Tendo em vista o aumento no número de casos da COVID-19, o prefeito Lili pede às pessoas que costumam vir a São Vicente de Minas que não visitem a cidade no feriado de Corpus Christi, na próxima quinta-feira, dia 3 de junho.

No Brasil, o Corpus Christi é um feriado facultativo, sendo estabelecido por cada município, por meio de decreto.

“Quem tem parentes ou amigos em São Vicente deve pensar nessas pessoas queridas e deixar para vir à cidade depois que a pandemia passar. Evitando viajar, podemos contribuir para reduzir a transmissão da doença”, adverte o prefeito Lili.

A data é celebrada anualmente 60 dias depois da Páscoa, sempre na segunda quinta-feira depois do Domingo de Pentecostes. Expressão originária do latim, Corpus Christi significa “corpo de Cristo”. O nome é uma referência ao mistério da eucaristia, um dos sacramentos da Igreja Católica.

A origem da solenidade do corpo e do sangue de Jesus começou no ano de 1264, quando a Igreja Católica percebeu a necessidade que as pessoas tinham de sentir a presença real de Cristo.

De acordo com a história, um sacerdote chamado Pedro de Praga vivia angustiado por dúvidas sobre a presença de Jesus Cristo na Eucaristia. Numa peregrinação a Roma, essa dúvida veio à sua mente, enquanto ele celebrava a missa. Na hora da Consagração, a resposta teria vindo em forma de milagre, quando a hóstia branca transformou-se em carne viva.

A celebração de Corpus Christi é marcada por procissões em diversos estados brasileiros, que foram suspensas devido à pandemia. A procissão é feita nas ruas previamente ornamentadas, onde as pessoas testemunham a sua fé.

Fonte e foto: Assessoria de comunicação da Prefeitura de São Vicente de Minas