Na manhã de sexta-feira, 13 de agosto, no Hotel Vale da Mantiqueira, foi realizada a 229ª Assembleia Geral da Associação dos Municípios da Microrregião do Circuito das Águas (AMAG).

Estiveram presentes os prefeitos e representantes de municípios, o vice-prefeito de Baependi Francisco Eugênio Ribeiro (Chico Barão), prefeito de Caxambu Diogo Curi, prefeito de Aiuruoca Erlisson Vitor Lopes, prefeito de Lambari Marcelo Giovani de Sousa, prefeito de São Tomé das Letras Tomé Alvarenga, prefeito de Carmo de Minas Darci Palma de Melo (Darci da Loja), prefeito de São Sebastião do Rio Verde Sandro Lisboa, Prefeito de Itanhandu Paulo Henrique Pinto Monteiro (Paulinho), representante da cidade de São Lourenço Chefe do Gabinete Antônio Carlos, prefeito de Dom Viçoso Rosinei Pinto (Nei), representante da cidade de Jesuânia Dr.José Marcos Bustamante Miguel, prefeito de Passa Quatro Henrique Nogueira Gonçalves, prefeito de Minduri Edmir Geraldo Silva (Mico), prefeito de Itamonte Dr. Alexandre Augusto Moreira Santos, vice-prefeito de Cruzília Benigno Francisco Maciel, prefeito de Alagoa Dr. Juliano Diniz, prefeito de Virgínia Carlos Eduardo Costa Negreiros (Kadu), prefeito de Pouso Alto Vicente Wagner Guimaraes Pereira (Pé).

Na ocasião foi apresentada aos prefeitos consorciados a Médica Veterinária Júlia Cosati Linhares, que irá prestar serviços para os consorciados da AMAG, principalmente os municípios que ainda não aderiram o selo SIM, ela também auxiliará nas estratégias de como implantar serviços de inspeção por meio de consórcios.

“Meu trabalho no Serviço de Inspeção Municipal – SIM vinculado ao Consórcio “Cimag de Caxambu”, visa promover a segurança alimentar e nutricional dos consumidores, incentivar a formalização dos estabelecimentos agroindustriais e pequenos produtores, oportunizar a geração de renda desses e, por consequência, ampliar as receitas municipais e fomentando o desenvolvimento local.

É de extrema importância que os estabelecimentos registrem seus produtos de origem animal, ou seja, as carnes, o leite, os ovos, o mel e todos seus derivados. Estes necessitam de uma inspeção sanitária própria, pois do contrário são considerados clandestinos. Essa inspeção é feita por um profissional médico veterinário, único apto a garantir a qualidade e a inocuidade da matéria prima.

Uma vez acompanhados pela fiscalização do consórcio, recebem o “selo de inspeção” e podem comercializar em todo território dos municípios consorciados,” explicou a médica veterinária Júlia, que irá prestar serviço aos associados.

Prefeito de Alagoa Dr.Juliano; prefeito de Passa Quatro Henrique; prefeito de Dom Viçoso Nei; prefeito de São Tomé das Letras Tomé; prefeito de Pouso Alto Pé; Prefeito de Itanhandu Paulinho; proprietário do Hotel Vale da Mantiqueira Ar. Sérgio; prefeito de São Sebastião do Rio Verde Sandro; Prefeito de Virgínia Kadu; Prefeito de Lambari Marcelo; vice-prefeito de Baependi Chico Barão; prefeito de Carmo de Minas Darci da Loja; prefeito de Serranos Marcelo da Kaká; prefito de Caxambu Diogo, ex-prefeito de Soledade de Minas Emerson; Prefeito de Aiuruoca Erlisson; prefeito de Itamonte Dr. Alexandre; prefeito de Minduri Mico; representate de São Lourenço Antônio Carlos e o vice-prefeito de Cruzília Benigno.

Por: Nara Almeida