Subsecretária de Cultura e Turismo visita o Parque das Águas em Caxambu

Subsecretária de Cultura e Turismo visita o Parque das Águas em Caxambu

Na ocasião foram apresentadas as perspectivas para retomada do Turismo no Sul de Minas Gerais

A subsecretária de Estado de Turismo, Milena Pedrosa, esteve em Caxambu na última sexta-feira, 9 de julho. A visita faz parte de uma agenda organizada pela Associação Circuito das Águas. Ela foi recebida pelo prefeito Diogo Curi e pelo secretário de Turismo e Cultura Filipe Condé e também presidente da Associação Circuito das Águas. O encontro iniciou pela manhã com uma visita ao Parque das Águas de Caxambu onde a Subsecretária de Estado de Turismo conheceu de perto os ativos da Codemig.

Em seguida a subsecretária participou da inauguração no Museu de Caxambu da exposição “A imigração alemã no Brasil: Memórias e histórias da família Levenhagen em Caxambu”. 

Logo aconteceu uma reunião, no Hotel Caxambu com os Prefeitos da região pertencentes as Instâncias de Governança Regionais (IGRs) Circuito das Águas e Circuito Terras Altas da Mantiqueira e municípios integrantes da Associação da Microrregião das Águas (AMAG), onde foram debatidas ações para a retomada do turismo no Circuito das Águas, ações de marketing e comercialização do produto regional.

Perspectivas para retomada do Turismo no Sul de Minas Gerais

O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, fez a abertura da reunião, por videoconferência

Na reunião foi realizado um levantamento das principais demandas do setor nos municípios da região. O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, fez a abertura da reunião, por videoconferência, e falou sobre a importância da integração entre os municípios para fortalecer o turismo que é um importante setor para desenvolvimento social e econômico na região. “O turismo está em primeiro lugar no desejo dos brasileiros, superando o desejo da casa própria, e estamos para viver um momento nos próximos meses, de uma tendência forte de crescimento vertiginoso do turismo”, destacou.

O secretário ainda reforçou que “Investir em marketing é fundamental para a atração turística de Minas Gerais, que há mais de uma década Minas não faz uma ação efetiva, isso é muito importante,  visto que nós temos hotéis, nós somos e temos tendência, 62% das pessoas que hoje buscam turismo, buscam os lugares abertos, e Minas Gerais em especial por tudo que oferece, e ainda, alinhavado pela “Cozinha Mineira”, todos esses elementos, paisagens, água, meio ambiente, ciclismo, turismo de aventura e cachoeira”, para o secretário de Estado esses elementos torna Minas Gerais como grande potência do turismo por oferecer o que é a tendência para o turista.”

O presidente Circuito das Águas, Filipe Condé, e também o secretário de Turismo e Cultura de Caxambu, ressaltou a importância da visita da subsecretária e as ações realizadas. “Essa Iniciativa de vinda e visita da subsecretária de Turismo do Estado, é uma das nossas iniciativas, no processo de retomada do turismo alinhado ao programa Reviva, o qual o circuita das águas faz parte, e faz aos municípios a implementação dos protocolos sanitários com Selo do Turismo responsável das ações de difusão e preparação do destino, através de matérias e ações jornalísticas de divulgação, como também a preparação dos municípios no processo de retomada do turismo. Essas são as ações em que trabalhamos de forma incisiva de articulação institucional”, explicou, o presidente Circuito das Águas Filipe Condé. 

O presidente Circuito das Águas, Filipe Condé, e também o secretário de Turismo e Cultura de Caxambu,

As visitas e ações, que são organizadas pelo Circuito das Águas, são importantes porque elas colaboram no processo de tomada de decisão contribuem com as ações dos comitês locais dos municípios e fazem com que a região tenham um alinhamento especifico sobre os processos de retomada.  Dentre as preparações pautadas estão “as ações na preparação do destino para o processo de retomada do turismo como um destino seguro, com os espaços abertos amplos, os hotéis, a preparação dos bares e restaurantes, em breve quando tivermos 70% das pessoas imunizadas, irá se fazer a volta gradual dos eventos”, reforçou, o presidente do Circuito das Águas.

De acordo com a subsecretária de Estado de Cultura e Turismo, Milena Pedrosa, com a avanço da vacinação o turismo terá sua retomada gradual de forma segura, não existe uma previsão exata, mas o segundo semestre será ótimo para a retomada. “O Circuito das Águas, é um circuito antigo da nossa política de regionalização, tem uma potência enorme para o turismo, estou muito encantada com a região com os parques, com tudo que tem a partir das novas tendências do turismo pós pandemia, que é o turismo de natureza, de aventura, de experiência e de bem – estar”, afirmou, a subsecretária Milena Pedrosa.

