Um homem de 35 anos, morador de São Tomé das Letras, foi picado por uma aranha de espécie marrom, enquanto dormia.

O fato ocorreu há 10 dias e ele precisou ser internado na UTI do Hospital São Sebastião, em Três Corações (MG).

Anderson Pompeu teve anemia, comprometimento no funcionamento dos rins e ainda precisou de transfusão de sangue, a qual utilizou de 30 bolsas. Segundo o Hospital São Sebastião, ele permanece internado e o seu estado de saúde é estável.

Amigos próximos de Anderson estão organizando uma campanha de doação de sangue para repor a quantidade que o paciente utilizou do hospital. Segundo informações, cerca de 30 pessoas se propuseram a doar sangue ainda nessa sexta-feira (24) no Hospital Hemominas, da cidade de Pouso Alegre.

Neste período do ano, devido a seca e as queimadas, os animais peçonhentos saem em busca de alimento e consequentemente procuram lugares seguros para se instalarem. É nesse momento que acontecem os ataques e segundo especialistas, as espécies que mais oferecem riscos são a aranha marrom, aranha armadeira e a viúva negra.

Caso aconteça esse tipo de acidente, é preciso buscar ajuda em hospitais de referência o mais rápido possível e que estejam na região, para agilizar o atendimento. Para conferir a lista completa de hospitais, acesse o site da Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e procure pela aba “lista de unidades de soroterapia de animais peçonhentos”.

Foto: Rafael Marques Porto/ via BBC