Escolha uma Página

A Petrobras alcançou um marco significativo ao realizar o primeiro voo de longo alcance com uma aeronave civil remotamente pilotada, percorrendo aproximadamente 180 quilômetros entre Macaé (RJ) e a plataforma P-51 na Bacia de Campos. Esse teste pioneiro visa viabilizar futuros voos entre o continente e plataformas offshore, prometendo revolucionar a logística do transporte aéreo nesse setor.

Os objetivos do voo incluíram a avaliação da capacidade de transporte de cargas de até 50 kg, melhoria na logística offshore, redução de custos operacionais e coleta de dados para otimização do espaço aéreo compartilhado. Além disso, essa tecnologia tem potencial para reduzir significativamente as emissões de gases de efeito estufa associadas ao transporte de cargas leves.

A Petrobras já utiliza drones para diversas operações, como pintura de plataformas e trabalhos em altura, minimizando riscos à segurança dos trabalhadores. A análise dos dados obtidos durante o voo está prevista para ser concluída até o final do ano, com planos de realizar novas simulações para eventual implantação operacional na empresa, após validação dos resultados.

 

Fonte e fotos: Agência Brasil.