Mais de 900 escolas da rede estadual de SP retomam atividades presenciais

Mais de 900 escolas da rede estadual de SP retomam atividades presenciais

As escolas da rede estadual iniciam a retomada das atividades presenciais opcionais na quarta-feira (7). No total, 904 escolas em 219 municípios paulistas passam a ofertar atividades de reforço e recuperação. São cerca de 200 mil estudantes atendidos.

Só na capital são 304 unidades retomando as atividades presenciais, segundo balanço da Secretaria Estadual da Educação. Parte delas já funciona desde o dia 8 de setembro. As escolas estaduais podem oferecer aulas para alunos do ensino médio ou da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) desde quarta-feira (7) nos municípios que autorizarem.

Na manhã desta quarta-feira (7), o secretário Rossieli Soares acompanhou as atividades de retomada na Escola Estadual Thomaz Rodrigues Alckmin, na capital.

“É muito importante que a gente dê esse passo, amparado pelos protocolos de higiene, é claro, mas que permitem que as crianças retomem sua rotina e contato com o ambiente escolar. Estudos apontam que quanto mais tempo os estudantes ficam longe das atividades presenciais das escolas, maior será o aumento da desigualdade social. O professor nunca será substituído”, afirma Soares.

Retorno

O Governo de São Paulo autorizou o retorno das aulas para o ensino médio e EJA a partir desta quarta (7). Para as escolas que atendem alunos do ensino fundamental, a data prevista de retorno foi alterada para o dia 3 de novembro.

Porém, tanto o calendário de retomada presencial como a realização de atividades de reforço nas escolas municipais, estaduais e privadas dependem da autorização de cada prefeitura.

Desde o dia 8 de setembro, as unidades já podem retomar atividades presenciais de acolhimento e recuperação, também mediante autorização dos municípios.

Volta segura

A reabertura deve respeitar limites máximos de alunos e protocolos sanitários. Nas redes privadas e municipais, a educação infantil e os anos iniciais do ensino fundamental podem ter até 35% dos alunos por dia em atividades presenciais. Para os anos finais dos ensinos Fundamental e Médio, o limite máximo é de 20%. Nas escolas estaduais, só é permitido o atendimento de até 20% em todas as etapas.

Para a volta gradual às aulas, o estado disponibilizou R$ 50 milhões por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola para aquisição de materiais de higiene e adaptação de banheiros. Para garantir a segurança da comunidade escolar na rede estadual, a Secretaria da Educação vai distribuir 12 milhões de máscaras de tecido, 300 mil protetores faciais de acrílico, 10.168 termômetros a laser, 10 mil totens de álcool em gel, 221 mil litros de sabonete líquido, 78 milhões de copos descartáveis, 112 mil litros de álcool em gel e 100 milhões de unidades de papel toalha.

Fonte: Governo de SP

Centro Biotecnológico da Amazônia será transformado em fundação

Centro Biotecnológico da Amazônia será transformado em fundação

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, informou hoje (11) que o governo estuda transformar o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) em fundação pública. Segundo Mourão, a mudança jurídica da unidade gerida pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) visa a permitir que o centro receba investimentos privados.

“Estamos buscando transformar [o CBA] em uma fundação pública de direito privado, de modo que o centro se descole da Zona Franca de Manaus e passe a ser, efetivamente, um centro de pesquisa e desenvolvimento”, disse Mourão, durante seminário virtual realizado pela Frente Parlamentar Mista da Bioeconomia da Câmara dos Deputados.

O vice-presidente disse que a “estrutura física” do centro é “muito grande, mas subempregada”. Criado em 2002 e inaugurado em 2004, o CBA ocupa uma área de 12 mil metros quadrados, em Manaus e conta com 28 profissionais (23 pesquisadores e cinco funcionários administrativos) e 26 laboratórios, além de uma central de produção de extratos, alojamentos para pesquisadores e instalações de apoio administrativo e à pesquisa.

O CBA foi criado para estimular a pesquisa e o desenvolvimento de novas tecnologias a partir do aproveitamento sustentável da biodiversidade amazônica. Há, atualmente, 23 projetos em execução, a um custo autorizado de cerca de R$ 1,4 bilhão. São pesquisas sobre as vantagens do uso de fibras naturais, o desenvolvimento de novos produtos com matéria-prima da Amazônia e o uso de micro-organismos para biorremediação e tratamento de resíduos, entre outros temas. 

A falta de identidade jurídica do centro, no entanto, tem sido um empecilho para a obtenção de recursos financeiros além dos previstos no Orçamento Geral da União – sempre passíveis de contingenciamento. Em março de 2016, o governo chegou a anunciar a transformação da unidade em uma organização social (OS), mas a proposta não vingou.

Para Mourão, que coordena o Conselho Nacional da Amazônia Legal (colegiado que reúne representantes de 15 ministérios, e ao qual compete coordenar e acompanhar a implementação de políticas públicas relacionadas à região), a transformação do CBA em uma fundação pública de direito privado permitirá maior aporte de recursos, inclusive de parte dos valores recolhidos por meio da cobrança de taxas das indústrias instaladas na Zona Franca.

Consultada sobre o assunto, a Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec) do Ministério da Economia informou à Agência Brasil que o modelo jurídico-institucional ainda não foi definido e que, portanto, não é possível dizer se uma mudança exigirá aprovação do Congresso. “Neste momento, a Sepec/ME, juntamente com a Suframa, está estudando possibilidades/alternativas. A definição do rito – se passará ou não pela aprovação do Congresso – dependerá do modelo jurídico-institucional escolhido”.

Modelo econômico

Na quarta-feira (9), o superintendente da Zona Franca de Manaus, Algacir Polsin, falou sobre a importância do CBA em um momento de transformação global das atividades produtivas. “Queremos avançar na bioeconomia por meio da tão almejada mudança da personalidade jurídica do CBA e de investimentos neste setor”, afirmou Polsin, ao comentar as razões que inspiraram o governo federal a implantar, em 1957, a Zona Franca de Manaus. 

“Gostaria de enfatizar a razão de ser da existência deste modelo econômico, que é o desenvolvimento regional e a redução das desigualdades regionais”, disse Polsin. Ele enfatizou que a biotecnologia representa uma janela de oportunidades para os investidores, aos quais incentivou a agir “voluntariamente”.

De acordo com Polsin, não se pode esquecer, em momento algum, a razão de ser desse modelo econômico. “[Devemos] estar comprometidos em fazer voluntariamente compensações com novos investimentos em áreas como a diversificação das indústrias, bionegócios, projetos de desenvolvimento regional sustentável e de formação profissional, além de proteção do meio ambiente e sociais que busquem irradiar as riquezas do nosso polo para outras regiões da Amazônia”, acrescentou Polsin, durante encontro com representantes de empresas e acadêmicos.

Estratégico

No evento, realizado na sede da Suframa, em Manaus, o biólogo Edson Pablo da Silva, responsável pela Central Analítica do CBA, explicou que a obtenção do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) é parte de uma proposta mais ampla, que tende a priorizar a pesquisa avançada.

“A Suframa pretende reposicionar o CBA […] Seria um centro de inteligência estratégico [capaz de] auxiliar no desenvolvimento econômico da região e na melhoria de processos [produtivos] dentro das indústrias, apoiando o empreendedorismo biotecnológico e contribuindo com o aperfeiçoamento de normas, com a melhoria das políticas públicas”, explicou Silva, antes de citar os segmentos que podem se beneficiar das pesquisas em curso no centro.

Silva destacou que a região é rica e tem recursos sui generis (singulares), não encontrados em nenhum outro território. “Quando bem utilizados, tais recursos seriam um atrativo para [o estabelecimento de] um novo nicho empresarial dentro da nossa Zona Franca. Indústrias como, por exemplo, das áreas farmacêutica e alimentícia, que agreguem valor aos compostos extraídos destes frutos”, acrescentou o biólogo.

Fonte: Agência Brasil

Foto:
© Reuters/Adriano Machado/Direitos Reservados

Arantina fechará o comércio não essencial por 15 dias

Arantina fechará o comércio não essencial por 15 dias

A medida foi tomada após confirmação de novos casos de covid-19

Arantina irá fechar comércio por 15 dias, devido aos novos casos confirmados no município por Coronavirus, o decreto de número 2012, dispõe sobre as atividades e os estabelecimentos que poderão manter o funcionamento ante a necessidade de eliminação dos riscos de disseminação e contágio do coronavírus.

Na tarde deste sábado em vídeo na rede social oficial da Prefeitura Municipal de Arantina, o Prefeito Adriano, fez esclarecimento sobre a atual situação no munícipio.

O vídeo também tem a fala da chefe de enfermagem a enfermeira Érika e também o Dr. Marcelo, que pediram a população para ficarem em casa pois no munícipio não tem estrutura para atender casos para tratamento hospitalar.

Confira o vídeo abaixo:

Leia o decreto publicado nesse sábado dia 08 de agosto pela Prefeitura de Arantina

Fonte: Informações P.M de Arantina

Foto capa: Nara Almeida

Foto: 1.1: Reprodução Vídeo

Seritinga: nota oficial esclarece sobre o caso testado positivo de coronavírus

Seritinga: nota oficial esclarece sobre o caso testado positivo de coronavírus

Na tarde de sexta-feira 7 de agosto, a Prefeitura Municipal de Seritinga, por meio da Secretaria de Saúde, divulgou nota em que esclarece o caso que havia sido testado positivo para covid-19 através de um teste rápido, no entanto o mesmo paciente realizou um segundo teste, sendo o de sorologia, o qual constou negativo para o novo coronavírus.

Veja, a nota oficial abaixo:

Fonte de informações e nota: Prefeitura de Seritinga

Pesquisadores conseguem bloquear ação do zika em camundongos

Pesquisadores conseguem bloquear ação do zika em camundongos

Pesquisadores do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), em parceria com cientistas das universidades de Harvard e de Buenos Aires, conseguiram desvendar e bloquear a ação do vírus zika em camundongos, evitando a microcefalia em seus fetos. O trabalho, que contou com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), foi publicado na revista Nature Neuroscience

Em 2016, pesquisadores do mesmo ICB-USP e da Plataforma Pasteur-USP, liderados pelo professor Jean Pierre Schatzmann Peron, conseguiram comprovar, a partir do estudo em camundongos, que o zika era o causador da microcefalia e defeitos congênitos em fetos de fêmeas contaminadas com o vírus. 

Agora, uma nova pesquisa da mesma equipe desvendou os mecanismos usados pelo zika para driblar o sistema de defesa imunológica dos camundongos – que possibilitam que o vírus atravesse a placenta, aloje-se no cérebro dos fetos e se multiplique desenfreadamente em seus neurônios, causando microcefalia.

Segundo o estudo, o zika age estimulando uma proteína, o receptor aril hidrocarboneto, ou AHR. Uma vez ativado, o AHR limita a defesa imunológica do organismo, coibindo a produção de interferon tipo 1 – de enorme importância na imunidade antiviral inata de camundongos e humanos – e a proteína PML, que inibe a replicação do vírus.

“O trabalho tem duas grandes mensagens, uma de que o vírus usa essa molécula chamada AHR para suprimir a resposta imune. Então, ele se dá bem porque inibindo isso, lógico, ele consegue se replicar. E o segundo, é de que o AHR se torna um braço terapêutico”, disse o professor Jean Pierre Schatzmann Peron.

A partir da descoberta, os pesquisadores passaram a testar nos camundongos uma droga que inibe a ação da proteína AHR. A substância já estava sendo testada em humanos, mas com outra finalidade. 

“Descobrimos uma droga que ainda se encontra em estágio de desenvolvimento, mas que foi capaz de inibir a ativação do AHR induzida pelo Zika”, ressaltou Peron. Os pesquisadores administraram a droga em fêmeas prenhes de camundongos infectados com zika e puderam perceber a melhora nas lesões por todo o corpo. No caso dos neurônios no cérebro, o remédio bloqueou em 100% a ação do vírus.

“Os fetos tratados com a droga voltaram a nascer com peso normal. O comprimento total dos animais também melhorou. Na placenta e no cérebro, pudemos observar que a remissão do vírus foi total,” disse o pesquisador.

De acordo com o cientista, agora que a droga experimental mostrou resultados excelentes nos camundongos, o próximo passo seria algum laboratório se interessar em fazer a mesma pesquisa com macacos, que é um estágio preliminar obrigatório antes do início dos testes clínicos em humanos.

“O que precisa agora é comprovar em outras espécies, como em macacos, por exemplo, que a droga é eficaz e o fenômeno se reproduz. E depois repetir isso para o ser humano. Mas, primeiro, como se trata de estudo em grávidas, precisamos saber se a droga é tóxica ou não na gravidez”, ponderou.

De acordo com o Ministério da Saúde, o vírus zika é um arbovírus, transmitido por picadas de insetos, especialmente mosquitos. A doença causada pelo zika apresenta risco superior a outras arboviroses, como dengue, febre amarela e chikungunya. Uma das principais complicações é a microcefalia em fetos. A doença começa com manchas vermelhas em todo o corpo da mãe, olho vermelho, pode causar febre baixa, dores pelo corpo e nas juntas, também de pequena intensidade.

No caso de o feto ser infectado durante a gestação, pode desenvolver lesões cerebrais irreversíveis e ter comprometida, definitivamente, toda a sua estrutura em formação. O comprometimento nesses casos é tão importante que algumas crianças, ao nascer, têm uma deformação dos ossos da cabeça, sinal do não crescimento adequado do cérebro. 

Fonte: Agência Brasil

Minas Gerais receberá R$ 250 milhões em investimentos em parques nacionais

Minas Gerais receberá R$ 250 milhões em investimentos em parques nacionais

Anúncio foi feito durante reunião do governador Romeu Zema com os ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio

Minas Gerais receberá R$ 250 milhões em investimentos para preservação e estruturação de sete parques nacionais localizados no estado, além de obras de saneamento. O anúncio foi feito durante reunião do governador Romeu Zema com os ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, nesta segunda-feira (6/7), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. O encontro também contou com a participação de representantes da bancada mineira na Câmara Federal.

O recurso é proveniente de acordo do Ministério do Meio Ambiente com a Vale, pago a título de indenização pelos danos ambientais causados pelo rompimento da barragem em Brumadinho, em janeiro de 2019. O dinheiro também será aplicado para investimentos em saneamento, áreas verdes urbanas e lixão zero. O Ministério do Meio Ambiente também anunciou a liberação de recursos para o projeto Siderurgia Sustentável (U$ 3,2 milhões) e combate à degradação do solo (R$ 1,5 milhão).

Investimentos

O governador Romeu Zema destacou o empenho e o trabalho realizado pelo Governo de Minas e pelo governo federal para garantir que os recursos das multas aplicadas à mineradora fossem convertidos em investimentos no estado.

“São mais de R$ 250 milhões que serão revertidos aos parques federais e saneamento no estado. Estes parques, com a infraestrutura aprimorada, com certeza terão condições e poder de atração muito maior do que têm hoje. O turismo de Minas também vai ganhar”, afirmou o governador.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou que a empresa terá o prazo de três anos para a execução dos projetos, que foram colocados como prioridade pelo governo federal desde à época da tragédia.

“Conseguimos orientar o investimento para que seja feito no prazo de três anos no montante de R$ 150 milhões para os sete parques nacionais aqui em Minas Gerais. Isso vai deixá-los em condições de visitação com toda a infraestrutura necessária, gerando empregos para o entorno. A segunda parte do acordo prevê R$ 100 milhões para resolver em pequenos municípios do estado questões de saneamento e tratamento do lixo”, afirmou Salles.

Acordo

Sete parques nacionais no estado de Minas Gerais terão investimentos de até R$ 150 milhões em infraestrutura, trilhas, sinalizações, incentivo ao ecoturismo, além de planos de manejo e de combate a incêndios, entre outras ações. Os parques beneficiados são Serra da Canastra, Caparaó, Serra do Cipó, Serra da Gandarela, Cavernas do Peruaçu, Grande Sertão Veredas e Sempre-Vivas.

Os outros R$ 100 milhões, que serão pagos pela mineradora, serão repassados para executar projetos de saneamento que visem a melhoria da qualidade ambiental nas cidades de Minas Gerais. O montante será investido em saneamento, em áreas verdes urbanas e no programa Lixão Zero, que visa a destinação ambientalmente correta do lixo.

Pelo acordo, a Vale tem um prazo de até três anos para aplicar os recursos, a contar da data de aprovação dos projetos. A cada seis meses, a empresa deverá apresentar relatórios com a prestação de contas, o andamento das obras e a execução financeira. Um grupo formado por representantes do Ministério do Meio Ambiente, do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) acompanhará as ações.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirmou que esta é uma grande oportunidade para desenvolver o turismo e gerar renda para Minas Gerais.

“Serão investimentos em estruturação de trilhas, sinalizações, planos de manejo e projetos de combate ao incêndio, preparando estes parques para ter um eficiente receptivo turístico. Este investimento vai trazer um novo tempo para estes parques nacionais. Ainda tem a variante importante que é a geração de emprego e renda para a nossa população em Minas Gerais”, finalizou.

Siderurgia Sustentável

O Ministério do Meio Ambiente também anunciou investimentos no valor de U$ 3,2 milhões para a continuidade do projeto Siderurgia Sustentável, agora, voltado para pequenos e médios produtores.

Entre os resultados previstos até 2021 estão o apoio ao desenvolvimento de projetos com tecnologias mais eficientes, sem emissão de fumaça e redução de gases de efeito estufa, uso de coprodutos na cadeia produtiva de carvão vegetal, implementação de unidades demonstrativas de tecnologia limpa de produção de carvão vegetal e cursos de gestão do negócio.

Desertificação

Também foi anunciado o investimento de R$ 1,5 milhão para o combate à desertificação e degradação do solo. Até o fim de 2021, serão construídas 825 barraginhas, 90 quilômetros de terraço em curva de nível, 12 quilômetros de estrada vicinal, cercamento de 30 nascentes, 15 quilômetros de cercamento de mata ciliar e 159 hectares de pastagens serão recuperadas.

As intervenções vão permitir o aumento da disponibilidade hídrica em toda região, a diminuição dos processos de assoreamentos dos cursos d’água da bacia, a redução dos processos erosivos, a recuperação de áreas improdutivas, a conscientização dos produtores para a manutenção das práticas de conservação de solo e água e a preservação de áreas de recarga. O intuito é promover o desenvolvimento sustentável no estado.

Foto: Paulo Contijo

Fonte: Agência Minas

Cras de Bom Jardim de Minas realiza várias oficinas mesmo com a pandemia

Cras de Bom Jardim de Minas realiza várias oficinas mesmo com a pandemia

Em tempos de Pandemia os professores do CRAS têm buscado alternativas para manter as atividades em casa durante a pandemia. É, o momento do ‘Serviço de convivência fortalecer os Vínculos Familiares’, composta pelas oficinas de  violão; oficina de ballet; oficina de inglês/informática  e arraiá em casa com a  oficina brinquedoteca/arte e educação.

As oficinas começaram em abril após os primeiros 15 dias de isolamento, ao perceber que as atividades teriam que ficar suspensas por muito tempo. “O serviço das Oficinas do Cras que se chama ‘Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos’, então, nós percebemos que era momento de fortalecer os vínculos entre os familiares. Muitas famílias têm tido dificuldades em passar tanto tempo dentro de casa, sem atividades principalmente para crianças, que têm tanta energia para gastar”,  relatou, Juliana de Almeida Carvalho, Secretária Municipal de Assistência Social de Bom Jardim de Minas.

Oficinas de BALLET Quem Dança é mais Feliz
VIOLÃO Uma melodia para a Vida

Vejam os professores que compõem o projeto e suas respectivas Oficinas: BALLET Quem Dança é mais Feliz – professora Darlene Baptista e professor Alessandro Almeida); NATAÇÃO Peixes sonhadores –  professora Paula Fernanda; VIOLÃO Uma melodia para a Vida – professora Rosinha; BRINQUEDOTECA e ARTE E EDUCAÇAO Professora Eliene Cristina e INGLÊS e INFORMATICA (Bolsas 100 e 50% Curso World Opportunitty).

Oficina de inglês

As oficinas de inglês e informática, são através de uma plataforma on-line que o curso criou, e os alunos que  não  têm recursos, os materiais foram disponibilizado em horário individual na sede do curso. os demais são por grupos de Whatsapp e enviados materiais em casa.

Foto e Fonte: CRAS de Bom Jardim de Minas

Austrália fecha fronteira estadual pela 1ª vez em 100 anos

Austrália fecha fronteira estadual pela 1ª vez em 100 anos

A fronteira entre os dois Estados mais populosos da Austrália fechará a partir de terça-feira por tempo indeterminado, disse o premiê do Estado de Vitória, Daniel Andrews, nesta segunda-feira, devido a um surto local de coronavírus.

A decisão marca a primeira vez em que a divisa com a vizinha Nova Gales do Sul foi fechada em 100 anos – autoridades impediram a circulação entre os dois Estados em 1919, durante a pandemia de gripe espanhola.

O número de casos de Covid-19 de Melbourne, a capital de Vitória, aumentou nos últimos dias, o que levou as autoridades a imporem ordens rígidas de distanciamento social em 30 subúrbios e a colocar nove torres de moradias públicas em isolamento total.

O Estado relatou 127 infecções novas por Covid-19 de domingo para segunda-feira, seu maior aumento de um dia desde que a pandemia começou, e também uma morte, a primeira do país em mais de duas semanas, o que elevou o total nacional a 105.

“É a decisão sensata, a decisão certa neste momento, dados os desafios significativos que enfrentamos para conter o vírus”, disse Andrews aos repórteres em Melbourne ao anunciar o fechamento da fronteira.

Mas a interdição provavelmente será um golpe na recuperação econômica da Austrália, que ruma para sua primeira recessão em quase três décadas.

Andrews disse que a decisão de fechar a fronteira, que entra em vigor às 23h59 de terça-feira, foi tomada juntamente com o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, e com a premiê de Nova Gales do Sul, Gladys Berejiklian. A única outra divisa interna de Vitória, com o Estado da Austrália do Sul, já está fechada.

A Austrália está se saindo melhor do que muitos países durante a pandemia de coronavírus, já que teve pouco menos de 8.500 casos até o momento, mas o surto de Melbourne causou alarme. O país relatou uma média de 109 casos diários na semana passada – na primeira semana de junho a média foi de somente 9 casos diários.

Fonte: Agência Brasil

Foto: James Ross

Projeto permite abatimento no Fies para profissionais de segurança pública

Projeto permite abatimento no Fies para profissionais de segurança pública

O senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) apresentou um projeto de lei, o PL 3.247/2020, que permite aos profissionais de segurança pública obter abatimento no saldo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

A lei que trata do Fies (Lei 10.260, de 2001) já prevê, para professores da rede pública e médicos (e desde que atendam a uma série de critérios definidos nessa lei), um abatimento mensal de 1% do saldo devedor consolidado, incluídos os juros devidos no período. Para a categoria médica, conforme critérios definidos nessa lei, também é possível obter abatimento de até 50% do valor mensal devido. São esses descontos que o senador pretende estender a profissionais de segurança pública.

Styvenson afirma que a concessão de tratamento diferenciado para professores e médicos é de grande relevância, pois, segundo ele, está focada em campos profissionais que precisam criar estratégias especiais para atrair mais voluntários. No caso da segurança pública, argumenta o senador, devem ser considerados todos os riscos à integridade física e emocional a que estão submetidos os profissionais do setor.

Para Styvenson, sua proposta ganha ainda mais relevância em uma época marcada pela escalada da violência, em suas diversas facetas, com a consequente necessidade de ampliação e sofisticação do conhecimento e dos demais instrumentos que visem à segurança de todos.

Esse projeto de lei prevê que os cursos que permitirão abatimento para os profissionais de segurança pública serão definidos em regulamento, uma vez que, ressalta o senador, não existe curso específico e consolidado de graduação voltado a essa categoria em seu conjunto, ressalvado alguns casos previstos em lei.

Ainda não existe previsão para apreciação dessa matéria.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

Brasil tem 1.577.004 casos de covid-19 diagnosticados

Brasil tem 1.577.004 casos de covid-19 diagnosticados

Segundo o boletim divulgado no final da tarde de hoje (04) pelo Ministério da Saúde, o Brasil registrou até o momento 1.577.004 casos de covid-19. Destes, 64.265 casos resultaram em óbito – 1.091 registrados nas últimas 24 horas. O número de pessoas recuperadas é de 876.359.

Entre os estados, São Paulo continua com o maior número de casos até agora, 312.530; seguido pelo Ceará (120.952) e Rio de Janeiro (120.440). Em número de mortes, no entanto, o Rio de Janeiro, com 10.624, ultrapassa o Ceará, que teve 6.411 óbitos até o momento. Também nesse quesito, São Paulo registra o maior número, com 15.996 mortes.

Entre os estados com menos registros, o Mato Grosso do Sul é a área de menor incidência, com 9.910 casos e 114 mortes. Tocantins, com 12.282 casos e 215 mortes, vem em seguida.

Apesar dos números nacionais, algumas cidades estudam a volta gradual da rotina. Na cidade de São Paulo, o prefeito Bruno Covas assinou os protocolos para reabertura dos setores de bares, restaurantes, estética e beleza na cidade.

No Rio de Janeiro, a reabertura de bares levou muita gente para a rua durante o primeiro dia de liberação. Ontem (03), após medidas punitivas, os estabelecimentos da cidade tomaram atitudes para diminuir as aglomerações. Já no Distrito Federal, o governador Ibaneis Rocha assinou decreto com o calendário de abertura de bares e escolas. O DF registra, até o momento, 55.760 casos diagnosticados e 671 mortes.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Koki Kataoka

Juízes entram em exercício como desembargadores convocados

Juízes entram em exercício como desembargadores convocados

residente do TJMG pede engajamento diante da crise em razão da pandemia de covid-19

Dez juízes de direito entraram em exercício como desembargadores convocados do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), nesta sexta-feira (3/7), na sede do Judiciário Estadual, em Belo Horizonte.

O presidente do TJMG, desembargador Gilson Soares Lemes, conduziu o ato que autorizou a entrada em exercício dos juízes que vão substituir os desembargadores eleitos para os cargos de 1º, 2º e 3º vice-presidentes, corregedor e vice-corregedor-geral de justiça, para a gestão 2020/2022.

Houve também convocações em razão de falecimento e aposentadoria, como no caso da 10ª, 11ª e 17ª Câmaras Cíveis e da 5ª Câmara Criminal.

Os atos foram publicados na edição do Diário do Judiciário eletrônico (DJe) de 2 de julho.

O chefe da Corte mineira, Gilson Soares Lemes, saudou os magistrados pedindo a união de todos para o enfrentamento da crise social e econômica, em razão da pandemia de covid-19.

“A gente passa por um momento muito difícil. Além da tristeza de ver muitos amigos e familiares com essa doença, observamos também uma recessão grande na economia. A presença dos magistrados, neste momento, neste Tribunal, é muito importante”, ressaltou o presidente do TJMG.

Gilson Soares Lemes enfatizou que todos os magistrados da Justiça mineira estão empenhados, de forma acelerada, no trabalho remoto. “De 18 de março até o final de junho foram produzidos mais de 17 milhões de atos judiciais e 700 mil sentenças”, pontuou.

Engajamento

Gilson Soares Lemes destacou ainda que um grupo já está trabalhando para a retomada do andamento dos processos que tramitam em meio físico, que estão com prazos suspensos até 15 de julho. (O grupo foi constituído pela Portaria 4.869/PR/2020 e tem como meta apresentar uma proposta de ato normativo “com o objetivo de regulamentar o Plano de Retomada e Acompanhamento das Atividades Presenciais no âmbito do Tribunal de Justiça e da Justiça de Primeira Instância do Estado de Minas Gerais”. Quem coordena os trabalhos é o superintendente administrativo adjunto, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho.)

“Estamos verificando a melhor forma de retomar, a partir deste mês ou do início do próximo, a tramitação dos processos físicos, com todas as devidas cautelas de segurança para servidores, magistrados e operadores do Direito, pois tem muita gente aguardando essas decisões”, disse.

Gilson Soares Lemes pediu engajamento dos juízes de direito convocados em relação ao trabalho remoto. “É importante todos ficarem engajados nessa forma de trabalhar remotamente, priorizando sessões virtuais e por videoconferência, quando for possível.”

Fonte: TJMG

Ministério da Saúde envia R$ 13,8 bilhões para todo o país

Ministério da Saúde envia R$ 13,8 bilhões para todo o país

O Governo do Brasil segue reforçando o Sistema Único de Saúde (SUS) para garantir o cuidado à saúde de todos os brasileiros no enfrentamento à Covid-19. Nesta quinta-feira (2) autorizou, de uma só vez, o repasse de mais R$ 13,8 bilhões – maior valor já liberado em uma única fase. Os recursos podem ser usados para melhoria da oferta dos serviços hospitalares e de Atenção Básica por meio da aquisição de insumos e produtos, custeio de intervenções médicas, contratação de profissionais de saúde, entre outras benfeitorias na rede pública de saúde, com foco na assistência ao cidadão. Ao todo, já são cerca de R$ 25 bilhões destinados exclusivamente para a Covid-19.

Confira a apresentação da coletiva

Para definir o valor a ser destinado para cada município, o Ministério da Saúde considerou o tamanho da população e a média de recursos transferidos para atenção hospitalar e atenção básica no ano passado. Já para a distribuição de recursos aos estados, além do critério populacional, foi considerado também o número de leitos de UTI registrado nos planos de contingência preparados pelos estados para enfrentamento à pandemia do coronavírus e a taxa de incidência da Covid-19 por 100 mil habitantes.

O conjunto de 5.570 municípios do país receberão o total de R$ 11,3 bilhões. Já para os estados o valor repassado é na ordem de R$ 2,5 bilhões.

O Ministério da Saúde acompanha de perto a situação da transmissão da Covid-19 em todo o país e tem atuado, em conjunto com as secretarias estaduais de saúde e municipais de saúde para apoiar as ações de enfrentamento à doença. “Esta é mais uma demonstração de que o Governo Federal mantém apoio irrestrito aos estados e municípios para garantia do cuidado adequado à saúde da população. O SUS funciona com a articulação das ações entre governo federal, estados e municípios”, aponta Elcio Franco, secretário-executivo do Ministério da Saúde.

Anteriormente, o Ministério da Saúde já havia distribuído diretamente a estados e municípios R$ 9,9 bilhões de recursos voltados exclusivamente para combate ao coronavírus. Os recursos foram transferidos por critério per capita; para habilitação de leitos de UTI Covid-19 e de leitos em Hospitais de Pequeno Porte; incremento ao teto hospitalar; auxílio financeiro emergencial às santas casas e hospitais filantrópicos; habilitação de Centros Comunitários de referência, entre outras ações.

Além das transferências diretas aos estados e municípios, o Ministério da Saúde também foram comprou e distribuiu mais de 15 milhões unidades de medicamentos para auxiliar no tratamento do coronavírus; 115,7 milhões de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs); mais de 11,4 milhões de testes de diagnóstico para COVID-19 e 79,9 milhões de doses da vacina contra a gripe, que ajuda a diminuir casos de influenza e demais síndromes respiratórias no meio dos casos de coronavírus. O Ministério da Saúde também adquiriu e entregou 6.410 equipamentos para todos os estados brasileiros. Estes equipamentos são usados no tratamento de pacientes que apresentem dificuldades para respirar.

Novos recursos distribuídos para estados e municípios

Fonte: Ministério da Saúde

Governo inclui leite no Programa de Aquisição de Alimentos

Governo inclui leite no Programa de Aquisição de Alimentos

O Ministério da Cidadania publicou no Diário Oficial da União de hoje (3) uma resolução com normas para a distribuição de leite a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional. Para ter acesso a esse benefício será necessário registro no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com prioridade àqueles com perfil do Bolsa Família.

Além de contribuir para a complementação alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade social ou em estado de insegurança alimentar e nutricional, a resolução pretende fortalecer o setor produtivo local e a agricultura familiar, garantindo a compra de leite, “a preços justos”, de agricultores familiares, “com prioridade para aqueles agrupados em organizações fornecedoras e/ou inscritos no CadÚnico”.

Pretende também incorporar o leite aos demais circuitos de abastecimentos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), política pública criada em 2003 com o objetivo de comprar produtos da agricultura familiar para distribuí-los a entidades filantrópicas e famílias carentes.

A resolução publicada hoje descreve os procedimentos relativos a cadastro, aquisição e beneficiamento do leite, a serem seguidos pelas organizações fornecedoras e inscritos no CadÚnico para participar do programa, bem como a forma de distribuição. 

Detalha também como serão calculados e atualizados os preços a serem pagos pelo produto. Em geral, terão como referência a média dos preços pagos ao produtor nos últimos três meses, em cada unidade da federação. “Nos estados em que não houver série histórica de preços, será utilizado preço médio dos estados de atuação do PAA Leite”, diz a resolução.

O valor a ser pago pela pasteurização será calculado mediante reajuste pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, do último valor definido.

Foto: Marcelo Casal / Agência Brasil

Fonte: Agência Brasil

Entregadores de apps fazem greve nacional nesta quarta-feira

Entregadores de apps fazem greve nacional nesta quarta-feira

Eles querem aumento das taxas mínimas recebidas por cada corrida

Os entregadores de aplicativos promovem uma greve nacional hoje (1º) por melhores condições de trabalho, medidas de proteção contra os risco de infecção pelo novo coronavírus e mais transparência na dinâmica de funcionamento dos serviços e das formas de remuneração.

A paralisação foi chamada por trabalhadores de empresas como Rappi, Loggi, Ifood, Uber Eats e James. Os organizadores argumentam que o movimento foi construído por meio da interlocução por grupos na internet, embora algumas entidades tenham se somado, como associações de entregadores e de motofrentistas.

Os entregadores cobram o aumento das taxas mínimas recebidas por cada corrida e o valor mínimo por quilômetro. Atualmente, eles são remunerados por corrida e pela distância percorrida, e por isso esses dois indicadores acabam definindo o pagamento por cada entrega.

Os trabalhadores reclamam dos baixos valores e da variação deles para baixo. “Tem dia que é R$ 1, tem dia que é R$ 0,50. O Ifood e outras empresas mandam notificação para os clientes falando que já pagam. Não é verdade”, reclama Simões, entregador do Rio de Janeiro e uma das pessoas que está contribuindo com a organização da greve.

Outra reivindicação é a mudança dos bloqueios dos trabalhadores, que consideram arbitrários. Eles criticam o fato de motoristas terem sua participação suspensa ou até mesmo cancelada a partir de critérios não claros e sem a possibilidade de apuração dos ocorridos e de direito de defesa dos envolvidos.

“Elas fazem um bloqueio injusto. Nós dependemos da plataforma pra trabalhar e para levar o sustento para casa. Eu e mais 40 motoboys fomos suspensos na Loggi. Paramos três dias pra reivindicar e, no segundo dia, nos bloquearam. Isso aconteceu no Rio de Janeiro e em São Paulo. No Ifood , você entrega o pedido, o cliente alega que não recebeu, o Ifood manda outro pedido e acaba bloqueando o entregador por 48 horas sem sequer ligar para o entregador”, exemplifica Alessandro Sorriso, da Associação dos Motoristas Entregadores do Distrito Federal.

Tanto em relação à remuneração quanto aos bloqueios, os entregadores questionam a falta de transparência das plataformas, que não deixam claras as formas de cálculo dos pagamentos e os critérios utilizados para a suspensão das contas dos trabalhadores.

Pandemia

Sorriso acrescenta que a greve também cobra providências mais efetivas em relação aos riscos da nova pandemia, bem como auxílio para aqueles que forem infectados e precisarem se afastar. Algumas empresas, conta, não se manifestaram e não disponibilizaram apoio aos motoristas. Entre as que fizeram algo, ele cita o Ifood, que entregou potes de álcool em gel e máscaras laváveis.

“Mas outras plataformas, como Rappi e Uber Eats, não se manifestaram. A Loggi só deu vidrinho de álcool em gel que não dava para usar em um dia. Conheço gente que pegou covid. E quem pega não tem nenhuma assistência”, comentou o entregador.

Negociação

Simões relata que, até o momento, as empresas de entrega não entraram em contato para se reunir com os entregadores e iniciar uma negociação sobre suas demandas. Enquanto isso, as companhias vêm divulgando ações na mídia e aos seus usuários.

“A gente está indignado como a empresa trata uma coisa sem prova. Em vez de entrar em contato, solta notas para os comerciantes dizendo que vai ter greve, para ficar atento. A intenção não é fazer greve para fazer barulho, é porque temos reivindicações”, diz.

Estudo

Um estudo de sete pesquisadores, publicada na revista Trabalho e Desenvolvimento Humano e realizada neste ano, entrevistou entregadores de apps em 29 cidades durante a pandemia. O trabalho mostrou que mais da metade (54%) trabalham entre nove e 14 horas por dia, índice que aumentou para 56,7% durante a pandemia. Entre os ouvidos, 51,9% relataram trabalhar todos os dias da semana.

