“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

Desde a implementação do projeto de cuidados paliativos, no Hospital Municipal de Contagem, uma transformação significativa tem sido observada no modo como a instituição cuida de seus pacientes. O impacto desse programa é notável não apenas na qualidade do atendimento, mas também na abordagem humanizada que vem sendo adotada pela equipe médica e multidisciplinar.

De acordo com o gestor da Linha de Cuidados da Urgência e Emergência do HMC, Marcus Vinicius, o maior desafio inicialmente enfrentado foi desmistificar os preconceitos em torno dos cuidados paliativos.

“Muitos profissionais não possuíam um conhecimento adequado sobre o tema, que frequentemente era tratado de forma equivocada. No entanto, com a apresentação do projeto e dos conceitos essenciais dos cuidados paliativos, houve uma grande aceitação por parte da equipe, que passou a adotar uma abordagem mais empática e integral, considerando não apenas a condição física, mas também os aspectos psicossociais e espirituais dos pacientes”, afirmou Marcus.

No segundo semestre de 2022, o médico Marcus Vinicius, especialista da Clínica Médica e pós-graduação em Cuidados Paliativos, assumiu como gerente da Linha de Cuidados da Urgência e Emergência do HMC. Ele ministrou aulas de sensibilização para a equipe assistencial, introduzindo conceitos vitais sobre Cuidados Paliativos e eliminando o uso irregular de ferramentas padronizadas de identificação.

Segundo Marcus, a equipe focou nos quatro pilares fundamentais dos Cuidados Paliativos durante o projeto: comunicação eficaz, controle adequado dos sintomas, apoio à família e trabalho em equipe.

“Com a apresentação do projeto e dos conceitos a respeito do que são os cuidados paliativos, obteve se grande aceitação da equipe, que então começou a apresentar uma abordagem mais humanizada do serviço, com empatia, visando o paciente como um todo, abordando o em todos os aspectos psicossocial e espiritual”, afirmou Marcus.

A implementação do programa não encontrou grandes obstáculos, ao contrário, contou com um engajamento significativo de toda a equipe multidisciplinar, que se uniu em prol de uma assistência mais humanizada e centrada no paciente e em seus familiares. Os cuidados paliativos, como ressaltado pelo médico Marcos Vinicius, buscam a qualidade de vida dos pacientes em situações de doenças graves, buscando aliviar seu sofrimento físico, emocional e espiritual.

Com informações da Prefeitura de Contagem

Foto: Fábio Silva / PMC