Quando vivenciamos situações que nos são desagradáveis e constrangedoras, o primeiro pensamento que provavelmente habita em nossa mente é a revolta ligada à tristeza. Porém, são em momentos como esses que devemos possuir a capacidade de refletir e se conscientizar sobre o quão importante é ter a inteligência de superar os desafios e de se adaptar às mudanças.
Em determinadas ocasiões em que tudo parece estar conspirando contra nós, ou que nada mais faz sentido, é essencial que possamos adquirir forças para enfrentar tudo aquilo que compromete a nossa maneira de pensar, de viver e de agir.
Somos seres humanos sujeitos a errar, mas também de sermos julgados, humilhados ou até mesmo ameaçados. Quando erramos automaticamente somos corrigidos, seja por uma segunda pessoa ou por nós próprios. No momento em que recebemos críticas sobre algum determinado gesto que praticamos, precisamos levar em consideração todas as palavras ditas e, de cada uma delas, extrair ensinamentos que podem até ser carregados durante toda a nossa vida. Além disso, quando somos capazes de nos autocriticar e analisar as nossas atitudes e os seus pontos positivos e negativos, é extremamente fundamental que haja o fortalecimento de se adequar àqueles contratempos por nós experimentados e suportados.
A resiliência é o ponto chave para que tenhamos uma melhor qualidade de vida e uma elevada autoestima. Ser resiliente é se adaptar aos diversos momentos, especialmente as crises, o sofrimento e a angústia, transformando-os em uma constante rotina de aprendizados e reflexões.
Sejamos suficientemente aptos para desenvolver uma maior autonomia e uma enérgica dedicação a nós mesmos e ao próximo. São estas condutas que nos transfiguram em pessoas mais confiantes, determinadas e seguras, aprimorando cada vez mais os nossos pensamentos e os nossos atos. Somente assim podemos raciocinar claramente sobre a importância de se atravessar tais momentos inoportunos para que possamos obter um maior conhecimento sobre os fatos decorridos e aprender com cada um deles a relevância de se enfrentar todos os problemas impostos.
Desta forma, é primordial que cada obstáculo seja ultrapassado, para que nos tornemos seres mais maleáveis às ininterruptas metamorfoses sucedidas durante todo o percurso da vida.

(Larissa Azevedo)