Cerca de metade dos entrevistados (47,4%) recebia até R$ 2.080 por mês e 17,8% disseram ter rendimento de até R$ 1.040 por mês. A maioria dos participantes do levantamento (58,9%) afirmou ter tido queda da remuneração durante a pandemia.

Segundo os autores, houve um aumento do número de entregadores como alternativa de pessoas que perderam renda durante a pandemia, mas apesar do aumento de entregas, os valores de hora/trabalho ou bonificação caíram.

Do total, 57,7% declararam não ter recebido nenhum apoio das empresas durante a pandemia para mitigar riscos e 42,3% disseram ter tido algum tipo de auxílio, como equipamentos de proteção e orientações. Independentemente do apoio, 96% comentaram ter adotado algum tipo de medida de proteção, como uso de álcool em gel e máscaras.

O professor de comunicação social da UNiversidade do Vale dos Sinos (Unisinos) e coordenador do projeto Fairwork no Brasil, da Universidade de Oxford, Rafael Grohmann, diz que a análise dessas plataformas em outros países revelou que elas não cumprem requisitos básicos da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para o trabalho decente: remuneração, condições de trabalho (inclusive saúde), contratos que reflitam a atividade, gestão dialogada e transparente e representação e liberdade de associação.

“As plataformas digitais de trabalho têm mecanismos de vigilância intensa e uma extração de dados dos trabalhadores com uma gestão algorítmica desse trabalho. Acaba virando uma caixa-preta, e o indivíduo acaba ganhando cada vez menos. Os entregadores estão desesperados, ou é isso ou não é nada”, comenta o pesquisador.

MPT

O Ministério Público do Trabalho vem investigando os aplicativos há alguns anos. Foram ajuizadas ações civis públicas para reconhecimento do vínculo de emprego nas companhias Loggi e Ifood, e outras estão em fase de apuração. Até o momento, essas ações não foram julgadas.

“O perfil dos motoristas é de jovens, a grande maioria negra. E não há esse empreendedorismo que se propala. Eles têm total dependência econômica, há relação de dependência e subordinação. Trabalham muitas horas por dia, esforço físico grande. É no mínimo 60 quilômetros por dia. Além disso, ficam totalmente sem direitos porque nem a empresa nem o restaurante e nem o cliente se responsabilizam”, ressalta Christiane Nogueira, da Procuradoria Regional do Trabalho de São Paulo.

Em março, o Ministério Público do Trabalho (MPT) apresentou recomendações a empresas de aplicativos com diretrizes e ações a serem ofertadas aos trabalhadores, com vistas a garantir condições adequadas e evitar infecção pelo novo coronavírus. As companhias devem garantir assistência financeira para subsistência, “a fim de que possam se manter em distanciamento social, enquanto necessário, sem que sejam desprovidos de recursos mínimos para sua sobrevivência, garantindo-se a mesma assistência financeira para as trabalhadoras e trabalhadores das referidas categorias que possuam encargos familiares, que também demandem necessariamente o distanciamento social em razão da pandemia do novo coronavírus”.

Também estão entre as recomendações: 1) a oferta de informações claras sobre as regras trabalhistas e medidas de proteção diante da pandemia; 2) respeito às medidas sanitárias das autoridades de saúde internacionais, nacionais e locais; 3) distribuição de equipamentos necessários à proteção e desinfecção, com fornecimento de insumos em pontos designados e amplamente divulgados; 4) garantia de espaço de higienização dos veículos; 5) estimular ações de proteção como evitar contato físico, higienizar as mercadorias entregues e assegurar lugares seguros na retirada dos pacotes.

Empresas

À Agência Brasil, o iFood afirmou que apoia a liberdade de expressão e negou que entregadores sejam “desativados por participar de movimentos”, acrescentando que isso ocorre quando há “descumprimento dos termos e condições para utilização da plataforma”. “Os principais casos de desativação acontecem quando a empresa recebe denúncias e tem evidências do descumprimento dos termos e condições que pode incluir, por exemplo, extravio de pedidos, fraudes de pagamento ou ainda cessão da conta para terceiros”.

A empresa acrescentou que o valor médio das rotas é R$ 8.46. “Esse valor é calculado usando fatores como a distância percorrida entre o restaurante e o cliente, uma taxa pela coleta do pedido no restaurante e uma taxa pela entrega ao cliente, além de variações referentes à cidade, ao dia da semana e veículo utilizado para a entrega. Todos os entregadores ficam sabendo do valor da rota antes de aceitar ou declinar a entrega”, disse no comunicado. Sobre seguros, a companhia declarou que oferece aos entregadores desde 2019 o Seguro de Acidente Pessoal.

Agência Brasil entrou em contato também com as empresas Uber Eats e Rappi, mas não recebeu retorno. A agência ainda busca contato com a firma Loggi. Em sua conta no Instagram, o Ifood publicou que “está ao lado dos entregadores”, que investiu R$ 25 milhões em proteção e segurança. De acordo com a companhia, foram distribuídos 4.500 litros de álcool em gel por dia e 800 mil máscaras reutilizáveis. O post argumentou ainda que em maio cada trabalhador recebeu R$ 21,80 por hora.

Foto:Marcelo Casal/Agência Brasil

Fonte: Agência Brasil

‘Etanol será vendido direto das usinas para os postos’, diz Bolsonaro

‘Etanol será vendido direto das usinas para os postos’, diz Bolsonaro

Conselho Nacional de Política Energética estabeleceu diretrizes

O presidente Jair Bolsonaro informou hoje (1º) que o Conselho Nacional de Política Energética estabeleceu diretrizes para que o etanol possa ser vendido das usinas diretamente para os postos de combustíveis. “A venda direta de etanol pode proporcionar maior concorrência no setor e baratear o preço dos combustíveis nas bombas”, escreveu em publicação nas redes sociais. O presidente não detalhou quais são as diretrizes.

Atualmente, a norma da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) estabelece que todo combustível deve passar por empresa distribuidora antes de chegar às bombas dos postos. Em diversas ocasiões, Bolsonaro já defendeu a venda direta como forma de reduzir os preços dos combustíveis.

Um projeto de decreto legislativo para liberar a venda sem intermediários também está tramitando na Câmara dos Deputados. Ele foi aprovado pela Comissão de Minas e Energia no fim de 2019 e está sendo analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), para depois seguir para votação no plenário.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Ao menos nove pessoas morreram devido a ciclone que atingiu Região Sul

Ao menos nove pessoas morreram devido a ciclone que atingiu Região Sul

Chega a nove o número de mortes confirmadas no Sul do Brasil devido às consequências de um ciclone extratropical que atingiu a região na tarde desta terça-feira (30), causando fortes ventos, chuvas, granizo e muitos estragos.

As nove mortes confirmadas aconteceram em Santa Catarina, onde ao menos 49 cidades foram afetadas. Um possível décimo óbito está sob análise pericial no Rio Grande do Sul. Trata-se de um homem de 53 anos que morreu soterrado após ser atingido por um deslizamento de terra enquanto trabalhava em uma obra, em Nova Prata.

Segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, embora o acidente tenha ocorrido no meio da tarde, quando já chovia forte no estado, será preciso aguardar o resultado da perícia para saber o quanto as chuvas de ontem contribuíram para a instabilidade do solo, causando o deslizamento.

Em Santa Catarina, a Defesa Civil já confirmou nove mortes. Três óbitos foram registrados em Tijucas (3). Os demais em Chapecó; Santo Amaro da Imperatriz; Governador Celso Ramos; Ilhota; Itaiópolis e Rio dos Cedros. Em Brusque, uma pessoa está desaparecida.

Segundo o governo catarinense, mais de mil bombeiros estão atendendo ocorrências, especialmente relacionadas a quedas de árvores e de placas. Até esta manhã, a corporação já tinha atendido por volta de 1,6 mil chamados.

De acordo com as Centrais Elétricas de Santa Catarina, o rompimento de cabos e outros problemas interromperam o fornecimento de energia elétrica para 1,5 milhão de unidades consumidoras. Em muitas cidades, segundo o governo estadual, não há sinal de telefone ou internet.

Em seu perfil no Twitter, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, prometeu, ontem a noite, que “o governo não medirá esforços para auxiliar os catarinenses neste momento de dificuldade”.

Também pela rede social, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou que a situação dos municípios gaúchos afetados pelo ciclone está sendo acompanhada pela Defesa Civil estadual.

“Todas as equipes estão mobilizadas para dar suporte [à população]. O Estado já distribuiu mais de 3 mil m² de lona e está atuando também no corte de árvores caídas e na desobstrução de vias”, comentou Leite, referindo-se ao material entregue a moradores de Iraí, onde ao menos 300 casas foram destelhadas ou sofreram outros danos.

Além de Iraí, as cidades gaúchas mais afetadas foram Cacique Doble, Barracão, Vacaria e Capão Bonito do Sul. De acordo com a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, 1.119 pessoas e 921 residências foram atingidas pela chuva e pelos fortes ventos em todo o estado. Só em Vacaria, o vendaval desalojou 520 pessoas e danificou 130 casas.

Em Capão Bonito do Sul, até esta manhã, a relação de pessoas desalojadas já tinha 400 nomes. Em Barracão, até o hospital municipal foi atingido, ficando parcialmente destelhado.

No Paraná, o fenômeno climático afetou a 3.127 pessoas em 30 cidades, danificando a 666 casas e forçando ao menos 81 pessoas a deixarem temporariamente seus lares. O fornecimento de energia elétrica para cerca de 1,2 milhão de residências e estabelecimentos comerciais chegou a ser interrompido segundo a Companhia Paranaense de Energia (Copel). Só na região leste do estado, 2.562 unidades consumidoras continuavam sem energia até esta manhã.

“Os efeitos que sofremos são apenas o resquício do ciclone que afetou principalmente Santa Catarina”, disse à Agência Brasil a sargento Caroline Pompeu, da Defesa Civil paranaense. Segundo o órgão estadual, embora as fortes chuvas decorrentes do ciclone extratropical comecem a afastar, os ventos podem atingir entre 50 e 70 km/h entre o sul e parte do leste do estado.

Foto: Divulgação/ Defesa Civil de Santa Catarina

Fonte: Agência Brasil

Inscritos no Enem querem prova em maio de 2021

Inscritos no Enem querem prova em maio de 2021

Inep fez enquete para escolha de data de aplicação da prova

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram, hoje (1º), o resultado da enquete para a escolha do novo período de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Para 49,7% dos estudantes, o Enem impresso deve ser aplicado em 2 e 9 de maio de 2021 e o Enem digital em 16 e 23 de maio.

As outras opções de data eram o Enem impresso em 6 e 13 de dezembro deste ano e Enem digital em 10 e 17 de janeiro de 2021, com 15% dos votos; e Enem impresso em 10 e 17 de janeiro de 2021 e Enem digital em 24 e 31 de janeiro, com 35,3% dos votos dos estudantes.

As provas, que aconteceriam em novembro deste ano, foram adiadas em função das medidas de enfrentamento à pandemia da covid-19. 

A pesquisa com os estudantes foi aberta no dia 20 de junho na Página do Participante LINK 1  e 1,113 milhão de estudantes, que representam 19,3% dos inscritos no exame, responderam de forma voluntária. O Enem 2020 tem pouco mais de 5,7 milhões de inscritos.

Data

De acordo com o presidente do Inep, Alexandre Lopes, a data escolhida pelos estudantes ainda não é a oficial, mas será levada em conta para a definição. “Mais de 80% pediram para fazer a prova no ano que vem. É uma opinião importante, mas não é a única fonte de decisão”, disse, ressaltando que poderá ser, inclusive, uma data diferente daquelas que foram colocadas na enquete.

Lopes explicou que o MEC e o Inep irão, agora, consultar o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que estão tratando do cronograma das aulas no ensino médio, e as associações que representam as instituições de ensino superior, para saber quando pretendem começar o primeiro semestre ano que vem. “A data sairá desse processo de construção coletiva”, disse.

A expectativa é que a definição do período de aplicação da prova seja anunciado daqui duas ou três semanas. Segundo Lopes, independentemente da data, o governo está se preparando para garantir a segurança sanitária dos participantes e das pessoas que trabalham na aplicação do Enem, com a disponibilização de álcool em gel e máscaras, além de diminuir a quantidade de estudantes nas salas.

Para o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, caso o Enem 2020 seja realizado em maio do ano que vem, isso prejudicaria o primeiro semestre letivo das universidades. “É uma variável que será levada em consideração no debate com as instituições”, explicou.

Sisu e Enade

Paulo Vogel disse que o portal do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já está aberto para a consulta de vagas para ingresso no segundo semestre deste ano, nas universidades e institutos federais de ensino. As inscrições vão de 7 a 10 de julho.

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, também anunciou que a prova do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) de 2020, que aconteceria em novembro, será adiada para 2021 em razão da pandemia da covid-19 e dos problemas para a conclusão do cronograma do segundo semestre letivo. A nova data ainda será definida. O Enade avalia o desempenho dos estudantes e dos cursos de ensino superior.

Fonte: Agência Brasil

Governo prorroga restrição para entrada de estrangeiros no Brasil

Governo prorroga restrição para entrada de estrangeiros no Brasil

Portaria que estende o prazo saiu no Diário Oficial da União de hoje

A restrição para entrada de estrangeiros no Brasil foi prorrogada por mais 30 dias, seguindo recomendações de combate ao novo coronavírus (covid-19), feitas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A portaria que estende o prazo foi publicada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ) no Diário Oficial da União de hoje (1º).

A restrição prevista pela portaria abrange estrangeiros de qualquer nacionalidade por meios terrestres, aéreos ou aquaviários. Há algumas exceções, no caso de estrangeiros que venham realizar atividades artísticas, desportivas ou negócios, desde que em viagens de curta duração e sem a intenção de estabelecer residência no país.

Também é autorizada a entrada via aérea de estrangeiros com visto temporário que venham morar no país por tempo indeterminado, mas tendo por finalidade as áreas de pesquisa, ensino ou extensão acadêmica, estudo, trabalho, realização de investimento, reunião familiar ou atividades artísticas ou desportivas com contrato por prazo determinado.

Essa entrada, no entanto, deverá ser feita pelos aeroportos internacionais de São Paulo (Guarulhos), do Rio de Janeiro (Galeão), de Campinas (Viracopos) e Juscelino Kubitschek (Brasília).

Para ingressar no país, o estrangeiro terá de apresentar, antes do embarque, declaração médica emitida por autoridade sanitária ou médico local, atestando que não está infectado pelo covid-19.

Foto: Marcelo Cabral Jr/ Agência Brasil

Fonte: Agência Brasil

Senado aprova projeto de combate a notícias falsas; texto vai à Câmara

Senado aprova projeto de combate a notícias falsas; texto vai à Câmara

O Senado aprovou nesta terça-feira (30), em sessão deliberativa remota, o projeto de lei de combate às fake news. O PL 2.630/2020 cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, com normas para as redes sociais e serviços de mensagem como WhatsApp e Telegram. A intenção é evitar notícias falsas que possam causar danos individuais ou coletivos e à

As principais propostas do texto

democracia. O texto segue para a Câmara dos Deputados.

O projeto foi apresentado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e aprovado na forma de um substitutivo (texto alternativo) do relator, senador Angelo Coronel (PSD-BA). A discussão foi marcada por discordâncias entre os senadores sobre vários pontos do texto — que teve, no total, quatro relatórios consecutivos apresentados antes da votação, além de mudanças apresentadas em Plenário.  

Segundo Alessandro Vieira, o projeto é uma forma de fortalecer a democracia e reduzir a desinformação e o engano, por meio do combate a informações falsas ou manipuladas nas redes sociais. Entre as principais mudanças estão regras para coibir contas falsas e robôs, facilitar o rastreamento do envio de mensagens em massa e garantir a exclusão imediata de conteúdos racistas ou que ameacem crianças e adolescentes, por exemplo. Além disso, o projeto cria regras para as contas institucionais de autoridades, como o presidente da República, e prevê punições para as plataformas que descumprirem as novas normas. 

As novas regras se aplicam às redes sociais e aos aplicativos de mensagem que tenham pelo menos dois milhões de usuários. A lei vale também para redes e aplicativos estrangeiros, desde que ofereçam seus serviços ao público brasileiro. Os provedores menores deverão usar a lei como parâmetro para o combate à desinformação e para dar transparência sobre conteúdos pagos. As normas não atingem as empresas jornalísticas.

Identidade do usuário

O texto aprovado obriga as plataformas a excluírem as contas falsas, criadas ou usadas “com o propósito de assumir ou simular identidade de terceiros para enganar o público”, exceto em caso de conteúdo humorístico. Será permitida a abertura de contas com nome social ou pseudônimo.

Os provedores terão também que limitar o número de contas vinculadas a um mesmo usuário e excluir os robôs (contas automatizadas para envio maciço de conteúdos), quando não forem identificados como tais tanto para os usuários quanto para as plataformas.

Ainda de acordo com o projeto, se houver denúncias de desrespeito à lei, uso de robôs ou de contas falsas, os provedores de redes sociais e de serviços de mensagem poderão requerer aos usuários e responsáveis pelas contas que confirmem sua identidade, inclusive com a apresentação de documento válido. O mesmo vale para quando houver ordem judicial. Além disso, os provedores terão que desenvolver sistemas de detecção de fraude no cadastro e de uso ilegal de contas.

Aplicativos de mensagem

Propaganda eleitoralO projeto determina também que as empresas limitem o número de envios de uma

mesma mensagem e o número de membros por grupo. Além disso, elas devem verificar se o usuário autorizou sua inclusão no grupo ou na lista de transmissão e desabilitar a autorização automática para inclusão em grupos e em listas de transmissões.

Outra exigência é a de que os provedores mantenham à disposição do Judiciário, por três meses, os registros dos encaminhamentos das mensagens em massa, com a identificação dos remetentes, a data e a hora dos envios e o número total dos que as receberam. Apesar de o texto abrir a possibilidade de se rastrear as mensagens encaminhadas em aplicativos de conversa, Angelo Coronel esclareceu que não haverá brecha para quebra de conversas criptografadas.

São enquadrados como encaminhamentos em massa os envios de uma mesma mensagem para grupos de conversas e listas de transmissão por mais de cinco usuários num período de 15 dias. A obrigatoriedade de guarda só vale para mensagens que se enquadrem nesse critério e que tenham sido recebidas por mais de mil usuários.

No caso dos serviços de mensagem, as plataformas serão obrigadas a suspender as contas vinculadas a números de celulares desabilitados pelas operadoras de telefonia, exceto quando o usuário tenha solicitado a vinculação a um novo número de telefone. Elas deverão solicitar os números desabilitados às concessionárias.

No relatório apresentado em Plenário, Angelo Coronel alterou o texto para deixar claro que essa suspensão é obrigatória apenas nos serviços de mensagem que ofertem serviços vinculados exclusivamente a números de celulares. Outra mudança feita pelo relator nesta terça-feira exclui das regras para serviços de mensagens privadas as aplicações prioritariamente destinadas a uso corporativo e os serviços de e-mail.

Propaganda

Todos os conteúdos pagos terão que ser identificados, inclusive com informações da conta responsável pelo conteúdo, que permitam ao usuário fazer contato com o anunciante. O texto também obrigava os provedores a oferecer acesso a todos os conteúdos publicitários veiculados pelos anunciantes nos últimos 12 meses, mas esse trecho foi retirado pelo relator na versão do texto apresentada em Plenário, a pedido das bancadas do Cidadania e do MDB.

Outro trecho excluído do texto nesta terça-feira foi o que submetia a veiculação de anúncios pelas redes sociais às normas de publicidade previstas em lei. A intenção, segundo o relator, é manter a competitividade dos anúncios nas redes sociais.

As plataformas também serão obrigadas a divulgar em seus sites relatórios trimestrais sobre o setor e as medidas para o cumprimento da lei em até 30 dias após o fim de cada período de três meses — o projeto detalha as informações a serem prestadas, como a existência de robôs não identificados. Outras obrigações incluem a detecção de fraudes e do uso indevido das redes sociais e aplicativos de mensagem.

Moderação

Por sugestão de entidades de defesa dos direitos de crianças e adolescentes e da Safernet, organização não governamental que combate crimes e violações de direitos humanos na internet, Angelo Coronel fez alterações na parte do projeto que trata dos procedimentos de moderação. As mudanças, anunciadas em Plenário, deixaram o texto mais sucinto, mas mantiveram a possibilidade de remoção imediata de conteúdos.

Pelo texto aprovado, os usuários devem ser notificados em caso de denúncia ou de medida aplicada em função dos termos de uso das aplicações ou da lei. Quem for submetido a essas medidas deve receber informações sobre a sua fundamentação, o processo de análise e a aplicação, além dos prazos e procedimentos para a contestação.

Essa notificação é dispensada em situações que envolverem riscos de dano imediato de difícil reparação; de violação a direitos de crianças e adolescentes; e de crimes previstos na Lei do Racismo. Também entram nessa lista riscos à segurança da informação ou do usuário e grave comprometimento da usabilidade, integridade ou estabilidade da aplicação.

O provedor deve garantir a possibilidade de recurso quando houver a decisão de remover conteúdos ou contas. O prazo de defesa será estendido nos casos que envolvam deepfake, conteúdo que usa imagem ou voz manipuladas para imitar a realidade. Em muitos casos esses conteúdos são feitos como forma de humor. A ampliação do prazo de defesa, para que o conteúdo volte à plataforma, não vale para as publicações humorísticas e será aplicada apenas quando houver objetivo de enganar as pessoas sobre a identidade de candidato a cargo público.

— Por isso é que eu incluí esse artigo específico para deepfake no período eleitoral; para proteger os candidatos, para que eles não corram esse risco devido à ação de criminosos ou de adversários que queiram tirá-los [da corrida eleitoral], não digo nem no tapetão, mas por meio de crime digital — explicou o relator.

Contas institucionais

O texto submete a comunicação institucional em redes sociais de todos os órgãos e empresas do Estado aos princípios constitucionais da administração pública. A mesma regra vale para as contas de agentes políticos, como presidente da República, governadores, prefeitos, parlamentares, ministros, secretários de estados e municípios, entre outros. Essas contas não poderão bloquear o acesso de outras contas às suas publicações.

Na versão apresentada em Plenário e aprovada pelos senadores, o relator incluiu uma exceção a essa regra: se o agente político tiver mais de uma conta em uma plataforma, poderá indicar aquela que representa oficialmente o mandato ou cargo, e as demais contas ficam livres das regras. 

Os órgãos terão que editar norma interna de comunicação social e oferecer ao público mecanismo para que o cidadão possa pedir a revisão ou a remoção das postagens nas contas públicas. Além disso, devem fornecer nos portais de transparência dados sobre a contratação de serviços de publicidade e propaganda e o impulsionamento de conteúdo por meio da internet.

O texto cria ainda um conselho para supervisionar as redes sociais e os aplicativos de mensagem, que será responsável por definir diretrizes para a autorregulação e um código de conduta para o setor; avaliar os relatórios trimestrais e publicar indicadores; e analisar os procedimentos de moderação.

As plataformas digitais que descumprirem a legislação estarão sujeitas a advertência, com prazo para correção dos problemas, e multa de 10% sobre o faturamento do grupo no Brasil no último ano, a ser destinada à educação.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

Foto: Jeferson Rudy/ Agência Senado

Guedes diz que empréstimos a empresas ainda não são suficientes

Guedes diz que empréstimos a empresas ainda não são suficientes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reconheceu hoje (30) que os empréstimos para atender as empresas não foram suficientes até agora. Guedes participa de audiência pública virtual, promovida pela Comissão do Congresso que acompanha a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas ao coronavírus (covid-19).

“Tenho a maior franqueza em reconhecer que, na parte de crédito, ele não foi satisfatório até o momento, e nós continuamos aperfeiçoando o nosso programa para o dinheiro chegar à ponta, que era a maior reclamação”, disse.

Guedes afirmou que o governo tem um “time técnico muito bom”, mas a demanda por crédito cresceu muito. Ele citou o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, e os presidentes de bancos públicos. “Como [a pandemia] travou o país inteiro, a necessidade de capital de giro triplicou, quadruplicou. Então, mesmo expandindo o crédito, como expandimos, a verdade é que continuou insuficiente. Continuamos, o tempo inteiro, aperfeiçoando os programas em busca de um melhor desempenho”, disse.

Por outro lado, Guedes disse que o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEM) foi bem-sucedido. “No mercado formal americano, em cinco, seis semanas, demitiram 30 milhões, e aqui nós impedimos a demissão de 10 milhões. Houve, nesse período, uma demissão de em torno de 1 milhão de pessoas só no mercado formal, o que foi absolutamente excepcional, foi extraordinário”, disse.

Perdas

Guedes disse que o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) também será “muito bem-sucedido”. Ele ressaltou, porém, que o programa pode gerar “alguma perda”. “Sabemos que deve haver alguma perda nesse programa, mas a nossa responsabilidade é conceder esses recursos. Isso explica até uma frase minha muito mal compreendida naquele vazamento de uma reunião ministerial onde eu dizia: ‘Olha, com as empresas grandes, nós vamos até ganhar dinheiro, agora, com as pequenas, não’”, destacou o ministro, referindo-se à reunião ministerial do dia 22 de abril, que teve o sigilo do vídeo retirado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro afirmou que, em nenhum momento, quis dizer que não haveria liberação de recursos para as pequenas empresas. “Era justamente o contrário: é que, quando você empresta para um gigante, para uma companhia aérea, uma coisa assim, o governo tem que dar uma satisfação à população porque ele está salvando um gigante econômico; então, ele tem que ganhar algum dinheiro para fazer isso. Então, nós desenhamos as debêntures conversíveis exatamente para isto: eu salvo a empresa aérea, mas, quando ela voltar a voar e ganhar dinheiro, o estado ganhou dinheiro”, disse.

Segundo o ministro, no caso das pequenas empresas a situação é diferente. “Já a pequenininha, não. Você vai dar dinheiro para milhares de pequenas empresas, e algumas podem realmente morrer no caminho e não conseguir pagar. Então, com as pequenas, a gente pode não ganhar dinheiro. Mesmo assim, daremos o crédito, foi isso que eu estava falando. E aí deformaram completamente a frase, dizendo que a gente não dá dinheiro para os pequenos para não perder.”.

Auxílio emergencial

Guedes confirmou que o auxílio emergencial será estendido por mais três meses, com a perspectiva de arrefecimento da pandemia de covid-19 nesse período. “Estamos contando que este é o quadro: ao longo desses três meses, a pandemia deve retroceder com algum vigor, e nós, então, estaremos fazendo o nosso retorno seguro ao trabalho – a verificar à frente”, disse Guedes.

O ministro acrescentou que, se a curva de contaminação não “descer” nesse período, o governo vai avaliar a necessidade de nova extensão do benefício.

Guedes não detalhou os valores das três parcelas porque o anúncio dessa medida está previsto para esta tarde.

Investimentos

Na audiência, Guedes também afirmou que o governo tem “60, 90 dias” para destravar os investimentos no país.

“Saneamento, cabotagem, setor elétrico, petróleo, gás natural, tudo isso. É nesse sentido que vamos surpreender o mundo daqui a dois, três meses. Quando tivermos já realizado a volta segura ao trabalho, estaremos já disparando nossas ondas de investimento exatamente por esse trabalho de aperfeiçoamento do marco regulatório, do marco institucional brasileiro pelo Congresso. Esta é a nossa agenda de curto prazo: por um lado, o social, com a prorrogação do auxílio emergencial; por outro lado, o destravamento das fronteiras de investimento brasileiro”, afirmou.

Fonte: Agência Brasil

Fragmentos de óleo ainda poluem praias brasileiras, diz Marinha

Fragmentos de óleo ainda poluem praias brasileiras, diz Marinha

A Marinha informou que continua monitorando o aparecimento de pequenos fragmentos de óleo no litoral do Nordeste. Desde o último dia 19, porções do produto de origem desconhecida voltaram a atingir praias e costões dos estados de Alagoas e Pernambuco.

Em nota divulgada na noite de ontem (29), a Marinha informou que todo o óleo está sendo recolhido à medida que chega à costa, e amostras são enviadas para análise no Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira. No instituto, mantido pela Marinha em Arraial do Cabo, litoral do Rio de Janeiro, especialistas analisam elementos que possam contribuir para identificar a origem do produto.

Há quase um ano, toneladas da substância surgiram em alto-mar e atingiram praias, costões, manguezais e outros habitats de todo o litoral do Nordeste, além de alguns locais do Espírito Santo e da costa norte do Rio de Janeiro.

Após meses sem registro de novas ocorrências, fragmentos de óleo voltaram a ser encontrados no último dia 19. Para especialistas, após permancer por meses em repouso no fundo do mar, a substância voltou a se soltar devido à ação das correntes marítimas combinada a fatores meteorológicos que, juntos, revolveram o fundo do oceano, carregando o óleo.

Ontem, vestígios do produto foram recolhidos no litoral capixaba, em São Mateus. Equipes da Capitania dos Portos dos Espírito Santo estiveram no local. Segundo a Marinha, análises preliminares “indicam ser o mesmo tipo de óleo que chegou à costa brasileira em 2019”. Em nota, a prefeitura de São Mateus confirma que “uma quantidade bem pequena” de pequenos fragmentos de óleo foi encontrada e recolhida na areia da Praia do Bosque, na Ilha de Guriri, em São Mateus   

Conforme a Agência Brasil noticiou, até o início da semana passada, novas ocorrências foram registradas em três praias de duas cidades do litoral sul pernambucano (Cupe e Muro Alto, em Ipojuca, e Tamandaré, no município de mesmo nome) e em duas localidades do litoral de Alagoas (Praia da Lagoa do Pau, em Coruripe, e Praia da Lagoa Azeda, em Jequiá da Praia).

“Desde então, ações da Marinha, em coordenação com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), bem como com autoridades ambientais dos estados e municípios, vêm sendo realizadas para mitigar os efeitos e avaliar as circunstâncias desse evento”, acrescentou a Marinha, que, até o momento, não sabe a origem do óleo. “Avaliações permanecem sendo realizadas com a participação da comunidade científica.”

Fonte: Agência Brasil

Projeto Educa em Casa: educação durante a pandemia

Projeto Educa em Casa: educação durante a pandemia

No dia 18 de Março de 2020 o Ministério da Educação decretou a suspensão das aulas presenciais, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). No entanto, a Secretaria Municipal de Bom Jardim de Minas através do secretário de educação Sérgio Costa de Paiva Freitas, buscou estratégias de ensino remoto e com isso desenvolveu o projeto Educa em Casa que teve início no dia 5 de Maio de 2020, amparado pela portaria nº 041 de 14 de Abril de 2020 que dispõe a reorganização do calendário escolar.

O PROJETO

A coordenadora da Escola Municipal Monsenhor Nardy, Camila Rodrigues dos Santos, fala sobre a importância deste momento nas escolas do município, “ajudo na elaboração de atividades para os alunos da zona rural e os que não possuem acesso à internet. Esta ação garante igualdade no aprendizado. O foco do projeto é manter o vínculo com o aluno e, mostrar o quanto estamos com saudade”, comenta.

Devolução de material escolar da Creche Municipal CASINHA DOS SONHOS (crédito Secretária Municipal de Educação)
Creche de Bom Jardim de Minas (crédito Secretária Municipal de Educação)

O diretor da escola municipal do distrito de Taboão, Sílvio José de Almeida Medeiros, fala sobre o desenvolvimento do projeto. “Para a realização do projeto Educa em Casa, foi desenvolvido um comitê educacional para atender os alunos da área urbana e rural. Os profissionais de educação seguem todas as medidas de prevenção, com a utilização de máscaras, luvas e álcool em gel, todos os kits passam por desinfecção e são empacotados seguindo as normas de saúde. Os alunos e familiares têm recebido muito bem a equipe; apesar da pandemia, estamos desenvolvendo com sucesso o Educa em Casa.” Explica.

Diretor da Escola Municipal do Distrito de Taboão, Sílvio José de Almeida Medeiros
Escolas Municipais  no Distrito do Taboão

Para a diretora da Escola Infantil Municipal Balão Mágico, Mayra Garcia da Silva, “devido a pandemia os educadores tiveram que adaptar sua rotina doméstica a nova forma de trabalho, eles precisaram reinventar sua maneira de dar aulas e lidar com outras dificuldades, como a tecnologia e a utilização das ferramentas virtuais. No entanto, a pandemia nós ensinou o real valor de habilidades, como: a criatividade, comunicação, colaboração e resolução de problemas, mas uma coisa é certa, nada mais será como antes, a educação terá que ser vista de um modo ainda mais inovador”, complementa.

 Na Escola Técnica Orlando Altomare de Carvalho, a diretora Vivian A. Nunes Gonçalves e a secretária Maria Cleonice Cunha, falam como o momento da pandemia está na escola, “Em nosso curso Técnico Contábil e Enfermagem, os alunos com o acesso à internet, possuem o grande desafio de aprender a gerenciar o tempo dentro de casa e ter disciplina para estudar no modelo EAD.

Prédio onde funciona as escolas: E. M. Monsenhor Nardy, Escola Técnica Orlando Altomare de Carvalho e a E. M Balão Mágico)

Ainda sobre o cenário atual nacional, a diretora Vivian e a secretária Maria Cleonice, falam que “a grande dificuldade no Brasil, assim como nos demais países, é a situação imprevisível em uma área que não tem tradicionalmente a cultura do digital, do trabalho remoto ou da educação a distância. Isso é novo e complexo para quem trabalha com educação básica e técnica nas escolas públicas”, completaram.

 Kit Merenda Escolar

Em concomitância ao projeto Educa em Casa, a Secretaria de Educação de Bom Jardim de Minas desenvolveu o Kit Merenda. Essa oportunidade é voltada aos familiares dos alunos que faz parte da rede pública de ensino e está com as aulas paradas. Muitos jovens e crianças contavam com a merenda como uma de suas refeições, por isso surgem essas ajudas específicas. O critério usado para a distribuição do Kit é o cadastro ao benefício do Bolsa Família, com isso é feito um acompanhamento em parceria com o CRAS.

Eliane Aparecida da Silva, coordenadora da Creche, tem acompanhado o motorista Onofre para a entrega do Kit Merenda na zona rural do município, “estamos lutando juntamente ao comitê de enfrentamento ao Covid-19, para que esse período possa ser o mais tranquilo possível”, destaca, segundo a coordenadora, a ideia de entregar o Kit Merenda surgiu devido ao estoque de merenda das escolas, então com a alimentação estocada foi possível montar os Kits, não é uma cesta básica, é um complemento alimentar, que é entregue para alunos beneficiários do bolsa família.

O motorista Onofre Renato Santos, comenta um pouco da sua rotina com a pandemia, “é indispensável fazer parte desse projeto, estamos ajudando os alunos e suas famílias nesse momento de pandemia, em que estamos unidos, e isso é muito importante.” Uma mãe de um aluno do distrito de Taboão, zona rural do município, Rosângela de Fátima Landim, fala como recebe o kit merenda e a atividade do filho, “é muito bem-vindo e ajuda muito, apesar da dificuldade de auxiliar o filho nos estudos, o acompanhamento mesmo distante dos professores nos ajudam muito.”

Entrega das atividades comunidade Taboão, professores e motoristas

Sobre o Comitê Educacional

O Comitê Educacional implementado pela secretaria de educação municipal vem organizar e estruturar o projeto em todo seu contexto administrativo. Sem o Comitê ficaria inviável a logística para colocar em prática o projeto. De acordo com a diretora da Escola Municipal Monsenhor Nardy, Marina Miron “O Comitê atua com muito zelo e competência, diretamente com os professores, pais ou responsáveis dos alunos. Portanto tem sido de grande importância para a educação nesse momento difícil devido a pandemia do Coronavírus”.

Integrantes do Comitê Educacional: Adriana Rodrigues de Bem; Adriana Lopes Peçanha; Ana Cláudia Aquino Alves, Andreyna Ap. Silva de Carvalho; Andrezza Oliviera Esteves; Carla Patricia da Silva Almeida Domingos; Cristiane Soares da Silva Almeida; Cristina Marques; Eliane Aparecida da Silva; Elisandreia Ap. Nunes Tinoco; Fatima Graciana Landim; Gabrielle Ap. Rodrigues Marques; Liliane de Paula Rezende; Livia Vargas Nardy Teixeira; Vanêssa Maria Altomare Campos e Sinara Ap. Nunes de Moura, Nayara Tatiana da Silva Cruz e Thaís Glória de Almeida, Diretores, Coordenadores e Supervisores.

Estas estão diretamente ligadas ao comitê e atuam fortemente em todos os processos administrativos que envolvem o projeto Educa em Casa.

Organograma dos profissionais da educação

TODOS PELA EDUCAÇÃO: “Diante dos fatos mencionados, é notório que o município de Bom Jardim de Minas está com um excelente projeto educacional, no qual profissionais têm se dedicado muito em prol de seus alunos, e toda essa dedicação vem apresentando significativos resultados que são observados através de gráficos e pesquisas. O projeto Educa em Casa foi avaliado pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG) e recebeu diversos elogios. Sabemos que nada substitui a relação presencial entre alunos e professores em sala de aula, mas é nossa função garantir a continuidade dos estudos de nossas crianças e jovens mineiros da melhor forma possível, pois segundo o pedagogo Paulo Freire a educação não deve ser negligenciada.” Secretário Municipal de Educação, Sérgio Costa de Paiva Freitas.

