O prolongamento da pandemia de covid-19 e a redução da procura de serviços médicos por parte das mulheres têm preocupado especialistas da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM). Segundo a entidade, houve queda de 70% na presença de mulheres nas unidades hospitalares.

No Outubro Rosa, mês de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, a entidade reforça a importância da realização de exames preventivos e visitas regulares ao médico.

A campanha Quanto Antes Melhor chama a atenção para a necessidade de adoção de um estilo de vida que inclua a prática de atividades físicas e uma alimentação saudável, minimizando riscos não só do câncer de mama, como de muitas outras doenças. Outra mensagem-chave da entidade diz respeito ao início imediato de tratamento, logo após o diagnóstico, aumentando a sobrevida e chances de cura da paciente.

O presidente da SBM, o médico mastologista Vilmar Marques, alerta que o atual contexto requer muita atenção devido ao quadro pandêmico que reduziu a procura e a realização de exames preventivos.

De janeiro a julho de 2020, o número de mamografias realizadas caiu 45% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo pesquisa da Rede Brasileira de Pesquisa em Câncer de Mama, em parceria com a SBM.

O especialista alerta que as consequências da redução do rastreamento no último ano não são boas. “O câncer não espera. As mulheres que deixaram de realizar os exames preventivos correram e correm o risco de, se diagnosticadas, terem avançado na doença, pois de um modo geral, o tumor demora cerca de 10 anos para atingir um centímetro, porém, a partir daí a cada 6 meses tende a dobrar de tamanho, avançando muito rapidamente, claro, tendo suas especificações de tipo de câncer”, alerta.

Para ele, a crise econômica causada pela pandemia, que levou muitas famílias a abandonarem seus planos de saúde, é um dos um dos motivos pela baixa procura nos exames, mas não o principal.

Ele lembra que, além do Sistema Único de Saúde (SUS), as mulheres podem fazer os exames de forma gratuita nas instituições filantrópicas como as Santas Casas e outras entidades assistenciais.

Rastreamento seguro

Para quem ainda não fez exames de rotina desde o início da pandemia e continua com receio de se expor aos ambientes clínicos e hospitalares, o presidente da SBM reforça que os locais estão aptos a atender as pacientes de forma segura.

Confira algumas dicas de hábitos para uma rotina saudável:

• Alimente-se bem e não fique muito tempo sem comer, ou seja, prefira comer em intervalos menores, em pequenas quantidades. Priorize os alimentos naturais e evite os alimentos industrializados.

• Evite o excesso de gorduras e carboidratos simples, como açúcar adicionado aos alimentos, doces, sucos de caixinha ou saquinho, refrigerantes, pão branco, macarrão, sempre preferindo as opções integrais.

• Procure ingerir proteínas de boa qualidade, principalmente frutas, legumes e verduras por serem fontes de vitaminas e minerais essenciais e ricas em fibras que ajudam na saciedade e no funcionamento adequado do intestino.

• Faça exercícios físicos durante a semana. O ideal são 150 minutos de exercícios físicos moderados divididos entre os cinco dias ou 75 minutos de exercícios vigorosos divididos pelos dias da semana.

• Planeje o seu dia alimentar e tente segui-lo.

Edição: Lilian Beraldo

Foto: Divulgação/Sociedade Brasileira de Mastologia