Governador pede auxílio aos ministros do Meio Ambiente e Cidadania para os municípios afetados pela chuva

Governador pede auxílio aos ministros do Meio Ambiente e Cidadania para os municípios afetados pela chuva

O governador Romeu Zema recebeu, nesta terça-feira (11/1), na Cidade Administrativa, os ministros do Meio Ambiente, Joaquim Álvaro Pereira Leite, e da Cidadania, João Roma, que anunciaram que o governo federal irá liberar R$ 700 milhões, via Medida Provisória (MP), para auxiliar os atingidos pelas chuvas em cinco estados, incluindo Minas Gerais.

O encontro ocorreu após os ministros, acompanhados da secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marília Carvalho de Melo, sobrevoarem a Barragem B4, da CSN (Congonhas), a Mina de Pau Branco, da Vallourec (Nova Lima), e o município de Raposos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

“Os recursos serão de extrema importância, pois temos milhares de pessoas desabrigadas e desalojadas nas regiões atingidas pelas chuvas que perderam suas casas e pertences. O momento é muito difícil”, afirmou o governador.

Agilidade

Durante o encontro, Zema pediu apoio na agilidade na liberação dos recursos da Portaria 90, do Ministério de Desenvolvimento Social, que trata do Serviço de Proteção em Situações de Calamidades Públicas e Emergências no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

O governador também solicitou apoio das Forças Armadas para auxílio aos municípios na desobstrução de vias, em especial, aquelas que servem de ligação a distritos, além de ajuda nos problemas de engenharia urgentes.  

Situação de emergência

Subiu para 145 o número de municípios mineiros em situação de emergência devido às intensas chuvas das últimas semanas. Desde o início do período chuvoso, em outubro de 2021, 19 pessoas morreram, 13.756 ficaram desalojadas e 3.481 desabrigadas (dados atualizados em 12/1). As informações foram divulgadas nesta terça-feira (11/1) pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

Também participaram da reunião o chefe do Gabinete Militar do Governador e coordenador estadual de Defesa Civil, coronel Osvaldo de Souza Marques, o secretário-geral adjunto, Marcel Beghini, e a deputada federal Greyce Elias.

Informações e Fotos: Agência Minas

Bahia recebe apoio da Fiocruz na Ação da Cidadania para dar assitência à população

Bahia recebe apoio da Fiocruz na Ação da Cidadania para dar assitência à população

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apoia a iniciativa da Ação da Cidadania contra a Fome de assistência à população do sul da Bahia, onde mais de 100 municípios decretaram situação de emergência por causa das chuvas que atingiram a região desde o início do mês e impactaram diretamente na vida de cerca de 470 mil pessoas. Fundada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, a campanha arrecada alimentos, água, cobertores e materiais de higiene em Salvador.

O Programa Unidos Contra a Covid-19 da Fiocruz está apoiando a iniciativa para as famílias vítimas das enchentes na Bahia. Faça sua doação e ajude a garantir que essas famílias tenham assistência e acesso à alimentação. Outras informações através do site [email protected]

Outras ações

O Corpo de Bombeiros do Rio enviou para a Bahia 40 militares, 20 barcos e uma aeronave para apoiar os trabalhos de resgate nos municípios atingidos por fortes chuvas nos últimos dias no Estado. O embarque de bombeiros e de parte dos recursos ocorreu na tarde desta terça-feira (28), na base aérea da Lagoa, onde está lotado o Grupamento de Operações Aéreas da corporação. Os militares levam material de salvamento em altura, cordas, mosquetões, kits de primeiros socorros, entre outros equipamentos. 

De acordo com o secretário de Estado de Defesa Civil, coronel Leandro Monteiro, as tempestades provocaram prejuízos em diversas cidades. “Houve rompimento de barragens, enchentes em diversos pontos e fechamento de estradas. Estamos juntos nessa força-tarefa para ajudar à população da Bahia”, disse.

Fonte: Agência Brasil

Fotos: Amanda Perobelli/Reuters