Se tem uma coisa complicada, é segredo, algo para não ser exibido, há duas razões, no meu modo de pensar para se pedir segredo.

   Se é uma coisa muito boa e você  acredita que contar para todos pode dar azar ou porque é algo tão repugnante, que não consegue nem mesmo admitir para si próprio.

   Essa palavra repugnante já explica o fechamento, geralmente dentro da própria pessoa, ela guarda aquela informação, num compartimento secreto, muitas vezes, não visitado, prefere se jogar na vida, no trabalho, no treino, seja o que for para não parar e ter que olhar para aquele segredo.

   Acredito que o segundo motivo é o mais nocivo a nós, geralmente vem atrelado a alguma dor, que carregamos, preferindo jogar ao fundo do calabouço mental e assim podermos fingir que ela não existe.

   E de tanto esconder, acabamos acreditando que realmente aquilo não nos afeta, mas se olharmos mais de perto, iremos perceber que afeta sim, e muito. Nosso corpo sempre dá um jeito de nos comunicar que algo não esta bem.

   Podemos desenvolver uma ansiedade, depressão, toc, e outras várias doenças ligadas ao nosso estado emocional. O corpo é sábio e sempre vai nos levar ao caminho para procurar a solução daquilo que nos doeu tanto.

   Mas e o segredo, enquanto ele não sair do esconderijo, nenhuma doença ou distúrbio irá embora, o incomodo é um recado, como se você recebesse uma mensagem pelo WhatsApp, se você não abrir e não responder é como se ela não existisse, e é assim que fazemos, fingimos que as dores não existem.

   E o segredo é bem vindo muitas vezes, em determinadas situações onde caso você exponha corra o risco de sofrer represálias, é melhor guardar consigo até o momento certo, mas acredite, sempre aparecerá o momento para falar.

   Sou uma otimista realista, como já falei por aqui, acredito em magia e milagres e principalmente nos seres humanos, então sei que cada um vai encontrar seu meio de tirar aquele segredo, enterrado no fundo da memória, procurar ajuda, e mesmo que não  queira compartilhar com os outros, que seja consigo próprio, já é um começo. A ajuda vai chegar, tenho certeza e a partir daí, passará a ter a vida de paz e superação tão merecida.

   O documentário que me inspirou neste texto Atleta A , Netflix, onde há um segredo que envolve as atletas da ginástica olímpica, e assim que uma delas  se desliga da comissão e resolve revelar a verdade, ocorre uma investigação, é comovente, e nos leva a perceber o quanto temos que defender nossos jovens de predadores abusivos.

Conheça mais sobre a escritora Li Couto https://instagram.com/licouto?igshid=2i81a3ty2vr2