“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

Decoração ampliada também é homenagem à data de aniversário do estado, que completou 303 anos neste sábado, 02 de dezembro

O governador Romeu Zema e o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, lançaram, na noite deste sábado (2/12), o Natal da Mineiridade 2023 e o novo projeto de iluminação da Praça da Liberdade, patrocinado pela Cemig, parceira pelo segundo ano consecutivo. A inauguração também celebrou os 303 anos de Minas Gerais, comemorados neste sábado. Houve também uma apresentação do Coral Educação Adventista, formado por 1.200 alunos de escolas adventistas de Belo Horizonte e região.

O evento do Dia de Minas começou às 18h30 com o relançamento do livro “Minas Gerais: Três Séculos de História”, no Palácio da Liberdade. O governador recebeu a nova edição da obra, organizada pelo historiador Fernando Pedro e que reúne textos sobre a arte, o turismo e a história de Minas Gerais. Assinam a obra Cristina Ávila, Leônidas de Oliveira e Maria Angélica Vieira Bonomo. O texto de apresentação é do governador Romeu Zema.

Na sequência, o coral apresentou a Cantata Natalina, em frente ao Palácio da Liberdade. O grupo também realizou a contagem regressiva para o acendimento das luzes na Praça da Liberdade. A decoração natalina poderá ser apreciada por moradores e turistas até o dia 6/1/2024.

Apenas na Praça da Liberdade, durante as festividades de fim de ano, serão gerados mais de 300 empregos. Entre dezembro e janeiro, deverá ser registrada, em todo o estado, movimentação de 3,2 milhões de pessoas, o que representa crescimento de mais de 25% em relação ao ano passado. Só na capital, segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), o período de Natal será responsável por movimentar cerca de R$ 2,5 bilhões. O Natal da Mineiridade integra as festividades de 450 municípios, somando 600 atividades culturais e turísticas, fortalecendo Minas Gerais como um destino de fim de ano.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, ressaltou a integração entre todas as regiões do estado nas celebrações de fim de ano e as qualidades de Minas como destino turístico.

“São mais de 400 cidades fazendo um Natal iluminado, e nós queremos mostrar para todo o Brasil que Minas Gerais tem um Natal diferenciado. Assim como o nosso Carnaval é um dos principais do Brasil, também queremos mostrar que temos um Natal diferente. Quem vier assistir nosso Natal verá que temos a melhor cozinha do Brasil, o maior patrimônio histórico e o povo mais acolhedor. Natal é esperança, tem um significado diferente, e temos que resgatar a esperança. Tínhamos perdido ela em Minas Gerais e fico satisfeito que, depois de cinco anos do meu governo, o mineiro, hoje, tem mais esperança”, destacou o governador.

O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas de Oliveira, enfatizou que “Minas Gerais está viva, forte, coesa e sendo, nesses 303 anos, a terra da liberdade”.

“Uma noite maravilhosa, comemoramos os 303 anos da nossa Minas Gerais. Saúdo a todos os mineiros e mineiras do nosso Estado-Nação. Gostaria de ressaltar que esse Natal não é só em Belo Horizonte. Hoje, celebram o Natal da Mineiridade 450 municípios, que estão irmanados com a capital nesta celebração. A nossa mineiridade é um forte atrativo de turistas. Em 2023, crescemos 130% acima da média nacional”, acrescentou Oliveira.

Presidente da Cemig, empresa patrocinadora da iluminação da Praça da Liberdade pelo segundo ano consecutivo, Reynaldo Passanezi Filho festejou a inauguração do tradicional espetáculo em um dos principais cartões-postais de Belo Horizonte.

“Poder trazer energia paras as pessoas é trazer luz, e luz é energia para a transformação. Esse é um propósito da Cemig: poder trazer energia para as pessoas se transformarem”.

O Natal da Mineiridade é uma iniciativa do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) e da Fundação Clóvis Salgado (FCS), com patrocínio da Cemig, apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e parceria com a Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur), Associação Mineira de Municípios (AMM) e a Rede de Gestores Municipais de Cultura e Turismo. A concepção, produção e coordenação do projeto de iluminação da Praça da Liberdade é assinada pela Casulo Cultura e Full Produções.

Projeto

O novo projeto de iluminação integra o Natal da Mineiridade 2023 tem como objetivo celebrar comunhão e vínculos, integrando a capital ao interior, com uma programação diversa. A ação contribui para posicionar Minas Gerais entre os principais destinos turísticos de fim de ano do país, além de gerar emprego e renda, ativando o comércio e estimulando a atividade turística.

Em 2023, a iluminação natalina se estenderá para além da Praça da Liberdade, alcançando o Palácio da Liberdade e as fachadas dos prédios da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) e do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG). Nas laterais do Palácio serão exibidos uma árvore de Natal e um painel  em tecido retratando a cena do nascimento do menino Jesus em estilo bizantino e em proporção humana.

Outra atração é a feira de cozinha mineira que funcionará diariamente na Praça José Mendes Júnior, das 18h às 23h.

Criatividade

A decoração da Praça da Liberdade ressalta expressões da criatividade do povo mineiro, a partir de cinco eixos temáticos: Alma, História, Alameda Travessia, Artes e Ciências. Em História, por exemplo, silhuetas dos 12 profetas de Aleijadinho, que compõem o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, serão instaladas nos jardins. Em Alma, os visitantes verão um presépio iluminado com a cena sacra em tamanho natural.

Já na Alameda Travessia, a inventividade mineira, com destaque para o vanguardismo de Santos Dumont, é revisitada com cores e luzes natalinas. Um avião 14 Bis surge pilotado por Papai Noel, que sobrevoa a praça carregando pacotes de presentes.

Há referência aos patrimônios históricos, em especial ao Conjunto Arquitetônico da Pampulha, que completou 80 anos em 2023. E no chafariz da praça, o sequenciamento das luzes nas silhuetas dos pássaros simula o bater das asas como se estivessem em revoada, compondo um cenário vibrante e dinâmico.

O coreto vai abrigar a Casa do Papai Noel, que será representado por um ator entre os dias 2 e 23/12, das 18h30 às 21h30. Um túnel iluminado em neon flex também vai proporcionar uma experiência imersiva na praça.

Fonte e fotos: Agência Minas