Escolha uma Página

A Fundação Ezequiel Dias (Funed) deu um passo importante na proteção à saúde dos consumidores ao concluir a fase inicial de implantação do ensaio laboratorial de Migração Total em embalagens destinadas a alimentos. Esse ensaio visa monitorar a transferência de substâncias potencialmente nocivas dos materiais das embalagens para os alimentos, tais como compostos hepatotóxicos, carcinogênicos ou congênitos. A iniciativa coloca a Funed como pioneira no Brasil nesse tipo de monitoramento, prevendo que os ensaios estejam disponíveis para a Vigilância Sanitária até o segundo semestre de 2025.

Durante uma visita técnica ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, entre os dias 25 e 27 de junho, a equipe da Funed aprimorou a técnica do ensaio, utilizando embalagens simulantes para representar o comportamento dos alimentos em contato com diferentes materiais. Essa parceria foi essencial para consolidar os trabalhos já iniciados nos laboratórios do Lacen-MG e garantir que os padrões de migração estejam dentro dos limites estabelecidos pela legislação sanitária.

Valéria Vieira, coordenadora do projeto na Funed, destacou a importância do treinamento no Adolfo Lutz para o sucesso da implementação. A colaboração entre os institutos promete avanços significativos na segurança alimentar, fortalecendo o compromisso da Funed com a saúde pública e a qualidade dos produtos destinados ao consumo.

Fonte e fotos: Agência Minas