Razão apontada pelo hospital é a falta de médicos pediatras

A Santa Casa de Misericórdia de Barbacena informou, no último dia 1º de agosto, que a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal foi desativada temporariamente.

A razão, de acordo com o hospital, é a falta de médicos pediatras. A situação também atinge a capital mineira Belo Horizonte, onde os especialistas pediram demissão de centros de saúde e unidades de pronto atendimento (UPA), por conta de excesso de trabalho e ambiente limitado para a realização das atividades.

De acordo com o médico Cláudio Peixoto de Araújo, a desativação da unidade também ocorreu por “outras dificuldades” – onde não abordou mais detalhes. “Informamos que infelizmente não foram eficazes as comunicações no sentido de se tentar em conjunto resolver tal problema na tentativa de busca dos profissionais não só deste município como nos municípios próximos”, informou a nota assinada pelo médico.

Informação e foto: Santa Casa de Misericórdia de Barbacena