Escolha uma Página

O Conselho Diretor da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) decidiu nesta quarta-feira (10) manter a medida preventiva aplicada ao grupo Meta na última terça-feira (2), impedindo a aplicação da nova política de privacidade e o uso de dados pessoais para treinamento de inteligência artificial (IA) no Brasil. A decisão inclui uma multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento.

A Meta, responsável por plataformas como Facebook, Messenger e Instagram, havia solicitado reconsideração à ANPD, alegando dificuldades técnicas para cumprir a decisão inicial. Diante disso, a autoridade concedeu mais cinco dias para que a empresa prove o cumprimento das determinações.

A nova política de privacidade da Meta, que permitiria o uso de informações públicas e conteúdos compartilhados por usuários para treinamento de IA, afeta diretamente cerca de 102 milhões de usuários ativos somente no Facebook no Brasil, gerando preocupações sobre a proteção e uso adequado dos dados pessoais.

Fonte e fotos: Agência Brasil.