Prorrogada MP que regulamenta benefícios e adia Lei de Proteção de Dados

Prorrogada MP que regulamenta benefícios e adia Lei de Proteção de Dados

O presidente da Mesa do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, prorrogou por mais 60 dias a medida provisória que regulamenta o pagamento dos benefícios emergenciais criados para preservar a renda de trabalhadores que tiveram salário reduzido ou contrato de trabalho suspenso devido à pandemia do coronavírus. A MP 959/2020 também adia a entrada em vigor da Lei Geral da Proteção dos Dados Pessoais (LGPD — Lei 13.709, de 2018), de agosto deste ano para maio de 2021. O ato que oficializa a prorrogação foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (29).

De acordo com a MP, os benefícios (criados por uma medida provisória anterior, a MP 936/2020, que instituiu o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda) serão custeados com recursos do Orçamento da União. Pelo texto, caberá ao Banco do Brasil e à Caixa Econômica Federal transferir os pagamentos para os bancos onde os trabalhadores beneficiados tenham conta bancária.

Isso valerá tanto no caso do benefício emergencial de R$ 600 mensais para empregados com contrato de trabalho intermitente quanto nos pagamentos de parte da remuneração para trabalhadores que tiveram salário e jornada de trabalho reduzidos ou os contratos suspensos temporariamente, para que não fossem demitidos. Nos casos de perda de salário, as parcelas referentes ao benefício não têm valor definido, podendo variar de R$ 261,25 a R$ 1.813,03, segundo o percentual de redução acordado. Já os contratos suspensos preveem o pagamento de 100% do valor do seguro-desemprego.

Ainda conforme a MP, cada empresa deverá informar ao governo os dados das contas bancárias de seus empregados, desde que tenham a concordância deles.  No caso dos beneficiados que não tenham conta bancária, caberá ao Banco do Brasil ou à Caixa abrir uma conta digital automática específica em nome de cada um, onde os pagamentos serão feitos. Para a abertura dessas contas, será dispensada a apresentação de documentos por parte dos trabalhadores e não será cobrada tarifa de manutenção. Mas nesses casos os beneficiados deverão estar atentos, pois se os recursos não forem movimentados em 90 dias voltarão para o governo.

A MP aguarda análise nos Plenários da Câmara e do Senado, que devem seguir o rito sumário de tramitação das medidas provisórias definido pelo Congresso Nacional em virtude da situação de calamidade pública.

O presidente da Mesa do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, prorrogou por mais 60 dias a medida provisória que regulamenta o pagamento dos benefícios emergenciais criados para preservar a renda de trabalhadores que tiveram salário reduzido ou contrato de trabalho suspenso devido à pandemia do coronavírus. A MP 959/2020 também adia a entrada em vigor da Lei Geral da Proteção dos Dados Pessoais (LGPD — Lei 13.709, de 2018), de agosto deste ano para maio de 2021. O ato que oficializa a prorrogação foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (29).

De acordo com a MP, os benefícios (criados por uma medida provisória anterior, a MP 936/2020, que instituiu o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda) serão custeados com recursos do Orçamento da União. Pelo texto, caberá ao Banco do Brasil e à Caixa Econômica Federal transferir os pagamentos para os bancos onde os trabalhadores beneficiados tenham conta bancária.

Isso valerá tanto no caso do benefício emergencial de R$ 600 mensais para empregados com contrato de trabalho intermitente quanto nos pagamentos de parte da remuneração para trabalhadores que tiveram salário e jornada de trabalho reduzidos ou os contratos suspensos temporariamente, para que não fossem demitidos. Nos casos de perda de salário, as parcelas referentes ao benefício não têm valor definido, podendo variar de R$ 261,25 a R$ 1.813,03, segundo o percentual de redução acordado. Já os contratos suspensos preveem o pagamento de 100% do valor do seguro-desemprego.

Ainda conforme a MP, cada empresa deverá informar ao governo os dados das contas bancárias de seus empregados, desde que tenham a concordância deles.  No caso dos beneficiados que não tenham conta bancária, caberá ao Banco do Brasil ou à Caixa abrir uma conta digital automática específica em nome de cada um, onde os pagamentos serão feitos. Para a abertura dessas contas, será dispensada a apresentação de documentos por parte dos trabalhadores e não será cobrada tarifa de manutenção. Mas nesses casos os beneficiados deverão estar atentos, pois se os recursos não forem movimentados em 90 dias voltarão para o governo.

A MP aguarda análise nos Plenários da Câmara e do Senado, que devem seguir o rito sumário de tramitação das medidas provisórias definido pelo Congresso Nacional em virtude da situação de calamidade pública.

Foto: Pedro França

Fonte: Agência Senado

Enquete que vai definir nova data do Enem termina amanhã

Enquete que vai definir nova data do Enem termina amanhã

Termina nesta terça-feira (30) o prazo para votação na nova data para a realização das provas adiadas devido a pandemia da covid-19. A enquete, disponível somente aos inscritos pela Página do Participante, apresenta três opções de datas:

1) Enem impresso em 6 e 13 de dezembro de 2020; e Enem digital em 10 e 17 de janeiro de 2021;

2) Enem impresso 10 e 17 de janeiro de 2021; e Enem digital em 24 e 31 de janeiro de 2021;

3) Enem impresso em 2 e 9 de maio de 2021; e Enem digital em 16 e 23 de maio de 2021.

Os inscritos que desejarem votar em uma das três sugestões deverão seguir o passo a passo: Acessar a Página do Participante; fazer o login (CPF e senha) no portal; clicar em Enquete; escolher uma das três opções e, finalmente, clicar em “enviar”. Finalizado o processo, a contribuição será computada.

O Instituto Anísio Teixeira (Inep) alerta que as informações a respeito do Enem 2020 podem ser acompanhadas nos portais do Ministério da Educação (MEC), assim como nas redes sociais oficiais dos dois órgãos do governo federal. Dúvidas relativas ao processo de inscrição podem ser sanadas pelo Fale Conosco, por meio do autoatendimento on-line ou do 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).

Números

A edição 2020 do Enem tem 5, 8 milhões de inscritos. Segundo o Inep, o total marca um aumento de 13,5% em relação ao ano passado. O Instituto credita a ampliação dos participantes a fatores como a modalidade digital, extensão do período de pagamento e gratuidade automática. A modalidade sem custo foi utilizada por 83% dos inscritos.

Do total, 65,6% terminaram o ensino médio em anos anteriores, mais da metade tem mais de 20 anos de idade e 60% são mulheres. No recorte por cor, 47% são pardos, 34,7% são brancos, 13,3% são pretos e 2,2% são amarelos.

Termina nesta terça-feira (30) o prazo para votação na nova data para a realização das provas adiadas devido a pandemia da covid-19. A enquete, disponível somente aos inscritos pela Página do Participante, apresenta três opções de datas:

1) Enem impresso em 6 e 13 de dezembro de 2020; e Enem digital em 10 e 17 de janeiro de 2021;

2) Enem impresso 10 e 17 de janeiro de 2021; e Enem digital em 24 e 31 de janeiro de 2021;

3) Enem impresso em 2 e 9 de maio de 2021; e Enem digital em 16 e 23 de maio de 2021.

Os inscritos que desejarem votar em uma das três sugestões deverão seguir o passo a passo: Acessar a Página do Participante; fazer o login (CPF e senha) no portal; clicar em Enquete; escolher uma das três opções e, finalmente, clicar em “enviar”. Finalizado o processo, a contribuição será computada.

O Instituto Anísio Teixeira (Inep) alerta que as informações a respeito do Enem 2020 podem ser acompanhadas nos portais do Ministério da Educação (MEC), assim como nas redes sociais oficiais dos dois órgãos do governo federal. Dúvidas relativas ao processo de inscrição podem ser sanadas pelo Fale Conosco, por meio do autoatendimento on-line ou do 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).

Números

A edição 2020 do Enem tem 5, 8 milhões de inscritos. Segundo o Inep, o total marca um aumento de 13,5% em relação ao ano passado. O Instituto credita a ampliação dos participantes a fatores como a modalidade digital, extensão do período de pagamento e gratuidade automática. A modalidade sem custo foi utilizada por 83% dos inscritos.

Do total, 65,6% terminaram o ensino médio em anos anteriores, mais da metade tem mais de 20 anos de idade e 60% são mulheres. No recorte por cor, 47% são pardos, 34,7% são brancos, 13,3% são pretos e 2,2% são amarelos.

Foto: Marcelo Casal Jr. /Agência Brasil

Fonte: Agência Brasil

Acordo entre Arsae e Copasa resulta em devolução de tarifas a usuários

Acordo entre Arsae e Copasa resulta em devolução de tarifas a usuários

População de quatro municípios mineiros será ressarcida por pagamento de serviço de esgoto fora dos padrões

Mais de R$ 4 milhões serão ressarcidos a 26,1 mil usuários dos serviços de água e esgoto em quatro municípios mineiros: Prudente de Morais e Nova Lima – Estações de Tratamento de Efluentes (ETEs) Vale do Sereno e Jardim Canadá -, na região Central; São João do Paraíso, no Norte de Minas; e Iturama, no Triângulo.

A devolução de tarifas será realizada a partir de julho e é justificada por acordo firmado entre Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae-MG) e Copasa, por meio da Câmara de Prevenção e Resolução Administrativa de Conflitos (CPRAC) da Advocacia-Geral do Estado (AGE)

O acordo foi firmado após fiscalizações da Arsae-MG constatarem que as ETEs desses municípios operavam em desacordo com os padrões ambientais de lançamentos de efluentes.

Diante da prestação inadequada dos serviços, a Copasa foi cobrada a dar uma resposta efetiva aos usuários, devolvendo parte das tarifas referentes ao tratamento de esgotos dos usuários abrangidos pelas estações de tratamento.

Transparência

O diretor- geral da Arsae-MG, Antônio Claret, ressalta que, “neste momento tão difícil pelo qual as famílias brasileiras estão passando, é muito positivo garantir que sejam compensadas e tenham essa devolução de tarifas em suas faturas, aliviando seus orçamentos”.

O processo, ainda segundo o gestor, reforça o compromisso da Agência com a população e busca por mais transparência e eficiência nos serviços públicos. “A medida sinaliza para a Copasa a necessidade de prestar serviços de forma eficiente”, acrescenta.

Nas ETEs que foram objeto da ação, houve melhorias dos níveis de eficiência no tratamento do esgoto.

O processo de conciliação foi iniciado no fim de 2019 e também envolveu a Procuradoria Jurídica da Agência e as Gerências de Fiscalização Econômica (GFE) e de Fiscalização Operacional (GFO).

Fonte: Agência Minas

Estado amplia medidas restritivas para a prevenção do Covid-19 aos municípios

Estado amplia medidas restritivas para a prevenção do Covid-19 aos municípios

Nova Deliberação institui limitações em espaços internos para consumidores e afastamento de colaboradores com sintomas leves de gripe

Para conter o avanço do contágio pelo novo coronavírus no estado, o Governo de Minas amplia as medidas restritivas para todos os municípios mineiros. O Comitê Extraordinário Covid-19 publicou atualização da Deliberação nº 17, de 22 de março, com novas recomendações, que vão desde limitações em espaços internos para consumidores – ocupação máxima de uma pessoa  por dez metros quadrados – até o afastamento de trabalhadores com sintomas de doença respiratórias, ainda que leves.

Segundo o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Marcelo Cabral Tavares, as alterações feitas são uma forma de conter o contágio do vírus. Com isso, menos pessoas serão infectadas e irão precisar dos serviços de Saúde. Assim, os pacientes da covid-19 poderão contar com um atendimento mais efetivo, principalmente, para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Outra mudança é que estabelecimentos comerciais e industriais, com prestação de serviços ou a venda de produtos, deverão impedir a aglomeração de pessoas no recinto ou em filas de espera. Deverão ser observados distanciamento mínimo de dois metros entre os consumidores e a ocupação máxima do espaço interno à razão de uma pessoa por dez metros quadrados.

A nova deliberação recomenda, ainda, o regime de trabalho remoto para as atividades administrativas, ressalvada a necessidade de manutenção de escala mínima, quando imprescindível.

Fonte: Agência Minas

Universidades auxiliam nos Planos de Estudos Tutorados

Universidades auxiliam nos Planos de Estudos Tutorados

A rede estadual de ensino mineira está iniciando um novo ciclo do Regime de Estudo não Presencial. Nessa semana, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), disponibiliza para alunos, pais e/ou responsáveis e professores o segundo volume do Plano de Estudos Tutorados (PET). O material traz conteúdos e atividades que dão continuidade ao primeiro volume e contou com o apoio de universidades mineiras.

O PET Vol II foi produzido pelos professores da rede estadual de ensino. A União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação Seccional Minas Gerais (Undime-MG) auxiliou na elaboração do material voltado para a educação infantil e para os anos iniciais do ensino fundamental. Já as universidades mineiras auxiliaram no processo de revisão de conteúdo e ortografia.

Cada universidade apoiou na revisão do material por área do conhecimento: a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) fez a revisão de matemática, a Universidade Federal de Viçosa (UFV) ficou responsável pelos conteúdos de ciências humanas e linguagens e a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) fez a revisão dos conteúdos de ciências da natureza. 

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), a Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) e a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) também apoiam a secretaria na revisão dos materiais e estão trabalhando no terceiro volume do PET.

Como acessar

Para baixar o PET Vol II, pais, responsáveis, alunos e professores que têm acesso à internet podem acessar o site estudeemcasa.educacao.mg.gov.br ou o aplicativo Conexão Escola e localizar o material relacionado ao ano de escolaridade, disponibilizado gratuitamente. Não é necessário imprimir as apostilas, já que exercícios e atividades podem ser feitos no caderno ou em uma folha a parte.

Já para os alunos que não têm celulares ou acesso à internet, os PETs serão entregues, de graça, em suas residências. sempre respeitando as determinações da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) por causa da pandemia da covid-19.. A partir de um levantamento cuidadoso feito pelos diretores escolares foi possível saber, nominalmente, a necessidade de cada aluno da rede.

No primeiro ciclo de atividades do ensino remoto na rede estadual mineira, cerca de 97,5% dos estudantes tiveram acesso aos materiais do Regime de Estudo não Presencial. Aproximadamente 400 mil PETs foram impressos e entregues nas residências dos alunos. 

“Estamos muito satisfeitos com o resultado do primeiro ciclo e indo para o segundo muito mais animados e preparados. Estamos tendo a oportunidade de fazer uma busca ativa dos estudantes, já que os diretores conhecem, nominalmente, a necessidade de cada um”, destaca a secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna.

Importante destacar que, desde o início do Regime de Estudo não Presencial, a SEE/MG conta com um canal aberto para que sejam enviadas sugestões, questionamentos e dúvidas sobre os Planos de Estudos Tutorados. As contribuições podem ser encaminhadas para o e-mail [email protected]

Fonte: Agência Minas

Dia do Diabetes saiba a  importância de manter hábitos saudáveis na pandemia

Dia do Diabetes saiba a importância de manter hábitos saudáveis na pandemia

Especialistas discutem estratégias para reduzir impactos do Covid-19

O Dia Nacional do Diabetes, lembrado nesta sexta-feira (26), reforça a importância de hábitos saudáveis em tempos de pandemia. As informações de óbitos de pessoas com associação de covid-19 e diabetes demonstram desafios importantes para a população e para profissionais de saúde.

De acordo com dados relativos à cidade de são Paulo desta semana, o diabetes mellitus está entre os principais fatores de risco (43,1% dos óbitos) associados à mortalidade pela doença, ficando atrás apenas de cardiopatias (58% dos óbitos).

No município, estima-se que 7,4% da população com mais de 18 anos possui diagnóstico de diabetes, segundo o Inquérito de Saúde da cidade de São Paulo de 2015. As pessoas com diabetes, assim como os que possuem hipertensão, neoplasias, obesidade, doenças cardiovasculares e pulmonares, em geral, possuem fatores de risco em comum: tabagismo, atividade física insuficiente, uso nocivo do álcool e alimentação não saudável, dentre outros.

Adotar hábitos de vida saudáveis e de autocuidado é necessário e evita muitas das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), como o diabetes, alerta o Programa Cuidando de Todos, da Secretaria Municipal da Saúde, liderado pela área técnica de DCNT da Atenção Primária à Saúde.

Fatores de risco

Determinados fatores de risco podem contribuir para o desenvolvimento do diabetes: pré-diabetes, pressão alta, colesterol alto ou alterações na taxa de triglicérides no sangue e sobrepeso – principalmente se a gordura estiver concentrada em volta da cintura. Também é preciso estar atento a doenças renais crônicas; mulheres que deram à luz criança com mais de 4 quilos; diabetes gestacional; síndrome de ovários policísticos; diagnóstico de distúrbios psiquiátricos; apneia do sono; uso de medicamentos da classe dos glicocorticoide e pais, irmãos ou parentes próximos com diabetes.

A doença se divide em dois tipos: tipo 1 e tipo 2. Os principais sintomas do diabetes tipo 1 são fome frequente, sede constante, vontade de urinar diversas vezes ao dia, perda de peso, fraqueza, fadiga, mudanças de humor, náusea e vômito.

Já os do diabetes tipo 2 são fome frequente; sede constante; formigamento nos pés e mãos; vontade de urinar diversas vezes; infecções frequentes na bexiga, rins e pele; feridas que demoram para cicatrizar; e visão embaçada.

Quem tem diabetes, seja tipo 1 ou 2,  precisa seguir à risca as recomendações médicas e orientações dos profissionais de saúde quanto à prática de atividades físicas, o consumo de alimentos saudáveis, o sono regular e outros fatores de risco.

“Infelizmente ainda temos pessoas que diagnosticam a diabetes já com a presença de alguma complicação, que são aqueles que foram ao oftalmologista, por exemplo, e viram que já tem alterações de fundo de olho que são compatíveis com diabetes, ou que já tem uma perda importante de proteína na urina, que também já é o início da necropatia diabética”, alerta a médica Karla Melo, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e coordenadora de Saúde Pública da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).

Diabetes e Covid-19

A principal recomendação para quem tem a doença é ficar em casa e sair apens quando necessário. Ao manter o distanciamento social, a pessoa que tem diabetes reduz a chance de se infectar com o novo coronavírus. No entanto, é importante adaptar-se, alimentar-se adequadamente e manter-se ativo mesmo em casa, pois o sedentarismo tem efeitos negativos na saúde, na imunidade, no bem-estar e na qualidade de vida.

“O importante é se manter ativo, mesmo em seu domicílio, nas tarefas domésticas, não ficar diante da televisão e sim fazendo atividades, arrumando sua casa. Caminhar, com máscaras, ou correr é possível, mas cuidado com a roupa: ao chegar em casa, já lavar a roupa e sempre com o álcool e com os cuidados de se distanciar dos outros no período dessa atividades”, recomenda a médica.

Outras dicas incluem manter hábitos de higiene constantes, como lavar as mãos com água e sabão; higienizar superfícies que possam estar contaminadas; e utilizar máscara individual, como barreira física ao vírus.

Caso o portador de diabetes tome medicamento de uso contínuo, mantenha e siga sempre as orientações dadas pelo médico. No período de epidemia, o paciente pode solicitar uma avaliação para uma receita com validade ampliada, evitando, assim, saídas mais frequentes para a farmácia. 

Pequenas medidas, grandes mudanças

Pessoas com diabetes devem controlar a quantidade de carboidratos ingerida e evitar a adição de açúcar – que eleva a glicemia rapidamente e tem pouco valor nutricional. A melhor escolha de carboidratos são frutas, cereais integrais, leguminosas e laticínios desnatados. A escolha de alimentos in natura e preparações caseiras são melhores que os alimentos ultraprocessados.

“A comida caseira nós conhecemos, sabemos do preparo, ela pode sim ser mais saudável. E tem uma questão importante, nesse período em que os doentes precisam melhorar o controle glicêmico, que é optar por alimentos mais saudáveis e que ajudem a controlar o diabetes”, aconselhou a médica.  

Tamém é imporante escolher alimentos de menor índice glicêmico, incluindo alimentos integrais ricos em fibras, aveia, leguminosas como feijões, vegetais e frutas com casca e bagaço, batata doce, inhame; além de incluir gorduras boas, como castanhas, e proteínas magras de boa qualidade, como queijo branco.

A doutora Karla ainda dá uma orientação especial quanto às frutas: “As frutas devem ser ingeridas uma por vez, por exemplo. Se ingerir duas bananas de uma só vez a elevação da glicemia é bem maior do que se ingerir apenas uma banana. Então [a recomendação] é ingerir frutas, legumes, verduras e hidratar-se muito bem”.

Para quem tem diabetes tipo 2 e tem excesso de peso, a prioridade é a perda de peso para melhora da resistência à insulina. Para isso, o total de carboidratos é importante, mas também o total calórico e as escolhas saudáveis em geral.

Quem utiliza insulina ou outros medicamentos que aumentam os níveis de insulina, deve monitorar os níveis de glicose e ter sempre consigo algum carboidrato de ação rápida para casos de hipoglicemia.

Diabéticos devem manter uma alimentação equilibrada, regular, variada e natural; fracionar de três em três horas as refeiçõespara evitar hipoglicemia e descontrole da fome, resultando em maior ingestão de alimentos após longos períodos sem alimentar.

O controle de açúcar, sal, frituras, colesterol e gordura saturada é bom para todas as pessoas, inclusive para quem tem diabetes. Consuma menos de 2g de sódio por dia, o que equivale a 5g de cloreto de sódio e utilize temperos frescos, que dão sabor à comida e diminuem a adição de sal.

Atividades físicas

Para as pessoas com diabetes, a prática de exercício físico é muito benéfica. Ela auxilia na perda e manutenção de peso, no aumento da sensibilidade à insulina e no melhor controle dos níveis sanguíneos de glicose no sangue.

Dentro de casa é possível simular uma caminhada: ande, no mesmo lugar, movimentando bem os braços ou ande de quatro a seis passos, vire e ande mais quatro a seis passos; repita durante 15 minutos e aumente o tempo para até 30 a 40 minutos: inicie de uma a três vezes por semana e aumente gradativamente.

Em abril, a Agência Brasil publicou matéria, com vídeos, sobre como se exercitar em casa, durante a pandemia.

Saúde mental e autocuidado

De acordo com especialistas, o estresse, associado a outros fatores de risco, pode ser muito danoso, principalmente durante a pandemia, que vem aumentando a pressão psicológica e ansiedade e o estresse, que provoca excesso de atividade do sistema nervoso e pode elevar a pressão arterial e o nível de colesterol. O estresse também estimula o hábito de fumar, provoca excessos alimentares e aumenta em 60% o risco de infarto. 

A exposição constante a notícias também pode levar à ansiedade, depressão e ao estresse. Siga notícias confiáveis e evite boatos e fake news. A pandemia também pode ser uma oportunidade para aproveitar momentos em família.

AGU recorre de decisão que impôs uso de máscara ao presidente

AGU recorre de decisão que impôs uso de máscara ao presidente

Determinação foi do juiz Renato Coelho Borelli

A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu da decisão da Justiça Federal do Distrito Federal que impôs ao presidente Jair Bolsonaro o uso obrigatório de máscara em locais públicos, para proteção contra o novo coronavírus (covid-19).

No recurso, a AGU argumenta que o presidente Jair Bolsonaro já está sujeito à norma do governo do Distrito Federal (GDF), que desde abril obriga o uso da máscara, sendo “absolutamente dispensável e desnecessária” que uma decisão judicial obrigue o presidente a fazer uso da proteção.

O órgão argumenta ainda que Bolsonaro deve ser tratado como qualquer cidadão, não podendo ser alvo de uma sanção adicional, além da multa já prevista no decreto do GDF.

Na decisão, assinada na segunda-feira (22), o juiz Renato Coelho Borelli, da 9ª Vara Federal Cível de Brasília, estipulou multa de R$ 2 mil por dia em caso de descumprimento da determinação judicial. O valor é o mesmo da multa prevista pela norma do GDF para quem for flagrado sem a máscara.

Para justificar a decisão, em que atendeu ao pedido de um advogado em ação popular, Borelli disse ter constatado em “inúmeras imagens” disponíveis na internet que o presidente não estaria cumprindo a determinação do GDF, “expondo outras pessoas à propagação de enfermidade que tem causado comoção nacional”.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Alan Santos/PR

Inscrições para 25 mil vagas de ensino a distância terminam hoje

Inscrições para 25 mil vagas de ensino a distância terminam hoje

Cursos são de português, matemática e tecnologia da informação

Estão abertas até esta sexta-feira (26) as inscrições para 25 mil vagas em cursos gratuitos com 60 horas de duração, de português, matemática e tecnologias da informação e comunicação em casa, ofertados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em parceria com o Ministério da Educação (MEC).

Podem se inscrever estudantes de graduação, concluintes do ensino médio e alunos matriculados na Universidade Aberta do Brasil (UAB) pela plataforma Avacapes.

“A iniciativa é uma grande oportunidade para que os alunos se capacitem com conhecimentos complementares aos estudos regulares, sobretudo neste tempo de pandemia, onde muitos tiveram as aulas interrompidas”, afirma o presidente da Capes, Benedito Aguiar, em nota. 

Segundo Aguiar, a ação estimula o aprendizado, fortalece o ensino a distância e reforça o compromisso do governo federal com a educação e a qualificação de jovens.

Os cursos estão no ar desde abril e 45 mil pessoas já fizeram a qualificação pela internet.  Os conteúdos foram revisados e atualizados por especialistas das áreas. Ao concluir o curso, os estudantes receberão um certificado emitido pela Capes com a carga horária cumprida. 

Fonte: Agência Brasil

Saque-aniversário poderá ser garantia em empréstimos

Saque-aniversário poderá ser garantia em empréstimos

Modalidade permite retirada de parte do saldo de contas do FGTS

O saque-aniversário, modalidade de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), poderá ser usado como pagamento ou garantia de empréstimos. A partir desta sexta-feira (26), os bancos podem operar essa linha de crédito.

Segundo o Ministério da Economia, o trabalhador que estiver com a modalidade de saque-aniversário vigente poderá conceder autorização às instituições com as quais contrate ou pretenda contratar a alienação ou cessão fiduciária do seu saque anual para que acessem as informações cadastrais e financeiras de sua conta vinculada relativas a valores do saque-aniversário.

A totalidade do saldo poderá ser dada em garantia, o que permite ao trabalhador conseguir o máximo de financiamento com base no saque-aniversário a que tem direito. Quanto às taxas de juros, será usado o teto do consignado no serviço público.

Essa modalidade de garantia (cessão ou alienação fiduciária em operações de crédito) foi autorizada pela Resolução 958, de 24 de abril de 2020, do Conselho Curador do FGTS. No dia 27 de maio deste ano, saiu no Diário Oficial da União a Circular nº 909 do Ministério da Economia, que torna pública a versão 1 do Manual de Orientação às Instituições Financeiras pertencentes ao Sistema Financeiro Nacional, produzido pela Caixa Econômica Federal, agente operador do FGTS.

Esse manual estabelece as regras e os procedimentos necessários para que as instituições possam contratar operações (http://www.caixa.gov.br/site/paginas/downloads.aspx, pasta FGTS – Manuais e Cartilhas Operacionais).

Como retirar

O saque-aniversário permite a retirada de parte do saldo de qualquer conta ativa ou inativa do FGTS a cada ano, no mês de aniversário, em troca de não receber parte do que tem direito em caso de demissão sem justa causa.

O dinheiro poderá ser retirado até dois meses depois do mês de aniversário. O valor a ser liberado varia conforme o saldo de cada conta em nome do trabalhador. Além de um percentual, ele receberá um adicional fixo, conforme o total na conta. O valor a ser sacado varia de 50% do saldo sem parcela adicional, para contas de até R$ 500, a 5% do saldo e adicional de R$ 2,9 mil para contas com mais de R$ 20 mil.

Ao retirar uma parcela do FGTS a cada ano, o trabalhador deixará de receber o valor depositado pela empresa caso seja demitido sem justa causa. O pagamento da multa de 40% nessas situações está mantido. As demais possibilidades de saque do FGTS – como compra de imóveis, aposentadoria e doenças graves – não são afetadas pelo saque-aniversário.

O ministério lembra que uma das regras da nova operação aprovada pelo Conselho Curador do FGTS determina que o titular da conta vinculada que tiver optado pelo saque-aniversário pode solicitar o retorno à sistemática de saque-rescisão somente após encerrados todos os contratos de cessão e alienação fiduciária que eventualmente tiver contratado. Além disso, caso o trabalhador esteja com a modalidade de saque-aniversário vigente, mas tenha solicitado a alteração para a de saque-rescisão, o retorno a essa modalidade deverá ser cancelado pelo trabalhador previamente à contratação da operação de crédito.

Aplicativo

No AppFGTS e no site, o trabalhador poderá realizar os seguintes serviços: autorização de consulta ao valor do saque-aniversário disponível para alienação/cessão fiduciária; autorização para a instituição financeira consultar e solicitar bloqueio de parte do saldo da conta FGTS; acompanhar a evolução da operação de alienação ou cessão fiduciária contratada com a instituição financeira.

A autorização apresentada pelo trabalhador para consulta de saldo e solicitação de bloqueio terá vigência de acordo com sua opção de contratação.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

4ª Sessão da 20ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Conceição do Rio Verde

4ª Sessão da 20ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Conceição do Rio Verde

Na ocasião foram enviadas Moções para civis e militares

Foto: Câmara Municipal de Conceição do Rio Verde

Na segunda-feira, 15 de junho, foi realizada a 4ª Sessão da 20ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Conceição do Rio Verde, no Plenário Lúcio Bernardes Carneiro, dirigida pelo vereador João Reis da Silva, presidente da Câmara Municipal. Inicialmente, foi feita a leitura e discussão da ata anterior e as correspondências recebidas.

Foram respondidas pelo prefeito municipal as seguintes indicações nº 30, 31 e 32/2020 e o ofício nº 059/2020.

Foi também encaminhando lei publicada, sancionada e registrada ao procurador jurídico do município Hildebrando Luiz Castro Santos, no ofício nº 016/2020.

Em seguida, a reunião contou com os pareceres das comissões: da comissão de Legislação, Justiça e Redação; favorável ao Projeto de Resolução nº 3/2020 que “dispõe sobre a Prestação de Contas referente ao exercício de 2018 e dá outras providências”; da comissão de Finanças, Orçamentos e Tomadas de Contas favorável ao Projeto de Resolução nº 3/2020 que “dispõe sobre a Prestação de Contas referente ao exercício de 2018 e dá outras providências”.

Ao decorrer da reunião foi também colocado em 1ª discussão e votação do Projeto de Resolução nº 3/2020, que “dispõe sobre a Prestação de Contas referente ao exercício de 2018 e dá outras providências”.

Foi enviada a Moção de Reconhecimento por indicação do Vereador José Francisco Filho, nº 10/2020, ao sr. José Augusto Nogueira Paganelli (Duduti), como Presidente da APAE – Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de Conceição do Rio Verde, sendo dez anos de dedicação e entrega ao trabalho.

 Em nota, os vereadores agradeceram aos trabalhos prestados pela APAE. “A história da APAE é uma história de coragem de um grupo interessado na causa das pessoas com deficiências mentais e múltiplas. Um trabalho realizado ao longo dos anos que revela grande satisfação e orgulho, um trabalho qualificado. Quando todos se unem em um só abraço a vida demonstra um gesto de gratidão. Diferente sim, incapaz não. Podemos nos orgulhar do sucesso da APAE que garante um serviço de qualidade, sem preconceito e com carinho. É uma honra homenagear uma pessoa que faz a diferença na vida de tantas outras. Requeremos que fique constado da ata desta Sessão Legislativa, Moção de Reconhecimento, pelos relevantes serviços prestados na APAE, enviando cópia da presente Moção ao homenageado, com os cumprimentos dos Vereadores desta Casa Legislativa”, afirmou o documento.

Por indicação de nº 11/2020, do Vereador José Francisco Filho, foi envida a Moção de Reconhecimento ao sr. José Nogueira (José Massagem), como Presidente do LAISB – Lar do Idoso São Benedito, sendo três anos de  dedicação e entrega ao trabalho, para que tudo fosse realizado, apesar dos muitos obstáculos, mas com muita perseverança para concluir as propostas que eram necessárias para o pleno desenvolvimento dos idosos. “Um trabalho realizado com muita responsabilidade e carinho, garantindo dignidade aos moradores do Lar do Idoso. Quando todos se unem em um só abraço a vida demonstra um gesto de gratidão.  Requeremos que fique constado da ata desta Sessão Legislativa, Moção de Reconhecimento, pelos relevantes serviços prestados no LAISB, enviando cópia da presente Moção ao homenageado, com os cumprimentos dos Vereadores desta Casa Legislativa”, afirmou a nota de agradecimento dos vereadores de Conceição do Rio Verde.

Também foi concedido por indicação do vereador José Francisco Filho a Moção de Reconhecimento de Nº 9/2020, ao 16ª Cia Pm Ind e 6° Pelotão PM, pelos relevantes serviços prestados ao município. “Profissionais que se destacam pela vocação do bem e pelo esforço em prol da segurança de nosso Estado, missão extremamente árdua e, ao mesmo tempo, gratificante, exemplo de dedicação, dignidade e correção, com grande destaque em sua busca incessante de melhorias na qualidade dos serviços públicos. Por ser de inteira justiça, esta Câmara Municipal, através deste ato legislativo, reconhece e aprova com louvor e homenagem que prestamos aos militares que compõem o 6° Pelotão PM, sempre à disposição do povo do nosso Município, atuando com extrema seriedade no cumprimento do seu dever.”, afirmaram, em nota, os vereadores.

Foram agraciados pela Moção de Reconhecimento 16ª Cia Pm Ind e 6° Pelotão PM:1°Ten PM Clóvis Pereira dos Santos; Comandante 3° Sgt PM Marcelo Aparecido Carvalho Leite; 3° Sgt PM Ericson Dias de Oliveira; Cb PM Júlio César Santos Barros; Cb PM Welbert de Souza da Silva;  Cb PM Edgar de Paula Júnior; Cb PM Roger Sabino Alves; Cb PM Cristiano da Silva; Sd PM Fábio Henrique de Souza; Sd PM Igor Brasil Pereira; Sd PM Marcos Geraldo Neves; Sd PM Alex Fernando Aparecido de Souza e o Sd PM André Luís Ferreira.

 
            Ainda na reunião foram enviadas, através da Comissão de Legislação, Justiça e Redação, o projeto de Lei Ordinária nº 8/2020, que
“altera a Lei Municipal n° 1632/2011, de 16/12/2011”. As reuniões ordinárias são transmitidas pela página oficial no da Câmara Municipal de Conceição do Rio Verde

 Na reunião do dia 22 de junho:

foi também homenageado com a Moção de Reconhecimento Nº 13/2020, por indicação do vereador José Francisco Filho, ao sr. Carlos Pereira Mota, como presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Conceição do Rio Verde, sendo treze anos de dedicação e entrega ao trabalho. “Destaca-se o comprometimento do sindicato com a sociedade conceiçoense, apoiando parceria importante com o SENAR, na realização de cursos, treinamentos de qualificação profissional rural, palestras e oficinas, aos jovens, trabalhadores rurais, produtores rurais, donas de casa e comunidade em geral. Requeremos que fique constado da ata desta Sessão Legislativa, Moção de Reconhecimento, pelos relevantes serviços prestados no Sindicato dos Produtores Rurais, enviando cópia da presente Moção ao homenageado, com os cumprimentos dos Vereadores desta Casa Legislativa.”, reconheceram os vereadores em nota.

Prefeitura de Jesuânia publica decreto para o combate contra o Covid-19 na cidade

Prefeitura de Jesuânia publica decreto para o combate contra o Covid-19 na cidade

Foto: divulgação

Devido a pandemia causada pelo coronavírus (COVID-19), a Prefeitura Municipal de Jesuânia publicou nesta quinta-feira 7 de maio, o decreto de nº 388/2020 que implementa medidas de enfrentamento e combate contra o coronavírus.

O decreto ocorrerá por 15 dias, podendo ser prorrogado de acordo com a situação do município.

O uso de máscaras passará a ser obrigatório. Os estabelecimentos comerciais deverão realizar a desinfecção local, oferecer álcool em gel para clientes e uso de máscara para os colaboradores. Caso não haja o cumprimento do decreto, o estabelecimento poderá perder o alvará de funcionamento. A prefeitura municipal fará um plantão com apoio da Policia Militar para verificação do cumprimento do decreto.  

A Prefeitura Municipal de Jesuânia suspendeu o atendimento ao público, porém continuará com o trabalho interno.

