“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

Em vídeo publicado nas redes sociais, o prefeito de São Sebastião do Rio Verde, Sandro Lisboa Martins, atualizou a população sobre o problema com o bombeamento e distribuição da água no município. Sandro salientou que quando a administração se comprometeu a tratar a água, assumiu com 16.000 m³ por mês e hoje está distribuindo em torno de 28.000 m³. Dividindo para a população, nota-se que estão sendo distribuídos mais de 500l por pessoa. É um uso excessivo, já que, segundo a ONU, é possível viver com 90 a 100l. O gasto da população rio-verdense está muito superior ao recomendado pela ONU.

Outro problema enfrentado é com os vasos comunicantes (canos) que precisam ser trocados. A prefeitura aguarda a chegada de mais um reservatório, que possibilitará mais tempo quando acontecer algum problema e os equipamentos tiverem de ser trocados. A CEMIG se propôs a trocar o transformador numa das estações de bombeamento no prazo de 120 dias.

Para amenizar a situação, no último domingo (11) a prefeitura fez um rodízio para todos receberem água e amenizar a falta, tratando, nesse momento, 40.000 litros de água.

O prefeito ressalta que o tratamento da água foi um ganho enorme no setor de saúde da população, já que as doenças relacionadas à água caíram consideravelmente e pede a cooperação da população para que economize e faça o uso correto da água, pois o volume de água tratada na cidade é suficiente para todos e os munícipes, por sua vez, precisam fazer a sua parte utilizando a água de forma consciente.

Com informações e foto/vídeo: Prefeitura Municipal de São Sebastião do Rio Verde