Já foram queimados mais de 468 hectares no incêndio na Serra Fina

Já foram queimados mais de 468 hectares no incêndio na Serra Fina

Segundo as informações desta última quarta-feira (22) de julho, O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), voluntários e instituições parceiras conseguiram controlar o incêndio na Serra Fina, localizada na Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra da Mantiqueira.

O incêndio começou no domingo dia 16 deste mês, e atingiu o Pico da Pedra da Mina, na divisa entre Itamonte e Cruzeiro, exigindo trabalho conjunto de Bombeiros de Minas Gerais e São Paulo, durante o final de semana. A montanha é a quarta mais alta do Brasil e a mais alta do estado de São Paulo. O fogo adentrou a área conhecida como Morro Serra Fina, em Itamonte, e se alastrou até a cidade de Cruzeiro, no Estado vizinho. A distância entre os municípios é de quase 30 quilômetros. 

Helicópteros estavam sendo usados para combater o fogo, mas os bombeiros têm dificuldades de chegar ao local, que possui áreas íngremes e paredões de até 90 graus. Na manhã do dia 19, aeronaves militares, que foram solicitadas ao Ministério da Defesa pelo ICMBio, reforçaram o combate ao fogo.

Incêndio na Serra mantiqueira (Foto: Gabriel Tarso)

Já foram queimados mais de 468 hectares. A causa do incêndio é desconhecida. O trabalho dos voluntários é fundamental no suporte às brigadas, mantendo o fluxo de abastecimento de água e comida, e também para guiar as equipe de brigadistas pela região de montanha, além da gestão de doações recolhidas para o combate ao incêndio.

Fotos enviadas por Adailton, arquivo pessoal. As fotos mostram a exuberância da vista na Serra Fina

Fonte: Ministério do Meio Ambiente e ICMBio