Bom Jardim de Minas no combate ao Covid-19

Bom Jardim de Minas no combate ao Covid-19

O município de Bom Jardim de Minas também está na luta de enfrentamento contra ao coronavírus. Em 20 de março, a prefeitura publicou o decreto de número 616/2020, o qual estabelece mudanças para o comércio, escolas, e toda a população, o decreto determina a suspensão temporária dos alvarás de localização e funcionamento e autorizações emitidos para a realização de atividades com potencial de aglomeração de pessoas e dispõe sobre medidas temporárias de prevenção ao contágio e de enfrentamento da situação de emergência pública causada pelo agente coronavírus (COVID-19). Leia o decreto aqui.

Para o comércio local, ficou estipulado que cada comerciante deve colocar sinalizações e barreiras que impeçam a entrada de clientes; fornecer máscaras para os funcionários que irão utilizar durante todo o expediente; cada comerciante ficará responsável pelas filas originadas do seu comércio, mantendo a distância mínima de 1 metro. O comerciante também deverá disponibilizar o álcool em gel para higienização dos clientes e desinfetar a sua calçada. Todos os comércios vão passar por inspeções e mediante ao não cumprimento do decreto, o estabelecimento poderá perder seu alvará de funcionamento.

No munícipio, a secretaria municipal de Saúde também realiza a barreira sanitária com objetivo de orientar as pessoas que passam pelo município. As atividades turísticas pela zona rural do cidade estão suspensas nesse período, segundo o decreto publicado em março.

Caso do Médico que testou positivo para o Covid-19

No dia 04 de maio, foi divulgada em nota oficial que um médico atendeu no Hospital de Bom Jardim de Minas e, posteriormente, testou positivo para covid-19. Ttodos que tiveram contato com o médico estão em isolamento conforme o protocolo do Ministério da Saúde.

Conforme a nota oficial da prefeitura, foram 34 profissionais de saúde e famílias e 59 pacientes e famílias com quem o médico teve contato, somando 93 pessoas, que estão em isolamento social como pede o protocolo do Ministério da Saúde.

Auxílio Emergencial: data da 2ª parcela  deverá ser anunciada até o dia 8 de maio

Auxílio Emergencial: data da 2ª parcela deverá ser anunciada até o dia 8 de maio

O calendário para pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600, que será feito a partir da semana que vem, deverá ser divulgado até amanhã (8). A informação foi dada nesta quinta-feira (7) pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, em reunião virtual da comissão mista de deputados e senadores que acompanha as medidas do governo federal para o enfrentamento da covid-19.

Onyx informou também que uma parceria com os Correios está prestes a ser anunciada. Segundo o ministro, a ideia é que a empresa auxilie pessoas que não têm acesso à internet a fazer o cadastro para receber o benefício. O auxílio está previsto para ser pago em três parcelas até junho. Mesmo quem não recebeu a primeira parte e se enquadra nos pré-requisitos do auxílio poderá receber as três parcelas.

O ministro da Cidadania adiantou aos parlamentares que a pasta vai publicar ainda hoje uma portaria que transferirá R$ 580 milhões para o Sistema Único de Assistência Social a serem usados por municípios. O dinheiro poderá ser aplicado na compra de equipamento completo de proteção individual para todos os trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS) dos municípios e de alimentos que serão distribuídos para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Balanço

De acordo com o ministro, cerca de 96,9 milhões de pessoas acessaram o aplicativo da Caixa para tentar obter o auxílio.

Destas, cerca de 50,5 milhões foram consideradas elegíveis e 32 milhões, inaptas para receber o benefício. Parte dessas pessoas tentou fraudar o direito ao crédito.

Fonte: Agência Brasil

FGTS: parcelamento pode ser suspenso por até seis meses

FGTS: parcelamento pode ser suspenso por até seis meses

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ajustou as normas de parcelamentos de débitos de empresas, devido aos efeitos econômicos da pandemia da covid-19. A resolução nº 961 foi publicada hoje (7) no Diário Oficial da União.

Segundo o documento, as parcelas com vencimento entre os meses de março e agosto de 2020 eventualmente inadimplidas [descumpridas] não implicarão na rescisão automática do contrato de parcelamento. Ou seja, as empresas terão até seis meses a mais para recolher o FGTS em atraso.

Segundo a resolução, no caso de não quitação das parcelas, fica autorizada a reprogramação de vencimentos para acomodar sequencialmente as parcelas que permaneceram em aberto a partir de setembro de 2020, independente de formalização de aditamento contratual. Mas haverá incidência de atualização, multa e demais encargos.

Nos novos contratos de parcelamento que vierem a ser firmados até 31 de dezembro de 2020 poderá ser concedida carência de 90 dias para o início do vencimento das parcelas do acordo. Essa carência que não se aplicará aos débitos de FGTS rescisórios.

Fonte: Agência Brasil

Quais as medidas o empresário deve tomar pós-pandemia?

Quais as medidas o empresário deve tomar pós-pandemia?

Renegociar, ajustar receitas e despesas é o caminho, orientam os especialistas

O momento da pandemia causada pelo covid-19 tem trazido muitas dúvidas e, até mesmo, um amedrontamento para o empresário de pequeno e médio porte.

No Brasil, os pequenos negócios empresariais são formados pelas micro e pequenas empresas (MPE) e pelos microempreendedores individuais (MEI).  Os pequenos negócios na economia brasileira geram em torno de 27% do PIB, 52% dos empregos com carteira assinada, 40% dos salários pagos e 8,9 milhões de micro e pequenas empresas. As MPEs respondem por 52% dos empregos com carteira assinada no país do setor privado, o que corresponde a 16,1 milhões de trabalhadores.

A empresária contábil Daise de Andrade Silva, que há 29 anos atua em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, falou ao JORNAL PANORAMA sobre a medidas que o empresário deverá tomar com a volta dos trabalhos pós a pandemia causada pelo covid-19. “Importante é mais uma vez salientar:  o pequeno negócio é o que mais gera empregos no Brasil. Então, o microempresário deve ter em mente o tamanho de sua responsabilidade na economia, mas também no aspecto social. Sendo assim, mais do que nunca, terá que investir seu tempo em tomada de decisões”, afirmou.

Daise também deu dicas aos empresários do que fazer para amenizar os danos causados na economia. “Aconselho que verifique todas as suas despesas e contas, veja o que é possível ser cortado; analise seus custos, ou seja, verifique na atividade e no segmento que sua empresa trabalha o que você pode alterar nos seus processos e procedimentos do dia a dia, e que resultariam numa economia de tempo e de recursos. Procedendo assim, você também fará uma economia. Porém, alerto: a qualidade de sua mercadoria ou serviço não pode ficar comprometida. Se informe das linhas de crédito e medidas dos governos Federal e Estadual para que possa utilizar as que mais se alinham com o perfil da empresa e necessidade. Procure seu profissional contábil: ele com certeza lhe orientará. Inove no seu negócio, procure se adequar à nova realidade. Após a pandemia, algumas coisas passarão, outras não; transforme a necessidade em oportunidade!”, orientou a contadora.

O administrador de empresas Francisco Bernardes Lage, que atua como consultor na administração pública, também indicou caminhos que podem ser seguidos pelo empreendedor. “Renegociar contratos de aluguel, quando houver; renegociar financiamentos bancários, quando houver, e negociar com os funcionários possível redução de jornada de trabalho e salário, ou, solicitar financiamento bancário para quitação de folha de pagamento (tem linha de crédito disponível para que a empresa possa manter seus colaboradores)”, pontuou. Segundo o administrador, estas medidas também irão facilitar o retorno das atividades após a pandemia.

Outra dúvida para a qual existem ainda muitos questionamentos é sobre a situação da declaração do imposto de renda deste ano, cujo prazo foi prorrogado para 30 de junho. A empresária contábil Daise de Andrade Silva também diz que há um ponto positivo devido aos vencimentos. “Utilize esse tempo a seu favor, ou seja, reúna sua documentação o quanto antes, e encaminhe para um profissional e procure obter pela internet os documentos que antes você conseguia por meio presencial. Se não sabe como, pergunte ao profissional que costumeiramente lhe atende, ele saberá lhe orientar e indicar caminhos”, aconselha.

Nesse caso, a contadora ainda diz que o melhor é não se acomodar, porque o contribuinte que tem acesso aos documentos deve o quanto antes fazer a sua declaração. O calendário das restituições não sofreu alterações, com o primeiro lote sendo creditado em maio de 2020 e o último em 30 de setembro. O Governo Federal reafirmou que quem entregar sua declaração antes, receberá sua restituição primeiramente.

“Quem tiver saldo a pagar, também aconselho a fazer sua declaração o quanto antes. Devido a pandemia e seus reflexos, precisamos mais do que nunca organizar nossas finanças e ter controle das contas e dívidas que teremos para pagar nos próximos meses”, acrescenta a empresária.

Atualmente com o crescimento de casos de contaminação pelo covid-19, o isolamento social é uma das precauções mais eficazes e por isso é importante que as empresas possam buscar medidas preventivas de acordo com número de profissionais e perfil empresarial. “Estou trabalhando juntamente com boa parte de minha equipe em regime de home office, porém tenho feito o atendimento e a recepção online dos documentos para fins de Declaração de Imposto de Renda, e assim também outros profissionais estão fazendo,” destacou Daise.

Com as dívidas e despesas, como fazer? 

Veja as dicas dadas pela empresária contábil Daise de Andrade Silva e pelo administrador de empresas Francisco Bernardes Lage:

– As despesas: devem ser analisadas uma a uma, e, aquelas que não se fizerem tão necessárias, serem cortadas; solicitar junto aos credores uma redução temporária, ou mesmo um prazo maior para pagamento; verificar quais as despesas podem ser prorrogadas; levantar as receitas que se manterão e equacionar as despesas para que após esse período não se inviabilize a continuidade da empresa;

– Dívidas: não adianta querer fugir delas, elas estão aí! Procure seus credores e negocie prazos e pagamentos parcelados. No entanto, existem muitos pagamentos prorrogados de forma que os vencimentos de agora coincidirão com vencimentos futuros, ou seja, você não paga agora, mas lá na frente você pagará no mesmo mês duas parcelas dessa dívida. Esse tipo de prorrogação pode não ser tão viável, pois causa uma sensação de alívio agora, mas uma sobrecarga no orçamento futuro, que no momento é imprevisível; renegociar e ajustar receitas e despesas é o caminho.

“A palavra de ordem é calma”, conclui o consultor administrativo Francisco Bernardes Lage.

Líderes pedem adiamento do Enem

Líderes pedem adiamento do Enem

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, se manteve contrário ao adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano por mais seis meses, cogitado em virtude da pandemia de coronavírus no país. Ele participou da reunião de líderes partidários do Senado, feita por videoconferência, nesta terça-feira (5), para explicar sua posição. E alegou que a crise de saúde não seguirá até a época da realização das provas, prevista para novembro. 

O líder do PDT, Weverton (MA), defendeu um novo calendário para o exame, pelo fato de milhões de estudantes estarem prejudicados pelo isolamento obrigatório e pela suspensão das aulas. Segundo o senador, muitos desses jovens não têm estrutura para estudar em casa e, portanto, não têm condições de se preparar para a seleção. 

— O ministro quer manter o Enem para novembro. E ficou combinado que teremos nova reunião em agosto, para avaliarmos o cenário. Ele disse que o Enem não foi feito para fazer justiça social — informou. 

A líder do Cidadania, senadora Eliziane Gama (MA), também defendeu o adiamento do Enem 2020. Para ela, manter o calendário seria aprofundar ainda mais as desigualdades educacionais e impedir que os mais pobres tenham acesso ao ensino superior. 

“Impossível acreditar que estudantes carentes tenham pleno acesso a computadores e à internet”, escreveu em sua conta no Twitter. 

O líder do PL, senador Wellington Fagundes (MT) lançou uma enquete sobre o assunto, nas redes sociais. Em entrevista à Agência Senado, o parlamentar também se mostrou favorável à marcação de nova data para o Enem. Ele disse que a posição é a da maioria dos líderes partidários, “considerando o fato de que 30% a 40% de alunos no interior do país sequer têm acesso à internet”. 

Para o líder do bloco parlamentar, senador Esperidião Amin (PP-SC), a participação de Weintraub na reunião de líderes foi propositiva. Também à Agência Senado, Amin ressaltou que uma decisão desse porte precisa ser tomada com mais “certezas e definições claras”. E que o ministro está certo ao pedir aos senadores mais prudência sobre uma definição para o assunto. 

— Concordo com ele que não é preciso adiar agora algo que está marcado para novembro. Nós todos sabemos que as eleições são em outubro, movimentando cerca de 110 milhões de eleitores, e que também seria precipitado decidir agora. Weintraub foi sensato por não ser assertivo — ponderou Amin.

Fonte: Agência Senado

Senado aprovou a na terça-feira (05), prorrogação de contratos do Ministério da Agricultura

Senado aprovou a na terça-feira (05), prorrogação de contratos do Ministério da Agricultura

O Senado aprovou nesta terça-feira (5) a medida provisória que prorrogou contratos temporários no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A MP 913/2019 havia sido aprovada pela Câmara dos Deputados na semana passada e tinha até o dia 28 de maio para ser votada. Como não sofreu alterações de conteúdo, a MP segue para a promulgação.

O texto permitiu a prorrogação, por até um ano, do contrato de nove servidores da área de tecnologia da informação e comunicação da pasta. Os servidores foram contratados em 2015 e teriam o vínculo extinto até 15 de maio de 2020. Eles são responsáveis pela gestão de 17 contratos e pela manutenção de 48 sistemas de informações. Segundo o Poder Executivo, o desligamento dos servidores poderia comprometer a execução de programas estratégicos, como o Plano Safra.

O relator do texto, senador Chico Rodrigues (DEM-RR), explicou que os contratos estão sendo ampliados de cinco para seis anos, o que é uma exceção. A média de tempo dos contratos no Ministério da Agricultura, segundo o senador, é de dois a três anos.

— A prorrogação dos contratos temporários dos nove servidores em questão, pelo prazo de mais um ano, proporciona condições para que o Ministério da Agricultura ajuste seus processos de trabalho sem interrupções e atende necessidade temporária de excepcional urgência — afirmou.

A medida foi aprovada com um ajuste de redação, com 79 votos favoráveis e nenhum contrário. Apesar de votarem a favor da aprovação pela urgência da situação, alguns senadores criticaram a renovação dos contratos por MP.

O senador Telmário Mota (Pros-RR) afirmou que houve negligência na gestão dos contratos e que a prorrogação não deveria ter sido feito por medida provisória. Os senadores Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) e Eduardo Braga (MDB-AM) também criticaram a renovação dos contratos por medida provisória, mas se disseram favoráveis à aprovação, em caráter excepcional.

— Chamo a atenção ao fato de que nós estamos aprovando uma medida provisória, que é uma exceção criada na nossa Constituição, para prorrogar nove contratos. É preciso que o governo esteja atento para que isso não se transforme numa rotina, mas, entendendo a excepcionalidade do momento, encaminhamos o voto ‘sim’ — orientou Braga, que é  líder do MDB.

Fonte: Agência Senado

SAÚDE: sancionada lei que garante auxílio financeiro a santas casas durante a pandemia

SAÚDE: sancionada lei que garante auxílio financeiro a santas casas durante a pandemia

O presidente Jair Bolsonaro sancionou na terça-feira (5) a lei que prevê a transferência de R$ 2 bilhões da União para santas casas e hospitais sem fins lucrativos (filantrópicos), para ação coordenada com o Ministério da Saúde e gestores estaduais e municipais do Sistema Único de Saúde (SUS) no combate à pandemia de covid-19. A Lei 13.995 está publicada na edição do Diário Oficial da União desta quarta-feira (6).

Por meio desse auxílio financeiro, hospitais filantrópicos poderão trabalhar de forma articulada com o Ministério da Saúde e os gestores estaduais e municipais do Sistema Único de Saúde (SUS) para oferecer mais serviços, principalmente leitos de terapia intensiva. O crédito em conta bancária deverá ocorrer em até 15 dias da data de publicação da lei, em razão do caráter emergencial da decretação de calamidade pública.

De acordo com o texto, o recebimento do auxílio financeiro independe da eventual existência de débitos ou da situação de adimplência das instituições filantrópicas e sem fins lucrativos em relação a tributos e contribuições na data do crédito pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS).

Apresentado pelo senador José Serra (PSDB-SP), o projeto que deu origem à lei (PL 1.006/2020) foi aprovado pelo Senado por unanimidade em sessão virtual no dia 31 de março e confirmado pela Câmara dos Deputados no dia 9 de abril.

“As instituições filantrópicas e sem fins lucrativos respondem por mais de 50% de todos os atendimentos do SUS, assumindo fundamental importância no combate ao coronavírus. Essas instituições formam uma rede assistencial estratégica por estarem geograficamente distribuídas em todos os estados. Sem dúvida, podem auxiliar o Ministério da Saúde na luta contra com essa grave pandemia que se alastra pelo país”, justifica o autor.

Rateio

O texto estabelece que o critério de rateio do valor será definido pelo Ministério da Saúde levando em consideração os municípios que possuem presídios. A medida foi incluída no projeto pelo relator no Senado, Major Olimpio (PSL-SP). Outra emenda do relator garantiu que haja um acréscimo real de recursos (extra orçamentários) para a área da saúde, a serem adicionados ao mínimo constitucional aplicado pela União.

Será obrigatória a divulgação, com ampla transparência, dos montantes transferidos a cada entidade por meio do respectivo fundo de saúde, seja estadual, distrital ou municipal.

Aplicação

A lei determina também que o valor total do auxílio financeiro seja, obrigatoriamente, aplicado na aquisição de medicamentos, suprimentos, insumos e produtos hospitalares para o atendimento adequado à população, aquisição de equipamentos e realização de pequenas obras e adaptações físicas para aumento da oferta de leitos de terapia intensiva. Os recursos também são destinados para a contratação e o pagamento de profissionais de saúde necessários para atender a demanda adicional.

As instituições beneficiadas deverão prestar contas ao FNS de forma simplificada, sem necessidade de concorrência pública.

Fonte: Agência Senado

Coronavírus: Senado vota liberação rápida de insumos pela Anvisa na quarta

Coronavírus: Senado vota liberação rápida de insumos pela Anvisa na quarta

Como único item da pauta de votação desta quarta-feira (6), o Senado votará projeto que impõe à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o prazo máximo de 72 horas para autorizar a importação e distribuição de medicamentos e equipamentos liberados para uso no exterior contra a covid-19.

O Projeto de Lei (PL) 864/2020, de iniciativa do deputado Dr. Luiz Antonio Teixeira Jr. (PP-RJ), transfere o poder de liberação dos medicamentos do Ministério da Saúde para a Anvisa, desde que os medicamentos ou insumos tenham sido registrados para distribuição comercial no exterior por um dos seguintes órgãos: Food and Drug Administration (FDA, nos Estados Unidos), European Medicines Agency (EMA, na União Europeia), Pharmaceuticals and Medical Devices Agency (PMDA, no Japão), ou National Medical Products Administration (NMPA, na China). Nesses casos, a Anvisa terá o prazo de até 72 horas após a submissão do pedido para liberar o medicamento, dispensada a autorização de qualquer outro órgão.

Atualmente, de acordo com a Lei 13.979, de 2020 (de medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública por conta da covid-19), é possível a autorização excepcional e temporária para a importação de produtos sujeitos à vigilância sanitária sem registro na Anvisa, desde que registrados por autoridade sanitária estrangeira e previstos em ato do Ministério da Saúde.

O projeto ainda obriga o médico que prescrever ou ministrar medicamento nessa condição a informar ao paciente ou ao seu representante legal que o produto ainda não tem aprovação ordinária da Anvisa e que foi liberado por ter sido registrado por autoridade sanitária estrangeira.

O senador Antonio Anastasia (PSD-MG) ofereceu emenda sugerindo que, na ausência de resposta da Anvisa em 72 horas, a autorização para importação e distribuição seja concedida tacitamente. O parlamentar argumenta que, diante do aumento exponencial dos casos de coronavírus, a Anvisa tenderá a ser sobrecarregada de solicitações.

Se a proposição for aprovada pelo Senado sem alterações, seguirá para sanção presidencial.

Fonte: Agência Senado

ECONOMIA: Governo libera R$ 34 bilhões para empresas pagarem salários na pandemia

ECONOMIA: Governo libera R$ 34 bilhões para empresas pagarem salários na pandemia

O governo federal criou uma linha de crédito de R$ 34 bilhões para garantir o pagamento dos salários em empresas com receita anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões durante a pandemia do coronavírus. Para ter acesso ao Programa Emergencial de Suporte a Empregos, o empresário fica impedido de demitir funcionários por pelo menos 60 dias. O plano está previsto em uma medida provisória MP 944/2020 editada na sexta-feira (3) pelo presidente Jair Bolsonaro.

O Programa Emergencial de Suporte a Empregos é destinado a empresários, sociedades e cooperativas. A linha de crédito deve ser usada para cobrir toda a folha de pagamento por um período de dois meses, até o limite de duas vezes o valor de um salário mínimo por empregado. Para ter acesso ao dinheiro, a empresa deve ter a folha gerida por uma instituição financeira inscrita no Banco Central.

De acordo com a MP 944/2020, o empregador fica proibido de demitir funcionários sem justa causa no período entre a contratação do empréstimo e até 60 dias após o recebimento da última parcela da linha de crédito. Se descumprir a determinação, ele é obrigado a antecipar o pagamento da dívida.

De acordo com o texto, 85% do valor de cada financiamento é custeado com recursos da União. Os 15% restantes ficam a cargo das instituições financeiras. Os bancos podem formalizar as operações de crédito até o dia 30 de junho e cobrar taxas de juros de até 3,65% ao ano. O prazo para o pagamento é de 36 meses, com carência de seis meses.

Fonte: Agência Senado

Alagoa também tem o comércio com horários limitados

Alagoa também tem o comércio com horários limitados

Foto: Prefeitura Municipal de Alagoa

A prefeitura desde o mês de março vem trabalhando contra o Covid-19

Desde o dia 21 de março a prefeitura Municipal de Alagoa vem tomando medidas para combater o covid-19. O executivo no início de abril  publicou o decreto de número 15/2020  no dia 08, para restringir o horário de funcionamento dos comércios das 06 às 18hs, com exceção das farmácias e drogarias.

Os comerciantes e cidadãos continuarão tomando medidas de prevenção com o uso de máscaras, lavar as mãos, e usar e álcool em gel.

A barreira Sanitária funcionará 24hs com o apoio da  Polícia Militar. A visita de turistas e o serviço de pousadas continua suspenso pelo decreto 12/2020.  

Até o momento em Alagoa o boletim epidemiológico municipal não contou nenhum caso confirmado

A prefeitura municipal pede que não é o momento  para fazer turismo nem para viagens a passeio ou para visita familiares. Fiquem em Casa. Deixe para vir a Alagoa assim que a pandemia passar. Alagoa estará de braços abertos para receber! Mas neste momento é prudente que todos fiquem em casa.

Sul de Minas registra quase 80 novos casos de COVID-19 em uma semana

Sul de Minas registra quase 80 novos casos de COVID-19 em uma semana

postado em 01/05/2020 19:03 / atualizado em 01/05/2020 19:11

43 cidades do Sul de Minas estão infectadas pelo novo coronavírus

Sul de Minas registrou quase 80 novos casos de COVID-19 em uma semana. É o que apontam os últimos dados do balanço oficial da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulgados nesta sexta-feira (1)

Os números aumentaram cerca de 35% em Minas no mesmo período. O boletim epidemiológico registrou 202 casos confirmados nas cidades do Sul de Minas, uma alta de 73% em relação ao dia 24 de abril.

Em uma semana, o número de mortes reconhecidas oficialmente subiu de 11 para 12.

Exames já confirmaram a infecção e a morte em pacientes de 178 cidades no estado. Na semana passada, eram 137 cidades. Desse total, 43 são do Sul de Minas – indicando que mais 10 municípios registraram infecção pelo coronavírus nos últimos sete dias. Com as novas confirmações, a região tem agora oficialmente 12 mortes e 202 casos positivos. Esse número representa 10,9% dos casos confirmados em Minas Gerais (1.847). 

Pouso Alegre é a cidade com mais casos confirmados no Sul. O total de exames positivos subiu de 20 para 27, alta de sete em uma semana. O número de mortes passou de uma para duas. Dados divulgados pela prefeitura da cidade na quinta-feira (30), mostram, na verdade, 40 confirmados. Já 839 casos suspeitos foram notificados à administração municipal.

Mesmo com o aumento dos casos em meio à pandemia do coronavírus, Pouso Alegre vai flexibilizar o funcionamento do comércio. A partir da publicação do Decreto 5.147/20, assinado na terça-feira pelo prefeito Rafael Simões, ficou permitida a reabertura, com restrições, de restaurantes, bares, lanchonetes e academias desde a quarta-feira (29).

Com relação ao atendimento ao público nesses locais, o documento aponta que é preciso limitar a ocupação a no máximo 50% das mesas disponíveis – respeitando-se o distanciamento de dois metros entre aquelas ocupadas.

Extrema é a segunda cidade com maior número de confirmados: 27, com uma morte. Varginha (17), Cambuí (12), Poços de Caldas (12), São Lourenço (10) e Itajubá (10) vêm seguida

Fonte: EM

Depois de um mês, MG não registra morte por coronavírus em 24h

Depois de um mês, MG não registra morte por coronavírus em 24h

(foto: Leandro Couri/EM/DA PRESS)

De acordo com a SES, foram registrados 88 óbitos. No entanto, casos suspeitos chegam a quase 90 mil

O número de mortes em Minas pela COVID-19 se manteve nas últimas 24 horas. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), foram confirmadas 88 mortes no Estado e outras 450 foram descartadas. 

Desde 3 de abril, Minas não apresentava estabilidade na curva de óbitos no Estado. De 3 a 5 de abril, não houve alteração no registro de mortes, permanecendo o número de seis óbitos registrados por três dias. Depois de um mês,  novamente, o número se mantém inalterado em 24 horas, com 88 óbitos. O crescimento foi verificado no número de casos confirmados que passou, nas últimas 24 horas, de 1.935 para 2.023.

FONTE: EM

Minas Gerais confirma primeiro caso de detento com coronavírus

Minas Gerais confirma primeiro caso de detento com coronavírus

(foto: Reprodução da internet/Facebook/Prefeitura de Botelhos)

Minas Gerais registrou nesta semana o primeiro caso de COVID-19, doença provocada pelo coronavírus, no sistema prisional. Trata-se de um detento do Presídio de Botelhos, no Sul de Minas Gerais. Ele se encontra em uma cela isolada. A prefeitura do município reclamou das ações do estado, mas o governo diz que vem tomando todas as medidas para prevenir o contágio nas unidades. 

Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), o detento deu entrada no presídio em 20 de abril após ser preso em Poços de Caldas, também no Sul do estado. Ele foi isolado e testado três dias depois, quando manifestou sintomas de gripe. O exame ficou pronto na última quinta-feira, dia 30.

 “Vale ressaltar que a unidade de Botelhos é uma das portas de entrada do sistema prisional criadas pelo Depen-MG (Departamento Penitenciário de Minas Gerais) como ação preventiva ao coronavírus, exatamente para evitar a propagação do vírus em presídios e penitenciarias do estado, pela admissão de novos presos que circulavam no ambiente extramuros”, informa a secretaria.
Na cela isolada, o detento precisa usar os equipamentos de proteção individual, assim como todos os servidores que precisarem entrar em contato com ele. Entre os materiais estão máscaras e luvas. Equipes de saúde monitoram os outros detentos e profissionais que atuam na unidade. 
Na sexta-feira, a Prefeitura de Botelhos comunicou o caso por meio de uma nota publicada no Facebook e fez uma crítica à atuação do estado.  Segundo o texto, o governo foi comunicado diversas vezes sobre a situação, mas “muito pouco tem feito pelas condições mínimas de saúde dos detentos e agentes, trazendo diversos transtornos para o município”. Oficialmente, a Secretaria de Estado de Saúde contabiliza três casos da doença nem Botelhos.

A Sejusp, ainda em nota, listou as frentes de atuação que vêm agindo para conter a disseminação nos presídios e penitenciárias do estado. Confira: 
“Para evitar a disseminação do vírus por meio de contato com o público externo: as visitas foram suspensas, para evitar a circulação de pessoas externas, assim como a entrega, até então opcional, de kits suplementares contendo alimentos, remédios entre outros itens, para evitar a circulação de materiais contaminados. Destaca-se que esses itens continuam sendo fornecidos pelas unidades prisionais e recebidos, ainda, via Correios. Para evitar a contaminação por novos presos: foram criadas 30 unidades de referência, distribuídas em todo o território mineiro, que vão funcionar como centros de triagem e portas de entrada para novos detentos do sistema prisional.  Todas as pessoas que forem presas em Minas Gerais irão para uma unidade específica em cada região e ficarão por um período de 15 dias, em quarentena e observação, evitando possível contágio caso fossem encaminhados de imediato para outras unidades. Após a observação e atestada a sua saúde, serão encaminhadas a novas unidades prisionais.Cuidados com quem já está preso: no caso de presos que já se encontram no sistema prisional, caso apresentem sintomas do Covid-19, o protocolo é o seguinte: isolamento imediato, realização de exames e, em caso de confirmação, tratamento em hospital, com escolta do sistema prisional.Evitar o contágio via profissionais de segurança: As escalas de trabalho estão sendo dilatadas, de forma a diminuir a circulação desses profissionais intra e extramuros e equipamentos de EPI estão sendo distribuídos nas estruturas prisionais.”

Fonte: EM

Bolsonaro volta a contrariar medidas de isolamento e causa aglomeração em Goiás

Bolsonaro volta a contrariar medidas de isolamento e causa aglomeração em Goiás

O presidente Jair Bolsonaro voltou a ignorar completamente as orientações do Ministério da Saúde sobre o isolamento social e, em uma viagem fora da agenda neste sábado (2) causou grande aglomeração de pessoas na cidade de Cristalina (GO), a 150 quilômetros de Brasília.

Em passagem por um posto de gasolina da cidade, acompanhado de seguranças e representantes da prefeitura de Cristalina, Bolsonaro cumprimentou dezenas de pessoas, entre elas idosos e crianças. Apesar de estar com uma máscara no pescoço, o presidente permanecia o tempo todo sem utilizar a proteção de forma correta. Abraçou diversas pessoas.

Dentro do posto de gasolina onde parou, Bolsonaro tomou café, comeu pastel e voltou a criticar o isolamento social para aqueles que o cercavam. “Isso é uma irresponsabilidade, uma irresponsabilidade”, disse.

As aglomerações voltaram a se repetir em frente à 3ª Brigada de Infantaria Motorizada em Cristalina, que também foi visitada pelo presidente.

Durante toda a manhã desta sábado, 2, toda a imprensa tentava confirmar informações sobre a agenda do dia de Bolsonaro, mas não obteve nenhuma resposta. Antes de seguir para Cristalina, Bolsonaro usou as redes sociais para criticar seu ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, a quem se chamou de “Judas”, numa referência à acusação de traição que tem lançado sobre o ex-juiz.

Fonte: EM

PGR: Aécio recebeu propinas em ‘sofisticado esquema de contabilidade paralela’

PGR: Aécio recebeu propinas em ‘sofisticado esquema de contabilidade paralela’

deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) solicitou e recebeu propinas em um ‘sofisticado esquema de contabilidade paralela’, acusa a Procuradoria-geral da República (PGR) em denúncia apresentada nessa quinta, 30, ao Supremo Tribunal Federal. As vantagens indevidas que somam R$ 65 milhões teriam sido pagas pelas construtoras Odebrecht e Andrade Gutierrez em troca de influência política do tucano na concessão e construção de usinas hidrelétricas em Rondônia.

Os repasses teriam sido realizados entre 2009 e 2011, período em que Aécio ocupou os cargos de governador de Minas Gerais e senador do Estado. As vantagens indevidas foram pagas através de Dimas Toledo, ex-diretor de Furnas e antigo aliado do tucano, e pelo empresário Alexandre Accioly, da rede Bodytech. O tucano foi denunciado por 22 atos em que solicitou, aceitou e recebeu propina.

A Procuradoria indica que o codinome atribuído à Aécio, conforme delação de executivos do grupo Odebrecht, em especial Marcelo Odebrecht, era ‘mineirinho’. O pagamento de consistiu, de acordo com a PGR, com um ‘sofisticado esquema de contabilidade paralela’, no qual foi ocultado a origem, propriedade, localização e movimentação dos recursos de origem ilícita.

De acordo com a PGR, os pagamentos ‘tiveram como objetivo obter apoio político, no sentido de promover desentraves burocráticos relativos ao Projeto Madeira (Usinas Hidrelétricas de Santo Antonio e de Jirau) – valendo-se da condição de Governador de Minas Gerais e do cargo de Senador -, fazendo com que o andamento de processos administrativos, licenças e autorizações de interesse da Odebrecht tivesse tramitação rápida e sem óbices, bem como interferir junto ao governo federal para anulação da adjudicação da obra referente à Usina Hidrelétrica de Jirau’.

“Além disso, Aécio Neves e os executivos da Odebrecht concorreram para um ciclo de lavagem de dinheiro que envolveu ocultação e dissimulação por esquema sofisticado de lavagem, uso de terceiros para obtenção de dinheiro, para transporte e para recebimento, além de uso de codinomes e senha para compartilhamento com seu preposto, tudo a escamotear a origem ilícita do dinheiro”, afirma a PGR.

A Procuradoria também indica ‘cadência da evolução patrimonial’ de Aécio em declarações à Justiça Eleitoral, que teria sofrido um salto após o pagamento das propinas. Em 2010, o tucano declarou em campanha ao Senado patrimônio de R$ 617 mil. Quatro anos depois, em 2014, o patrimônio declarado saltou para R$ 2,5 milhões.

Procurada pela reportagem, a defesa do tucano afirmou que ‘não há e nunca houve qualquer crime por parte de Aécio Neves’. “Foi demonstrado exaustivamente que as conclusões alcançadas pelo delegado são mentirosas e desconectadas dos próprios relatos dos delatores e, o que é mais grave, das próprias investigações da PF”, disse o criminalista Alberto Zacharias Toron.

“Marcelo Bahia Odebrecht e Ênio Augusto Pereira e Silva (x-gerente de Recursos Humanos da empreiteira) prometeram a Aécio Neves e depois pagaram esses R$ 30 milhões a fim de comprar o apoio do parlamentar nas causas de interesse do grupo Odebrecht, notadamente: 1. intermediação para agilizar a emissão da licença de instalação da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio e dar início às obras e 2. intermediação para reverter o resultado tido como ilegal pelo grupo no certame da UHE Jirau, efetuando pagamento da referida quantia por meio das pessoas indicadas pelo operador de Aécio Neves”, aponta a PGR.

Segundo a procuradoria, após esse caso, a Andrade Gutierrez se aproximou do tucano e pagou mais R$ 35 milhões.

“Para ocultar e dissimular a natureza e a origem desse segundo valor foi firmado um contrato fictício entre a Construtora Andrade Gutierrez e a Holding AALU Participações e Investimento, da qual é sócio Alexandre Accioly, amigo pessoal de Aécio Neves, em duas oportunidades – R$ 1,8 milhões e R$ 35 milhões da Andrade Gutierrez -, vantagens indevidas e, juntamente com Aécio Neves e Dimas Toledo, promoveu a lavagem de capitais”.

Parte das propinas teriam sido pagas por meio de offshores. Segundo a PGR, Accioly, por intermédio da Embercy Servides Limited no banco UBS – União de Bancos Suíços, localizado em Singapura, e no Antigua Overseas Bank, recebeu propinas destinadas a Aécio em transferências que ocorreram entre 14 de novembro de 2008 e 16 de dezembro de 2009. As informações constam em arquivos da Odebrecht com o nome ‘Mineirinho.doc’.

Os advogados de Alexandre Accioly informaram que não tiveram acesso à denúncia protocolada contra o empresário e destacou que ele ‘não recebeu qualquer valor ilícito em nome de ninguém, muito menos das empresas Odebrecht, Andrade Gutierrez ou qualquer outra’.

COM A PALAVRA, O CRIMINALISTA ALBERTO ZACHARIAS TORON, QUE DEFENDE AÉCIO NEVES

Essa notícia causa surpresa e indignação. Não há e nunca houve qualquer crime por parte de Aécio Neves. Foi demonstrado exaustivamente que as conclusões alcançadas pelo delegado são mentirosas e desconectadas dos próprios relatos dos delatores e, o que é mais grave, das próprias investigações da PF. Aliás, tamanho é o absurdo do presente caso que os próprios relatos dos delatores desmentem-se entre si. Basta lê-los. Depois, mais uma vez a Defesa vê-se surpreendida com vazamentos sistemáticos de inquérito sigiloso, sendo certo que nem mesmo os advogados tiveram acesso à referida denúncia para rebatê-la.

Por fim, a Defesa confia que o poder Judiciário promoverá a análise detida e imparcial dos fatos e chegará à única conclusão possível: não há sequer indício de crime por parte do deputado Aécio.

