O pe. Antônio Luiz Catelan Ferreira é do clero da Diocese de Umuarama (PR) e até agora professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e vigário paroquial de São José no Vicariato Episcopal Sul.

O Papa Francisco nomeou bispo auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (24/11), o pe. Antônio Luiz Catelan Ferreira, do clero da Diocese de Umuarama (PR), até agora professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e vigário paroquial de São José no Vicariato Episcopal Sul.

Pe. Catelan nasceu em 02 de fevereiro de 1970, em Cidade Gaúcha, Diocese de Umuarama, no Estado do Paraná. Completou os estudos de Filosofia no Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora da Glória, em Maringá (PR), em 1989, e de Teologia no Instituto Paulo VI, em Londrina (PR), em 1994. Especializou-se em Teologia Dogmática, obtendo o mestrado na Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo, em 2002, e o doutorado na Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma, em 2011.

Em 5 de fevereiro de 1995, foi ordenado sacerdote e foi incardinado na Diocese de Umuarama, na qual desempenhou os seguintes cargos: pároco de São Paulo Apóstolo, coordenador Diocesano de Pastoral, membro do Conselho Presbiteral e do Colégio dos Consultores, administrador paroquial de Nossa Senhora do Rocio em Tapira (PR), reitor do Seminário Maior de Filosofia e Teologia, pároco de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Umuarama, e vigário geral.

Foi diretor e professor do Instituto de Filosofia Rainha dos Apóstolos em Umuarama e do Instituto Teológico Paulo VI em Londrina, professor de Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em Curitiba, do Seminário Redemptoris Mater, em Brasília (DF), da Faculdade de Teologia da Arquidiocese de Brasília e do Pontifício Instituto Superior de Direito Canônico no Rio de Janeiro.

Dentro da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) foi subsecretário adjunto de Pastoral, membro do Instituto Nacional de Pastoral e assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé. Além disso, é secretário da Fundação Ratzinger do Brasil e membro da Comissão Teológica Internacional desde 2014.

Até agora, desempenhou o ministério na Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro como professor na Pontifícia Universidade Católica e no Instituto Superior de Teologia e como vigário paroquial de São José no Vicariato Episcopal Sul.

Fonte: Vaticans News