Em Caxambu, na noite da última quinta-feira (20), a Polícia Militar compareceu em uma fazenda situada na Rodovia BR 267, onde um cidadão de 59 anos, auxiliar de serviços gerais, teria sido vítima de um assalto.

A vítima disse que trabalhava na olaria, juntamente com outro cidadão de 59 anos e em determinado momento foi até seu quarto, que fica na residência da fazenda, quando escutou um forte barulho e verificou que três cidadãos, trajando roupas escuras, entraram no cômodo em que estava e começaram a lhe perguntar onde havia guardado o embornal.

Ele ainda mencionou que um dos infratores estava com uma arma de fogo, aparentando ser um revólver.

Segundo a vítima um dos autores encontrou o embornal, o qual continha R$ 19.300,00, além de documentos pessoais.

Após subtraírem os objetos os criminosos fugiram por meio de uma mata que dá acesso a BR 267.

A vítima disse que após eles saíram, pediu ajuda a seu companheiro de trabalho e não teve condições de fornecer as características dos autores devido a falta de iluminação no local.

Foram realizadas diligências para localizar os infratores, ocasião em que os militares foram até a residência de um outro funcionário da fazenda, que fica próxima a casa da vítima, o qual fugiu pelos fundos, ao perceber a presença policial.

Ele foi perseguido e alcançado, se tratando de um auxiliar de serviços gerais de 49 anos.

Ao ser questionado sobre o fato, ele disse não saber de nada e se assustou com os policiais porque tinha uma arma de fogo em casa.

Diante da situação ele entregou a equipe 01 espingarda calibre .36, com 05 cartuchos.

Ele foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia de São Lourenço, juntamente com a arma apreendida, para as demais providências.

Fonte: 57º BPMMG