“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

A Prefeitura de Contagem realizou, no último sábado (27), uma ação no bairro Colonial com o objetivo de alertar a população sobre o descarte irregular de esgoto, ressaltando a importância da ligação de factíveis nos imóveis da região. Durante a mobilização, foram visitadas pelas equipes aproximadamente 130 imóveis e também distribuído material educativo para ampliar a conscientização dos moradores.

Por meio da iniciativa, a Administração Municipal busca conter os danos causados pelos resíduos à Bacia Hidrográfica de Vargem das Flores, em especial à lagoa dos Bombeiros, situada nas instalações da Academia de Bombeiros Militar (ABM) — Campus II, no bairro Praia.

De acordo com o gerente de Mobilização Socioambiental da secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Gilson Junio de Souza Oliveira, a ação foi de extrema importância para a comunidade do bairro Colonial. Por meio dela, dezenas de moradores foram informados sobre a ligação com a rede de esgoto e como ela é fundamental para a preservação do meio ambiente e dos recursos hídricos.

Gilson também falou sobre a participação do Grupo de Mobilização e Educação Ambiental da APA de Vargem das Flores, criado há mais de dez anos, e que vem desempenhando um papel crucial na promoção de ações educativas na área da Bacia de Vargem das Flores.

“Nosso foco foi conscientizar os proprietários das casas sobre a necessidade de realizar a ligação de seus sistemas de esgoto à rede pública da Copasa. A Lagoa dos Bombeiros vem sofrendo com a poluição decorrente do descarte irregular de resíduos de esgoto dessas residências nos córregos e afluentes. É preciso garantir a conservação, não somente dela, mas para toda a bacia, pois é um patrimônio natural do nosso município”, afirmou.

A ação contou com a participação da equipe de Educação Ambiental da Semad, em parceria com o Grupo de Mobilização e Educação Ambiental da APA de Vargem das Flores, Copasa, Corpo de Bombeiros, Instituto Estadual de Florestas (IEF), Regional Sede, entre outros colaboradores.

Segundo o CAD Pimentel, do Corpo de Bombeiros, ao longo do primeiro semestre deste ano, outras 650 residências consideradas factíveis, que possuem condições adequadas para realizar a ligação à rede de esgoto pública, serão visitadas pela equipe de mobilização. Ele também afirmou que a despoluição da lagoa trará grandes benefícios para o meio ambiente e também para os membros do corpo de bombeiros, que poderá ser utilizada em treinamentos, aprimorando o trabalho da corporação

“A intenção foi de tentar instruir essa população a solicitar essa ligação e também informar a eles que se eles fizerem o lançamento incorreto, vai trazer impactos negativos para o meio em que vive. Contribuindo para a limpeza da lagoa, eles vão contribuir com mais qualidade de vida e bem-estar. E quando a lagoa estiver limpa, iremos utilizar o local para aprimorar nossos treinamentos e realizar alguns eventos, atividades, não só dos bombeiros, mas também da população em geral que está aqui no entorno”, finalizou.

Com informações da Prefeitura de Contagem

Foto: Divulgação Semada e Copasa