COLUNA MG

Rede de Notícias do Sindijori MG

www.sindijorigm.com.br

Oferta de etanol nos postos gera polêmica

Os donos de postos de gasolina afirmam que está faltando etanol no mercado. Por outro lado, os produtores do combustível negam que haja problemas na oferta do produto. Certo é que o diálogo entre o Minaspetro, sindicato que representa os postos, e a Siamig, associação dos empresários do setor sucroenergético, está espinhoso e, pelo menos até agora, não foram divulgadas manifestações diretas de seus representantes. A comunicação do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais (Minaspetro) assevera que os postos de combustíveis mineiros, sobretudo os do interior, têm tido dificuldade para encontrar etanol para repor seus estoques. (Diário do Comércio – Belo Horizonte)

Hospital adere ao Chega de Silêncio

O Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG) e os demais hospitais filantrópicos de Minas Gerais aderiram ao movimento “Chega de Silêncio, promovido pela CMB (Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos). Em um ato emblemático, as unidades hospitalares mineiras e de todo Brasil paralisaram por 24 horas todos os atendimentos eletivos, não urgentes e agendados. Os pacientes já estão sendo informados e os procedimentos reagendados. Segundo Jarle Adriano Klein Rinaldi, diretor-geral do Nossa Senhora das Graças, é histórico os transtornos financeiros enfrentados pelas instituições filantrópicas. (Sete Dias – Sete Lagoas)

Arcos sem UTI há 20 dias

No dia 2 de março, os leitos de UTI da Santa Casa de Arcos – que eram para tratamento exclusivo de pacientes com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)/Covid19 – foram integrados à rede de atenção à saúde estadual, passando a receber pacientes com várias doenças, em conformidade com a Nota Informativa da Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde, de 25 de fevereiro. Depois de 24 dias, portanto, no dia 26 de março, quando o último paciente foi transferido da UTI para a ALA F da Santa Casa, a Unidade foi inativada. (Correio Centro Oeste – Arcos)

Dança do Toré celebra o Dia do Índio

O Dia do Índio foi celebrado pelos Xucuru-Kariris de Caldas com a tradicional dança do Toré. O dia também foi marcado por reflexões sobre os primeiros habitantes do Brasil e contou com a presença de visitantes. A aldeia dos Xucuru-Kariris, localizada na zona rural de Caldas recebeu estudantes e professores de Poços de Caldas, Pouso Alegre e também integrantes do Governo de Minas. Durante a dança do Toré, os Xucuru-Kariris também realizaram brincadeiras e disputa com zarabatana, mantendo e divulgando a cultura e os costumes indígenas. (Poços Com – Poços de Caldas)

Máscaras em elevadores obrigatórias

Uma nova nota técnica do Juiz de Fora do programa que gere as normas do enfrentamento à pandemia na cidade, passou a obrigar o uso de máscaras em elevadores do município. O documento ainda reforça a obrigatoriedade da utilização da proteção em salas de aulas e ambientes escolares “independente da posição do gestor do espaço”. A orientação anterior, já incluía estabelecimentos de saúde e transportes públicos – incluindo escolares, por aplicativo, táxis e similares – entre os locais em que as máscaras são exigidas. Mas não citava a exigência do uso em elevadores. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

Mais de 6 mil vacinadas contra sarampo

Começou no dia 4 de abril e vai até o 3 junho a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo 2022. O objetivo é vacinar crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), mesmo aquelas que já tenham sido imunizadas contra a doença, e os trabalhadores da saúde. “A campanha representa a oportunidade adicional para captar crianças não vacinadas ou que não obtiveram resposta imunológica satisfatória à vacinação, minimizando o risco de adoecimento e, consequentemente, reduzindo ou eliminando o número de não vacinados”, explicou Natália Littig, coordenadora de imunização da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Coronel Fabriciano. (Diário do Aço – Ipatinga)

Muriaé receberá exposição de arte

Muriaé se prepara para receber em breve a exposição “Nise da Silveira – A Revolução pelo Afeto”. A mostra ficará em cartaz no Centro Cultural Grande Hotel Muriahe entre 6 de maio e 10 de julho, com visitação gratuita. A chegada desta exposição ao município está sendo viabilizada pela Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria Municipal de Saúde, com apoio da Fundarte. O acervo de artes é o mesmo que estava no Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB – de Belo Horizonte e do Rio de Janeiro até o fim de março deste ano. (Gazeta de Muriaé)

Foto: Charles Silva Duarte/Arquivo DC