Alberto Zacharias Toron – Advogado

COM A PALAVRA, A DEFESA DE ALEXANDRE ACCYOLI

A defesa de Alexandre Accioly não teve acesso a eventual denúncia apresentada em seu desfavor. Em diversas manifestações ao longo da investigação, Alexandre Accioly provou documentalmente que não é e nunca foi intermediário de Aécio Neves. Não recebeu qualquer valor ilícito em nome de ninguém, muito menos das empresas Odebrecht, Andrade Gutierrez ou qualquer outra.

É importante registrar que Accioly é um empresário há 40 anos sem qualquer mancha na sua vida.

Essa acusação é descabida, improcedente e fantasiosa.

José Luis Oliveira Lima e Renato de Moraes – Advogados.

COM A PALAVRA, O EX-DIRETOR DE FURNAS DIMAS TOLEDO

Fonte: EM

‘Ninguém vai querer dar o golpe para cima de mim, não’, diz Bolsonaro

‘Ninguém vai querer dar o golpe para cima de mim, não’, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro disse na manhã deste sábado, 2, que não será alvo de nenhum “golpe” em seu governo. A declaração foi dada a um grupo de apoiadores que se aglomeravam em frente ao Palácio do Alvorada.

“Ninguém vai fazer nada ao arrepio da Constituição”, disse Bolsonaro. “Ninguém vai querer dar o golpe para cima de mim, não“, declarou. Após o comentário, Bolsonaro entrou no carro e partiu, sem dizer exatamente ao que se referia. A assessoria do presidente não informou o destino de Bolsonaro ao deixar o Alvorada.

Bolsonaro enfrenta um momento de forte desgaste com o presidente da CâmaraRodrigo Maia, e com o Supremo Tribunal FederalNo dia 20 de abril, ele participou de um ato público que pedia intervenção militar no País e o fechamento da Câmara e do STF.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo publicada neste sábado, o ministro Luís Roberto Barroso, do STF, disse que, numa democracia, a maneira de se administrar a decepção é com eleições. “Impeachment é a última opção“, afirmou. Sem se debruçar sobre acusações com potencial de levar Bolsonaro a deixar o governo depois de Dilma Rousseff (2016) e Fernando Collor (1992), o ministro foi taxativo: “É preciso que os fatos sejam graves, demonstrados“.

Neste sábado, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, vai prestar depoimento à Polícia Federal e à Procuradoria-Geral da República em Curitiba (PR), sobre as acusações de intervenção de Bolsonaro na PF.

Nesta sexta, 1º, Bolsonaro esteve reunido por cerca de três horas com o novo ministro da Justiça, André Mendonça, no Palácio da Alvorada. O compromisso não contava na agenda oficial das autoridades.

Moro deixou o ministério na semana passada fazendo acusações diretas ao presidente e exibiu, no Jornal Nacional, da TV Globo, mensagem de Bolsonaro cobrando mudança no comando da PF, por causa de investigações envolvendo deputados bolsonaristas.

As informações levaram o ministro do STF Alexandre de Moraes a determinar a suspensão de Ramagem no dia de sua nomeação, o que pegou o governo de surpresa e deixou Bolsonaro indignado. Se no dia o presidente disse que entendia e respeitava a decisão do Judiciário, no outro declarou que não tinha “engolido” ainda o assunto.

Na quinta-feira, 30, Bolsonaro declarou, em transmissão feita por meio de suas redes sociais, que tinha feito um “desabafo” ao avaliar como motivação política a decisão do ministro Alexandre de Moraes, de barrar a nomeação de Ramagem.

Bolsonaro voltou a insistir para que o STF reveja a decisão e pediu para que os ministros levem em conta o currículo do policial. Na PF desde 2005, Ramagem tem experiência no combate ao crime organizado e de colarinho branco, mas teve a indicação criticada por conta do lobby que os filhos do presidente fizeram para que ele fosse o escolhido em substituição a Maurício Valeixo.

Fonte: EM

Moro presta depoimento à PF neste sábado sobre acusações contra Bolsonaro

Moro presta depoimento à PF neste sábado sobre acusações contra Bolsonaro

Ex-ministro da Justiça acusa o presidente Jair Bolsonaro de tentar acessar relatórios de inteligência da Polícia Federal

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro vai prestar depoimento, neste sábado (2), na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, no inquérito que investiga supostos crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro. O ex-juiz será questionado por dois delegados do grupo da corporação que atua nos inquéritos junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Além disso, três procuradores destacados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) também vão atuar na oitiva do ex-juiz da Lava-Jato. Moro deve ser ouvido entre o fim da manhã e o começo da tarde. Ele voltou a morar na capital do Paraná após pedir demissão do governo Bolsonaro.

O inquérito vai apurar a suposta prática de crimes de falsidade ideológica, coação no curso do processo, advocacia administrativa, prevaricação, obstrução de Justiça e corrupção passiva privilegiada por parte de Bolsonaro por supostamente tentar interferir no trabalho da Polícia Federal e acessar relatórios de inteligência. 
Moro, se não provar as acusações que fez, pode responder por denunciação caluniosa e crime contra a honra. O ministro Celso de Mello, relator do caso no Supremo, deve determinar ainda o cumprimento de mandados de busca e quebras de sigilo telefônico de alguns envolvidos para colher provas.

Fonte:EM

Zema vê carnaval 2021 sob risco

Zema vê carnaval 2021 sob risco

(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

O governador prevê aulas presenciais só em julho

De acordo com o governador, a festa de Momo pode ser adiada em 2021; aulas presenciais só em junho ou julho e, por enquanto, não há escassez de UTIs e respiradores

O governador Romeu Zema (Novo) previu, na manhã desta terça-feira (21), que o carnaval de 2021 em Minas Gerais deverá ser afetado pela pandemia do coronavírus.

“Com certeza o vírus ainda estará no meio de nós”, disse o governador ao ser indagado pela reportagem da Rádio Itatiaia sobre a possibilidade de o evento ser cancelado no estado. “Até porque as pessoas não vão querer participar”, reagiu Zema diante do questionamento.

Retorno às Aulas


O chefe do Executivo estadual também fez sua previsão sobre o retorno às aulas no estado. Segundo ele, antes de junho ou julho “é muito difícil” que estudantes voltem aos bancos escolares. “Penso que o retorno às aulas presenciais só daqui a 60, 90 dias”, afirmou.

Jogos de futebol

Os jogos de futebol nos estados também entraram na pauta de Zema com um prognóstico para o retorno. Entretanto, sem data definida. O governador voltou a admitir, no entanto, que as partidas podem ser retomadas sem o público nos estádios.

Ele detacou, contudo, que os eventos futebolísticos deverão ser feitos com muita cautela, tendo em vista que jogadores, equipes técnicas dos clubes e das empresas que trasmitem os jogos precisarão ser bem monitorados para assegurar a saúde de todos.

Protocolo para o comércio

Romeu Zema também reiterou na manhã desta segunda-feira que o governo  prepara um protocolo para a flexibilização das atividades do comércio, indústria e dos serviços no estado. O documeto deverá ser divulgado, por meio de decreto, ainda esta semana.

Segundo ele, serão algumas normas rígidas e, ainda, recomendações, a depender de cada caso, tendo em vista que Minas Gerais conta com 853 municípios, onde em mais da metade, de acordo com Zema, ainda não há notificação sobre o coronavírus nesses locais.

Uso de mascáras obrigatório e termômetros

Zema adiantou que, por meio do decreto, em empresas com mais de 500 funcionários será obrigatório, além de distribuição de máscaras, o uso de termômetros para medição da temperatura de seus trabalhadores.

O governador também citou o caso de caixas de supermercados, que serão obrigados a instalar divisória entre o cliente e o trabalhador.

UTIS e respirador


O governador Romeu Zema também disse que a situação do estado no controle da pandemia é “bastante segura”.

Segundo ele, apenas 3% de um total de 2.200 UTIs prontas e em preparação no estado estão sendo usadas para tratar pacientes coma COVID19.


O governador não soube estimar quantos respiradores estão disponíveis no estado.

De acordo com o governador, a situação do sistema de saúde no estado ainda está dentro da normalidade já que a ”curva” de infectados diários tem estado sob controle.

Fonte: EM

‘Vamos entrar no furacão’, prevê secretário sobre coronavírus em Minas Gerais

‘Vamos entrar no furacão’, prevê secretário sobre coronavírus em Minas Gerais

Na foto, o O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral(foto: Tulio Santos/EM/D.A. Press – 09/03/2020)

O secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, reiterou os apelos na tarde desta segunda-feira, em coletiva de imprensa, para que a população permaneça em casa em isolamento social e que use máscaras caseiras, caso seja necessário ir para à rua. 

“Vamos manter o isolamento, não é o momento para achar que a epidemia já passou. Pelo contrário, estamos indo em direção ao pico. Nós poderíamos comparar (o momento) com (a chegada de) um furacão: nós estamos olhando para ele e vamos entrar nele. O que nós queremos é que esse furacão passe ao lado. E para que o furacão passe ao lado, precisamos do isolamento social”, comparou.

O pico com o maior número de pessoas infectadas pela doença ainda deve ocorrer no fim de abril, segundo as autoridades.

“Nós estamos tratando que o pico, ele estará entre o dia 25 e o dia 27 de abril. Mas como nós, a toda semana, estamos reavaliando e fazendo levantamento da epidemia em relação ao estado de Minas, isso pode mudar”, disse o secretário Carlos Eduardo.
A recomendação do secretário é de evitar aglomerações – mesmo em ambiente aberto.

Isso porque, desde o início da campanha de isolamento social por causa da pandemia do novo coronavírus, nunca se viu a orla da Lagoa da Pampulha tão cheia como ocorreu no último domingo. “Essa é uma recomendação que pode salvar vidas”, acrescentou.

Uso de máscaras caseiras 

O secretário ainda orientou que o cidadão que precisar sair de casa deve usar as máscaras caseiras e evitar as máscaras cirúrgicas. “As máscara cirúrgicas só devem ser usadas pelo profissional de saúde em ambiente de atendimento. Se não, vai faltar máscara cirúrgica em atendimento”, defendeu.

A máscara caseira deve ser de uso individual e não pode ser compartilhada depois de lavada. Ela precisa cobrir o rosto por completo e ser higienizada diariamente com água sanitária. Depois de seca, ideal que seja passada.

Fonte: EM

Filho 04 de Bolsonaro é banido de plataforma de streaming após chamar COVID-19 de ‘gripezinha’

Filho 04 de Bolsonaro é banido de plataforma de streaming após chamar COVID-19 de ‘gripezinha’

Jair Renan Bolsonaro, o filho “04” do presidente Jair Bolsonaro, tem 22 anos e é estudante de Direito(foto: Reprodução/Instagram)

Jair Renan Bolsonaro, o filho “04” do presidente Jair Bolsonaro, afirmou nesta sexta-feira (1) em sua conta no Twitter que foi banido “para sempre” da Twitch, plataforma de streaming de jogos. Na última semana, ele chamou a COVID-19 de “gripezinha” durante uma transmissão e afirmou que preferia “morrer transando do que tossindo”.

No tweet em que relatou a expulsão, Jair Renan postou a captura de tela de sua conta com o aviso de “conteúdo indisponível”. Ele também inseriu uma montagem ironizando a plataforma, com a logomarca da Twitch ao lado de uma foice e um martelo, símbolos do comunismo, sob um fundo vermelho.

“Interessante é que a rede social mantém perfis que disseminam claramente a misandria (ódio, o desprezo ou o preconceito contra homens ou meninos), mas não suportam uma brincadeira, por mais pesada que fosse”, afirmou. Jair Renan afirma que houve utilização da “brincadeira fora de contexto” ao repetir “piada que foi feita antes por um cantor”.

O estudante disse ainda que foi prejudicado por uma briga política e que a “ânsia de atacar alguém que afete o presidente da República é maior do que apurar uma simples piada e respeitar a liberdade de expressão”.

Em seguida, o filho do presidente mencionou a conta oficial da Twitch e questionou os termos de uso da plataforma. “Gostaria de saber qual o limite de piadas e que a rede social Twitch, que tem o total poder sobre toda a liberdade de expressão, nos mostrasse o limite para que todos saibam até onde podem ir”.

Durante a transmissão na última quinta-feira, o filho do presidente disse que a pandemia do novo coronavírus era uma “história da mídia para trancar você dentro de casa”. Questionado se tomou cloroquina, Jair Renan respondeu ironizando pautas do governo do pai: “tive de tomar, né. Mas nióbio e grafeno ficaram com ciúmes, já.”

Procurado, o Planalto disse que não comentará declarações do filho do presidente e não confirmará se ele teve mesmo a doença. De acordo com dados do Ministério da Saúde divulgados nesta sexta-feira, o Brasil tem 91.589 casos do novo coronavírus e 6.329 mortes. Nas últimas 24 horas, foram 6.209 novos casos e 428 novas mortes.

Fonte: EM

Pico da COVID-19 tem nova data prevista

Pico da COVID-19 tem nova data prevista

Secretário de Estado de Saúde atualizou situação da COVID-19 em coletiva de imprensa(foto: Reprodução/Rede Minas)

solamento social adia novamente o ápice de casos e achata curva de propagação no estado

Estudo realizado pela Secretaria de Estado de Saúde sobre as perspectivas de casos de COVID-19 que possam ocorrer em Minas aponta nova data para o pico da doença em Minas. A previsão é que o maior número de casos ocorra em 3 de junho, com 3.583 registros em um único dia.

A última projeção era de que a curva atingiria o maior número de casos em 27 de maio. A estimativa também retira 347 pessoas no auge da propagação, que incluía 4.200.
Continua depois da publicidade

“Os números são baseados ao que está nosso isolamento e à adesão da sociedade”, afirmou o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral. “Isso mostra que estamos conseguindo alongar um pouco a curva e projetá-la mais no tempo”.

Amaral ressaltou a importância de seguir orientações do Governo do Estado e das prefeituras, desta vez, sem destacar a necessidade de continuação do isolamento social. “É fundamental que cada cidadão use máscara, que tem o objetivo de se proteger e proteger o próximo. As medidas de distanciamento, lavar as mãos, evitar levar a mão ao rosto”, recomenda o secretário. “Essas medidas vão fazer Minas Gerais ter níveis controlados de COVID. Vai permitir que voltemos o mais rápido possível a uma vida o mais próximo do normal.”

Leitos em Minas

A Secretaria de Estado de Saúde reafirmou que tem monitorado os leitos em Minas. Segundo o secretário, a grande maioria dos casos de internações são suspeitas de COVID-19 que não se confirmam.
De acordo com Amaral, o estado tem em torno de 380 leitos de terapia intensiva em processo de credenciamento. Nesta quarta-feira, a ocupação gira em torno de 52%, com 74 pacientes com suspeita de COVID. Os leitos clínicos estão em torno de 56%, com “número relativamente pequeno de suspeita de COVID”, diz o secretário.
Amaral afirmou que o Estado tem feito estruturação em todos leitos de Minas Gerais, e que ainda não teve solicitações de ocupação por outros estados, mas estaria disponível caso necessário.

Fonte: Estado de Minas

Bolsonaro chama Moro de ‘Judas’

Bolsonaro chama Moro de ‘Judas’

O presidente insinua que ex-ministro evitou investigação correta sobre caso da facada

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), segue sua rotina diária de ataques e polêmicas. Na manhã deste sábado, horas antes de Sergio Moro prestar depoimento no Supremo Tribunal Federal, Bolsonaro postou um vídeo em seu perfil no Facebook chamando o ex-ministro da Justiça de “Judas”.

Além de se referir a Moro como o traidor de Cristo, o presidente insinuou que seu ex-“super ministro” pode ter interferido no inquérito que investiga o atentado realizado por Adélio Bispo em 2018. Bispo é o homem que atacou Bolsonaro com uma facada durante a campanha política na cidade de Juiz de Fora.

Os mandantes estão em Brasília? O Judas, que hoje deporá, interferiu para que não se investigasse?”, escreveu o presidente na rede social, em referência ao depoimento que Moro dará neste sábado sobre as acusações que ele próprio fez a Bolsonaro no dia 24 de abril, ao deixar o Ministério.
Bolsonaro completou: “Nada farei que não esteja de acordo com a Constituição. Mas também não admitirei que façam contra mim e ao nosso Brasil passando por cima da mesma Constituição”.

Relatório da Polícia sobre atentado

A declaração de Jair Bolsonaro contradiz os relatórios da Polícia Federal sobre a investigação do atentado a faca sofrido pelo presidente em 2018.

Após ouvir 192 pessoas, entre entre testemunhas e suspeitos, os relatórios parciais da PF demonstram que as provas colhidas não indicam a participação de terceiros nem a existência de mandantes.

A investigação também conta com 23 laudos periciais que trazem dados extraídos de celulares e computadores de investigados e resultados de exames feitos a partir de notícias postadas em redes sociais, que apontavam, supostamente, a participação de terceiros no atentado, o que foi descartado até o momento.

Fonte: Folha de São Paulo

Vacina contra COVID-19 tem previsão de resultados até junho, diz Pfizer

Vacina contra COVID-19 tem previsão de resultados até junho, diz Pfizer

Vacina padrão contra a gripe, que auxilia para descartar diagnóstico de outros tipos de infecções, não é eficaz contra a COVID-19

Foto: Marcello Casal- 24.mar.2020Agência Brasil

A farmacêutica americana Pfizer chamou a atenção do mundo nesta semana ao anunciar a produção em estado avançado de uma vacina que pode ser eficaz contra a COVID-19, com capacidade de entrar em atividade ainda em 2020.

A expectativa da empresa é que os primeiros resultados dos testes clínicos, que indicarão a real eficácia da imunização, sejam conhecidos entre o final de maio e o início de junho. “Se tudo correr como esperado durante o trabalho clínico, esperamos que seja possível ter no mês de outubro vacinas prontas para uso emergencial, além de fabricar centenas de milhões de doses até o final de 2020”, estima a Pfizer.

Respondendo a perguntas enviadas pela CNN, a farmacêutica explicou que a velocidade acima do usual no desenvolvimento de uma possível imunização está associada a um novo tipo de tecnologia, baseada no chamado RNA mensageiro, o mRNA.

São vacinas desenvolvidas a partir do código genético do vírus e não, como é padrão, de uma versão inativada do próprio composto que causa a doença. “Diferentemente das vacinas convencionais – que levam meses para se desenvolver e são produzidas por meio do crescimento de formas inativadas do vírus – as vacinas de RNA podem ser fabricadas rapidamente usando apenas o código genético do patógeno”, argumenta a empresa.

A sequência genética do SARS-CoV-2, o novo coronavírus que causa a COVID-19, foi descoberta e divulgada por cientistas chineses, epicentro da doença, em janeiro deste ano. O desenvolvimento da vacina, segundo a empresa, está na fase dos estudos clínicos, quando é testada a real eficácia da imunização e seus potenciais efeitos colaterais.

“Todos os fármacos, incluindo as vacinas, podem ter efeitos colaterais/adversos. Por isso, é importante ressaltar que um dos principais objetivos de um estudo clínico é determinar com precisão o perfil de segurança de vacinas e medicamentos”, diz a Pfizer.

A farmacêutica afirma que trabalha “em uma solução global para a prevenção da COVID-19”, mas que neste momento os testes estão priorizando a população adulta. Ao final dos estudos, diz a Pfizer, a empresa se reunirá com as autoridades reguladoras de cada país para definir exatamente a indicação que a imunização receberá.

O estudo está sendo realizado na Alemanha após a parceria da farmacêutica com a empresa alemã BioNTech. A escolha de país e parceira, segundo a Pfizer, foi feita porque a empresa europeia é parceira da americana desde 2018 no desenvolvimento de vacinas baseadas na tecnologia mRNA.

O estudo foi aprovado pelo Paul-Ehrlich-Institut, a autoridade reguladora alemã, e envolve doze participantes. Segundo a empresa, a equipe envolvida é oriunda de diversas nacionalidades. O investimento estimado no projeto é de US$ 500 milhões para o desenvolvimento e US$ 150 milhões para a ampliação da capacidade de produção.

Fonte: CNN Brasil

78 mil pacientes são curados da Covid-19, na Itália

78 mil pacientes são curados da Covid-19, na Itália

Ao todo, país registrou 269 mortes nas últimas 24 horas

Mais de 78 mil pacientes estão recuperados do novo coronavírus (Sars-CoV-2) na Itália, segundo balanço divulgado pela Defesa Civil nesta sexta-feira (1º).

De acordo com os dados, o total de pessoas que deixaram os centros hospitalares ou o isolamento domiciliar obrigatório nas últimas 24 horas é de 2.304, o equivalente a cerca da metade da quantidade registrada no dia anterior (4.693).

No entanto, o país ainda mantém a tendência de queda no número absoluto de casos da Covid-19. Ao todo, são 100.943 casos ativos da doença – que não consideram os curados e as mortes -, um decréscimo de 608 pessoas. Ontem (30), em números totais, houve uma redução de 3.106 pacientes sem a doença.

Já em relação aos óbitos, a Itália registrou um aumento de 269 vítimas em um dia, elevando o total para 28.236. O número representa uma queda em comparação com o balanço anterior, quando o país somou 285 novas mortes.Apreenda a Vender no InstagramSaiba como criar um perfil comercial e aprenda as melhores técnicas e estratégias que vão te ajudar a vender no Instagram. Não perca tempo, saiba mais!

De acordo com a Defesa Civil, dos que ainda lutam contra a doença, há 1.578 pessoas em unidade de terapia intensiva (116 a menos que ontem).

Na região da Lazio, por sua vez, a quantidade de recuperados é três vezes o número de novos casos. Nas últimas 24 horas, foram registrados 165 curados, contra 56 infecções e apenas oito óbitos.

“Por ocasião da festa de 1º de maio, quero agradecer a todos os profissionais de saúde e um abraço ideal aos do Spallanzani, onde fui visitar esta manhã. Houve 8 mortes nas últimas 24h”, afirmou o secretário de saúde do Lazio, Alessio D’Amato.

Por fim, a Defesa Civil informou que o aumento no número total de infectados – que inclui os positivos, vítimas e recuperados – de ontem para hoje está concentrado na Lombardia (+737), no Piemonte (+395) e na Emilia-Romagna (+208).

Já nas regiões da Úmbria (+1), Molise (+2), Calábria (+4), a quantidade de novas contaminações registradas é quase mínima.

Fonte: Terra

Ministro Roberto Barroso vê ‘risco real’ de adiamento das eleições deste ano

Ministro Roberto Barroso vê ‘risco real’ de adiamento das eleições deste ano

O ministro Luís Roberto Barroso, futuro presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou nesta sexta-feira (1º) que há um “risco real” de que as eleições municipais de outubro, para escolha de novos prefeitos e vereadores, sejam adiadas em razão da pandemia do novo coronavírus.

O primeiro turno das eleições municipais está marcado para 4 de outubro. Nas cidades em que houver segundo turno – somente podem ter segundo turno municípios com mais de 200 mil eleitores –, a data prevista é 25 de outubro. A mudança da data das eleições depende do Congresso.

Em entrevista ao G1, o ministro disse. “Por minha vontade, nada seria modificado porque as eleições são um rito vital para a democracia. Portanto, o ideal seria nós podermos realizar as eleições. Porém, há um risco real, e, a esta altura, indisfarçável, de que se possa vir a ter que adiá-las”, afirmou o ministro em transmissão ao vivo em uma rede social promovida pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

Segundo o ministro, que sucederá a ministra Rosa Weber no final de maio na presidência do TSE, se não houver condições para realizar as eleições em outubro, o pleito, na avaliação dele, teria de ser feito “em poucas semanas, ou no máximo em dezembro, para não haver risco de se ter que prorrogar mandatos”.

Barroso se disse ainda contrário à hipótese de se fazer a eleição municipal junto com a eleição nacional, em 2022, o que exigiria a prorrogação por dois anos dos mandatos dos atuais prefeitos e vereadores.

“Sou totalmente contra essa possibilidade. A democracia é feita de eleições periódicas e alternância no poder”, afirmou. “Os prefeitos e vereadores que estão em exercício neste momento foram eleitos para quatro anos.”

Para o ministro, o excesso de nomes para votação também comprometeria a qualidade do voto, para se fazer uma “escolha consciente”.

Fonte: G1

Ex- Ministro Sergio Moro diz que apresentará provas contra Bolsonaro no STF

Ex- Ministro Sergio Moro diz que apresentará provas contra Bolsonaro no STF

Em entrevista à revista Veja, ex-ministro disse que não pode admitir ser chamado de mentiroso

Moro disse que apresentará provas no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro.

Na semana passada, o ex-juiz da Operação Lava Jato se demitiu do governo e acusou Bolsonaro de tentar interferir de modo indevido na gerência da Polícia Federal. Em resposta, o presidente da República desafiou o ex-ministro a provar o que disse.

Em entrevista à revista Veja, ele afirmou que, além de provas, há testemunhas. “Embora eu tenha um grande respeito pelo presidente, não posso admitir que ele me chame de mentiroso publicamente. Ele sabe quem está falando a verdade. Não só ele. Existem ministros dentro do governo que conhecem toda a situação e sabem quem está falando a verdade”, disse, o Ex-ministro Sergio Moro.

Moro afirmou que não tinha intenção em atrapalhar o governo e que está lamentoso em ter que se posicionar.

“Nunca foi minha intenção ser algoz do presidente ou prejudicar o governo. Na verdade, lamentei extremamente o fato de ter de adotar essa posição. O que eu fiz e entendi que era minha obrigação foi sair do governo e explicar por que estava saindo. Essa é a verdade”, declarou, Moro, ao veículo.

Fonte: Carta Capital

Foto: Divulgação internet

AQUISIÇÃO DE TRATOR ESTIMULA DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA RURAL

AQUISIÇÃO DE TRATOR ESTIMULA DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA RURAL

O “PROGRAMA MAIS FROTA”, maior renovação de veículos da história de São Vicente de Minas, recebeu, no dia 16 de abril, um trator agrícola adquirido para suprir as necessidades da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

O equipamento, imprescindível para a execução das atividades agrícolas, atuará em ações voltadas ao pequeno e ao médio produtor rural, além de intervenções da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, em seus trabalhos diversos por todo o município.

Versátil, o veículo possui potência para realizar tarefas como aração, gradagem, plantio e demais atividades relacionadas ao preparo e ao uso do solo para diversos tipos de produções. 

Com a novidade, os produtores rurais Vicencianos contarão com mais facilidade e agilidade para acessar as novas tecnologias agropecuárias, o que poderá aumentar a produção e melhorar a renda no campo, gerando incremento na cadeia produtiva.

“É gratificante poder entregar à população um trator como este! Sabíamos da necessidade dos produtores e não poupamos esforços para que hoje pudéssemos trazer esta novidade, que será de muita valia para o pequeno e médio agricultor. Isto prova, mais uma vez, que, mesmo com tantas dificuldades, é possível fazer uma administração municipal empenhada, honesta e voltada aos interesses do povo Vicenciano. E, mesmo em meio à crise instaurada pela pandemia do novo coronavírus, foco de nossa ação no atual momento, seguimos firmes, trabalhando e buscando o melhor para São Vicente de Minas, em termos infraestrutura e condições para o desenvolvimento, entre tantas outras frentes de trabalho”, esclarece o prefeito Lili.

PROGRAMA MAIS FROTA

Iniciado em 2017, o PROGRAMA MAIS FROTA tem o objetivo de ampliar e renovar a frota do município. O foco é prestar um atendimento com maior agilidade, conforto e segurança para a população Vicenciana. E, ainda, gerar economia aos cofres públicos, com a dos custos na compra de peças e manutenção mecânica de veículos, já muito desgastados pelo tempo de uso.

De 2017 até hoje, já foram entregues: um ônibus escolar com capacidade para 44 alunos; um veículo “Fiat Mobi”; um veículo “Cherry QQ”; duas “Chevrolet Spin”, com 07 lugares; duas novas ambulâncias “Peugeot Partner”; um microônibus escolar, com 29 lugares e adaptado ao transporte de portadores de necessidades especiais; um veículo tipo “Van” com 16 lugares; um ônibus rodoviário, com 50 lugares e adaptado ao transporte de pessoas com necessidades especiais; um microônibus, com 22 lugares e também adaptado para pessoas com necessidades especiais; restauração completa do Caminhão Coletor de resíduos sólidos (“Caminhão do Lixo”); reforma completa de um veículo tipo “Van”, com capacidade de 16 lugares; 

Fonte: Assessoria da Prefeitura Municipal de São Vicente de Minas

Fique em casa neste feriado, recomendação da Secretaria de Estado de Saúde

Fique em casa neste feriado, recomendação da Secretaria de Estado de Saúde

Secretário-adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (30) — Foto: Reprodução/Redes sociais

‘É importante que mantenham o isolamento social’, disse o secretário-adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, nesta quinta-feira (28). Mais de 80 pessoas já morreram por coronavírus no estado.

“Hoje é o último dia útil, teremos feriado. Isso é ponto de atenção. Não vão às ruas, não faz sentido nesse momento. Só vão as ruas em extrema necessidade, como comprar um medicamento. Quem está no grupo de risco, peça a pessoas da sua família, filhos, pessoas mais jovens, que façam isso”, afirmou o secretário-adjunto de Saúde de Minas Gerais, Marcelo Cabral, nesta quinta-feira (30).

Em entrevista coletiva realizada de forma remota, no início desta tarde, Cabral também falou sobre o “Minas Consciente”, cujos protocolos começaram a valer nesta quinta. O programa trata da reabertura das atividades econômicas no estado. No site do governo, há orientações para prefeitos, empresários e cidadãos.

A adesão dos municípios cabe ao executivo de cada cidade, e ainda não há a informação de quantas cidades já optaram pelo programa.

Segundo o secretário-adjunto, a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) já começou as reformas de ampliação dos hospitais. Além disso, ele informou que os laboratórios da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) também estão realizando exames para diagnóstico de coronavírus.

O número de mortos pela Covid-19 em Minas Gerais chegou a 82 nesta quinta. Ainda de acordo com o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o número de casos confirmados passa de 1,8 mil.

Até o momento, mais de 11 mil testes já foram realizados no estado, segundo Cabral. “A resposta leva de 48 a 72 horas para ficar pronta”, explicou.

O secretário de Saúde de MG, Carlos Eduardo Amaral, não participou da entrevista coletiva desta quinta-feira, pois estava em uma reunião com o ministro da Saúde e secretários de outros estados. Cabral disse que eles pensavam em “medidas que podemos fazer conjuntamente para enfrentarmos essa situação”.

Ainda sobre o feriado do Dia do Trabalhador, Cabral reforçou:

“A gente sabe que ficar em casa por muito tempo é difícil, mas é importante que mantenham o isolamento social”.

Decreto Federal amplia lista de atividades consideradas essenciais durante pandemia

Decreto Federal amplia lista de atividades consideradas essenciais durante pandemia

O Diário Oficial da União desta quarta-feira (29) traz novo decreto presidencial que amplia as atividades consideradas essenciais a serem executadas durante a pandemia pela covid-19. Entre elas, estão o atendimento ao público por agências bancárias relacionadas aos programas governamentais ou privados para mitigação da crise da pandemia. Serviços de locação de veículos e de radiodifusão de sons e imagens também foram definidos como essenciais pela União.

As alterações estabelecidas pelo Decreto 10.329 também adaptam a uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) dispositivos já publicados em outra norma (o Decreto 10.282, de março, que definiu como essenciais os serviços médicos e hospitalares, de segurança e diversas outras atividades). O STF, em resposta à Ação Direta de Constitucionalidade 6341, referendou neste mês uma medida cautelar preservando a atribuição de cada esfera de governo (federal, estadual e municipal) sobre serviços públicos e atividades essenciais.

A decisão do STF veio após questionamentos do PDT sobre uma medida provisória do presidente Jair Bolsonaro (MP 926/2020) que, segundo o partido, concentrava nas mãos do governo federal o estabelecimento de ações de combate ao novo coronavírus — entre elas, isolamento, quarentena e restrição de circulação. Até a manhã desta quarta-feira já haviam sido confirmados no país 73,5 mil casos do novo coronavírus e 5,1 mil mortes.

Bolsonaro explica no decreto desta quarta-feira que as alterações foram promovidas após discussão e avaliação multidisciplinar de um colegiado composto por representantes das áreas da vigilância sanitária, da saúde, do abastecimento de produtos alimentícios e de logística.

Ainda entre as atividades consideradas essenciais pelo governo e de competência da administração federal trazidas pelo novo decreto, estão as ligadas ao processamento do benefício do seguro-desemprego e aquelas relacionadas ao comércio de bens e serviços destinados a assegurar o transporte e as atividades logísticas de todos os tipos de carga e de pessoas, em rodovias e estradas.  Estão nesse rol atividades ligadas a alimentação, repouso, limpeza, higiene, comercialização, manutenção e assistência técnica automotiva e de conveniência.

Outros dispositivos consideram essenciais as atividades ligadas a geração, transporte e distribuição de gás natural e aquelas relacionadas a produção, comercialização, escoamento e suprimento de bens minerais.

Adequação

Entre os dispositivos que foram alterados para adequação à decisão do STF, está o relacionado ao trânsito e transporte interestadual e internacional de passageiros. Foram excluídas normas que regulamentavam o transporte intermunicipal e também o transporte de passageiros por táxi ou aplicativo.

Foram adequadas à competência do Executivo Federal as atividades de representação judicial e extrajudicial, assessoria e consultoria jurídicas. São consideradas essenciais aquelas exercidas apenas pela Advocacia da União, relacionadas à prestação dos atendimentos nos respectivos serviços públicos.

Também foram revogados dispositivos do decreto publicado em março referentes a atividades de captação, tratamento e distribuição de água, de tratamento de esgoto e lixo e de iluminação pública.

Competências

O decreto desta quarta-feira ainda traz dispositivo reafirmando que a relação das atividades não afasta a tomada de providências normativas e administrativas por estados, Distrito Federal ou municípios, no âmbito de suas competências e de seus respectivos territórios.

Veja a lista de atividades consideradas essenciais incluídas no decreto:

  • Trânsito e transporte interestadual e internacional de passageiros; o anterior previa regulamentação sobre transporte intermunicipal, de táxi ou aplicativos (dispositivo já constava no decreto anterior, mas teve redação alterada);
  • Geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, incluídos: fornecimento de suprimentos para funcionamento e manutenção das centrais geradoras e dos sistemas de transmissão e distribuição de energia; e obras de engenharia (dispositivo já constava no decreto anterior, mas teve redação alterada);
  • Produção, distribuição, comercialização e entrega, presenciais ou por meio do comércio eletrônico, de produtos de saúde, higiene, limpeza, alimentos, bebidas e materiais de construção (dispositivo já constava no decreto anterior, mas teve redação alterada);
  • Guarda, uso e controle de substâncias, materiais e equipamentos com elementos tóxicos, inflamáveis, radioativos ou de alto risco, definidos pelo ordenamento jurídico brasileiro, em atendimento aos requisitos de segurança sanitária, metrologia, controle ambiental e prevenção contra incêndios (dispositivo já constava no decreto anterior, mas teve redação alterada);
  • Serviços de transporte, armazenamento, entrega e logística de cargas em geral (dispositivo já constava no decreto anterior, mas teve redação alterada);
  • Fiscalização tributária e aduaneira federal (dispositivo já constava no decreto anterior, mas teve redação alterada);
  • Produção de petróleo e produção, distribuição e comercialização de combustíveis, biocombustíveis, gás liquefeito de petróleo e demais derivados de petróleo (dispositivo já constava no decreto anterior, mas teve redação alterada);
  • Atividades de representação judicial e extrajudicial, assessoria e consultoria jurídicas exercidas pela advocacia pública da União, relacionadas à prestação regular e tempestiva dos respectivos serviços públicos (dispositivo já constava no decreto anterior, mas teve redação alterada);
  • Serviços de comercialização, reparo e manutenção de partes e peças novas e usadas e de pneumáticos novos e remoldados;
  • Serviços de radiodifusão de sons e imagens;
  • Atividades de desenvolvimento de produtos e serviços, incluídas aquelas realizadas por meio de start-ups;
  • Atividades de comércio de bens e serviços, incluídas aquelas de alimentação, repouso, limpeza, higiene, comercialização, manutenção e assistência técnica automotivas, de conveniência e congêneres, destinadas a assegurar o transporte e as atividades logísticas de todos os tipos de carga e de pessoas em rodovias e estradas;
  • Atividades de processamento do benefício do seguro-desemprego e de outros benefícios relacionados, por meio de atendimento presencial ou eletrônico, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde e dos órgãos responsáveis pela segurança e pela saúde do trabalho;
  • Atividade de locação de veículos;
  • Atividades de produção, distribuição, comercialização, manutenção, reposição, assistência técnica, monitoramento e inspeção de equipamentos de infraestrutura, instalações, máquinas e equipamentos em geral, incluídos elevadores, escadas rolantes e equipamentos de refrigeração e climatização;
  • Atividades de produção, exportação, importação e transporte de insumos e produtos químicos, petroquímicos e plásticos em geral;
  • Atividades cujo processo produtivo não possa ser interrompido sob pena de dano irreparável das instalações e dos equipamentos, tais como o processo siderúrgico e as cadeias de produção do alumínio, da cerâmica e do vidro;
  • Atividades de lavra, beneficiamento, produção, comercialização, escoamento e suprimento de bens minerais;
  • Atividades de atendimento ao público em agências bancárias, cooperativas de crédito ou estabelecimentos congêneres, referentes aos programas governamentais ou privados destinados a mitigar as consequências econômicas da emergência de saúde pública de que trata a Lei 13.979, de 2020;
  • Produção, transporte e distribuição de gás natural;
  • Indústrias químicas e petroquímicas de matérias-primas ou produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas.