Subsecretária de Estado de Cultura e Turismo, Milena Pedrosa

“Estou impressionada com Circuito das Águas, que tem a ver com as novas tendências e com o ‘Projeto Reviva’, que é direcionado a retomada ao turismo de forma gradual e segura de acordo com o ‘Minas Consciente’. Essa potência enorme viemos ver de perto para cada vez mais apoiar, e juntos com o Circuito das Águas, para fortalecer o turismo em nosso estado”, salientou a subsecretária Milena, ao elogiar a região, ela também destacou, que o turista vem em busca além de todos os elementos ofertados pela região, eles buscam o modo do mineiro de recepcionar, buscam nossa “Mineiridade”, e isso, é singular de Minas Gerais.

A gestora do Circuito das Águas, Ane Souza, destacou a união entre os munícipios para assim melhorar o turismo no contexto regional, “a importância das estâncias de governanças no turismo, para que a gente possa fortalecer o nosso trabalho em equipe de desenvolver o turismo de forma organizada, qualificada e de modo que atenda a todos, porque acredito já termos superado o mito, de que os municípios são concorrentes, quando na verdade, nós nos complementamos. Então, quando trabalhamos com os municípios unidos eu consigo manter o turista na região por um período de tempo maior”, confirmou a Gestora, Ane Souza.

Gestora do Circuito das Águas, Ane Souza

O prefeito de Caxambu, Diogo Curi, falou sobre a necessidade de elaborar estratégias conjuntas para a retomada das atividades turísticas no Sul de Minas, com o objetivo de criar consciência coletiva, o prefeito de Caxambu fez um pedido, a todos os prefeitos presentes que dessem a prioridade em aproveitar, todo o apoio que a Secult trouxe com a visita da subsecretária Milena Pedrosa.

O prefeito de Caxambu, Diogo Curi

Ao final da visita da Subsecretária de Estado de Turismo e Cultura, Milena Pedrosa, os prefeitos que participaram fizeram seus pedidos diretos que serão levados para viabilidade ao governo estadual. O secretário de Estado de Turismo e Cultura, Leônidas Oliveira, ainda fará uma agenda de visitas na segunda fase do projeto de retomada ao turismo.

Confira as fotos do evento em nossa página de Facebook nos links abaixo:

https://www.facebook.com/media/set/?vanity=JornalPanorama3&set=a.2993882087605458

https://www.facebook.com/media/set/?vanity=JornalPanorama3&set=a.2993885177605149

https://www.facebook.com/media/set/?vanity=JornalPanorama3&set=a.2993888440938156

Por: Nara Almeida

São Lourenço recebe oficina de jongo no quarto “Vem Mano Meu”

São Lourenço recebe oficina de jongo no quarto “Vem Mano Meu”

Organizado pela Associação Cultural Bangalô da Capoeira, junto ao mestre Tucano Preto, o evento “Vem Mano Meu” chegou a sua quarta edição no sábado, 7 de março, em São Lourenço. Com diversos apoios institucionais e culturais, o evento contou ainda com o apoio da Prefeitura Municipal de São Lourenço, por meio da Diretoria de Cultura, e São Lourenço Convention & Visitors Bureau.

O Jongo é um patrimônio Imaterial registrado pelo IPHAN. É uma forma de expressão afro-brasileira que integra percussão de tambores, dança coletiva e cantoria com elementos mágicos-poéticos. Uma forma de louvar os antepassados, consolidar tradições e afirmar identidades.

“Está sendo lindo e importante para nossa cidade. O professor Ronaldo Sonyc abordou os elementos centrais do jongo, as matérias primas na confecção dos tambores, a madeira e o couro, nestes que são reverenciados para abrir a roda, além dos pontos e das palavras cantadas de expressões únicas na cultura do Jongo. É um encontro que proporciona o diálogo para além da cultura de massa, valorizando e reconhecendo a multifacetada identidade cultural brasileira, presente fortemente na nossa Mantiqueira”, falou, agradecida, a Diretora de Cultura Paula Alves Netto.

Sobre o projeto
A Associação Cultural Bangalô da Capoeira é um projeto social de capoeira que existe há sete anos, fundada pelo graduado Ericsson Maradona Noronha dos Santos, e que há quatro anos vem sendo desenvolvida por Anderson Aparício Catarino e Luciana Maciel Alves, hoje presidente, idealizadora, aluna e voluntária do projeto. “Nosso objetivo é preparar novos atletas que acrescentem e difundam a capoeira em todos os ambientes da sociedade, através de aulas, oficinas, palestras e eventos diversos, estimulando, apoiando e promovendo sua missão”, conta Luciana Alves.

O projeto hoje atende 50 alunos desde os 3 anos até a idade adulta. A associação representa a escola de capoeira Abassá Dendê Maruô, administrada por Ricardo Laércio da Silva Oliveira, Mestre Tucano Preto. O nome da escola vem do dialeto Yorubá, que significa “caminho da prosperidade”. As aulas são ministradas pelos professores graduados Anderson Aparício Catarino, mais conhecido como Sarará, e Fabrício Vanine Gabriel Pimenta da Cruz, o Quinduke, também voluntários.

O 4° Vem Mano Meu é um evento organizado uma vez no ano com o intuito de apresentar os alunos iniciantes para o mundo da capoeira, testar o conhecimento e incentivar aqueles que trocaram de corda. Participaram 80 capoeiristas, sendo 30 do estado de São Paulo e redondezas de Minas Gerais. Ao todo, 14 alunos foram batizados e oito trocaram de corda.

