“NÃO SE PRESERVA A MEMÓRIA DE UM POVO

SEM O REGISTRO DE SUA HISTÓRIA”

A atleta Taiane Justino fez história na Copa do Mundo de Levantamento de Peso de Phuket, na Tailândia. Nesta quarta-feira (10), a brasileira de apenas 20 anos chamou atenção ao quebrar dez novos recordes na competição, entre nacionais e sul-americanos.
A pesista apresentou um desempenho impecável no grupo B da categoria feminina +87kg. Taiane cravou 108kg no arranco, 145kg no arremesso, somando um total de 253kg em uma prova sem erros.
Na sua primeira tentativa, a atleta tinha 100kg como carga de entrada na prova de arranco, e levantou 102kg com facilidade. Em seguida, passou a 105kg, também alcançados.
Por fim, ousou 108kg e quebrou em um quilo o seu próprio recorde nacional das categorias sub-20 e adulto, obtido no Campeonato Pan-Americano Sub-20, realizado em maio de 2023 em Manizales, na Colômbia.
A performance impressionante de Taiane também se manteve no arranco, categoria na qual a carga de entrada da brasileira era de 130kg.
Sua primeira tentativa foi de 135kg, erguidos com sucesso. Na sequência, subiu para 141kg e, novamente, superou os recordes nacionais sub-20 e adulto e sul-americano sub-20 em um quilo. Na terceira tentativa, levantou 145kg e bateu o recorde recém-estabelecido.
Além disso, os recordes nacionais sub-20 e adulto da categoria acima de 87kg feminino foram ultrapassados duas vezes por Taiane, com 249kg e 253kg. Ela quebrou cinco recordes brasileiros na categoria adulto, cinco na categoria sub-20 e dois recordes sul-americanos na categoria sub-20. Mesmo terminando em segundo lugar no Grupo B, ela conquistou o nono lugar na competição.
Coincidentemente, a carga total de 253kg foi a mesma alcançada por outro destaque do levantamento de peso brasileiro no dia anterior. Laura Amaro disputou a competição na categoria 81kg feminino e também fez história ao conquistar uma vaga para os Jogos Olímpicos de Paris 2024.
Em vídeo publicado pela Confederação Brasileira de Levantamento de Peso (CBLP), Taiane Justino e o técnico Dragos Stanica celebram o resultado na Tailândia.

Fonte: Alma Preta
Foto: Redes Sociais