“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

Termina nesta quarta-feira (31) o prazo para o recadastramento de aposentados e pensionistas que fazem aniversário em janeiro e recebem o salário pela Prefeitura de Belo Horizonte. De acordo com a Administração Municipal, dos 1.610 nascidos neste mês, 403 (25,72%) ainda não fizeram o procedimento.

Caso perca o prazo, o salário desses beneficiários será suspenso e só será retomado após a efetivação da prova de vida, respeitando o tempo de fechamento da folha de pagamento.

O recadastramento é obrigatório e tem o objetivo de atualizar os dados cadastrais do público atendido, além de coibir possíveis fraudes no recebimento de vencimentos por terceiros.

A partir de 2024, a prova de vida dos aposentados e pensionistas que recebem salário pela prefeitura também poderá ser feita pela internet, de maneira rápida e fácil, sem necessidade de deslocamento. O atendimento presencial nas agências do Banco Bradesco (conveniado à PBH) fica mantido, como uma segunda opção.

Mais informações sobre o recadastramento estão disponíveis no Portal da Prefeitura de Belo Horizonte.

Recadastramento 2023

A Prefeitura de Belo Horizonte alerta que 73 aposentados e pensionistas da administração municipal, que fazem aniversário de fevereiro a novembro, ainda não fizeram o recadastramento no ano de 2023 e já estão com o pagamento suspenso. Esses beneficiários devem comparecer à Central de Atendimento da secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Avenida Augusto de Lima, 30, Centro), de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30.

A remuneração só poderá ser retomada após realizarem o processo, respeitando o tempo de fechamento da folha de pagamento.

Aniversariantes de dezembro

A Prefeitura de Belo Horizonte informa ainda que 125 aniversariantes de dezembro não fizeram o recadastramento e também já estão com o pagamento suspenso. Esses beneficiários têm até 31 de janeiro para comparecerem a uma agência do Bradesco e realizarem o procedimento.

A partir do dia 1º de fevereiro, esses beneficiários conseguirão regularizar a situação somente na Central de Atendimento da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão.

Com informações da Prefeitura de Belo Horizonte

Foto: Divulgação/ PBH