“O Projeto Bangalô da Capoeira deixa seus agradecimentos a todos que contribuíram para mais uma festa. Sem ajuda e parceria nada teria acontecido”, destaca Luciana.

Fonte: Prefeitura Municipal de São Lourenço
Com informações de Luciana Maciel Alves/ Associação Cultural Bangalô da Capoeira

Fotos: Luciana Maciel Alves/ Associação Cultural Bangalô da Capoeira

Folia de Reis Estrela de Ouro, de Passa Vinte, visita Santuário em Liberdade

Folia de Reis Estrela de Ouro, de Passa Vinte, visita Santuário em Liberdade

O grupo de Folia de Reis Estrela de Ouro, de Passa Vinte, é um dos mais tradicionais do município e um dos responsáveis por manter viva a tradição das folias na região. No final de 2019, em uma visita ao Santuário do Bom Jesus do Livramento, em Liberdade, o mestre Rogério Gonçalves de Almeida e os demais foliões puderam renovar sua fé e devoção à Sagrada Família, além de pedir bênçãos para a festa dos Santos Reis.

A Folia de Reis, ou Reisado, é uma festa tradicional e popular brasileira celebrada na religião católica com o intuito de comemorar a visita dos Três Reis Magos Gaspar, Melchior (ou Belchior) e Baltazar ao Menino Jesus. A celebração dura 12 dias, de 24 de dezembro a 6 de janeiro, data em que se comemora o Dia de Reis. Em 2017, o Conselho Estadual de Patrimônio de Minas Gerais declarou a Folia de Reis como Patrimônio Imaterial do Estado. Além dos mineiros, outros estados ainda mantêm viva a tradição das folias, como Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Espírito Santo e Goiás.

Fotos: Prefeitura de Passa Vinte

Regina Duarte chega a Brasília, confirma almoço com Bolsonaro e diz que ainda está ‘noivando’

Regina Duarte chega a Brasília, confirma almoço com Bolsonaro e diz que ainda está ‘noivando’

Atriz ainda não confirmou se aceita convite para assumir a Secretaria Nacional de Cultura

BRASÍLIA – A atriz Regina Duarte chegou nesta quarta-feira a Brasília onde deverá almoçar com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O convite para o almoço foi confirmado por ela ao falar rapidamente à imprensa. Regina é cotada para assumir a Secretaria Nacional de Cultura após a saída de Roberto Alvim.
Regina chegou a Brasília por volta das 12h. Ao desembarcar, disse que o convite para almoçar com Bolsonaro teria surgido ainda durante o voo à capital federal.

Questionada sobre se já havia aceitado o convite para assumir a pasta, ela usou a metáfora sobre casamento e noivado utilizada por Bolsonaro ao falar sobre o assunto.

— Hoje, não. Noivado é noivado. Tem que ter um tempo. — disse a atriz —Vou continuar conversando. Noivando, noivando.

Questionada sobre a possibilidade de recriação do Ministério da Cultura, Regina Duarte desconversou.

— Não sei e não acho que é importante falar disso neste momento — disse.

Fonte: Jornal O Globo

Tradição em louvor aos Três Reis Magos se mantém viva em Santa Rita de Jacutinga

Tradição em louvor aos Três Reis Magos se mantém viva em Santa Rita de Jacutinga

No dia 11 de janeiro, a Praça da Estação, em Santa Rita de Jacutinga, recebeu a quarta edição do Encontro de Folias de Reis. O evento teve apoio da Prefeitura Municipal, do Conselho Municipal de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural e da Paróquia Santa Rita de Cássia.

Ao todo, seis folias participaram do momento: Folia de Reis Gomes, Folia de Reis Dona Clara, Folia de Reis Santos Reis, Folia de Reis Padaria Velha, Folia de Reis Estrela Guia – todas de Santa Rita de Jacutinga –  e a Folia de Reis Amigos de Jornada, do município de Rio Preto. O início da festa contou com a apresentação das bandeiras das companhias presentes e a benção do Padre Márcio Aurélio, pároco da cidade.

Em todas as apresentações, a fé e alegria em anunciar o nascimento do Menino Jesus estavam presentes. A energia dos palhaços, com seus pulos e divertidos versinhos, divertiu a todos que puderam acompanhar do momento cultural.

A Folia de Reis, ou Reisado, é uma festa tradicional e popular brasileira celebrada na religião católica com o intuito de comemorar a visita dos Três Reis Magos Gaspar, Melchior (ou Belchior) e Baltazar ao Menino Jesus. A celebração dura 12 dias, de 24 de dezembro a 6 de janeiro, data em que se comemora o Dia de Reis. Em 2017, o Conselho Estadual de Patrimônio de Minas Gerais declarou a Folia de Reis como Patrimônio Imaterial do Estado. Além dos mineiros, outros estados ainda mantêm viva a tradição das folias, como Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Espírito Santo e Goiás.

A alegria e animação dos palhaços contagiam a todos