Bahia recebe apoio da Fiocruz na Ação da Cidadania para dar assitência à população

Bahia recebe apoio da Fiocruz na Ação da Cidadania para dar assitência à população

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apoia a iniciativa da Ação da Cidadania contra a Fome de assistência à população do sul da Bahia, onde mais de 100 municípios decretaram situação de emergência por causa das chuvas que atingiram a região desde o início do mês e impactaram diretamente na vida de cerca de 470 mil pessoas. Fundada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, a campanha arrecada alimentos, água, cobertores e materiais de higiene em Salvador.

O Programa Unidos Contra a Covid-19 da Fiocruz está apoiando a iniciativa para as famílias vítimas das enchentes na Bahia. Faça sua doação e ajude a garantir que essas famílias tenham assistência e acesso à alimentação. Outras informações através do site [email protected]

Outras ações

O Corpo de Bombeiros do Rio enviou para a Bahia 40 militares, 20 barcos e uma aeronave para apoiar os trabalhos de resgate nos municípios atingidos por fortes chuvas nos últimos dias no Estado. O embarque de bombeiros e de parte dos recursos ocorreu na tarde desta terça-feira (28), na base aérea da Lagoa, onde está lotado o Grupamento de Operações Aéreas da corporação. Os militares levam material de salvamento em altura, cordas, mosquetões, kits de primeiros socorros, entre outros equipamentos. 

De acordo com o secretário de Estado de Defesa Civil, coronel Leandro Monteiro, as tempestades provocaram prejuízos em diversas cidades. “Houve rompimento de barragens, enchentes em diversos pontos e fechamento de estradas. Estamos juntos nessa força-tarefa para ajudar à população da Bahia”, disse.

Fonte: Agência Brasil

Fotos: Amanda Perobelli/Reuters

Estado da Bahia enfrenta fortes chuvas

Estado da Bahia enfrenta fortes chuvas

Várias cidades do estado da Bahia está alagada devido as chuvas, hoje (28) o governador do estado, Rui Costa, declarou em entrevista coletiva que o Estado atravessa “o maior desastre natural da história” e que não seria possível prever a reconstrução das áreas que foram atingidas pelas enchentes.

“A Bahia está devastada e ainda não é possível estipular quando as estradas vão ser recuperadas. Não sabemos a extensão. Vamos ter que olhar, caso a caso, a solução técnica. Em alguns lugares vamos ter que mudar a opção. Uma ponte de 50 metros de largura, por exemplo, que foi levada pela água pode ser um pouco maior, com 70 metros, para facilitar a passagem do rio”, afirmou no governador.

Rui Costa, ainda afirmou que não será permitido que casas voltem a serem construídas em áreas de risco, próximas de rios ou em terrenos propensos a deslizamentos, e deixou claro que dará prioridade as obras de pontes e estradas essenciais que ligam os municípios a outras regiões e que estejam em locais de mais fácil acesso.

O Estado já conta com 116 municípios afetados e o número de cidades que decretaram situação de emergência chega a 100. São 470 mil moradores prejudicados de alguma maneira pelos temporais, segundo a Defesa Civil

“A sensação que nós temos é, pelas imagens que vemos, de um grande bombardeio em todo o estado”, disse o governador. Ele acrescentou que pelo menos 50 cidades tem casas embaixo d’água. “Agora que a água começa a baixar, a gente vê o estrago que foi feito em casas de pessoas simples, que fizeram um esforço danado para erguê-las.”

O Governador do Estado não adiantou de quanto seria o valor do auxílio dado as famílias, e reiterou o apelo feito ontem (27) para que prefeitos façam os cadastros das pessoas afetadas pelas enchentes. “Vamos fazer um valor de auxílio financeiro para essas famílias, mas precisamos primeiro entender quantas pessoas foram prejudicadas.”

As operações para atender a população afetada estão centralizadas em Ilhéus onde Rui Costa também está localizado. Na entrevista, ele agradeceu a ajuda de diversos estados entre eles Maranhão, Ceará, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e o Distrito Federal, que já anunciaram ajuda com recursos, donativos e até envio de bombeiros para socorrer a população.

Fonte: Agencia Brasil

Fotos: Reprodução/Amanda Perobelli/Reuters

Baiana encontra noivo pela 1ª vez e se casa no aeroporto, dois meses após o conhecer na internet

Baiana encontra noivo pela 1ª vez e se casa no aeroporto, dois meses após o conhecer na internet

Cerimônia foi realizada na noite de quinta-feira (30), no aeroporto de Salvador, minutos após os noivos se encontrarem pessoalmente pela primeira vez.

Um casal que se conheceu através da internet e nunca tinha se visto pessoalmente se casou na quinta-feira (30), na primeira vez que se encontraram, no aeroporto de Salvador.

A empresária Elizabeth Athaide e o neuromecânico Nilton Santos, que até então eram divorciados, se conheceram há dois meses através de uma rede social. Ela mora em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, e ele é em Palmas, capital do Tocantins.

“Já vou encontrar casando. Nós nos conhecemos em 24 de novembro, e dia 8 de dezembro ele me pediu em casamento. Ele não me pediu em namoro, ele me pediu logo em casamento. Eu disse, se é sério, então me mande seus documentos todos. Ele mandou na hora. Eu procurei a vida dele toda, procurei um detetive e até o relacionamento dele com os vizinhos eu fiquei sabendo”, contou Elizabeth.

Ela conta que o casamento ocorreu em Salvador, pois o cartório que pôde fazer a cerimônia fica na capital baiana.

Nilson chegou ao aeroporto e foi direto para um auditório no terminal, onde o casamento foi realizado. No portão de desembarque, com buquê na mão, a noiva já o aguardava para o dia tão esperado. “Daqui já vamos viajar direto para a lua de mel”, ressaltou a empresária.

A troca de alianças contou com a presença de familiares e amigos da noiva. O local da cerimônia também pegou de surpresa o pastor que celebrou a união.

“Pra mim foi inusitado porque, na verdade, já celebramos diversos casamentos na Bahia, e nós fomos pegos de surpresa, mas valeu à pena”, disse o pastor Edvaldo André Reis.

Após o “sim” de Elizabeth e Nilton, o relacionamento virtual ficou pra trás e o primeiro encontro reforçou a impressão que um teve do outro através da internet. “Ela é tudo isso e mais um pouco”, ressaltou Nilton sobre a esposa.

Fonte: G1

Elizabeth e Nilson se casaram no aeroporto de Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia