Foram presos o pai e a madrasta do menino. Revelou o pai que acorrentava o garoto por ele tomar o iogurte da irmã e urinar na cama

Uma criança de apenas 9 anos de idade que era Martirizado pelo seu pai e madrasta, foi salvo pela Polícia Civil nesta segunda-feira(06/12). O casal foi preso em flagrante pelo crime.

Segundo informações da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o caso ocorreu no bairro Gilberto Mestrinho, na Zona Leste da capital.

A delegada Dr. Joyce Coelho, disse que a criança era acorrentada durante a noite e dormia assim e, caso necessitasse ir ao banheiro, ninguém o ajudava. O menino apanhava constantemente por qualquer motivo.

O pai contou em depoimento à polícia, que acorrentava a criança todas as noites pelo fato de o menino urinar na cama da irmã mais nova e também tomar o iogurte dela.

Segundo informações do Portal G1, o menino teria começado a morar com ele após a separação dos pais. A mãe biológica teria abandonado o garoto há cerca de 4 anos.

De acordo com a polícia, o menino frequentava a escola na parte da tarde, mas ficava quieto sobre a violência que sofria por medo de apanhar mais caso alguém ficasse sabendo do que acontecia.

O garoto foi levado a um abrigo.

Segundo informações da Depca, o casal responderá pelo crime de tortura. Eles serão encaminhados à audiência de custódia na Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. O crime de tortura tem pena de até 8 anos e pode ser agravado pelo fato de o agressor ser o pai biológico e de a tortura ser cotidiana.

Fonte: Informações Portal G1

Foto: Reprodução