foco o tema “Políticas Públicas para o Audiovisual”, destacando o potencial de desenvolvimento e a importância do fortalecimento deste setor no município. A programação apresenta uma seleção de filmes que traça um panorama contemporâneo do cinema em longa-metragem realizado na Região Metropolitana de BH e em Minas Gerais, além de debates com especialistas de todo país, entre gestores públicos, produtores culturais e realizadores do cinema nacional.

 

Ao todo, serão exibidos 13 filmes, incluindo animações, obras de ficção e documentários. Dentre o conjunto estão lançamentos, pré-estreias e produções que se destacaram no circuito de festivais nacionais e internacionais. Algumas das sessões serão comentadas pelos cineastas e equipe dos filmes. Paralelamente às exibições, cinco paineis de discussão promovem o debate em torno dos temas que contemplam os eixos do Programa BH nas Telas: memória e preservação, difusão, formação e capacitação, fomento e investimento, atração e facilitação de filmagens e análise e divulgação de dados e informações.

 

Toda a programação é gratuita. Os ingressos podem ser retirados on-line pelo site da Sympla ou na bilheteria do cinema, 30 minutos antes das sessões. A “Mostra BH nas Telas” é realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, através da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, e integra a programação do Circuito Municipal de Cultura, realizado em parceria com o Instituto Odeon. Mais informações estão disponíveis nas redes e no site do Circuito Municipal de Cultura.

 

Para Eliane Parreiras, secretária municipal de Cultura e presidente interina da Fundação Municipal de Cultura, a programação robusta da “Mostra BH nas Telas” em 2024 reflete a importância do programa para a PBH. “A diversidade e qualidade dos filmes selecionados para esta mostra demonstram o compromisso da Prefeitura de Belo Horizonte em promover e valorizar a produção audiovisual local, proporcionando reflexão e diálogo. Através do BH nas Telas, buscamos fortalecer toda a cadeia produtiva do audiovisual, desde a formação até a difusão das obras, e isso se reflete nessa rica programação” afirma, ressaltando que o edital “BH nas Telas – Edição Paulo Gustavo”, publicado em março deste ano, vai viabilizar um investimento de R$ 12,6 milhões no setor audiovisual da cidade.

Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte
Foro: Ciro Thielmann