ANIMES – Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (2ª Temporada) (2021)

A temporada que fez esse anime entrar nos meus favoritos, conseguiu superar a primeira em tudo. Conta com um enredo ainda mais envolvente e divertido, com personagens carismáticos e cativantes, momentos hilários e cenas marcantes. A dublagem em japonês é de qualidade, com destaque para as personagens Kobayashi, Tohru e Kanna, dubladas respectivamente por Mutsumi Tamura, Yuuki Kuwahara e Maria Naganawa, e também a nova personagem muito carismática Ilulu, dublada por Tomoni Mineuchi. A animação é fantástica e tem momentos de encher os olhos de tão bem feita e a trilha sonora é excelente e superior a primeira temporada. Conclusão: Uma grande evolução da primeira temporada e um anime extremamente divertido. Dou 10 de 10 para Miss Kobayashi’s Dragon Maid S (2ª Temporada).

ANIMES – Code Geass- Lelouch of The Rebellion R2 (2ª Temporada) (2008)

Uma temporada que melhora praticamente tudo da primeira e termina com um dos melhores finais já feitos. Conta com um enredo excelente, que começa bem apesar de algumas conveniências bem chatas, mas que na segunda metade fica espetacular e o final é simplesmente impecável. A dublagem em japonês é de qualidade, com destaque para Jun Fukuyama e Takahiro Sakurai como Lelouch e Suzaku, dois personagens que são extremamente bem desenvolvidos nessa temporada. A animação é ótima, nas cenas de ação ela funciona muito bem, dessa vez com o foco mais em batalhas aéreas de robôs gigantes. E pra finalizar, a trilha sonora é muito boa e complementa o clima do anime. Conclusão: Uma excelente temporada com um final impecável para a história de Lelouch Vi Britannia. Dou 9 de 10 para Code Geass- Lelouch of The Rebellion R2 (2ª Temporada).

JOGOS – Dark Souls II- Scholar of The First Sin (2015)

Um jogo muito divertido que me cativou bastante, mas que tem muitos problemas que o impedem de ser mais que apenas um bom jogo. Analisando como um jogo, ele conta com uma história muito interessante e contada de uma forma misteriosa que é cativante, embora não seja tão boa quanto a do primeiro game. A jogabilidade é boa, é divertida e viciante, mas tem sérios problemas com bugs quando atacamos inimigos, emboscadas e armadilhas injustas e muitos chefes sem graça, que variam de muito fáceis à artificialmente difíceis, que desequilibra muito a gameplay e deixa o jogo um pouco injusto em muitas partes. Os gráficos são muito bonitos, a trilha sonora é excelente, principalmente as músicas de chefes, muitas são memoráveis. A ambientação é variada, mas não tem o mesmo capricho do primeiro, com áreas que não fazem sentido se encaixando juntas e
deixando o level design meio desconexo. Analisando como uma versão remasterizada, houveram muitas mudanças, praticamente um outro jogo. Primeiro temos 1080p e 60fps no PlayStation 4 normal, a adição das três DLCs: Crown of The Sunken King, Crown of The Old Iron King e Crown of The Ivory King, que tem alguns dos melhores chefes do jogo. Além
disso, houve correções no posicionamento de inimigos, itens, na tradução para o inglês e português e a adição de um chefe novo no final do game. Conclusão: Apesar de eu ter me divertido muito e gostado muito mesmo desse jogo, ele tem muitos problemas que me impedem de dizer que ele é um jogo excelente ou ótimo, e mesmo sendo apenas um bom jogo, é muito divertido. Dou 7 de 10 para Dark Souls II Scholar of The First Sin.

Por: Netto Lage – Francisco Bernardes Lage Netto, estudante (18), cursando Jornalismo na Universidade de Franca, gamer, cinéfilo, autodidata. Desde a infância é apaixonado por filmes, séries e jogos. Com o tempo, sentiu necessidade de extravasar e registrar a sua opinião. Inspirado pelo youtuber Carlo Chim, iniciou suas críticas, sempre postadas em seu perfil no Instagram. O mundo do cinema o fascina, e tem como objetivo profissional, atuar em algum dos diversos segmentos que essa área oferece.