Fonte: Agência Senado

As principais orientações do Ministério da Saúde sobre o coronavírus

As principais orientações do Ministério da Saúde sobre o coronavírus

O coronavírus está se espalhando pelo Brasil. Por causa disso, o Ministério da Saúde tem feito recomendações sobre os procedimentos ideais da população para se proteger e para combater a pandemia.

Eis um resumo das “medidas gerais” para todos os brasileiros em relação ao coronavírus e a covid-19, doença causada por ele, divulgadas pela pasta:

Cuidados pessoais

Os principais sintomas da covid-19 são: febre, tosse, dor de garganta e dificuldade para respirar.

A transmissão da doença pode ocorrer por contato com pessoas infectadas ou superfícies que tenham o vírus — respirando no mesmo ambiente ou tocando algo que uma pessoa infectada tocou, por exemplo.

Por isso, a importância da prática da higiene frequente, alerta o Ministério da Saúde. A pasta orienta a desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência, como celulares, brinquedos, maçanetas e corrimão.nullTal

“Até mesmo a forma de cumprimentar os outros deve mudar, evitando abraços, apertos de mãos e beijos no rosto”, diz. “Essas são as maneiras mais importantes pelas quais as pessoas podem proteger a si e sua família de doenças respiratórias, incluindo o coronavírus.”

O ministério também orienta outras medidas básicas de higiene, como lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las.

“Além do sabão, outro produto indicado para higienizar as mãos é o álcool em gel, que também serve para limpar objetos como telefones, teclados, cadeiras, maçanetas”, escreveu a pasta.

“Para a limpeza doméstica recomenda-se a utilização dos produtos usuais, dando preferência para o uso da água sanitária (em uma solução de uma parte de água sanitária para 9 partes de água) para desinfetar superfícies.”

Os profissionais de saúde também recomendam uso de lenço descartável para higiene nasal. “Deve-se cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Também é necessário evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.”

Além disso, as máscaras faciais descartáveis devem ser utilizadas por profissionais da saúde, cuidadores de idosos, mães que estão amamentando e pessoas diagnosticadas com o coronavírus.

“Também é importante que as pessoas comprem antecipadamente e tenham em suas residências medicamentos para a redução da febre, controle da tosse, como xaropes e pastilhas, além de medicamentos de uso contínuo”, diz o ministério.

A vacina contra a gripe também é recomendada. A Campanha Nacional de Vacinação terá início no dia 23 de março: idosos e profissionais de saúde terão prioridade.

Segundo a pasta, a vacina contra a influenza garante proteção para três tipos de vírus (H1N1, H3N2 e Influenza B). Mesmo que ela não apresente eficácia contra o coronavírus, trata-se de uma forma de prevenção para outros vírus, ajudando a reduzir a demanda de pacientes com sintomas respiratórios. Desse modo, seria possível acelerar o diagnóstico para o coronavírus, diz o governo.

Para os serviços públicos e privados, as autoridades de saúde recomendam que existam locais para que os trabalhadores lavarem as mãos com frequência, álcool em gel 70% e toalhas de papel descartáveis.

E se o cenário piorar?

Essas recomendações do governo foram publicadas diante do cenário de 13 de março, momento em que as infecções estavam em menor número do que nessa semana.

Mas o ministério também criou uma série de orientações para uma possível piora na disseminação do vírus.

Nesse caso, a mudança de comportamento e rotina será “imprescindível no enfrentamento do coronavírus”.

Caso seja possível, o ideal é sempre trabalhar de casa. Viagens também devem ser adiadas.

O Sistema Único de Saúde (SUS) também pede a adoção de horários alternativos para evitar aglomeração de pessoas, como fazer as compras e utilizar o transporte público, por exemplo, fora do horário de pico.

Para exercícios físicos, áreas ao ar livre são a melhor opção — academias e locais fechados devem ser evitados.

Nesse sentido, algumas cidades, como São Paulo, já têm adotado medidas para diminuir a circulação de pessoas, com interrupção das atividades escolares. Um decreto também estipulou o fechamento de parte do comércio — como shoppings centers e lojas — até pelo menos 4 de abril. Hospitais, farmácias e supermercados continuarão abertos.

Para pessoas que têm maior chance de ter complicações, como idosos, doentes crônicos e pessoas com outras condições especiais (tratamento de câncer, transplantados, doente renais), a recomendação é conversar com o médico para que as receitas de medicamentos sejam renovadas e, se possível, dadas por um tempo maior.

E se eu tiver sintomas?

Em caso de sintomas de covid-19, o Ministério da Saúde recomenda o isolamento domiciliar ou hospitalar de pessoas por até 14 dias.

Pacientes com sintomas leves, diz a pasta, também devem procurar postos de saúde.

Segundo o ministério, unidades de saúde — públicas e privadas — deverão iniciar, a partir dessa semana, a triagem rápida para reduzir o tempo de espera no atendimento e consequentemente a possibilidade de transmissão dentro das unidades de saúde.

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus. Por isso, não acredite em dicas “milagrosas” disseminada nas redes sociais, como ingerir chás ou fígado de boi.

O ministério indica repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso, como, por exemplo: medicamento para dor e febre, umidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garganta e tosse.

Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental procurar ajuda médica imediata para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento.

Também é importante ter antecipadamente medicamentos para a redução da febre, controle da tosse, como xaropes e pastilhas, além de medicamentos de uso contínuo.

Fonte:BBC

Casal de idosos vence o coronavírus e celebra reencontro, na Itália

Casal de idosos vence o coronavírus e celebra reencontro, na Itália

Casados há 52 anos , Giorgio e Rosa, estão juntos até mesmo na luta para se curar do Coronavírus e, eles venceram juntos esse vírus que no mundo todo tem causado vítimas fatais.

Os idosos foram infetados pelo novo coronavírus e recuperaram no hospital da cidade de Cremona, na Itália, mas permaneceram em quartos diferentes. Os médicos, emocionados com a história do casal, decidiram fazer uma surpresa para eles, após ambos melhorarem e se recuperarem.

Eles levaram Rosa até Giorgio, e um abraço entre eles foi fotografado por um dos médicos. O jornal “Cremona Oggi” publicou a imagem tocante e ainda conversou com uma das profissionais que está atendendo os idosos.

“Giorgio é uma daquelas pessoas a quem não podemos não nos afeiçoar. Ele nunca se lamenta, agradece sempre. A certo ponto, ele nos confessou a tristeza que tinha por querer voltar a casa e para a sua Rosa”, explicou Manuela Denti, médica do hospital, ao site Cremona Oggi.

Felizmente, Rosa recuperou depressa e recebeu alta mais cedo que Giorgio, que esta internado desde o dia 17 de março, após apresentar um princípio de pneumonia.

“Eu e minha colega Carla Garello (chefe de cirurgia) não hesitamos por um momento. Concordamos em fazê-los se encontrar, surpreendentemente. Foi um daqueles momentos que não se esquecem. Nenhum de nós conseguiu conter as lágrimas. Eles se abraçaram muito, trocaram palavras doces, foram dez minutos de ternura em que se quiseram assegurar que o outro estava bem de saúde. Esperamos que Giorgio se junte a Rosa depressa. Ele também não vê a hora de revwer Willy, o cão que vive com eles há 17 anos”, disse Manuela Denti.

Fonte e Foto: Cremona Oggi

Atividades que ajudam enfrentar o isolamento social

Atividades que ajudam enfrentar o isolamento social

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem como orientação para retardar a disseminação do novo coronavírus: ficar em casa.

Isso gerou uma demanda por explicações do contexto, para entender qual é a situação atual, as possíveis evoluções e ter alguma estimativa de quando serão suspensas as medidas de distanciamento e isolamento social, empregadas para evitar o contágio pela Covid-19 e minimizar os danos da doença no mundo.

No entanto, há momentos em que as pessoas se sentem saturadas – e, pela gravidade da pandemia, são poucas as notícias para comemorar.

Por isso, é saudável distrair um pouco a mente de doses excessivas de informações sobre o novo coronavírus. Para isso, vale a pena investir tempo e foco em outras atividades. Este texto vai elencar opções que podem ajudar a ocupar o tempo com diferentes temáticas.

Séries, filmes e reality shows

Produtos audiovisuais estão entre os favoritos quando se tem tempo livre e maratonar séries, filmes e reality shows pode ser uma boa diversão em tempo de distanciamento social para fugir do noticiário sobre a pandemia.

Muitos espectadores estão (re)descobrindo bons seriados nas mais diversas plataformas de streaming e aproveitando o tempo para discutir on-line, nas redes sociais, os desdobramentos das tramas.

Séries curtas são ótimas para passar o tempo, assim como aquelas que tem episódios mais enxutos. Em um dia, dá para maratonar uma temporada inteira de The Good Place, Friends ou Brooklin Nine Nine.

Trilogias e sagas curtas do cinema também são vencidas em um dia: Jogos Vorazes, Matrix e até De Volta para o Futuro.

Outra alternativa são os reality shows de competição, como The Circle e Rupaul’s Drag Race.

Estudar conteúdos da faculdade

Com universidades, faculdades e centros de ensino superior parados em todo o Brasil, muitos estudantes têm esquecido que, uma hora, as aulas vão voltar.

O tempo disponível em casa pode ser útil para colocar as leituras em dia e estudar conteúdos que sempre demandam atenção.

Alunos e alunas da área de Exatas vivem reclamando da falta de tempo para exercitar cálculos. É um bom momento para aprender a resolver alguns tipos de integrais.

Uma possibilidade é a integração por partes, que ajuda a calcular integrais que envolvam multiplicação entre funções diferentes.

Há outra opção, que é o método da substituição simples. Ele funciona quando identificamos dentro da integral uma parte que é derivada da outra.

Em busca de entender isso com mais clareza, é um bom momento para buscar plataformas de estudo que tenham conteúdo que ajudam a praticar, como resumos e exercícios disponíveis.

Uma das dicas é procurar por exercícios resolvidos no Responde Aí. Além de acompanhar o desenvolvimento de determinados cálculos, é possível refazer os exercícios com um gabarito mais detalhado, porque há o passo a passo de todas as resoluções.

Consumir cultura

Sem eventos culturais presenciais, o jeito é buscar as alternativas on-line. Shows, visitas virtuais a museus, streamings e canais de música são algumas das possibilidades disponíveis.

Diversos museus, galerias e centros culturais do mundo disponibilizaram suas coleções para visitação on-line e gratuita.

Do Louvre, em Paris, ao MET de Nova Iorque, são várias as instituições que liberaram seus acervos.

No Brasil, destaque para o Museu da Imagem e do Som de São Paulo, com coleção on-line, e o Museu Casa de Portinari, com tour virtual por suas galerias.

Músicos de todo o mundo estão promovendo shows e pocket shows ao vivo nos perfis do Instagram ou em canais do Youtube. A maioria deles usa a própria casa ou um home studio como cenário.

Festivais de música on-line também têm acontecido em todo o mundo. É fácil encontrar os links nas redes sociais dos artistas, que também fazem lives por conta própria sobre o dia a dia.

Canais de música no Youtube e streamings como Spotify e Deezer também são boas opções de cultura musical.

A dica é ir atrás de gêneros, ritmos e artistas que você ainda não conhece. Já tentou ouvir a playlist dos mais tocados em algum país escandinavo? Vale a pena a experiência.

Fazer cursos on-line

Quem sempre quis aprender uma coisa nova, sem sair de casa, achou o momento ideal.

Cursos gratuitos podem ser feitos pela internet em todas as áreas imagináveis: idiomas, culinária, desenho, artes, artesanato, yoga e até programação web. Requer esforço e comprometimento, mas estudar também é um bom passatempo.

Brincar com as crianças

A ideia é criar uma rotina para elas nesse período tão incomum. Brincar é uma das maneiras de se manter em atividade e também ocupar a mente da criança.

Esqueça tablets e eletrônicos em geral. Jogos de tabuleiro, dominó, massinha, blocos, colorir e escrever são atividades que estimulam a coordenação motora, a criatividade e o raciocínio dos pequenos. Brincar de escolinha também pode ser divertido e produtivo.

Se houver um pouco mais de espaço, como um quintal, dá até para fazer atividades físicas, como pular corda, amarelinha e elástico.

Cuidar da casa e da saúde

A gente sabe que cuidar da casa não é assim um passatempo tão divertido, mas necessário.

O tempo extra ajuda a lembrar que no dia a dia nem sempre conseguimos dar conta de todos os afazeres para manter nosso espaço mais seguro.

Uma dica é verificar se a casa tem focos do mosquito da dengue, zika e chikungunya. Aqueles dez minutinhos diários que os agentes de saúde sempre recomendam podem entrar de vez na rotina.

Vasos de plantas, caixa d’água, vasilhas e utensílios, calhas, piscina e o quintal devem ser checados diariamente no combate ao Aedes aegypti, mosquito que transmite as três doenças.

Fonte: Portal de Notícias

Você sabe a origem do dia do trabalhador?

Você sabe a origem do dia do trabalhador?

Foto 01: Manifestação na cidade de São Paulo

Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é comemorado em vários países no dia 1º de maio, saiba a história

Revolta de Haymarket. Ilustração de Thure de Thulstrup (1886)

A história do Dia do Trabalho originou-se em Chicago, nos Estados Unidos, em 1º de maio de 1886, quando muitos trabalhadores foram às ruas para protestar contra jornada exaustiva diária, que podia chegar até 17 horas. Homens e mulheres lutavam por uma carga horária de 8 horas e melhores condições de trabalho. No mesmo dia, todos os trabalhadores americanos realizaram uma greve geral no país. As manifestações ficaram conhecidas como a Revolta de Haymarket.

As manifestações dos trabalhadores continuaram pelos dias seguintes, e os policiais começaram a entrar em conflito com os grupos. Quanto mais as forças armadas repreendiam, mais os os trabalhadores continuavam e, a importância da data fixou-se devido a grandiosidade do movimento.

Em consequência dos protestos que também ocorreram na França, o país decretou 1º de maio como feriado nacional, e reduziu a jornada de trabalho para 8 horas, em 23 de abril de 1919. Logos após, diversos países passaram a tomar a mesma medida.

Nos Estados Unidos, a data é celebrada anualmente na primeira segunda-feira do mês de setembro. A pesar do feriado ser reconhecido em 1894, a redução da jornada de trabalho para 8 horas foi efetivada em 1890.

No Brasil as primeiras manifestações trabalhistas ocorreram no ano de 1891, nas principais cidades da época, Rio de Janeiro e São Paulo. Com o passar dos anos, as pessoas passaram a se reunir por todo país no dia 1º de maio, realizando discursos, apresentações musicais e passeatas.

Em 1910, com o surgimento do Movimento Operário no país, os trabalhadores foram impulsionados ainda mais por ideais socialistas e anarcossindicalistas, e os protestos se intensificaram. Em decorrência do Movimento Operário, em 1917, cerca de 50 mil pessoas paralisaram o trabalho em São Paulo. A iniciativa passou a ser prática comum, sempre no 1º de maio.

A data foi oficializada no país pelo presidente Arthur da Silva Bernardes (1922-1926) por meio do Decreto 4.859 de 26 de setembro de 1924. Nas décadas de 1930 e 1940, o presidente Getúlio Vargas passou a utilizar o 1º de maio, não apenas para homenagear os trabalhadores, mas como também para divulgar mudanças e benefícios trabalhistas através de instituições de leis. Podendo ser citado como exemplo, a legislação sobre o Salário Mínimo, devendo ser reajustado anualmente, com intuito de suprir as necessidades básicas do cidadão brasileiro (alimentação, moradia, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social). Outro exemplo foi a criação da Justiça do Trabalho, voltada especificamente para resolver questões judiciais com relação aos trabalhos e aos direitos dos trabalhadores.

Fonte: Info Escola

Declaração conjunta é uma opção para quem é casado

Declaração conjunta é uma opção para quem é casado

Para quem é casado, ou vive em união estável, a Receita Federal permite que a declaração do Imposto de Renda seja feita de forma conjunta entre os cônjuges.

Primeiro passo para fazer a declaração em conjunto é fazer uma simulação, para que o casal entenda a melhor condição. A simulação pode ser feita no próprio Programa Gerador da Declaração do Imposto de Renda. Primeiro, se faz a declaração de cada cônjuge separadamente e, depois, faz uma em conjunto. Em seguida, se avalia qual das opções oferece o maior valor a ser restituído, ou o menor valor de imposto a ser pago.

Se a opção mais vantajosa for fazer a declaração conjunta, um dos cônjuges é informado como dependente do outro. Assim, tanto os rendimentos como as despesas dedutíveis são somadas em uma só declaração.

O prazo para envio da declaração, antes previsto para terminar em abril, foi adiado para 30 de junho devido à pandemia do coronavírus.

O saque do PIS/Pasep termina em maio

O saque do PIS/Pasep termina em maio

Segundo o Governo, o valor pago pode chegar a até um salário mínimo (R$ 1.045, em 2020) e varia conforme o tempo de trabalho

O saque do abono salarial do PIS/Pasep de até R$ 1.045 pago para quem exerceu sua profissão em 2018 vai ser pago até em maio, tendo a data limite o dia 29. Antes da medida ser tomada, o prazo final de saques era até 30 de junho.

O valor pago pode chegar a até um salário mínimo (R$ 1.045, em 2020) e varia conforme o tempo de trabalho. Se a pessoa trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo. Se trabalhou um mês, ganha proporcionalmente: 1/12 do mínimo, hoje no valor de R$87,08.

Os pagamentos já estão liberados para quem têm direito. Atualmente, o governo liberou o calendário de pagamento do abono para quem trabalhou com carteira assinada em 2019. Os pagamentos começam em 16 de julho.

Governo Federal confirmou o novo calendário de pagamentos do abono salarial do PIS/PASEP para quem trabalhou em 2019 com carteira assinada. Segundo o texto de liberação, as retiradas poderão ser feitas a partir do dia 16 de julho deste ano e seguem até 30 de junho de 2021Veja o calendário.

Quem tem direito ao saque do abono?

  • o trabalhador que exerceu profissão com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2018;
  • o trabalhador que ganhou, no máximo, dois salários mínimos, em média, por mês;
  • quem está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; e
  • a empresa onde trabalhava tenha informado os dados corretamente no sistema do governo.

Como saber se tenho direito?

Para saber se tem direito ao abono salarial, será necessário fazer a consulta das seguintes maneiras:

PIS (trabalhador de empresa privada): no Aplicativo Caixa Trabalhador ou no site da caixa (www.caixa.gov.br/PIS), clique em “Consultar pagamento”
pelo telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207

Pasep (servidor público):


pelos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos)

Saiba onde fazer o saque

  • Funcionários de empresa privada, com Cartão Cidadão e senha cadastrada: o saque pode ser feito em caixas eletrônicos da Caixa ou em lotéricas;
  • Não tem o Cartão Cidadão? O saque é feito em uma agência da Caixa, com documento de identificação
  • É correntista individual da Caixa? O abono é depositado diretamente na conta, caso haja saldo acima de R$ 1 e movimentação
  • É servidor público? O saque é feito nas agências do Banco do Brasil, com documento de identificação. Servidores correntistas do banco recebem o dinheiro diretamente na conta. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone do BB: 0800 729 0001

Fonte: Notícias Concursos

Aumente a imunidade utilizando 10 alimentos

Aumente a imunidade utilizando 10 alimentos

Ricos em nutrientes, eles fortalecem o sistema imunológico e aumentam as defesas do organismo contra vírus, bactérias, fungos e parasitas

Atualmente o mundo vive uma Pandemia causada pelo vírus Covid-19, popularmente conhecido coronavírus. Nessa fase em que todos estão buscando maneiras preventivas para não proliferação da contaminação do vírus. Uma dica dos nutricionistas é a alimentação saudável para ajudar o organismo manter um quadro alto de imunidade, com isso as gripes que já são doenças típicas do inverno, se tornam mais leves ou até mesmo menos provável para o individuo que mantêm sua alimentação saudável.

Confira dez alimentos que ajudam a aumentar a imunidade:

Alho: possui selênio, zinco e alicina, substâncias importantes para evitar gripes, resfriados, inflamações e infecções;

Cebola: antiinflamatório natural, ela traz sabor aos alimentos e ajuda a reduzir o sódio e a quantidade de sal na comida. A cebola ainda atua na maior absorção de nutrientes, como o cálcio, essencial para os ossos;



Frutas cítricas: laranja, tangerina, acerola, limão, morango e kiwi são alguns exemplos ricos em vitamina C, que é antioxidante, promove resistência a infecções respiratórias e gripes e ajuda na absorção dos nutrientes presentes em outros alimentos;

Gengibre: possui importante ação bactericida e auxilia principalmente nas infecções de garganta. Rico em antioxidantes e com boas doses de vitamina B6 e C, o gengibre é um dos melhores fortalecedores do sistema imunológico;



Beterraba: com alto teor de potássio, ela auxilia no controle da pressão arterial e ajuda a fortalecer a imunidade e combater os efeitos do envelhecimento com a vitamina C;

Cogumelo Shitake: é rico em lentinano, substância que aumenta a produção das células de defesa. Também possui fibras, que ajudam a saciar a fome;



Vegetais verde-escuros: exemplos como brócolis, couve, espinafre e rúcula são fontes de ferro, ácido fólico, antioxidantes e vitaminas A, B6 e B12, que atuam na maturação das células imunes, potencializando o sistema imunológico e protegendo contra diversas doenças;



Iogurte natural: possui lactobacilos com propriedades probióticas, que são bactérias boas. Elas atuam na melhora da flora intestinal e fortalecem o sistema imunológico;

Castanhas: são ricas em selênio, zinco e vitamina E, que potencializa o sistema imunológico por conter linfócitos B, que produzem anticorpos no organismo;

Carnes: possuem aminoácidos, vitamina B12, ferro e zinco, que trazem benefícios para a imunidade quando consumidos na quantidade certa.

Fonte: Revista Quem

Empreendedores: em tempos de Coronavírus, utilize o Instagram para vender

Empreendedores: em tempos de Coronavírus, utilize o Instagram para vender

O coronavírus tem forçado as pessoas a ficarem em casa como medida preventiva para evitar a contaminação da doença. Com isso, pequenos e médios negócios têm sido impactados pela interrupção de seus serviços em todo o país. Para evitar que o negócio venha a falência, empreendedores estão vendo na internet uma alternativa para atrair clientes e sobreviver à crise.  

Como fazer vendas pelo Instagram: estratégias necessárias

Existem alguns pontos importantes apontado por especialista da arte de vendas pelas redes sociais, veja como poderá aplicar estas estratégias no Instagram para garantir que o perfil fique otimizado e pronto para vender.

O primeiro passo para aprender vender pelo Instagram, é configurar um perfil comercial.  No perfil comercial, o Instagram fornece uma série de ferramentas extras, não presentes em um perfil pessoal, que auxiliam na análise de audiência e controle de vendas.

Através de uma conta comercial você pode utilizar recursos como links nos Stories (acima de 10 mil seguidores), anúncios pagos, análise de dados de público e engajamento, entre outros.

Use uma logo para sua loja, ou uma foto que represente a sua marca na internet, na foto e perfil, desta forma, as pessoas se conectarão diretamente com a ideia que você quer passar no Instagram.

Configuração da Biografia (ou apenas Bio) – A Bio deve conter dados claros sobre o objetivo do perfil na rede social. Deixe claro o tipo de produto que vende, ou serviço que presta aos usuários. Informações sobre a sua localidade (para um negócio físico). Configure  um Link na sua Bio para o seu blog ou site de negócios. Não esqueça de incluir um link do seu site e, para  colocar vários links de produtos aos quais é afiliado, utilize uma ferramenta como Linktr.ee ou LinkToBio.

Outra dica é procurar a chamar a atenção do seu cliente com pequenos vídeos falando de algo que o interesse.No feed do Instagram é permitido até 1 minuto e de vídeo, e nos Stories até 15 segundos por quadro (cada Stories). Os vídeos, atraem mais audiência e ajuda a fazer vendas no Instagram.

O Direct, mensagens em formato de chat particular, aumentam a proximidade com o  cliente através dele você consegue dialogar com uma pessoa e entender as necessidades reais dela.

As hashtags são palavras-chaves que ajudam as pessoas a encontrar a sua marca, por isso utilize-as com inteligência. Vale tomar cuidado com o exagero e estudar quais estão sendo mais buscadas no seu segmento. Use-as como termos estratégicos, que estejam relacionados ao conteúdo e ao seu negócio.

É importante ficar atento à qualidade das imagens. Lembre-se de que no Instagram imagem é tudo! Fique atento a ângulos desfavoráveis, montagens mal-feitas e baixa resolução das fotos, pois tudo isso impacta na sua marca e faz com que o usuário perca o interesse em seguir o seu perfil.

Alguns aplicativos de tratamento de imagem pode ser um alternativa para quem não pode contratar um fotógrafo profissional. Eles ajudam na edição das fotos, postagens comerciais e filtros interessantes para as publicações.

MAIS DICAS PARA VENDER ON-LINE

1. Conheça o seu público

Essa dica é fundamental. É muito importante você saber quem pode se interessar pelo produto ou serviço que você pode oferecer. As chances de ter mais sucesso são muito maiores.

2. Perca a vergonha

Nada de ter vergonha de usar sua voz ou imagem nas redes sociais! É muito importante que as pessoas vejam e tenham muitos detalhes sobre o que você está oferecendo.

3. Acredite

Se você sabe fazer alguma coisa ou possui um conhecimento, acredite nele. Não menospreze suas habilidades, elas podem solucionar o problema de alguém e, de quebra, você ganha dinheiro!

4. Faça boas fotos

Imagem é fundamental para vender online, afinal, o cliente não pode tocar no produto. Por isso, ache um lugar legal da casa, componha cenários e busque uma luz que valorize sua foto e os detalhes do produto.

5. Seja persistente

Nem todo começo é fácil. Construir uma base de clientes leva tempo e precisa de muita dedicação. Por isso aproveite o tempo em casa e se dedique de verdade para o projeto. Muitos dos grandes negócios que temos no Brasil, começaram assim!

Fonte: Sites, Sebrae; Serasa

Fique em casa: use vassoura, garrafa, sofá para treinar na quarentena

Fique em casa: use vassoura, garrafa, sofá para treinar na quarentena

Não ter academia ou espaço para treinar não são mais desculpas para manter a forma na quarentena. O preparador físico Caio Franco desenvolveu o programa “Circuito Em Casa”.

Objetos como cabo de vassoura ou rodo, cadeira, garrafa pet, sofá e latas são utilizados durante os exercícios físicos em casa. O treino de apenas 19 minutos combina exercícios de cardio, funcional e musculação através de um método exclusivo chamado Estímulo 360, criado por Franco.

O programa tem exercícios de cardio para potencializar a queima de gordura, funcional para tonificação muscular e melhorar o condicionamento físico, e musculação com itens que todo mundo tem em casa para gerar a carga ideal para ganhar massa magra.

Sequência 1
– Agachamento com bastão (pode ser um cabo de vassoura)
– Recuo com bastão
– Posição de agachamento
– Prancha
Orientações: Realizar cada exercício durante 25 segundos. Após realizar todos os exercícios, descansar por 30 segundos. Repetir três vezes a sequência.

Sequência 2
– Avanço com bastão
– Agachamento com salto
– Agachamento sumô com garrafa pet
– Abdômen curtinho com bastão
Orientações: Realizar cada exercício durante 25 segundos. Após realizar todos os exercícios, descansar por 30 segundos. Repetir três vezes a sequência.

Fonte: Site Cenário MT

Sul de Minas: Sobe para 10 o número de casos de coronavírus

Sul de Minas: Sobe para 10 o número de casos de coronavírus

Conforme o novo boletim, estão em investigação mais um caso em Varginha, outro em Alfenas e outro e São Sebastião do Paraíso.

O número de casos suspeitos de coronavírus investigados pela Secretaria de Saúde no Sul de Minas subiu para 10, conforme boletim oficial divulgado na tarde desta sexta-feira (6). Conforme o novo boletim, estão em investigação mais um caso em Varginha, outro em Alfenas e outro e São Sebastião do Paraíso.

Varginha é o município do Sul de Minas com mais casos investigados: seis. O boletim da Secretaria de Saúde ainda não descartou três casos de uma família da cidade que estava internada no Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre. A família já teve alta.

Casos suspeitos de coronavírus no Sul de Minas:

  • Varginha – 6 casos
  • Pouso Alegre – 1 caso
  • Lavras – 1 caso
  • Alfenas – 1 caso
  • São Sebastião do Paraíso – 1

Casos de família descartados

Exames feitos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz-RJ) descartaram a presença do novo coronavírus nos três pacientes internados no Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre. As três pessoas da mesma família estavam no hospital desde o dia 26 de fevereiro e tinham o quadro clínico monitorado.

A informação do resultado negativo do exame foi divulgada pelo próprio hospital. Agora, os pacientes recebem alta e estão liberados.

As amostras tinham sido encaminhadas para teste no Rio de Janeiro no último fim de semana após a Fundação Ezequiel Dias (Funed-BH) realizar a primeira etapa de exames, que descartou outros nove tipos de vírus nos pacientes.

Coronavírus no Brasil

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (6) o mais recente balanço sobre o novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil.

Os principais dados do boletim apontam:

  • 13 casos confirmados, eram 8 casos no balanço de quinta-feira
  • 4 estados têm casos: SP (10), RJ (1), ES (1) e BA (1); há um caso no DF que aguarda contraprova
  • 768 casos suspeitos, eram 635 no boletim anterior
  • 480 casos foram descartados desde o início do monitoramento.

O aumento do número de casos entre quinta e sexta-feira está concentrado em São Paulo. No boletim anterior, o estado tinha seis casos. Entre eles, quatro classificados como importados e outros dois como transmissão local.

Coronavírus: entenda como ocorre o contágio e quais os sintomas — Foto: Arte/G1

Fonte e imagem: G1 Sul de Minas

Oportunidade: Concurso do município de Bom Jardim de Minas

Oportunidade: Concurso do município de Bom Jardim de Minas

Foto: Prefeitura Municipal de Bom Jardim de Minas

Os salários variam de R$ 1.039,00 a R$ 2.812,00 para cargos nos níveis: fundamental, médio e superior

O concurso público da cidade de Bom Jardim de Minas terá as incrições abertas até o dia 23 de abril de 2020 e, o candidato fará sua inscrição através da internet. O concurso é organizado pelo Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa IBGP

No total são 50 vagas para serem preenchidas, confira aqui as vagas .

Período das Inscrições: 09h00 do dia 23/03/2020 às 15h59 do dia 23/04/2020. Somente pela Internet.

Período para Solicitação da Isenção: 09h00 do dia 23/03/2020 às 15h59 do dia 25/03/2020. Somente pela Internet.

Valor das Inscrições: Nível Fundamental: R$ 50,00 – Nível Médio e Técnico: R$ 70,00 – Nível Superior: R$ 100,00.

Data da Prova: 24/05/2020 na cidade de Bom Jardim de Minas/MG.

Horário de Início da prova: Conforme itens 10.1.7.1 e 10.1.7.2 do Edital.

Leia o Edital completo

CarNejo, uma festa do povo para o povo

CarNejo, uma festa do povo para o povo

Com uma gostosa mistura de ritmos e realizado pelo Instituto Casa Barbosa (ICAB) em parceria com a empresária Paulinha Carvalho, o CarNejo ganhou espaço no Carnaval de Liberdade com uma super produção e grandes atrações como o cantor sertanejo João Diniz, que acaba de emplacar no mercado o sucesso “Dama da Madrugada”. O jovem talento foi a estampa desse Carnaval Cultural, que veio para somar.

Foram 4 dias de festa com a participação especial da dupla Talles & Wendell e o DJ Guto Silva. Na programação, a bateria unificada da cidade e um dia também voltado ao movimento Carnaval em Flor, com a banda Rua 13 e vocalistas dos blocos que compõem o projeto.

O intuito da parceria foi o de promover Liberdade e angariar fundos para o restauro da Casa Barbosa, futuro centro cultural na cidade. A praça, onde está situada a Casa Barbosa, ganhou cores e vida com os foliões. 

Fonte: Massilon Silva Maciel

Fotos: Cláudia Carvalho

CORRIDA EM TRILHAS VAI TRAZER 400 ATLETAS DE 36 CIDADES PARA BARROSO NO PRÓXIMO DOMINGO

CORRIDA EM TRILHAS VAI TRAZER 400 ATLETAS DE 36 CIDADES PARA BARROSO NO PRÓXIMO DOMINGO

No próximo domingo, dia 08 de março, será realizada a RTR Barroso, 2ª etapa do Circuito e Ranking RTR 2020. A competição, que chega à cidade pelo segundo ano consecutivo, está com 400 atletas inscritos, de 36 cidades de Minas e também do Rio de Janeiro.

Os participantes vão percorrer as trilhas, estradas e montanhas do nosso município, por três opções de percursos: Curto (6 km), Médio (13 km) e Longo (24 km). A competição é realizada pela Prefeitura de Barroso e pela RTR Trail Run e o circuito terá outras cinco etapas depois de Barroso.

De acordo com a organização, a adesão aos atletas com essa prova foi espetacular. As primeiras 300 vagas se esgotaram em pouco mais de 24 horas. Um lote extra, com mais 100 vagas, foi aberto e esgotou em pouco mais de 50 minutos, o que mostra a credibilidade que a competição tem e o crescimento da modalidade do trail running, que é a corrida disputada em ambiente off Road (trilhas, montanhas e estradas de terra).

O evento terá concentração a partir de 7h30, na Praça Gisela Coutinho, no bairro da Praia, com largadas às 8h (percurso longo), 8h15 (percurso médio) e 8h30 (percurso curto). Toda a população está convidada a prestigiar o evento e conhecer mais dessa modalidade, que cresce a cada dia em nosso país.

Fonte e foto: Prefeitura Municipal de Barroso

Aiuruoca participa da criação das Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil

Aiuruoca participa da criação das Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil

A administração da Prefeitura de Aiuruoca, representada pelo prefeito Paulo Roberto Senador, participou no dia (03) de março, no Centro de Convenções em Seritinga da reunião para criação e estruturação das Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) no setor do 4° Pelotão/277 Cia PM. Estiveram presentes o Sr. Marco Antônio Mansur Moreira, Prefeito Municipal de Seritinga, o Sr. Paulo Roberto Senador, Prefeito Municipal de Aiuruoca, representantes das prefeituras municipais de Aiuruoca, Carvalhos, Passa Vinte, Seritinga e Serranos, o Sargento Vanderlan da CEDEC e os comandantes das respectivas frações.

A reunião foi iniciada pelo Comandante do 4° Pelotão, Tenente Alexsandro, o qual fez a apresentação do Sargento Vanderlan e frisou a importância da COMPDEC em cada município. Em continuidade, foi dada palavra ao Sargento Vanderlan, o qual, após explanar sobre sua função e disponibilidade como Agente Regional designado para acompanhar os municípios em eventos de Defesa Civil, tratou sobre a estruturação da COMPDEC, explicando cada passo necessário.


Dentro da pauta de criação e estruturação, o Sargento Vanderlan informou sobre a disponibilização de arquivos; orientação para decretação de situação de emergência e calamidade pública; obtenção de senha e acesso ao Sistema S2ID do Governo Federal para solicitação de ajuda financeira; e mapeamento de áreas de riscos e plano de contingência. Por fim, foi disponibilizado tempo para sanar as dúvidas.

Fonte e fotos: Prefeitura Municipal de Aiuruoca

Aveiro descobre que as cascas de banana limpam águas com metais pesados

Aveiro descobre que as cascas de banana limpam águas com metais pesados

Tanto faz que sejam da Madeira ou da América do Sul – as cascas de banana são altamente eficientes na remoção de metais pesados de águas contaminadas, descobriu uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro. No caso do mercúrio, são mesmo “as campeãs da limpeza”.

Formadas por celulose, lenhina e hemicelulose, materiais com grupos funcionais que captam o mercúrio da água, as cascas de banana são “altamente eficientes na remoção de metais pesados de águas contaminadas, nomeadamente do mercúrio, um metal muito tóxico para a saúde e para o ambiente”, descobriu uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA).

“Pequenas ou grandes, da Madeira ou da América do Sul, tanto faz”, o grupo de investigação descobriu igualmente que as cascas da banana são eficazes na remoção de outros metais tóxicos como o chumbo ou o cádmio.

No caso do mercúrio, onde as cascas são “as campeãs da limpeza”, o que “as diferencia dos outros materiais biológicos [que também são formados por celulose, lenhina e hemicelulose] é que as mesmas são mais ricas em grupos de enxofre e o mercúrio tem elevada afinidade por esse elemento”, explica a investigadora Elaine Fabre, em comunicado da UA.

