“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

O ciclone Remal deixou 65 mortos após passar por Bangladesh e Índia, de acordo com as autoridades de ambos os países nesta quarta-feira (29). A tempestade se formou no Golfo de Bengala e atingiu a costa no último domingo (26). Acompanhado por ventos fortes e chuvas torrenciais, o ciclone avançou lentamente para o interior, causando inundações e deslizamentos de terra.

Eventos climáticos como os ciclones são comuns na Índia e em Bangladesh, mas a frequência aumentou significativamente com as mudanças climáticas, de acordo com os cientistas.

Atualmente, com o avanço no desenvolvimento das ferramentas de previsão meteorológica e dos mecanismos de evacuação permitiu às autoridades reduzirem o número de vítimas fatais nas passagens das tempestades.

Fonte: Carta Capital, com as informações da AFP

Foto: DIBYANGSHU SARKAR / AFP