“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

Na última sessão ordinária do ano, a 39ª, a Câmara Municipal de Arantina elegeu os novos integrantes da Mesa Diretora para o ano de 2024. A sessão contou com a presença de todos os vereadores e foi presidida pelo vereador João Batista de Almeida.

Ao início da sessão, foi lida, discutida e votada a ata da reunião anterior, que foi aprovada por todos. Na sequência, foi apresentada a Portaria 019/2023, que disciplina o horário de funcionamento e expediente da Casa durante o período de recesso parlamentar, que será das 12h às 16h.

Logo após, o presidente João Batista deu início à eleição da Mesa Diretora do exercício 2024 e nomeou a vereadora Maria Aparecida de Almeida Oliveira como escrutinadora. Candidataram-se ao cargo de presidente da Mesa os vereadores Robson Lúcio de Almeida Costa e Mickael Vinícius da Silva Nascimento; ao cargo de vice-presidente, o vereador João Bosco de Sá foi candidato único; e ao cargo de secretário, apenas o vereador Giovani Aparecido Pereira candidatou-se.

A votação foi feita de forma secreta com a utilização de cédulas de papel e ocorreu por cargos. Para a posição de presidente, foi eleito o vereador Robson Lúcio com cinco votos; o vereador Mickael recebeu quatro votos. O vereador João Bosco recebeu cinco votos para o cargo de vice-presidente, enquanto quatro votos foram anulados. Já Giovani Aparecido teve sete votos para a posição de secretário e dois votos foram nulos. O presidente abriu a palavra para os eleitos, que agradeceram os votos recebidos.

Logo após, a tribuna foi cedida a Adriano de Sousa Sá que fez esclarecimentos sobre o programa Arantina Cidade Educadora. Não havendo mais nada a tratar, o presidente encerrou a sessão.

Foto: Câmara Municipal de Arantina