Escolha uma Página

Se você ou alguém que você conhece está enfrentando assédio eleitoral, é fundamental estar informado sobre como agir de maneira eficaz. As denúncias podem ser feitas ao Ministério Público Federal, Ministério Público dos Estados, Ministério Público do Trabalho ou à Justiça Eleitoral, garantindo que práticas ilegais sejam investigadas e coibidas.

Reunir evidências é crucial: desde mensagens de texto até testemunhas presenciais. O assédio eleitoral não apenas compromete a liberdade de escolha dos eleitores, mas também viola a igualdade de oportunidades no ambiente de trabalho, sendo uma prática que deve ser combatida vigorosamente.

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), por meio da Comissão Temporária da Defesa da Democracia (CTDD), está coordenando ações para garantir um ambiente eleitoral seguro e justo. Sua participação é essencial para proteger a democracia. Fonte: MPT, “Assédio Eleitoral Eleições 2022 – Relatório de Atividades”.

Fonte e fotos: Ministério Público MG