Prazo para adesão continua até 31 de janeiro, já a regularização poderá ser realizada até o último dia do mês de março. 

O Comitê Gestor do Simples Nacional aprovou, nesta sexta-feira (21), a Resolução nº 164, que permite a regularização das pendências de débitos para adesão ao Simples Nacional até o dia 31 de março deste ano, desde que a adesão seja realizada até 31 de janeiro. 

Neste momento de retomada da economia, a deliberação do Comitê proporciona, aos contribuintes do regime, o fôlego necessário para que se reestruturem, regularizem suas pendências e retomem o desenvolvimento econômico que foi afetado devido à pandemia de Covid-19. 

Na mesma reunião, foi a aprovada a Resolução CGSN nº 163, estabelecendo o novo regimento interno do colegiado, considerando as mudanças na composição do Comitê e do quórum, trazidas pela Lei Complementar nº 188/2021.  Já a Resolução CGSN nº 164 aprova a harmonização, seguindo a legislação previdenciária sobre o tema, quanto ao pagamento do microempreendedor individual (MEI). 

As duas resoluções ainda serão publicadas no Diário Oficial da União. 

Importante ressaltar que o prazo de adesão ao Simples Nacional permanece até o último dia útil de janeiro de 2022, e não será prorrogado, pois trata-se de dispositivo previsto na Lei Complementar nº 123/2006. 

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional da Receita Federal