“Falar é uma necessidade, escutar é uma arte.”
Johann Goethe


Com base no que escreveu o Dr. Augusto Cury , em seu Livro 12 Semanas para mudar uma vida, a arte de ouvir e de dialogar são duas das mais nobres funções da inteligência. Elas são cultivadas no terreno da confiabilidade, da empatia e da liberdade. Se houver falta de confiança, cobranças excessivas e controle social, essas duas preciosas artes da inteligência não sobrevivem. Ambas se complementam e dependem uma da outra. A pessoa que não aprender a ouvir, jamais saberá se dialogar, e ainda, aquele que não aprende a falar de si mesmo, nunca será um bom ouvinte.
A ARTE DE OUVIR É:

1) Arte de se esvaziar para ouvir o que os outros tem para dizer e não o que queremos ouvir.
2) A capacidade de se colocar no lugar dos outros e perceber as suas dores e necessidades sociais.
3) Penetrar no coração psíquico e desvendar as causas da agressividade, da timidez, da angústia, dos comportamentos estranhos.
4) Interpretar o que as palavras não disseram o que as imagens não revelaram.
5) Ter a sensibilidade para respeitar as lágrimas visíveis e perceber as que nunca foram choradas.

A ARTE DE DIALOGAR É:

1) Arte de falar de si mesmo.
2) Trocar experiência de vida.
3) Revelar segredos do coração.
4) Ser transparente. Não simular os sentimentos e as intenções.
5) Não ter vergonha das suas falhas e nem medo dos seus fracassos.
6) Respeitar os limites e os conflitos dos outros. Não dar respostas superficiais.
7) O diálogo interpessoal que cruza os mundos psíquicos e implode a solidão.

Existem muitas pessoas que não iniciam um diálogo, com medo de ter que reconhecer suas próprias falhas ao falar de si, no entanto, para ouvir é necessário não ter medo do que o outro vai falar. O Mestre dos mestre, Jesus tinha prazer de dialogar com pessoas que a sociedade da época não dava nenhum valor. Ele tinha um cuidado especial com pessoas complicadas, pessoas que viviam errantes, e também era um excelente ouvinte.
Assim como Jesus nos ensinou, invista seu tempo em pessoas, ouçaas sem preconceito, cative-as, demonstre interesse na sua dor e lembre-se de se colocar no lugar dela(e).
Um forte abraço e um excelente final de semana para você e sua família!

Marcos Sipriano é Master Coach, formado pelo SBCoaching, Empresário, Palestrante, Mentor e Pastor.
Instagram: @marcossipriano7

Veja o Frente a Frente desta semana