O prefeito Lessa editou nesta sexta-feira (16/07) o Decreto Municipal Nº 8.414 que regulamentou a Onda Amarela do plano Minas Consciente em São Lourenço. As medidas passam a valer a partir deste sábado (17/07).

A maior flexibilização da Macrorregião Sul pelo Governo do Estado foi possibilitada pela melhoria nos indicadores da Covid-19 e avanço da vacinação nos municípios. No caso de São Lourenço, já foram imunizadas mais de 29 mil pessoas.

Com a Onda Amarela, diversos setores da economia são flexibilizados, inclusive o setor de eventos, mas todos com regras sanitárias que devem ser seguidas. O ensino extracurricular passa a funcionar com a possibilidade de maior número de alunos.

As atividades essenciais ficam sem restrição de horário para funcionamento. Já os serviços de alimentação e consumo de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes podem funcionar até às 0h.

Os hotéis e demais meios de hospedagem podem funcionar com 75% da capacidade e a música ao vivo fica liberada até às 22 horas com a execução por apenas duas pessoas. Os atrativos turísticos, a exemplo do passeio de charrete, trem das águas, balonismo, ecoturismo, cinema, teatro, Parque das Águas podem funcionar com o mesmo percentual de ocupação dos meios de hospedagem, porém com limitação de horário até a 0h.

As clínicas de estética, salões de beleza, barbearias, podologia, tatuagem/piercing e demais estabelecimentos de embelezamento e estética terapêutica passaram por flexibilização e poderão funcionar entre 6h e 0h.

Mesmo com a flexibilização possibilitada pela evolução do município para a onda Amarela, o segmento das medidas de segurança continua sendo necessário. As pessoas ainda precisam continuar usando máscara, higienizando as mãos, mantendo o distanciamento.

Confira aqui o decreto na íntegra (https://saolourenco.mg.gov.br/…/16072021185038DECRETON…)

Fonte e foto: Prefeitura de São Lourenço