Escolha uma Página

Na manhã desta quinta-feira (11/7/24), o Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou dois projetos de grande importância para a saúde pública. Um deles, o Projeto de Lei (PL) 1.991/24, visa fortalecer as ações de prevenção de arboviroses, como dengue e Zika, através da introdução do método Wolbachia. Esse método biológico consiste na inoculação da bactéria Wolbachia nos mosquitos Aedes aegypti, reduzindo sua capacidade de transmitir vírus.

De autoria do deputado Gustavo Santana (PL), o PL 1.991/24 foi aprovado na forma do Vencido e prevê a implementação do método Wolbachia como complemento às estratégias existentes de controle do Aedes aegypti em Minas Gerais. Além disso, o projeto estabelece que o Estado fomentará parcerias público-privadas para desenvolver e monitorar essa técnica, ampliando assim as medidas de proteção contra arboviroses.

Outro projeto aprovado trata da vacinação de pessoas com autismo, garantindo acesso facilitado a imunizações necessárias. Além dessas medidas, a ALMG também aprovou incentivos às corridas de rua e a transformação de igrejas e templos em atividades essenciais, destacando-se como uma sessão legislativa dedicada à saúde e bem-estar dos cidadãos mineiros.

Fonte e fotos: Assembléia Legislativa de Minas Gerais