Escolha uma Página

A Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur) foi convidada para participar do Desafio Futurize, uma iniciativa da Escola de Arquitetura e Design em parceria com o Mestrado Profissional em Educação e Docência – PROMESTRE da UFMG. O objetivo do projeto é encontrar soluções inovadoras que tornem Belo Horizonte um destino turístico ainda mais atrativo, destacando sua identidade gastronômica.

Desde o último dia 22, a Belotur está colaborando ativamente na organização do desafio, prestando suporte aos participantes, esclarecendo dúvidas, oferecendo mentorias e, por fim, participando da banca de avaliação das soluções desenvolvidas. As próximas agendas estão marcadas para acontecer neste sábado (29), e em 6 e 13 de julho, no Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC).

O desafio é abrangente e flexível, contemplando diversos aspectos como comunicação, sinalização, serviços, mobiliário, infraestrutura, sustentabilidade, acessibilidade, interação, educação e participação. O intuito é que as soluções propostas estejam alinhadas com a visão de Cidade Criativa da Gastronomia, que promove o turismo, a cultura, a diversidade, a inovação e a colaboração. Ao unir turismo, gastronomia e design, essa iniciativa se encontra em consonância com as diretrizes de trabalho em rede adotadas pelas áreas criativas que integram a Rede Cidades Criativas da Unesco, que incentiva a participação ativa dos membros.

“A Belotur tem intensificado suas parcerias com instituições acadêmicas, promovendo uma ampla gama de iniciativas para integrar conhecimentos práticos e teóricos em prol do desenvolvimento estratégico do turismo e de setores como a gastronomia. A colaboração com jovens talentos de diversas áreas, que trazem perspectivas inovadoras, é um elemento inspirador e alinhado com o impacto positivo que a Belotur busca promover em Belo Horizonte”, comenta Eduardo Cruvinel, Gerente de Inovação Turística da empresa municipal.

O Futurize é fruto de uma pesquisa de mestrado e se destaca pela aplicação de metodologias ativas, como o ‘Aprendizado Baseado no Design’ e o ‘Aprendizado Baseado em Problemas e Design Thinking’. Essas abordagens são reconhecidas por seu potencial em desenvolver habilidades essenciais para a inovação e resolução de problemas reais de maneira criativa, sustentável e socialmente responsável. Os participantes serão guiados por especialistas, mestres e doutores da UFMG e membros da equipe da Belotur, através de etapas de introdução, ideação, prototipação e apresentação, trabalhando em equipes para enfrentar os desafios.

Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte

Foto: Divulgação / PBH