A grande sabedoria da vida é entender que nem sempre iremos vencer, todavia também iremos perder. É de extrema importância que compreendamos o real sentido de cada perda e de cada ganho impostos à nossa existência. Devemos mentalizar que tudo aquilo que acontece em nossa vida tem algum motivo, algum preceito e até mesmo algum objetivo.
Em determinados momentos da vida nos deparamos com incontáveis desafios ao nosso redor, cabendo a nós enfrentá-los, com o discernimento de que, além de ganhar, existe uma grande possibilidade de errar.
Devemos viver o presente com muita confiança e determinação, sem medo do que o futuro possa nos oferecer. Entretanto, mesmo que o “hoje” acarrete falhas e danos pósteros, essas atitudes possivelmente transportam diversas vantagens e lições.
Erros e perdas são excepcionalmente fundamentais para o crescimento, o amadurecimento e o aperfeiçoamento de cada indivíduo. Todo erro tem seus aprendizados, estes que devem ser levados em consideração por todo e qualquer ser humano. Perder tem as suas consequências, porém carregam consigo valiosos benefícios, visto que é somente errando que se aprende, e é apenas perdendo que se ganha.
A nossa vida é habitualmente composta por dificuldades, mas também por períodos de glória e felicidade. Conscientizemo-nos do quão essencial é percorrer por situações desagradáveis para que, assim, possamos alcançar o ápice da alegria e da realização. É imprescindível que saibamos honrar cada ocasião, sem receio e insegurança de que contratempos possam vir a suceder.
Ser capaz de encarar as perdas são gestos de pessoas corajosas e aptas a lutar para conquistar os seus ideais. Saber reconhecer os erros e deles absorver algum ensinamento, são atos de constância e convicção em si mesmo e em seus propósitos.
Perder e errar são verbos reiteradamente presentes em qualquer conduta que viermos a praticar. São com os erros que aprendemos e aprimoramos o nosso pensamento e o nosso comportamento frente a qualquer circunstância que possa surgir. Somente venceremos a partir do momento que inferirmos o verdadeiro valor da palavra “perder” e a relevância de se conviver com ela.
Somente assim, conseguiremos desfrutar potencialmente da vitória tão temida e aguardada por todos aqueles que encaram vigorosamente os desafios em busca dos seus objetivos.


(Larissa Azevedo)