Com o objetivo de melhorar o processo de abertura de empresas nos estados e nos municípios, a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg) promove, nesta quinta-feira (30/9), uma reunião para discutir a implementação de ações voltadas para a simplificação e a desburocratização do de registro e da legalização de empresários e pessoas jurídicas. 

Como gestora da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios, a Jucemg busca ampliar o número de municípios integrados à Redesim.

O evento ocorre após a realização, no começo do mês, do workshop “Estratégia para a melhoria da abertura de empresas nos estados e municípios”, feito pelo Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (Drei), em parceria com a Federação Nacional das Juntas Comerciais (Fenaju) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Para propiciar um ambiente cada vez mais favorável para a realização de negócios, a Jucemg vai intensificar o trabalho de articulação e mobilização dos parceiros locais. O objetivo é pactuar planos de ação em conjunto para facilitar a vida dos empreendedores, atrair investimentos e gerar mais emprego e renda.

O plano estadual do Comitê para Gestão da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Gsim MG) contempla medidas de simplificação dos processos. Serão observadas as peculiaridades locais para propiciar um ambiente mais favorável para os negócios conforme as diretrizes pactuadas para a Estratégia Nacional, incluindo as deliberações do Gsim.

O relatório e o plano de ação de cada estado serão encaminhados para o Drei e o Sebrae Nacional pela Jucemg, coordenadora do Comitê Gestor da Redesim MG.

Fonte: Agência Minas Gerais