Eis porque “estas cascas são tão eficientes na remoção de mercúrio da água”, sublinha.

A UA adianta que este trabalho, que foi publicado na revista “Science of the Total Environment”, mostra que, para tratar 100 litros de água contaminada com 0,05 miligramas de mercúrio, e de forma a atingir-se a concentração permitida para águas de consumo humano, que é de 0,001 miligramas de mercúrio por litro, seriam necessários apenas 291 gramas de cascas.

Testadas em diversos sistemas reais, com água da torneira, água do mar ou água de efluentes industriais, e na presença de muitos outros elementos para além de metais pesados, “em todos os casos as cascas mostraram-se eficazes”, garante a UA.

“Os resultados mostram um potencial muito promissor na aplicação das cascas em sistemas reais”, afiança Elaine Fabre, investigadora do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), num trabalho que envolveu, também, o CICECO – Instituto de Materiais de Aveiro e LAQV-REQUIMTE, e os cientistas Cláudia Lopes, Eduarda Pereira, Carlos Silva, Carlos Vale, Paula Figueira e Bruno Henriques.

E como aplicar cascas de banana para remoção de mercúrio? “Através de processos de sorção – processos que envolvem a retenção de um composto de uma fase fluída na superfície de um sólido”, que “pode ser realizada em estações de tratamento de águas residuais, em efluentes industriais, ou mesmo em qualquer outro sistema que contenha águas contaminadas”, desvenda a UA.

Para tal, asseguram os cientistas de Aveiro, basta colocar as cascas em contacto com a água contaminada por um determinado período de tempo.

Fonte e fotos: Site Negócios

Quarta edição do “Canto da Roda” em São Lourenço

Quarta edição do “Canto da Roda” em São Lourenço

O Centro de São Lourenço foi tomado pelo canto da roda de 17 carros de bois, seus carreiros, amigos e famílias. Tradição que marcou gerações e que hoje ainda vive em ambiente rural.

A poesia rural, de raiz cultural, também esteve presente nas Folias de Reis com suas vestimentas, cânticos; pessoas juntamente com os Violeiros da Orquestra da cidade ao berimbau e arte dos capoeiristas completaram as apresentações do evento que está na sua quarta edição.

O evento também foi marcado pela linda benção de São Sebastião, idealizado por nosso querido Cônego e Reitor da Basílica de São Lourenço Mártir, Bruno Graciano, na entrada da Basílica.

Com organização e realização da Prefeitura Municipal de São Lourenço, por meio da Diretoria de Cultura, o evento aconteceu com o apoio das secretarias e departamentos da administração pública, do SAAE, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária, Polícia Militar, Trânsito e Parque das Águas.

A Cultura é a construção humana através dos diálogos no dia a dia. Esse diálogo e interação de um novo sentido para nossas memórias culturais, mantendo viva a história da construção da cultura da nossa sociedade.

Em nota, a Prefeitura agradeceu todos os carreiros, Companhias de Folias de Reis, Capoeiristas e Violeiros da Orquestra que estiveram presentes na festa.

Fonte: Prefeitura de São Lourenço – Diretoria de Cultura

Nova diretoria executiva toma posse da AMVER

Nova diretoria executiva toma posse da AMVER

A Diretoria Executiva para 2020 será presidida pela Prefeita Municipal de Santa Cruz de Minas, Sinara Rafaela Campos

A 46° Diretoria Executiva e os Membros dos Conselhos Deliberativo e Fiscal da AMVER – Associação dos Municípios da Microrregião dos Campos das Vertentes, para o período de 15 de janeiro a 31 de dezembro de 2020, tomou posse durante Assembleia realizada no auditório da associação, na manhã da última quarta-feira, 15, em São João del-Rei. Na oportunidade foi realizada a eleição da chapa.

O Presidente, e também Prefeito Municipal de Tiradentes, Zé Antônio do Pacu, comunicou aos presentes que apenas 01 (uma) chapa havia sido registrada junto a Secretaria Executiva, nos termos e no prazo previsto no estatuto vigente. Em prosseguimento à Assembleia, o Presidente procedeu a leitura da única chapa registrada, e, nos termos do inciso VI do §1º do art. 25 do estatuto vigente, dispensou-se o processo de votação secreta, sendo eleita por aclamação a 46ª Diretoria Executiva e Conselhos Deliberativo e Fiscal da AMVER.

A associação de municípios será presidida pela Prefeita Municipal de Santa Cruz de Minas, Sinara Rafaela Campos, o 1° Vice-presidente Marcílio Tadeu Teixeira Cotta – Prefeito Municipal de Dores de Campos e o 2º Vice-Presidente: José Raimundo dos Santos – Prefeito Municipal de Carrancas.

Zé Antônio do Pacu disse que foi uma alegria muito grande ocupar o cargo de presidente da AMVER. “Em minha passagem pela associação, procurei valorizar cada funcionário que, ao meu ver, serve muito bem aos municípios e ajuda os prefeitos a melhorar o serviço público municipal. Agradeço também a confiança, parceria e a liberdade que me foi dada pelos demais prefeitos para conduzir uma entidade tão importante quanto a AMVER ”, comentou.

O Prefeito Municipal de Tiradentes ressalta ainda que um dos trabalhos desempenhados foi a uniformização dos serviços da região por meio do compartilhamento de experiências e serviços que deram certo em um município para os demais.

Outro legado deixado por ele foi a criação do setor de Assessoria de Comunicação. Para ele, o novo setor promoveu a imagem da associação e fez com que mais pessoas da região soubessem o que é a AMVER e o trabalho que ela desempenha.

“A Assessoria da entendida estabeleceu um meio para a troca de experiências entre as assessorias de comunicação das 17 prefeituras para que pudessem aprimorar os serviços prestados à população e promover mais transparência na Administração Municipal.”, explica.

Sinara já foi presidente da AMVER em 2013. Sete anos depois, retorna, como a própria destacou, mais madura. Para ela, a AMVER é uma entidade que, há mais de 30 anos, se solidificou e participa diretamente das Administrações e do desenvolvimento da região dos Campos das Vertentes. “A AMVER é uma entidade apartidária cujo objetivo principal é assessorar de forma qualificada os municípios seguindo os princípios constitucionais e éticos da administração pública. Estar a frente da entidade, por mais um mandato, só aumenta minha responsabilidade e meu compromisso com a região e com os prefeitos que mais uma vez me confiaram essa tarefa.”, comenta.

DIRETORIA EXECUTIVA – 2020

Presidente: Sinara Rafaela Campos – Prefeita Municipal de Santa Cruz de Minas

1º Vice-Presidente: Marcílio Tadeu Teixeira Cotta – Prefeito Municipal de Dores de Campos

2º Vice-Presidente: José Raimundo dos Santos – Prefeito Municipal de Carrancas

CONSELHO FISCAL

Membros Efetivos:

Reinaldo Aparecida Fonseca – Prefeito Municipal de Barroso

Aurélio Suenes de Resende – Prefeito Municipal de Resende Costa

Manoel Geraldo de Resende – Prefeito Municipal de Lagoa Dourada

Membros Suplentes:

Fúvio Olímpio de Oliveira Pinto – Prefeito Municipal de Coronel Xavier Chaves

Altair Alvim – Prefeito Municipal de Conceição da Barra de Minas

A AMVER

A AMVER (Associação dos Municípios da Microrregião do Campo das Vertentes) é uma entidade sem fins lucrativos, apartidária e apolítica, que tem como objetivo integrar, nos âmbitos administrativo, econômico e social, os municípios vinculados a ela.

Por meio do lema “Orientar e servir”, a organização atua no atendimento direto das cidades e presta serviços de assessoria nas áreas contábil, financeira, administrativa, jurídica e também nos ramos da engenharia e topografia. Além disso, ela realiza cursos e seminários e oferece serviços de sistema de informatização e patrulha motomecanizada.

Ao todo, são 17 municípios associados à AMVER: Barroso, Carrancas, Conceição da Barra de Minas, Dores de Campos, Ibituruna, Itutinga, Lagoa Dourada, Nazareno, Prados, Resende Costa, Ritápolis, Santa Cruz de Minas, São João del-Rei, São Tiago, São Vicente de Minas e Tiradentes.

Fonte: Ascom AMVER

São Vicente de Minas comemora emancipação atenta à qualidade de vida

São Vicente de Minas comemora emancipação atenta à qualidade de vida

Hoje é o dia da emancipação político-administrativa de São Vicente de Minas, comemorada anualmente em 17 de dezembro.

O primeiro nome do povoado que daria origem à cidade foi São Vicente Ferrer, devido à imagem do santo encontrada por um empregado do fazendeiro Francisco José de Andrade Mello, dono de uma das maiores fazendas da região.

Logo depois, uma pequena capela foi erguida ao santo, onde hoje se situa a Praça Coronel José Eugênio. A capela foi concluída em 1799 e deu origem ao primeiro núcleo que gerou o arraial de São Vicente Ferrer.

Com o desenvolvimento populacional, em maio de 1856 foram criados a paróquia e o distrito, subordinados ao município de Aiuruoca, criado em 1834. Em julho de 1864, o distrito passou a pertencer à Vila Bela do Turvo (atual Andrelândia).

A emancipação de  São Vicente veio em 17 de dezembro de 1938, com o nome de Francisco Sales, e o território, desmembrado do Turvo e de Lavras, passou a ser composto por três distritos: Andradina (que em 1944 passou a chamar-se Minduri), Carrancas e a Sede.

Em 1º de janeiro de 1939, tomou posse o primeiro prefeito, Coronel Rosendo de Souza Andrade. Em dezembro de 1948, Carrancas emancipa-se e, em 1953, Francisco Sales passa a denominar-se São Vicente de Minas. Pelo mesmo decreto, Minduri foi também elevada à categoria de município.

“Que a nossa cidade, o nosso Pedacinho do Céu, continue no caminho do desenvolvimento, e que o crescimento econômico possa ser sempre acompanhado pela qualidade de vida e pela justiça social, beneficiando todos os vicencianos. Que possa haver paz, harmonia e muita fraternidade entre todos nós, é o que desejo para a nossa São Vicente de Minas”, conclui o prefeito Lili.

Fonte: Assessoria de comunicação da Prefeitura de São Vicente de Minas

Crédito: João Marcelo Batista

Estelionato em Caxambu resulta em prisão dos autores

Estelionato em Caxambu resulta em prisão dos autores

A Polícia Militar da 277º CIA PM de Caxambu-MG, durante patrulhamento pela área centra a rua Major Penha, nº181, Centro, próximo ao Banco do Brasil avistou um casal com trajes e características semelhantes aos autores de estelionato ao dia anterior, conforme filmagem e foto do circuito de câmeras, adentrando no Banco do Brasil, ao saírem o casal foi abordado, sendo identificados com eles identidades falsas, como vários cartões de vítimas de várias cidades do sul de Minas, inclusive vítimas da cidade de Boa Esperança, bem como certa quantia em dinheiro, bem como um veículo fiat de cor preta.

Diante dos fatos de forma espontânea de livre espontânea vontade os atures confessaram a autoria dos crimes. Diante da casuística dos fatos sua advogada acompanhou o desenrolar da ocorrência policial. Assim constatou a PMMG de Caxambu, centenas de vítimas, vários tipos de máquinas de cartão e crédito, diversos cartões de créditos, como confessaram espontaneamente que há no seus dispositivos bancários dos autores, diversas movimentações fraudulentas financeiras.

Foi dada voz de prisão aos autores em flagrante delito e caso foi lavrado o boletim de ocorrência, guinchado o veículo para pátio credenciado, apreendido as máquinas de cartão de créditos e cartões de créditos, a quantia em dinheiro, conduzido as partes para delegacia de Caxambu, que dará prosseguimento nas investigações diante do fato e das provas coletadas, e dos autores presos por (estelionato- pena 1 a 5 anos de prisão, falsidade ideológica- pena 5 anos de prisão e, falsificação de documentos- pena 1 a 5 anos de prisão), podendo chegar até (15 quinze) anos de prisão os autores.

Em nota a PM de Caxambu, orientou que as centenas de vítimas deveram procurar a delegacia para reivindicarem seu direito devido para representar/processar em desfavor dos autores, devido ao grande prejuízo financeiro, para que a justiça e ministério possam da cabível continuidade na ação penal.

A ação composta por Capitão Gonelli- CMT da 277 CIA PM de Caxambu; Ten Brandão SubCMT da 277 PM; Sargento Martins CMT Guarnição; Cabo MELO- Componente guarnição; Soldado Elizangela Componente guarnição e a atendente Sargento Teixeira.

Fonte: Polícia Militar de Caxambu

Polícia Militar de Passa Quatro apreende arma de fogo e prende autor por posse ilegal

Polícia Militar de Passa Quatro apreende arma de fogo e prende autor por posse ilegal

Em Passa Quatro, na tarde de hoje (20/05), a Polícia Militar prendeu um cidadão por posse ilegal de arma de fogo.
Durante uma Operação “Batida Policial”, militares que estavam na moto patrulha foram informados do fato, através de denúncia, e conseguiram apreender 01 arma calibre .36 e 03 munições.
O proprietário também foi localizado, preso e conduzido à Delegacia de Polícia para as devidas providências.

Fonte e Foto: 57º BPM

São Sebastião do Rio Verde recebe visita do representante da CEMIG

São Sebastião do Rio Verde recebe visita do representante da CEMIG

A administração municipal de São Sebastião do Rio Verde, recebeu na tarde de ontem, o Agente de Relacionamento com Poder Público Municipal da Cemig, Sr. Eliézer Grassi Ramos, que veio esclarecer sobre assunto abordado na Câmara Municipal, relativo a iluminação rural e também para validar a contemplação dos 50 pontos de luz de LED a serem implantados no município.

Na oportunidade, participaram da reunião os Srs. Gilberto da Silva, presidente da Câmara Municipal e Sr. Claudinei Ribeiro, Assessor de Controle Interno da Prefeitura Municipal.

O Sr. Eliézer se prontificou a agendar uma reunião com a administração municipal e a Câmara de Vereadores para explicar sobre de quem é a responsabilidade pela iluminação rural, conforme resolução da Aneel- Agência Nacional de Energia Elétrica.

Fonte e Fotos: Prefeitura Municipal de São Sebastião do Rio Verde

Minas é destaque em Concurso de Queijo Artesanal da CNA

Minas é destaque em Concurso de Queijo Artesanal da CNA

12 FINALISTAS
ESCRITO POR ASCOM
19/05/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, FAEMG

Doze dos 15 finalistas da primeira etapa do Prêmio CNA Brasil Artesanal Queijos são de Minas Gerais, dos municípios de Airuoca, Alagoa, São Roque de Minas, Andrelândia, Virgínia, Formiga, São Brás do Suaçuí, Itanhandu e Tapira. Os outros dois são de Arapoti (PR) e Iraceminha (SC). Ao todo, a iniciativa visa premiar os produtos artesanais inscritos em três categorias: queijos artesanais com tratamento térmico; queijos artesanais com 30 a 180 dias de maturação; e queijos artesanais com adições/aromatizados/condimentados.

Dos finalistas mineiros, três são atendidos pelo Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG: Arnaldo Ferreira Borges, da Queijos Aiuruoca (Aiuruoca – ATeG Agroindústria); Francisco Antonio de Barros Jr, da Sabor da Alagoa (Alagoa – ATeG Agroindústria); e Reginaldo de Assis Castro, da Queijo Três Irmãos (Tapira – ATeG Balde Cheio).

Produtores de 13 estados cadastrados no Programa de Alimentos Artesanais e Tradicionais da CNA enviaram mais de 60 queijos, que foram classificados quanto ao aspecto global, cor, textura, odor, aroma, consistência e sabor, sensorialmente de acordo com as premissas da ciência de Análise Sensorial. A etapa foi realizada pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), que reuniu 12 especialistas para selecionar as amostras por meio de avaliação sensorial, em caráter eliminatório e classificatório. Essa etapa tem peso de 40% na nota final geral.

Próximos passos

Os 15 queijos classificados serão avaliados por júri popular, que irá selecionar os produtos conforme análise sensorial, por meio de uma escala hedônica, metodologia científica que tem a função de analisar a aceitação dos consumidores por determinados produtos por meio de uma avaliação que contém uma escala de respostas previamente estabelecidas. Essa etapa será realizada no dia 8 de junho, em Brasília, e terá peso de 50% na nota final geral do concurso.

A Comissão Organizadora do prêmio também avaliará a história do produto, item com peso de 10% na nota final geral das amostras participantes. Os resultados e a premiação serão divulgados posteriormente. Além da Epamig, o Sebrae também é parceiro do Sistema CNA no prêmio.

Conheça os finalistas:

Fonte e foto: SISTEMA FAEMG

Prefeitura realiza ação sobre saúde no trânsito em Passa Vinte

Prefeitura realiza ação sobre saúde no trânsito em Passa Vinte

“Respeito no trânsito é atitude que gera saúde”

Na manhã desta sexta-feira (20/05), a Prefeitura de Passa Vinte, através do Departamento de Saúde, realizou uma ação voltada para a saúde no trânsito. A ação faz parte do ‘Movimento Maio Amarelo’ que tem como proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Participaram da ação servidores do Departamento Municipal de Saúde, Polícia Militar e Defesa Civil Municipal.

O Prefeito Lucas Nascimento também esteve no local e ressaltou a importância da mobilização, “é um momento muito importante de conscientização que chama a atenção de todos nós para a gravidade do perigo que o trânsito mal utilizado pode ocasionar, as vezes por descuido ou imprudência, falta de manutenção do veículo e outros eventos. Temos que ter amor à nossa vida e amor à vida do próximo, e cuidar para evitar o pior”, finalizou.

Na abordagem aos condutores além das orientações sobre um trânsito mais seguro, também foram feitas referências sobre a prevenção da dengue.

Fonte e Fotos: Prefeitura Municipal de Passa Vinte

São Sebastião do Rio Verde promove o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

São Sebastião do Rio Verde promove o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

O dia18 de Maio, foi “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”

A equipe do CRAS/SSRV juntamente com o Conselho Tutelar da cidade, promoveram o dia “D”, para a realização da campanha Faça Bonito (18 de Maio).

No período da manhã, aconteceu uma passeata e uma palestra da Sra. Letícia de Lucca, para os adolescentes e alunos do Ensino Fundamental e Médio.

No período da tarde, foi realizado uma atividade na escola, feita pela Psicóloga e Assistente Social do Cras Ssrv , Ana Amélia Guimarães e Ana Paula Bastos, para as crianças do ensino fundamental.

Foi um dia de aprendizado, conscientização e cuidado.

Fonte e Fotos: Prefeitura Municipal de São Sebastião do Rio Verde

Inscrições para o Enem 2022 terminam sábado (21)

Inscrições para o Enem 2022 terminam sábado (21)

Interessados em fazer o exame, versões impressa ou digital, têm até as 23h59 do próximo sábado (21) para se inscrever, por meio da Página do Participante

Termina, às 23h59 (horário de Brasília) do próximo sábado, 21 de maio, o período de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022, versões impressa e digital. Todos os interessados em fazer o exame, isentos ou não, devem se inscrever pela Página do Participante. O exame será aplicado em todos os estados brasileiros, nos dias 13 e 20 de novembro.

No momento da inscrição, o participante precisa indicar o modelo de prova que deseja fazer (impressa ou digital), a opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol) e se precisa de atendimento especializado.

Após a inscrição, o participante não isento deve acessar a Página do Participante, com login e senha únicos cadastrados no portal do Governo Federal (gov.br), para escolher a forma de pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 85. Pela primeira vez, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) possibilitou o pagamento da taxa por meio de PIX e cartão de crédito, além do tradicional boleto – Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança). Vale lembrar que, após selecionar a opção de pagamento, não será possível alterar a escolha.

O prazo para pagar a taxa de inscrição é até 27 de maio. O participante que optar pelo pagamento da taxa de inscrição no Enem via PIX deve realizar, obrigatoriamente, a operação financeira por meio de QR code ou código gerado na Página do Participante. Aquele que escolher a opção de cartão de crédito efetuará a operação mediante prestador de pagamento (Mercado Pago ou PicPay) e terá cobrança de taxa administrativa no valor de R$ 2,54 (2,99%), por parte das operadoras.

O pagamento via cartão de crédito, o qual poderá ser parcelado, é uma opção gerenciada pelas prestadoras de serviço que fazem o repasse do valor. As tarifas cobradas para operacionalizar o pagamento e as taxas de juros aplicadas para o parcelamento não serão repassadas ao Tesouro Nacional.

O pagamento do boleto (GRU Cobrança) pode ser efetuado em qualquer banco, casa lotérica ou aplicativos bancários, obedecendo aos critérios estabelecidos por esses correspondentes. O Inep não aceitará pagamento do boleto por meio de cartão de crédito nem pagamento por PIX no CNPJ do Instituto. A inscrição dos participantes não isentos no Enem 2022 (impresso ou digital) somente será confirmada mediante confirmação do pagamento da taxa.

Nome social – O participante que se identifica e quer ser reconhecido socialmente pela sua identidade de gênero (participante transexual, travesti ou transgênero) e que já tem o respectivo nome cadastrado na Receita Federal será identificado pelo nome social no momento da inscrição. Contudo, será necessário confirmá-lo na Página do Participante, entre os dias 23 e 28 de junho.

Já aqueles que querem ser identificados pelo nome social e não têm o respectivo nome cadastrado na Receita deverão realizar a solicitação de tratamento após a inscrição, no período de 23 a 28 de junho, pela Página do Participante. Para esse procedimento, será necessário apresentar os seguintes documentos de comprovação das condições que o motivam: foto atual, nítida, individual, colorida, com fundo branco que enquadre desde a cabeça até os ombros, de rosto inteiro, sem uso de óculos escuros e artigos de chapelaria (boné, chapéu, viseira, gorro ou similares); e cópia digitalizada, frente e verso, de um dos documentos de identificação oficiais com foto, válido. Documentos enviados fora do prazo ou externos à Página do Participante não serão aceitos. Toda a documentação deverá ser anexada e enviada em formato PDF, PNG ou JPG, com tamanho máximo de 2 MB.

Enem – O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, tornou-se uma das principais portas de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (ProUni).

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são usados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetros para acesso aos auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os resultados individuais do Enem também podem ser usados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitarem as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Inep

Foto: Getty Images/iStockphoto

Brasil terá 7 árbitros na Copa do Catar, entre eles Neuza Inês Back

Brasil terá 7 árbitros na Copa do Catar, entre eles Neuza Inês Back

Assistente é uma das seis mulheres que pela 1ª vez atuarão no Mundial

A Fifa anunciou nesta quinta-feira (19) a lista de 129 árbitros que atuarão nas partidas da Copa do Mundo do Catar, sendo sete deles brasileiros. Pela primeira vez a entidade convoca mulheres para o Mundial masculino: serão ao todo seis e entre elas está a catarinense Neuza Inês Back, que atuará como assistente.

Além de Neuza, o Brasil será representado pelos juízes principais Wilton Pereira e Raphael Claus, e quatro assistentes: Bruno Pires, Bruno Boschilia, Danilo Manis, e Rodrigo Figueiredo.  

Wilton Pereira - árbitro - juiz - Copa do Mundo - Catar 2022

Wilton Pereira (foto) e Raphael Claus atuarão como juizes principais na Copa do Catar, com início em 21 de novembro – Cesar Greco/Palmeiras/Direitos Reservados

Do total de 129 profissionais escalados pela Fifa, há 36 árbitros, 69 árbitros assistentes e 24 árbitros de vídeo. O número de representantes brasileiros é recorde na história da arbitragem nacional. Ao lado da Argentina, o Brasil conta com o maior número de árbitros no Mundial.

“A confiança da FIFA nos dá muito orgulho e confiança para seguirmos trabalhando. Sabemos o tamanho da responsabilidade que nos foi entregue, mas estaremos prontos para atuar no mais alto nível possível, não só na Copa do Mundo, como em nossas competições”, afirmou Wilson Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF. 

Os 129 escalados pela Fifa terão pela frente uma série de atividades preparatórias, cujo objetivo é padronizar a atuação dos profissionais. Entre elas, estão seminários, análise de vídeos e aulas práticas.

Fonte: Agência Brasil

Fotos: Leandro Lopes

Com o tema “Juntos Salvamos Vidas”, Santana do Garambéu realiza conscientização de trânsito para toda população

Com o tema “Juntos Salvamos Vidas”, Santana do Garambéu realiza conscientização de trânsito para toda população

Foi realizada na manhã dessa quarta-feira (18/05), uma Blitz Educativa juntamente com a Polícia Militar, Equipe Estratégia Saúde da Família e Vigilância em Saúde.

No momento foram abordados motoristas e passado orientações sobre o uso do cinto de segurança, limites de velocidade, bebê conforto, cadeirinha para crianças e a premissa que álcool e direção não combinam.

A iniciativa contou com a participação da secretaria de Saúde, Jerusa Aparecida Vargas de Oliveira e a secretaria municipal de Educação, Iara Elisabeth Moura e representando o prefeito Dr. Moura, que não pode estar presente, juntamente com a assessora de gabinete, Daniela Agatha Fonseca.

Fonte e Fotos: Prefeitura Municipal de Santana do Garambéu

Presidente sanciona MP que torna Auxílio Brasil de R$ 400 permanente

Presidente sanciona MP que torna Auxílio Brasil de R$ 400 permanente

Desembolso anual do governo deve chegar a R$ 90 bilhões

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a medida provisória que torna o Auxílio Brasil de R$ 400 um benefício permanente. A sanção foi publicada hoje (19) no Diário Oficial da União. A proposta inicial do governo federal previa que esse valor valesse apenas até dezembro de 2022. Os parlamentares, no entanto, decidiram tornar o valor permanente, e o texto aprovado pelo Senado, no último dia 4, já tornava o piso de R$ 400 permanente com a inclusão de uma espécie de complemento ao valor do Auxílio Brasil. Antes, o benefício tinha o tíquete médio de R$ 224.

O Auxílio Brasil foi o programa social criado pelo governo em substituição ao Bolsa Família, criado em 2003. 

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência da República, o governo gasta cerca de R$ 47,5 bilhões anuais só com o volume regular do Auxílio Brasil. A estimativa é que o governo precise desembolsar outros R$ 41 bilhões por ano para bancar o valor complementar ao benefício.

“A sanção presidencial é importante para efetivar o Programa Auxílio Brasil, tornando-o perene à sociedade, mitigando o gargalo financeiro relativo aos mais necessitados”, disse a pasta.

O benefício extraordinário passa a fazer parte do conjunto de benefícios que compõem o Programa Auxílio Brasil. A secretaria informou que, para o cálculo total do benefício, serão somados os benefícios financeiros do Auxílio Brasil para famílias em situação de pobreza ou de extrema pobreza: o benefício primeira infância, no valor de R$ 130 para famílias com crianças de idade até 3 anos de idade incompletos; o benefício composição familiar, no valor de R$ 65 mensais para famílias com gestantes, lactantes ou pessoas de idade entre 3 e 21 anos incompletos (o valor é pago uma vez para cada membro da família que se enquadre nessas situações); o benefício de superação da extrema pobreza, para famílias cuja renda familiar per capita mensal, mesmo somados os benefícios anteriores, seja igual ou inferior ao valor da linha de extrema pobreza; e o benefício compensatório de transição, concedido às famílias beneficiárias do Bolsa Família que tiverem redução no valor financeiro total dos benefícios recebidos em decorrência do enquadramento na nova estrutura de benefícios.

O projeto aprovado também aprovou uma limitação de 30% nos descontos do valor pago mensalmente às famílias que recebem o seguro defeso, nos casos em que houve pagamento indevido do Auxílio Brasil durante os seis primeiros meses (com o acúmulo dos dois benefícios).

O seguro defeso é pago ao pescador artesanal durante o período de três a cinco meses no qual ele não pode pescar para preservar as espécies na época reprodutiva.

Fonte: Por Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil – São Luís

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Edição: Lílian Beraldo

Prefeitura de Ibituruna abrirá inscrições para processo seletivo simplificado

Prefeitura de Ibituruna abrirá inscrições para processo seletivo simplificado

Vagas temporárias ofertadas são para motorista e operador pesadas

A Prefeitura de Ibituruna abrirá inscrições para o Processo Seletivo Simplificado para vagas temporárias de motorista e operador de máquinas pesadas, com edital nº 003/2022.

O Município de Ibituruna, através de seu Prefeito Municipal, Francisco Antônio Pereira, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas entre os dias 23 a 27 de Maio de 2022, as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado, destinado a selecionar profissionais para atender as necessidades da SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL, SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E TRANSPORTES e SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE, pelo período de 01 (um) ano a contar da data da contratação, nos termos do inciso IX do art. 37 da Constituição Federal de 1988 e art. 2º, inc. III da Lei Municipal nº. 1.114 de 12 de dezembro de 2018”. VAGAS: 01 – Motorista e 01 – Operador de máquinas pesadas. Período de Inscrição: 23 a 27 de maio de 2022.

EDITAL:https://www.ibituruna.mg.gov.br/Obter_Arquivo_Cadastro…

Informe da Secretaria Municipal de Recursos Humanos de Ibituruna.Assessoria de Comunicação: Márcio Lima

Ambição

Ambição

Convenhamos essa é uma palavra que nos leva a pensar em algo bom , certo?   

Acredito que sim, é muito positivo termos ambição, de melhorarmos de vida, de fazermos a tal viagem, caríssima, de comprar um imóvel, um carro, um cavalo, uma fazenda, enfim,  adquirir tudo aquilo que nos encanta, que em nossa concepção nos trará, alegria.

Agora ela se torna macabra, quando nos domina, ao ponto de cegar para o que é certo e de bom tom. Que para atingirmos a tal coisa desejada, passamos por cima de tudo e de todos.

E tudo gira em torno dessa palavra, ambição, que usada com moderação e de maneira saudável, traz consigo bons agouros, bons frutos, e muitas vezes até chega a ser generosa, afinal a ambição pode fazer com que pessoas que o acompanham, também seja alvo de tal contentamento. E isso é maravilhoso, compartilhar, ampliar. Tudo que o novo mundo, prega, que haja mais o compartilhamento do que a  divisão

E como aqui passamos a pensar pelos dois ângulos da palavra, essa em particular se torna, macabra, a partir do momento em que , passa do ponto do querer, adquirir, para o lado do possuir, a qualquer custo.

Nesse momento, a pessoa que quer possuir, perde total noção de lugar, hora ou discernimento, de com quem esta, como esta pessoa convive com toda a sua ganância. Ela simplesmente se cega para tudo e todos.

Passa a ver somente o objeto de seu interesse, perde total noção de espaço ou tempo. Para atingir seu objetivo, esta disposto a tudo, até mesmo a ignorar as necessidades daqueles que por ventura precisam dele ou dela para algo.

Seu olhar tem somente um alvo, sua conquista, passa a estudar a arte de enganar, de manipular, estuda as pessoas como se fossem meros marionetes para atingir seus objetivos.

Mas tem um senão, aqui, na maioria das vezes, esses seres, ambiciosos ao extremo, só são freados, por outro, tão ou mais ambicioso ainda, do que o indivíduo aqui relatado. Nesse contexto, ele se deixar levar pela ambição e é ludibriado por um ainda mais ardiloso do que ele ou ela.

E quando menos percebe é passado para trás, ficando sem absolutamente nada, ou quase nada. Observe ao seu redor, por acaso conhece alguém assim? Tenho certeza de que se não conhece já leu ou ouviu alguma história de um desfecho parecido com o que relatei aqui.

O filme que me inspirou neste tema foi O BECO DO PESADELO, canal Star+, que concorreu ao Oscar de melhor filme, onde um homem aprende a arte de ludibriar, através de truques de mágica e adivinhações, ele decide abandonar o circo e construir carreira solo, mas carrega consigo sua esposa. E no decorrer da história, a ambição o cega.

Conheça mais sobre a escritora Li Couto

Em Ibituruna, Escola Municipal Fernão Dias Pais abre processo seletivo simplificado para a vaga de assistente de alfabetização

Em Ibituruna, Escola Municipal Fernão Dias Pais abre processo seletivo simplificado para a vaga de assistente de alfabetização

A Diretora da Escola Municipal Fernão Dias Pais, Lenice Aparecida de Andrade Braga, no uso de suas atribuições torna público que estarão abertas as inscrições para o PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO, para entrega e análise de Currículos, destinados à seleção de ASSISTENTE DE ALFABETIZAÇÃO, para o Programa TEMPO DE APRENDER.

As inscrições serão efetuadas a partir do dia 19 de maio de 2022 até o dia 24 de maio de 2022, nos dias úteis, das 12h às 16h30min, na secretaria da Escola Municipal Fernão Dias Pais, situada à Praça Márcio Antônio Braga, nº 37, Centro , Ibituruna/MG.

O edital do concurso poderá ser baixado no seguinte link:https://drive.google.com/…/1XNrkUnK2op1q4Lvz609…/view…

Informe da Secretaria Municipal de Educação de Ibituruna – Assessoria de Comunicação: Márcio Lima

Final do Futsal Adulto acontece em Virgínia

Final do Futsal Adulto acontece em Virgínia

No último domingo (15/05), aconteceu a grande final do futsal adulto masculino dos Jogos Internos de Virgínia. O grande vencedor foi o Atlético da Villa, vencendo o Virgínia Futebol Clube por 5 x 2. O destaque do campeonato foi o Sub 17 que ocupou a terceira posição, vencendo o experiente Esporte Clube Villa City por 7 x 4.

A Secretaria Municipal de Esportes agradece a participação de todas as equipes, colaboradores e parabeniza a torcida que compareceu em bom número, fazendo dos primeiros Jogos Internos do projeto “Virando o Jogo” um sucesso. A Secretaria de Esportes agradece também, a forte parceria com as Secretarias Municipais de Educação, Assistência Social, Saúde, Cultura e Turismo, Transportes e o Conselho Tutelar.

Fonte e Foto: Prefeitura de Virgínia

Em Aiuruoca, autores são presos por tráfico de drogas após denúncia

Em Aiuruoca, autores são presos por tráfico de drogas após denúncia

Em Aiuruoca, na manhã dessa sexta-feira (13), a Polícia Militar registrou uma ocorrência de tráfico de drogas após uma denúncia anônima.

Segundo as informações, um VW/Golf Sportline, preto, estaria vindo de Três Corações/MG para Baependi/MG ou Aiuruoca/MG transportando drogas.

Os militares de Baependi e cidades circunvizinhas iniciaram uma operação com o intuito de interceptar o referido veículo. Em determinado momento o carro foi visto na BR 267, sendo sinalizado para que o condutor parasse, contudo, ele desobedeceu a ordem e passou pelos policiais, os quais iniciaram a perseguição.

O condutor realizava manobras arriscadas, colocando os usuários da via em perigo e em determinado momento a equipe perdeu a visão do veículo. Na sequência a PM foi informado que veículo estaria na zona rural de Aiuruoca/MG e após intenso rastreamento os militares conseguiram abordá-lo em uma estrada vicinal que dá acesso a BR 267.

No carro foi localizado, embaixo do banco traseiro, 01 invólucro contendo crack, além de R$ 793,00 em dinheiro.

O condutor de 28 anos confessou que comercializava drogas e que tinha ido a Três Corações/MG para consumir entorpecentes.

O passageiro de 19 anos disse que acompanhava o autor para se encontrarem com algumas garotas, contradizendo a versão do condutor.

Em novo contado o denunciante disse que viu o autor jogando uma sacola em uma residência e após informar o endereço, os militares, juntamente com uma equipe da Polícia Civil, foram até o imóvel, se tratando de uma casa abandonada situada na zona rural e encontraram uma sacola contendo 06 pinos de cocaína.

Diante do fato os envolvidos foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia, para as demais providências.

Fonte: P5 do 57º BPM

Cras de Bom Jardim de Minas promove novo Curso Profissionalizante

Cras de Bom Jardim de Minas promove novo Curso Profissionalizante

A Prefeitura Municipal de Bom Jardim de Minas, através do CRAS e da Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo, em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais do município, promoveu o curso do Sistema FAEMG/SENAR de Construção de Móveis Rústicos para aproveitamento de madeira.

A turma fabricou mesas e bancos durante o treinamento e o desempenho dos cursistas chamou atenção do instrutor Getúlio Caetano de Lima que ressaltou a importante presença das mulheres no grupo: “Elas merecem um destaque especial porque se esforçaram e tiveram entrega em todas as etapas de fabricação.”

Fonte e Foto: Prefeitura de Bom Jardim de Minas

Dia Mundial da Doação de Leite realça o valor do aleitamento

Dia Mundial da Doação de Leite realça o valor do aleitamento

Banco de Leite Humano da Unifesp precisa de doadoras

O Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. A data também chama a atenção da sociedade para a importância da doação de leite para os Bancos de Leite Humano (BLH).

O BLH é um serviço especializado em oferecer ações de apoio, proteção e promoção do aleitamento materno, dedicando-se à assistência das mães e dos bebês durante o processo de amamentação. Além disso, executa atividades de coleta, seleção, classificação, processamento, controle de qualidade e distribuição do leite materno doado voluntariamente por mães.

