“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

A Prefeitura de Betim apresenta, nesta sexta-feira (17), para 2 mil professores o teste de Snellen, que será aplicado em todos alunos de 5 a 14 anos da rede municipal de ensino. O teste, que avalia a acuidade visual dos estudantes, faz parte das ações do Programa Miguilim, do Governo de Minas Gerais, que tem como objetivo ampliar as ações de promoção e prevenção de agravos em saúde ocular nas escolas públicas. A capacitação dos educadores será realizada no auditório do Clube Atlético Rodoviário, em duas turmas – das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30.

Durante o treinamento, será apresentado aos profissionais da educação o Programa Miguilim, o teste de Snellen e a importância de sua aplicação, além dos fluxos para atendimento dos estudantes na rede de Saúde após a realização da avaliação. Ao longo de 2024, 2025 e 2026, o teste de Snellen será aplicado em cerca de 45 mil alunos das creches e escolas de ensino fundamental da rede municipal. Os estudantes, de 15 a 18 anos das escolas estaduais do município também serão avaliados pelas equipes de saúde.

O estudante identificado com alterações visuais será encaminhado para atendimento na Unidade Básica de Saúde de referência. Após a triagem, se necessário, será agendada uma consulta especializada com um médico oftalmologista e realizados exames. O aluno que tiver a indicação do uso de lentes corretivas receberá os óculos gratuitamente pelo programa Miguilim.

Em abril, cerca de 200 educadores passaram por formação para aplicar o teste nos estudantes. Outros profissionais da Secretaria Municipal de Educação devem receber o treinamento nos próximos meses. Além da capacitação para o teste, os educadores também serão sensibilizados para identificar problemas visuais por meio dos relatos das próprias crianças, dos professores e de familiares.

“Ter profissionais capacitados e qualificados para fazer essa triagem ocular e auditiva dos estudantes dentro da escola é muito importante. Quando o professor identificar uma situação diferente, ele poderá aplicar o teste e, em seguida, encaminhar o aluno para uma Unidade Básica de Saúde. Assim, estamos ampliando as ações de prevenção de agravos da saúde ocular dos nossos estudantes”, afirma a secretária municipal da Educação, Marilene Pimenta.

Com as informações e foto da Prefeitura de Betim