Incêndio atinge galpão da Cinemateca Brasileira na zona oeste de SP

Incêndio atinge galpão da Cinemateca Brasileira na zona oeste de SP

Bombeiros informaram que não houve vítimas

Um incêndio atingiu galpão da Cinemateca Brasileira, localizado na Vila Leopoldina, zona Oeste da capital paulista, no final da tarde de (29). Os bombeiros informaram que não houve vítimas e que 18 viaturas foram deslocadas para atender a ocorrência. No total, cerca de 70 bombeiros atuam na operação.

Segundo o Corpo de Bombeiros, houve um chamado para fogo em edificação comercial por volta das 18h na Rua Othão, 290. O incêndio foi controlado, mas por volta das 20h os bombeiros ainda continuavam trabalhando na ocorrência para que o fogo fosse extinto.

No endereço, fica guardado parte do acervo da Cinemateca Brasileira. O prédio principal da instituição está localizado na Vila Mariana.

Em 12 de abril, os trabalhadores da Cinemateca divulgaram manifesto em que fizeram um alerta sobre os riscos que corriam o acervo, os equipamentos, as bases de dados e a edificação da instituição. “A possibilidade de autocombustão das películas em nitrato de celulose, e o consequente risco de incêndio frequentemente recebem mais atenção da mídia e do público. A instituição enfrentou quatro incêndios em seus 74 anos, sendo o último em 2016, com a destruição de cerca de 500 obras. O risco de um novo incêndio é real. O acompanhamento técnico contínuo é a principal forma de prevenção”, dizia o manifesto.

A Secretaria Especial da Cultura disse em nota que “lamenta profundamente” e acompanha de perto o incêndio que atinge o galpão da Cinemateca Brasileira. “Cabe registrar que todo o sistema de climatização do espaço passou por manutenção há cerca de um mês como parte do esforço do governo federal para manter o acervo da instituição”, diz a nota.

A secretaria solicitou apoio à Polícia Federal para investigação das causas do incêndio e informou que, só após seu controle total pelo Corpo de Bombeiros, poderá determinar o impacto e as ações necessárias para uma eventual recuperação do acervo e do espaço físico.https://www.youtube.com/embed/HcihdKW8FA8

Saiba mais: Cinemateca Brasileira será reaberta ao público em 2021

*Matéria atualizada às 22h58 para atualização de informações e inclusão de nota dos trabalhadores da Cinemateca.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Carla Carniel

Com voto favorável do Deputado Federal Dimas Fabiano, foi sancionada a Lei 14.181 com novas regras para prevenir os superendividamentos dos consumidores

Com voto favorável do Deputado Federal Dimas Fabiano, foi sancionada a Lei 14.181 com novas regras para prevenir os superendividamentos dos consumidores

A Lei 14.181 sancionada em 1° de julho de 2021 prevê mais transparência nos contratos de empréstimos com condições mais justas, também proíbe a publicidade com intuito de enganar o consumidor para atraí-lo a oferta de credito. A nova lei regulamentará acordos entre credores e clientes buscando evitar negociações desfavoráveis para o consumidor.

O consumidor que contrair dívidas e não conseguir fazer a quitação, poderá solicitar a instauração de um processo judiciário e deverá apresentar um planejamento com prazo máximo de cinco anos para quitar todas as dívidas. A nova lei é um instrumento legal de combate ao superendividamento.

Durante a crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus, o nível de endividamento doméstico atingiu seu mais alto patamar e chegou em fevereiro a 57,7% de acordo com dados do Banco Central. O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) aponta que atualmente 30 milhões de brasileiros têm débitos que não conseguem quitar.

O Deputado Federal Dimas Fabiano segue reafirmando o seu compromisso e segue votando favorável às pautas que podem melhorar a vida de todos os mineiros.