Os bebês prematuros, considerando a sua condição de saúde e de internação, têm dificuldades de sugar o leite materno. Por isso, o leite humano do banco de leite é a melhor opção para alimentação de crianças internadas que, por algum motivo, não podem ser amamentadas diretamente no seio materno. A doação de leite materno pode ser feita por mães saudáveis que estejam amamentando seus filhos. Um frasco de leite materno pode ajudar a alimentar até dez bebês. 

“O leite materno protege contra infecções importantes e evita que crianças prematuras  tenham complicações, e traz diversos benefícios para os bebês prematuros e de uma forma geral. Mas, em especial para os bebês de risco que estão mais propensos ao óbito, por conta da fragilidade em que se encontram”, disse a coordenadora do Centro de Aleitamento e Banco de Leite da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp),  professora Kelly Pereira Coca. 

A bióloga e doula [profissional que acompanha a gestante durante a gravidez, parto e período pós-parto], Luana da Silva Freitas, de Ouro Preto (MG), conta a experiência de doar. “Doar leite materno é uma via de mão dupla porque favorece a pessoa que está doando, no sentido de esvaziamento dos seios, já que evita algumas alguns problemas como a mastite, facilitando assim a amamentação do bebê, e ajuda bebês prematuros que não podem, por inúmeras razões, receber o leite materno da sua mãe”. 

Estoque baixo

Atualmente, o Banco de Leite Humano da Universidade Federal de São Paulo está com o estoque abaixo do ideal para suprir a necessidade de crianças internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e demais unidades pediátricas do Hospital São Paulo, o hospital universitário da Unifesp.

“A quantidade de leite atual em estoque é de 40 litros. Costumamos ter pelo menos 100 litros, o que é ainda uma quantidade razoável, não é uma quantidade ideal porque a gente atende os bebês diariamente na UTI neonatal, especialmente os prematuros que nasceram com algum problema de saúde que não podem ser amamentados pelas mães”, explicou a coordenadora do Banco de Leite da Unifesp. 

Para ser uma doadora, basta estar saudável e apresentar produção láctea maior do que as necessidades do próprio bebê. Para isso, basta entrar em contato com o banco de leite humano mais próximo do domicílio para fazer a doação.

“A partir do momento que a mulher se interessa pela doação, a gente faz o rastreamento, avaliação dos exames, da saúde, a identificação se faz algum uso de medicação e analisa se tem alguma restrição.  Não havendo restrição, ela recebe todas as informações quanto ao armazenamento e extração do leite. Ela não precisa ir até o banco extrair o leite para doar. Ela entra em contato conosco e vamos direcioná-la, porque a doação também é regionalizada, temos bancos de leite distribuídos por todo o Brasil”, disse a professora Kelly.

Como doar

Para saber onde doar em seu estado, acesse o site da Rede Global de Bancos de Leite Humano.

Em São Paulo, o Posto de Coleta do Banco de Leite, localizado no 8º andar do HSP/HU Unifesp, ao lado da UTI Neonatal, é aberto às mulheres internadas em todos os setores do hospital e às funcionárias que desejam ser doadoras. 

O funcionamento do posto é das 8h às 12h e das 13h às 15h, de segunda a sexta-feira (exceto feriados). Já o Banco de Leite Humano – Centro Ana Abrão, situado na rua dos Otonis, 683, funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, sendo responsável pelas coletas domiciliares de doadoras externas ao HSP/Unifesp e, ainda, pelo atendimento às nutrizes com dificuldade no aleitamento materno.

Serviço:

Posto de Coleta do Banco de Leite em São Paulo, capital

(11) 5576-4848 (VoIPs 2817 / 2543),

WhatsApp® (11) 94044-2802

e-mail: [email protected] ou pelo site.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Elza Fiuza

Caxambu recebe doação de Microcomputadores da Receita Federal

Caxambu recebe doação de Microcomputadores da Receita Federal

A entrega dos aparelhos aconteceu nesta terça-feira (17) na sede da Receita Federal em Varginha. Foram doados ao Município de Caxambu 50 microcomputadores derivados do processo de transformação dos chamados TV Box pirata apreendidos pela Receita Federal e ainda 50 mini teclados.

Quem representou a Prefeitura de Caxambu no recebimento do material foi o Coordenador de Patrimônio Claudionor Fernandes. Os equipamentos serão colocados à disposição de alunos da rede pública municipal de educação.

Os aparelhos de TV Box, produtos de pirataria, têm sua entrada e comercialização proibidas no país. Isso porque, por meio desses equipamentos, o consumidor acessa ilegalmente inúmeros canais de TV por assinatura do Brasil (TV a cabo), filmes e outros aplicativos pagos. São milhares de aparelhos apreendidos pela Receita Federal no país todo ano.

Até então, após o regular processo administrativo, eles passavam pelo processo de destruição completa. Pesquisadores e professores de universidades do Sul de Minas, no entanto, conseguiram transformar esse sério problema em um meio de inclusão digital de estudantes da rede pública de ensino. Assim, além de evitar o impacto que a destruição causava ao meio ambiente e os custos envolvidos, há um relevante benefício social.

A iniciativa vem ocorrendo em várias regiões do país, com o apoio de órgãos reguladores, como a ANCINE (Agência Nacional de Cinema) e a ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações).

Com informações do Instituto Federal e Receita Federal

Fonte e Foto: Prefeitura de Caxambu

Câmara aprova medida que prevê perdão de até 99% de dívidas do Fies

Câmara aprova medida que prevê perdão de até 99% de dívidas do Fies

Inscritos no CadÚnico terão benefício extra para quitar dívidas

Foi aprovada na noite de ontem (17) a medida provisória (MP) 1.090 de 2021, que permite a renegociação de débitos para estudantes beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). 

O benefício vale para pessoas que tenham adquirido financiamento até o segundo semestre de 2017 e não conseguiram completar os pagamentos. De acordo com o texto, o desconto pode chegar a 77% do valor total negociado, mas para estudantes que fazem parte do Cadastro Único de programas sociais (CadÚnico), o abatimento pode ser de até 99% do valor devido.

Confira os requisitos para a renegociação:

» Para estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 90 dias em 30 de dezembro de 2021: desconto da totalidade dos encargos e de até 12% do valor principal para pagamento à vista, ou parcelamento em até 150 parcelas mensais e sucessivas, com perdão de juros e multas;
» Para estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias em 30 de dezembro de 2021, que estejam cadastrados no CadÚnico ou que tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021: desconto de 99% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor;
» Para estudantes com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias em 30 de dezembro de 2021 que não se enquadram na hipótese acima: desconto de até 77% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor.

A renegociação de dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) pode atender pouco mais de 1 milhão de estudantes, que representam contratos no valor de R$ 35 bilhões. Os números são do Ministério da Educação (MEC) e levam em conta o total de 2,6 milhões de contratos ativos do Fies, abertos até 2017, com saldo devedor de R$ 82,6 bilhões. Desse total, 48,8% (1,07 milhão) estão inadimplentes há mais de 360 dias. O texto que facilita o pagamento dos atrasados foi editado no último dia de 2021 e ainda precisa de um decreto regulamentador.

Fonte: Agência Brasil

Fotos: Marcello Casal Jr

Atletas do Projeto Cria Ibituruna participam do Campeonato Mineiro Adulto e II Festival de Atletismo FMA em Juiz de Fora

Atletas do Projeto Cria Ibituruna participam do Campeonato Mineiro Adulto e II Festival de Atletismo FMA em Juiz de Fora

Neste próximo sábado, dia 21 de maio, acontecerá mais uma etapa do Campeonato Mineiro Adulto e II Festival de Atletismo FMA na cidade de Juiz de Fora.

Ibituruna será muito bem representada pelos atletas do Projeto CRIA Ibituruna de Atletismo, Laura Helena Teixeira Tito nas provas de 400m e 1500m; Maxwel Fernando Romano nas provas de 800m e 1500m; Samuel Victor Pereira nas provas de 100m e 800m; e Diogo José Pereira Oliveira nas provas de 100m e 110m com barreiras.

Ibituruna ficará mais uma vez na torcida pelos atletas que cada vez mais tem se destacado no cenário esportivo estadual e nacional.

Fonte e Foto: Prefeitura Municipal de Passa Quatro

Projeto de Lei para a implantação da Escola Cívico-Militar de Santana do Garambéu será encaminhado para votação na Câmara Municipal

Projeto de Lei para a implantação da Escola Cívico-Militar de Santana do Garambéu será encaminhado para votação na Câmara Municipal

A Prefeitura Municipal de Santana do Garambeu, emitiu comunicado nesta quarta-feira (18/05) sobre o Projeto de Lei referente a implantação da Escola Cívico-Militar no município. Segue na íntegra a nota:

“Considerando o maciço apoio da população de Santana do Garambeu, bem como dos profissionais da educação, demonstrado na audiência pública realizada na última sexta-feira (13/05). Comunicamos a todos os cidadãos santanenses, que o Projeto de Lei para implantação da Escola Cívico-Militar, será encaminhado para votação na reunião da Câmara de Vereadores na próxima quinta-feira (19/05)”.

Fonte e Foto: Prefeitura Municipal de Santana do Garambeu

Policiais rodoviários federais são mortos na BR-116, em Fortaleza

Policiais rodoviários federais são mortos na BR-116, em Fortaleza

Caso aconteceu no viaduto da avenida Oliveira Paiva. Homem teria atacado os policiais para pegar as armas dos agentes

Na manhã de hoje (18), dois policiais rodoviários federais foram mortos, na BR-116, em Fortaleza. Os crimes ocorreram próximo ao viaduto da Avenida Oliveira Paiva, no bairro Cidade dos Funcionários. Diante informações, os policiais faziam atividades de patrulha quando foram retirar um homem em situação de rua que estava transitando entre os carros no meio da via, e depois de ser abordado, o supeito tirou a arma de um dos policiais e atitou contra os agentes.

Morreram na ação Márcio Hélio Almeida de Sousa e Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho. Os agentes tiveram os óbitos atestados ainda no local pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O homem que atirou contra os dois policiais também foi atingido por um policial e morreu no local. Segundo a Polícia Militar, o responsável por matar o criminoso foi um agente da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de folga, que passava pelo local.

Foto: PRF

Polo UAB Itamonte realizará processo seletivo com vagas para curso de licenciatura em Educação Física

Polo UAB Itamonte realizará processo seletivo com vagas para curso de licenciatura em Educação Física

Curso Superior, totalmente gratuito, de licenciatura em Educação Física, no polo UAB de Itamonte.

A Prefeitura Municipal de Itamonte, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, informa que a Universidade Federal de de Juiz de Fora – UFJF realizará processo seletivo para 25 vagas do curso de Licenciatura em Educação Física – EAD, que será ofertado no Polo da Universidade Aberta do Brasil em Itamonte.

Os interessados poderão se inscrever, a partir das 15h do dia 16 de Maio de 2022, pelo site: https://www2.ufjf.br/copese/processos-seletivos-ead-2022/

Acesse o link abaixo e confira o edital: https://www2.ufjf.br/…/Edital-EAD-2022-para-publicacao…

Ibituruna reafirma seu compromisso no combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

Ibituruna reafirma seu compromisso no combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

Faça Bonito – Proteja nossas crianças e adolescentes. 18 de Maio: Dia dedicacado ao enfrentamento da violência contra menores

Neste dia 18 de maio, a Prefeitura de Ibituruna através da Secretaria Municipal de Ação Social reafirma seu compromisso nacional no combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e de adolescentes. A data faz referência ao caso de Araceli, que com apenas oito anos de idade, foi vítima de espancamento, violência sexual e homicídio. O fato ocorreu há 44 anos, no município de Vitória/ES e ainda não foi completamente solucionado pela justiça.

Com a Lei nº 9.970/2000, foi instituído o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, atores do Sistema de Garantia de Direitos – SGD, incluindo os trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, organizam-se para realizar ações de mobilização contra a violência sexual de crianças e adolescentes em todo o país. O principal objetivo é convocar e alertar a sociedade brasileira sobre a prevenção de todas as formas de violência e a proteção social de crianças e de adolescentes.

Uma das principais formas de identificação da violência contra a criança e o adolescente é a denúncia. É por meio das ferramentas de denúncia que se articulam as redes de proteção e defesa de direitos de crianças e adolescentes. Portanto, é fundamental a divulgação desses canais. Estados e municípios possuem canais próprios de denúncia.

Em Ibituruna, além do Disque Denúncia (181) ou o Disque 100, é disponibilizado o telefone do Conselho Tutelar (35) 3844-1303. O enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes é uma questão de todos. Por isso, não se cale. Denuncie!

Fonte: Secretaria Municipal de Ação Social – Assessoria de Comunicação: Márcio Lima

Maio Amarelo: Secretaria Municipal de Saúde de Ibituruna e alunos da Escola Estadual Professor Júlio Bueno promoverão Ação de Educação no Trânsito

Maio Amarelo: Secretaria Municipal de Saúde de Ibituruna e alunos da Escola Estadual Professor Júlio Bueno promoverão Ação de Educação no Trânsito

O Movimento Maio Amarelo nasceu com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O movimento, que é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, tem como objetivo colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

A Prefeitura de Ibituruna, através da Secretaria Municipal de Saúde e os alunos da Escola Estadual Professor Júlio Bueno, desenvolverão atividades no dia 25 de maio no Clube Social Serra Negra, às 9:30h, para que todos possam refletir e agir de maneira mais segura no trânsito, e você é nosso convidado.

MAIO AMARELO

A campanha Maio Amarelo é um movimento internacional criado em 2011 pela Organização das Nações Unidas (ONU). A partir de 2021 foi iniciada a segunda década de uma série de ações pela segurança no trânsito. A meta no Brasil, desejada desde o início do trabalho, tem sido a redução de 50% das mortes em decorrência de acidentes de trânsito.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de Ibituruna – Assessoria de Comunicação: Márcio Lima

Onda de frio avança para o Sudeste e Centro-Oeste, com quedas de 5ºC

Onda de frio avança para o Sudeste e Centro-Oeste, com quedas de 5ºC

Região Sul registrou na madrugada de hoje mínima de -2,5°C

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta que a onda de frio que já atinge o Sul e centro-sul do país desde ontem (17) deve permanecer até amanhã (19), provocando quedas de temperatura superiores a 5°graus Celsius (C) em média também nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste.

O frio já está afetando regiões do Goiás, Mato Grosso, Distrito Federal, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, chegando até o sul de Tocantins. De acordo com o Inmet, durante a madrugada de hoje foram registradas na Região Sul temperaturas mínimas de -2,5°C em Bom Jardim da Serra (SC), 0°C em São José dos Ausentes (RS), 1,7°C em Cambará do Sul (RS), 2,6°C em Vacaria (RS) e 2,6°C em Inácio Martins (PR).

Na Região Sudeste, as temperaturas caíram para -0,1°C em Campos do Jordão (SP), 1,4°C no Pico do Couto (RJ), 2,1°C em Itapira (SP), 3,4°C em Maria da Fé (MG) e 4°C em Nova Friburgo (RJ). No Goiás, a temperatura mínima registrada foi de 4,8°C em Mineiros (GO) e 5,1°C em Rio Verde (GO).

O Inmet emitiu um aviso de geada, que pode afetar as plantações com frios de até 3ºC em regiões do Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, São Paulo e sul fluminense. Em Brasília, as temperaturas para amanhã tem previsão de mínima de 5ºC e máxima de 21ºC, com tendência de queda. Hoje, a mínima na capital ficou em 9ºC.

O Centro de Operações da prefeitura do Rio de Janeiro (COR), informou que foi registrada hoje a temperatura mais baixa do ano na cidade: 13,2ºC às 6h30, no Alto da Boa Vista, zona norte da Cidade. A previsão para o dia é de máxima de 22ºC, considerado frio para os padrões cariocas, e mínima de 13ºC na madrugada.

Chuvas intensas

O Inmet emitiu um aviso também para chuvas intensas na região metropolitana de Porto Alegre, no sudeste e nordeste rio-grandense e no sul catarinense, com alerta vermelho. De acordo com a previsão do instituto, pode chover entre 30 e 60 milímetros (mm) em uma hora ou de 50 a 100 mm ao longo do dia, com ventos intensos de até 100 km/h.

Há, ainda, alerta para ventos costeiros até amanhã que podem atingir do sudeste do Rio Grande do Sul à região metropolitana do Rio de Janeiro. Ontem, o Inmet alertou para a possível evolução de ciclone para tempestade subtropical Yakecan no sul do país.

Na Região Norte, o alerta laranja é para chuvas intensas no sudeste e sudoeste do Pará, área oriental do Tocantins, baixo Amazonas, centro, sudoeste, sudeste e norte amazonense, norte e sul do Amapá e de Roraima. Em Manaus, a previsão é de temperatura máxima de 30ºC e mínima de 24ºC.

Não há alertas para a Região Nordeste no momento.

Fonte: Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Edição: Valéria Aguiar

Dor no pé por fascite plantar: quando suspeitar? O que fazer ao sentir?

Dor no pé por fascite plantar: quando suspeitar? O que fazer ao sentir?

A fáscia plantar é um espesso ligamento de tecido fibroso e pouco elástico que recobre a musculatura da sola do pé e vai desde o osso calcâneo até a base dos dedos dos pés. Ela tem a função sustentar o arco do pé e assim absorver e distribuir a energia do impacto do pé quando caminhamos, corremos e saltamos.

Certo, mas quais são as causas da fascite plantar?

Ainda não se conhece a causa exata da fascite plantar. na maioria dos casos, a dor é provocada pelo estiramento excessivo ou pequeno rasgo da fáscia plantar causado principalmente pela repetição de microtraumatismos nessa estrutura.

Apesar de não estar totalmente estabelecida a causa desse problema a medicina conhece os grupos de maior risco para o problema. 

Então o que você deve notar? 

  1. Idade: a fascite plantar é mais comum entre as idades de 40 e 60 anos.
  2. Você faz atividade física?  Como está o seu treino? Atividades que colocam muito estresse no calcanhar, como corrida de longa distância, podem contribuir para o aparecimento de fascite plantar. Além disso para quem pratica atividade, treino excessivo, aumento abrupto na distância, da intensidade de corrida ou caminhada, tênis de corrida inadequado, superfície de solo rígida também podem contribuir para a fascite. Mas é importante você saber que ficar sem atividade física, ou seja ser sedentário, também aumenta o seu risco de ter fascite plantar.
  3. Como é o seu pé e a sua pisada?  A forma do seu pé também influencia. Os mais associados a esse problema são o pé plano também conhecido como pé chato e o pé cavo, que é o pé contrário ao chato, o que tem o arco muito pronunciado. Você deve reparar também como você pisa. Quem pisa com o pé para fora que é o que chamamos de pisada supinada também tem maior risco.
  4. Você fica muito tempo em pé? Ficar muito tempo em pé também é um fator de risco e afeta alguns profissionais que passam a maior parte do tempo em pé ou caminhando, como professores.
  5. Como está o seu peso?  A obesidade aumenta a pressão exercida no calcanhar e na superfície plantar do arco do pé aumentando a chance de ter fascite.

Tratamento

O tratamento inicial deve ser sempre com medidas conservadoras para alívio da dor, modificação de hábitos tentando evitar o impacto excessivo, uso de calçados apropriados, exercícios de alongamento e fortalecimento através de fisioterapia. Em alguns casos pode ser recomendado uso de terapia de ondas de choque, uso de órteses especificas, acupuntura, infiltração com corticoide dentre outros tratamentos mais novos. Fazendo isso próximo de 80% dos pacientes tem melhora do quadro. Para aqueles sem melhora após 6 a 12 meses pode ser indicada eventualmente cirurgia.

Fonte: Brasil 61

Foto: Dr. Ajuda. Reprodução/YouTube

Prefeito de Virgínia recebe visita de lideranças políticas da região

Prefeito de Virgínia recebe visita de lideranças políticas da região

O prefeito de Virgínia, Kadu do João Bosco, que é também presidente da AMAG (Associação dos Municípios da Microrregião do Circuito das Águas), recebeu em Virgínia, na última quinta-feira (12/05), o prefeito de Bocaina de Minas, Luzimar de Moura Benfica; o prefeito de Serranos, Marcelo Azevedo Carvalho e o vereador Giovani Aparecido Pereira, de Arantina.

Acompanhado da chefe de gabinete da Prefeitura de Virgínia, Vera Lúcia de Souza, Kadu conversou com as lideranças sobre vários assuntos importantes, relacionados à gestão/administração municipal.

“É essencial mantermos contato com colegas de outros municípios, para que possamos estar sempre unidos e compartilhar experiências em prol das causas municipalistas”, destacou Kadu.

Fonte e Fotos: Prefeitura Municipal de Virgínia

Comemoração do aniversário de 110 anos de Carvalhópolis com muita festa e alegria

Comemoração do aniversário de 110 anos de Carvalhópolis com muita festa e alegria

A comemoração do aniversário de 110 anos de Carvalhópolis foi com muita festa e alegria para os munícipes.

Aconteceram diversas atividades durante o dia todo no Parque D. Jandira.

Confira as homenagens que as crianças da escola Maria Caproni de Oliveira apresentaram com orientação do professor José Sebastião Matias.

Fonte e Fotos: Prefeitura Municipal de Carvalhópolis

Onda de frio no estado de Minas Gerais

Onda de frio no estado de Minas Gerais

A tendência é de queda acentuada de temperatura do ar em todas as regiões de Minas Gerais até o final da próxima semana (21 e 22/05/2022)

A passagem de uma frente fria pela Região Sudeste provocou chuvas de sábado (14/05/2022) até terça-feira (17/05/2022). E, na retaguarda dessa frente fria uma forte massa de ar Polar vai proporcionar declínio acentuado de temperatura do ar. Estimativas de grandes áreas favoráveis a formação de geadas nas regiões Sul, Campo das Vertentes, Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba, Zona da Mata e até mesmo na Metropolitana. A tendência é de queda acentuada de temperatura do ar em todas as regiões de Minas Gerais até o final da próxima semana (21 e 22/05/2022).

Fonte e Fotos: Por Viviane Samara Barbosa Nonato / Instituto Nacional de Meteorologia

Governo de Minas entrega 48 apartamentos para famílias que moravam em áreas de inundação

Governo de Minas entrega 48 apartamentos para famílias que moravam em áreas de inundação

Pessoas removidas de suas casas nas proximidades da Avenida Tereza Cristina aguardavam há dez anos pela nova moradia 

O governador Romeu Zema entregou, nesta terça-feira (17/5), em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a chave de 48 unidades habitacionais para famílias que foram removidas das áreas de inundação das bacias de detenção de cheias e enchentes, nas proximidades da Avenida Tereza Cristina.

Com a retomada das intervenções nesta gestão, o Governo de Minas dá uma solução para famílias que aguardam o andamento das obras há mais de dez anos. Elas dependiam de aluguel social pago pelo Estado para se manter.

Até o momento, 128 apartamentos já foram entregues pelo Estado. Está prevista, ainda, a construção de outras 144 unidades. O investimento é de R$ 53 milhões, sendo R$ 27 milhões já executados pelo governo estadual. Ao todo, serão entregues 304 unidades habitacionais, divididas em 17 blocos, contendo 16 apartamentos cada.

O governador Romeu Zema destacou a satisfação de cumprir esta entrega, que é tão positiva para as famílias que há anos esperam pela sua casa própria.

“Estamos tendo a felicidade de entregar estes 48 apartamentos para as famílias que foram removidas das áreas de enchentes e inundações localizadas próximas a bacia do Arrudas e seus afluentes. O compromisso do nosso governo é resolver este problema que assola os municípios de BH e Contagem durante o período de chuvas. Prova disso é que há dez dias assinamos um convênio garantindo o repasse para que as prefeituras possam iniciar as obras de contenção das enchentes”, disse.

Fim da espera

A entrega dos apartamentos representa o fim da espera para as famílias beneficiadas. É o caso da Marisa Raimundo Elias, de 42 anos, que na última semana se mudou com sua filha Sara e seu marido para a nova casa.

Cristiano Machado / Imprensa MG


“Foi uma espera longa. Quando tudo começou, eu nem tinha minha filha e hoje ela está com 8 anos. Mas digo que tudo tem seu tempo e que este seja o início de um novo tempo para todos nós” comemorou a síndica dos blocos recém- inaugurados.

Ela lembrou da época difícil quando morava na Vila São Paulo, às margens do córrego Ferrugem. “Nos períodos de chuva a gente não dormia, temendo que a água entrasse em nossas casas. Vivíamos sempre preocupados”, relatou.

A diarista Dirléia da Silva, de 61 anos, comemorou a sua nova casa. “Estou muito feliz. Este novo apartamento é a realização de um sonho para a minha família. Não vejo a hora de mudar para a nossa casa nova” disse a beneficiada que pretende mudar para o seu apartamento na próxima semana.

Acordo da Vale

A conclusão das obras está sendo viabilizada a partir da inclusão dos recursos no Acordo Judicial firmado pelo Poder Público com a Vale, em decorrência do rompimento da barragem em Brumadinho. A tragédia tirou a vida de 272 pessoas – duas estavam grávidas. Cinco joias – como os familiares se referem aos entes perdidos – ainda não foram localizadas.

O Governo de Minas reservou, no contexto das medidas de reparação, R$ 298 milhões para a execução de ações de contenção de cheias e realocação de famílias em Contagem e Belo Horizonte. Além das unidades habitacionais, parte do valor será destinada ao pagamento de indenizações para famílias que não optaram por receber o apartamento.

Obras na região

O convênio para repasse de recursos destinados à execução de obras de contenção de cheias nos córregos Ferrugem e Riacho das Pedras, que são afluentes do Ribeirão Arrudas, foi promulgado em 9/5. O termo foi assinado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), e os municípios de Belo Horizonte e Contagem.

Na oportunidade, o governador Romeu Zema assinou despacho governamental autorizando a aplicação de R$ 200 milhões para a execução das obras nas bacias da Vila Itaú e Vila PTO, em Contagem, e na bacia Vila Esporte Clube, no município de Belo Horizonte.

Também foi anunciada a retomada das obras de Requalificação Urbana e Ambiental e de Controle de Cheias do Córrego Riacho das Pedras, que prevê a execução de duas das quatro bacias de detenção de cheias previstas: Bacia B2 (Praça Rio Volga) e Bacia B5 (Rua Arterial, próxima à empresa Toshiba). Os serviços foram paralisados em 2021 em razão de processo de recuperação judicial da contratada.

Vale ressaltar que a responsabilidade pela execução das obras estruturantes para prevenir enchentes é de cada município. Entretanto, tendo em vista a extensão social do problema, o Estado buscou soluções conjuntas para combater os estragos causados pelas chuvas na região metropolitana da capital.

Fonte: Agência Minas

Foto: Cristiano Machado / Imprensa MG

Bula digital contará com ilustrações e conversão do texto em áudio ou vídeo

Bula digital contará com ilustrações e conversão do texto em áudio ou vídeo

Nova lei que institui a bula digital de medicamentos foi sancionada na última quinta-feira (12) pelo governo federal

A partir de agora, os laboratórios farmacêuticos poderão inserir QR Code nas embalagens de medicamentos para a bula digital. A lei que implementa o novo formato eletrônico foi sancionada na última quinta-feira (12). 

A versão digital da bula também pode contar com ilustrações, quando houver necessidade. Além disso, há a possibilidade de conversão do texto em áudio ou vídeo, o que garante acessibilidade às pessoas com deficiência e analfabetos. A ideia é que também sejam disponibilizados links para outros documentos explicativos.

A nova redação modifica a Lei 11.903/09. O intuito é expandir e facilitar o acesso à bula, no modelo digital, com informações obrigatórias como composição, utilidade e dosagens, por exemplo. 

Na avaliação do secretário-geral do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Gustavo Pires, a medida deve facilitar a leitura e a compreensão por parte dos usuários. “Para aqueles que têm acesso tanto à internet quanto a um aparelho que se possa utilizar para poder ter acesso a uma bula digital, é mais dinâmico e mais prático. Então, isso pode ser considerado uma vantagem em relação ao formato impresso”, destaca. 

Controle

Pelos termos da legislação, o controle será realizado por meio do sistema de identificação de medicamentos. Para isso serão utilizadas tecnologias de captura, armazenamento e transmissão eletrônica de dados. As embalagens dos medicamentos devem contar com o código de barras bidimensional de leitura rápida, que leve ao endereço na internet que dá acesso à bula digital.

INDÚSTRIA QUÍMICA: MP que extingue Reiq deve ser votada na próxima semana

Brasil busca a eliminação da malária até 2035

A rastreabilidade será de responsabilidade dos laboratórios, que deverão ter sistema próprio que permita a elaboração de mapa de distribuição de medicamentos. 

“Uma preocupação que temos é a descontinuidade do projeto de rastreabilidade, que foi abortado por meio desse projeto de lei aprovado. Com a descontinuidade da rastreabilidade, os riscos de falsificação de medicamentos voltam a aparecer”, ressalta Gustavo Pires.

As bulas digitais precisam ser hospedadas em links autorizados pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). Vale destacar que a inclusão de informações digitais não implicará no fim da apresentação em formato de bula impressa.
 

Fonte: Brasil 61

Foto: Arquivo/MS

Polícia Militar de Bom Jardim de Minas recebe nova viatura

Polícia Militar de Bom Jardim de Minas recebe nova viatura

A Policia Militar em Bom Jardim de Minas recebeu, mediante emenda parlamentar do deputado federal Dimas Fabiano, viatura nova a ser usada localmente.

A entrega da viatura contou com a presença de Tourinho, assessor do deputado federal, e autoridades municipais como o prefeito Municipal, vice-prefeito Municipal, secretários municipais, vereadores e lideranças locais.

Fonte e Fotos: Prefeitura Municipal de Bom Jardim de Minas

Congresso Nacional é iluminado com as cores da Bandeira LGBTQIA+

Congresso Nacional é iluminado com as cores da Bandeira LGBTQIA+

Nesta terça-feira (17/05), o prédio do Congresso Nacional foi iluminado com as cores vermelha, laranja, amarela, verde, azul e roxa, em referência à Bandeira LGBTQIA+.

O objetivo é divulgar o Dia Internacional de Combate à LGBTIfobia, que marca a retirada da homossexualidade da lista internacional de distúrbios mentais pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 17/05/1990.

Segundo a liderança do PSOL, que propôs a ação no Congresso, o objetivo de iniciativas em torno da data é alertar tanto para as conquistas já alcançadas quanto para as barreiras que ainda precisam ser superadas para que sejam plenos e efetivos a inclusão e o direito à igualdade da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis, queer, intersexo e assexuais (LGBTQIA+).

Em 2021, houve no Brasil 316 mortes violentas de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e pessoas intersexo (LGBTI+). Esse número representa um aumento de 33,3% em relação ao no anterior, quando foram registradas 237 mortes. Os dados constam do Dossiê de Mortes e Violências contra LGBTI+ no Brasil. Entre os crimes ocorridos no ano passado, 262 foram homicídios (o que corresponde a 82,91% dos casos), 26 suicídios (8,23%), 23 latrocínios (7,28%) e cinco mortes por outras causas (1,58%).

O dossiê, produzido por meio do Observatório de Mortes e Violências contra LGBTI+, é resultado de uma parceria entre a Acontece Arte e Política LGBTI+, a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) e a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT).

Fonte: Informações Agência Brasil

Foto: Câmara dos Deputados

Ação busca mobilizar para o combate ao abuso e á exploração sexual infantil em São Vicente de Minas

Ação busca mobilizar para o combate ao abuso e á exploração sexual infantil em São Vicente de Minas

As crianças vicencianas atendidas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) confeccionaram uma faixa de conscientização e vão distribuir panfletos em espaços públicos nessa quarta-feira (18/05), Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

A programação, promovida pela Prefeitura Municipal, foi elaborada para envolver a população na discussão sobre o tema, que é do interesse de todos, e na busca de possíveis soluções.

A psicóloga que trabalha na sede do CRAS, e na unidade do bairro Vista Alegre, além do Centro de Atendimento Sócio Infantil (CASI), também vai promover o debate da questão entre as próprias crianças e adolescentes assistidos.

A data convoca ao apoio e à divulgação da flor-símbolo da infância, que, ao mesmo tempo, demonstra a vulnerabilidade infanto-juvenil frente ao abuso e à exploração sexual. O objetivo é mobilizar toda sociedade brasileira para o compromisso de proteger as crianças e os adolescentes.

O combate ao abuso e à exploração sexual infantil passa por ações de diferentes áreas, devido à diversidade de situações nas quais essa prática pode se manifestar. Acima de tudo é necessário que essa questão seja vista como um problema de todos.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes foi instituído em 2000, pelo projeto de lei 9970/00.

A escolha é uma referência ao assassinato de Araceli, menina de oito anos que foi drogada, estuprada e morta por jovens de classe média-alta, no dia 18 de maio de 1973, em Vitória (ES).

O corpo da garota só foi encontrado seis dias depois, desfigurado por ácido. E o pior é que crime, apesar de hediondo, até hoje permanece impune.

Anualmente, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), promove a campanha e outras ações de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Em São Vicente de Minas, as denúncias podem ser feitas ao próprio CRAS, pelo número (35) 3323-1114, ao Conselho Tutelar, no telefone (35) 3323 1173 ou ao 190, da Polícia Militar.

O Disque Direitos Humanos – o Disque 100 – serviço gratuito que funciona 24 horas, nos sete dias da semana, também recebe denúncias.

Fonte e Fotos: Assessoria de comunicação da Prefeitura de São Vicente de Minas

HEPATITE B: sintomas, fases, contaminação e prevenção

HEPATITE B: sintomas, fases, contaminação e prevenção

Você conhece alguém que tem hepatite B? Você sabe quais são os sintomas e formas de transmissão dessa doença? Neste episódio, o Dr. Mário Guimarães dará mais detalhes sobre o assunto

A Hepatite B é uma inflamação causada por um vírus chamado Vírus da Hepatite B. Uma vez que esse vírus entra na sua circulação ele chega ao fígado onde começa a infecção. O seu sistema imunológico, que é o seu sistema de defesa, é então acionado e se inicia uma inflamação que é o que caracteriza a fase inicial da doença, a fase da Hepatite Aguda.

Os sintomas mais comuns são enjoo, vômitos e cansaço, mas isso pode estar presentes em diversos problemas de saúde, ou seja, não dá para suspeitar de hepatite por esses sintomas.

Nos casos em que a inflamação do fígado é mais importante você pode apresentar sintomas mais sugestivos como: icterícia (cor amarelada da pele mais facilmente percebida vendo o branco dos olhos), urina cor de coca cola que é o que chamamos de colúria e fezes mais claras. 

O grande problema é que de cada 10 pessoas contaminadas apenas 1 tem sintomas. As outras 9 pessoas não sentem nada! Não sentindo nada e tendo o vírus ativo no corpo, elas transmitem esse vírus para outras pessoas sem saber.

Na fase crônica, permanecem com o vírus ativo e se multiplicando e começam a ter sinais laboratoriais que indicam sofrimento do fígado.

A hepatite crônica é totalmente assintomática!  Se nada for feito e a doença pode levar a Cirrose ou mesmo Câncer do Fígado (Hepatocarcinoma). Nem todos sabem, mas a Hepatite B é uma das principais causas de Câncer de fígado.   Essa evolução silenciosa e com grande potencial de gravidade, sem sintomas para maioria das pessoas é um dos grandes problemas da Hepatite crônica.

Tanto na fase aguda quanto na crônica, o diagnóstico é feito por meio de exame de sangue chamado Sorologia.

Quando você deve suspeitar que pode ter sido contaminado pelo vírus? A resposta é: Toda vez que você foi exposto a sangue e fluidos corporais que podem ter o vírus. Quando isso ocorre?

4 principais vias de transmissão:

  1. relação sexual desprotegida. Atenção para uma dúvida frequente: sexo oral e anal também transmite. 
  2. compartilhamento de agulhas e seringas entre usuários de drogas injetáveis
  3. Cabelereiros, manicures, centros de colocação de piercing e tatuagem que não esterilizam corretamente os alicates, tesouras ou agulhas.
  4. Você deve questionar se o local que irá prestar o serviço segue as recomendações de esterilização. Lembrando que a fervura desses objetos não mata o vírus B! E que esse vírus pode permanecer vivo em uma gota de sangue seca por até 7 dias! Por isso fique atento!
  5. A quarta via de transmissão é a da mãe para o filho durante o parto ou na amamentação. Portanto, é muito importante que toda grávida seja investigada para a hepatite B para diminuir essa chance de transmissão. Aqui cabe um esclarecimento: A chance de transmissão por aleitamento é considerada muito baixa, porém deve-se ter o cuidado com a possibilidade de rachaduras no mamilo e com a possibilidade de sangramento. 

 E como prevenir? A primeira delas é evitar a exposição usando camisinha nas   relações sexuais e tendo atenção com o uso de instrumentos usados em muitas pessoas e que podem te perfurar ou cortar. A segunda e mais importante delas é a vacinação!

Fonte: Brasil 61

Foto: Dr. Ajuda. Reprodução/YouTube