Todas as idades são únicas, porém há uma que é muito marcante na vida de uma pessoa. Quinze anos, quinze primaveras, dez décadas e meia. É nesta fase que se começa a desabrochar, assim como desabrocham as flores no princípio da primavera. Diversas são as descobertas, as emoções, os sentimentos e as experiências. E quando finalmente chegam os 15 tudo muda, os sonhos começam a crescer e a força de vontade é cada vez maior. Fazer 15 anos é passar por inúmeras metamorfoses. Aos poucos, aquela criança cheia de doçura, pureza e ingenuidade começa a dar lugar à juventude, à adolescência, surgindo uma nova pessoa, mais forte, mais determinada e mais dona de si e de seus desejos, sonhos e vontades. Novas descobertas, vivências e sensações são despertadas no interior de cada um, desencadeando uma extrema garra, esperança e determinação. Completar 15 anos não é apenas completar mais um ano, e sim atravessar um novo ciclo que se abre, juntamente com toda a força e a vontade de enfrentar os desafios e conquistar suas metas de vida. É aprender que a mudança se faz necessária para o crescimento, a maturidade e a responsabilidade de cada ser humano. É desenvolver capacidades, dons, criatividades para que sejam fortalecidos com o passar do tempo. É saber que nem sempre haverão vitórias, mas também derrotas, pois é somente caindo e levantando que se compreende o real sentido de viver. É muito mais que comemorar mais um ano que se passou. É perceber e entender o quão importante é a transformação de uma infância pura e ingênua para uma juventude corajosa e perseverante. Enfim, é um momento mágico, uma experiência única que deve ser aproveitada da melhor forma possível, com muita sabedoria, dedicação e gratidão por chegar a essa idade tão esperada.


(Larissa Azevedo)