“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

O Hospital Metropolitano Odilon Behrens (HOB) recebeu turmas de médicos pediatras e generalistas que atuam nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Belo Horizonte para um curso prático em urgências pediátricas. O treinamento teve como objetivo aprimorar, por meio de casos simulados, o conhecimento dos profissionais em relação às principais situações registradas na unidade hospitalar. Foram capacitados 65 médicos.

A capacitação foi ministrada pelas diretorias de Atenção às Urgências e Emergências e de Educação em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde. Durante a qualificação, os alunos foram divididos em três estações de trabalho para atuarem em simulações das principais urgências em crianças que chegam às unidades de saúde, respiratória, choque e distúrbio de ritmo.

Nas aulas os profissionais foram orientados sobre as condutas e medicamentos mais indicados para cada caso, as possíveis complicações e como identificar as diferenças entre as causas dos sintomas, como uma crise de asma ou bronquiolite, por exemplo.  “Ano passado nós fizemos o curso teórico e este ano pensamos em um passo além e fizemos o curso prático. Vamos passar algumas dicas, ensinar o passo a passo, principalmente para a avaliação sistemática do paciente criticamente enfermo”, explicou o gerente da Linha de Cuidado Infantil do HOB, Pedro Bretas.

A superintendente do Complexo Hospitalar Odilon Behrens, Taciana Malheiros, falou sobre a importância dessa integração para o atendimento pediátrico no hospital e na rede. “Temos uma equipe muito dedicada, disponível e qualificada no HOB. Esse encontro com as equipes dos centros de saúde e UPAs proporciona um crescimento mútuo. Esse momento é muito especial para todos nós! Agradeço muito a nossa equipe interna, equipes da urgência, da educação em saúde e principalmente aos profissionais que aqui estiveram”, disse.

Aperfeiçoamento da assistência

Para garantir a assistência dos pacientes, somente no ano passado, 370 profissionais da rede SUS-BH foram treinados em urgências pediátricas em cursos ministrados pela equipe do HOB. Os profissionais também estiveram disponíveis para discutir casos clínicos de maior complexidade que chegaram às unidades básicas e de pronto atendimento, contribuindo para a definição terapêutica e evitando o agravamento do paciente e referenciando com maior agilidade os casos urgentes.

Essas são estratégias de atuação em rede que qualificam o atendimento às crianças nos diferentes pontos de atenção à saúde e contribuem para identificação mais ágil daquelas que vão precisar de atenção hospitalar.

Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte

Foto: Divulgação / PBH