Escolha uma Página

As inscrições para a 9ª edição do programa Bolsa Pampulha foram prorrogadas até o próximo domingo (25). Neste ano, o programa selecionará 11 artistas – 10 para artistas contemporâneos e 1 curador – para receberem bolsas residências de estímulo à produção em Arte Contemporânea e suas múltiplas linguagens.

Podem se inscrever artistas de todo o Brasil, bem como brasileiros naturalizados e estrangeiros devidamente estabelecidos.

Cada bolsista receberá R$ 3 mil mensais durante os seis meses de duração do projeto, além de uma ajuda de custo para a realização das obras para a Mostra dos Resultados da residência, que acontecerá presencialmente no Viaduto das Artes, que fica na Avenida Olinto Meireles, 45, na região do Barreiro. Além de residências, serão realizados encontros, debates, oficinas e a Mostra de encerramento.

O Bolsa Pampulha é realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da secretaria de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, em parceria com o Viaduto das Artes, um programa de formação artística do Museu de Arte da Pampulha (MAP).

Programa consolidado de arte contemporânea, o Bolsa Pampulha se apresenta como uma das primeiras residências artísticas do Brasil. Sua origem remonta ao Salão Nacional de Arte da Prefeitura de Belo Horizonte, realizado desde 1937. A partir de 2003, passa por uma reformulação e ganha o formato atual, de forma a evidenciar e dialogar com as oportunidades da arte e da cultura contemporâneas.

Uma das principais iniciativas do MAP, gerido pela Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte, o Bolsa Pampulha reforça o museu como espaço de formação, pesquisa e experimentação junto à comunidade artística local e nacional, algo testemunhado ao longo de suas edições anteriores.

Enquanto política pública de cultura, o Bolsa Pampulha confere visibilidade à trajetória de relevantes nomes das artes visuais brasileiras que passaram pelas residências do programa, como Cinthia Marcelle, Paulo Nazareth, MariláDardot, Desali, Janaína Wagner, Rafael RG, Marcellvs L, Luana Vitra, Froiid, entre outros.

Com informações da Prefeitura de Belo Horizonte

Foto: Arte/Divulgação