Fonte: Ascom Deputado Federal Dimas Fabiano

Prefeito e Vice de Ingaí vão a Brasília em busca de recursos para o município

Prefeito e Vice de Ingaí vão a Brasília em busca de recursos para o município

Estiveram reunidos em Brasília, na data de ontem, 29/07/2021, no gabinete da Presidência do Senado Federal, o Prefeito Giulliano e o vice-prefeito Reulien juntamente com o Presidente do Senado Rodrigo Pacheco, o Deputado Federal Fred Costa e o Senador Alexandre da Silveira. O encontro foi de grande importância onde conseguiram um recurso para o nosso município de R$500.000 reais.

Texto e Foto : Prefeitura Municipal de Ingaí

Tóquio: Evandro e Bruno Schmidt avançam às oitavas no vôlei de praia

Tóquio: Evandro e Bruno Schmidt avançam às oitavas no vôlei de praia

A dupla brasileira de vôlei de praia Evandro e Bruno Schmidt venceu, de virada, nesta sexta-feira, os poloneses Bryl e Fijalek, com parciais de 19/21, 21/14 e 17/15. O confronto foi realizado no Parque Shiokaze, na capital Tóquio. Com este triunfo, eles asseguraram a classificação para as oitavas de final na Olimpíada.

Os adversários na próxima fase do torneio olímpico serão definidos após os jogos de outras seleções. A fase de grupos encerrará na madrugada deste sábado (31).

No primeiro set, apesar do equilíbrio, os europeus levaram a melhor. Os brasileiros chegaram a abrir três pontos de vantagem (10 a 7), porém Bryl e Fijalek reagiram e viraram o jogo (14 a 13). Evandro e Bruno não se deram por vencido e voltaram a ficar à frente no placar (18 a 17). Quando parecia que a dupla brasileira já havia passado pelo pior, cedeu a vitória para o adversário, perdendo por 21 a 19.

Já no segundo set, o Brasil começou com mais desenvoltura e conseguiu cinco pontos de diferença (10×5). Em seguida, os brasileiros foram ainda mais assertivos, fazendo 15 a 6. Esta superioridade seguiu até o final, encerrando esta etapa em 21 a 14 a favor do país.

O terceiro set foi bastante emocionante. Do início ao fim, as equipes se alternavam na frente no placar. A maior diferença foi de dois pontos, que rapidamente era sacada por quem estava perdendo. O desfecho foi positivo para Evandro e Bruno Schmidt, que venceram por 17 a 15.

Fonte: Por Rafael Monteiro – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Foto: Wander Roberto/COB/Direitos Reservados

Edição: Gustavo Faria

Adolescente com deficiência entra para grupo prioritário de vacinação

Adolescente com deficiência entra para grupo prioritário de vacinação

Alteração na lei foi publicada hoje no Diário Oficial da União

O Governo Federal incluiu definitivamente gestantes, puérperas e lactantes, com ou sem comorbidade, no grupo prioritário de imunização contra a covid-19. A alteração na Lei 14.124, que trata do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação foi publicada Diário Oficial da União desta sexta-feira (30).

Pela norma, crianças e os adolescentes com deficiência permanente, com comorbidade ou privados de liberdade também passam a fazer parte do grupo prioritário de vacinação contra covid-19 “conforme se obtenha registro ou autorização de uso emergencial de vacinas no Brasil para pessoas com menos de 18 anos de idade”.

A inclusão de gestantes e adolescentes no grupo foi motivada por uma decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinava ao Ministério da Saúde a análise da inclusão dos adolescentes no Plano Nacional de Imunização (PNI). Mendes argumentou que, diante da existência de adolescentes com comorbidades e da adequação da vacina da Pfizer a esse público, não faria sentido limitar a vacinação apenas a maiores de idade.

A vacina contra a covid-19 da Pfizer foi a primeira a receber o registro definitivo no Brasil. Em junho, o imunizante da farmacêutica americana contra o novo coronavírus, primeiro a ter registro definitivo no Brasil, obteve o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação em grupos com 12 anos de idade ou mais.

Na última terça-feira (27), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que assim que for concluída a vacinação de maiores de 18 anos, o Brasil iniciará a vacinação de adolescentes com idades entre 12 e 17 anos.

Fonte: Por Karine Melo – Repórter Agência Brasil – Brasília

Foto: Reuters/Carlos Osorio/Direitos Reservados

Edição: Valéria Aguiar