“Criatividade é a arte de conectar ideias.” -Steve Jobs

Existem pessoas que trabalham por anos no mesmo ambiente e nunca tiveram a iniciativa de surpreender um colega de trabalho. Não cumprimentam com cordialidade, não se importam, não sorriem. São muito taxativos, precisam de entusiasmo, mas são ríspidos e este tipo de comportamento afeta não somente as relações sociais, como também o
desempenho profissional.
No atual momento de distanciamento social, devido a situação da Nação, as vezes não nos damos conta de que um colega de trabalho grita, sem dizer uma só palavra, outros tentam demonstrar com gestos que estão sofrendo, mas ninguém consegue ouvir sua voz. Por que? Porque talvez você e eu estejamos atarefado demais, querendo dar conta de tudo com milhões de informações na cabeça, que nem tem tempo para tal percepção.
Com todo o avanço da tecnologia, nunca tivemos acesso a tantas informações em sua maioria inúteis, que não agregam conhecimento e muito menos gera experiências. Estamos nos robotizando, nos tornando escravos de estímulos programados. Para dar soluções aos desafios do mundo globalizado é necessário ser flexível, abrir o leque da inteligência.
Estamos nos acostumando com a rotina. Você já pensou em dar uma caixa de bombons para o guarda que faz a segurança da sua rua? Ou desejar um bom dia ao gari que com todo cuidado recolhe os lixos espalhados pelas calçadas?
A rotina sufoca. Segundo o Dr. Augusto Cury “a rotina engessa e massacra o prazer”. Estudos dizem que muitas pessoas gostariam de abolir de suas vidas o domingo a tarde. No domingo a tarde aumenta o índice de rotina gerando uma ansiedade desconfortável. Outras pessoas tiram férias, uma semana depois já não se aguentam de vontade de voltar ao trabalho, não conseguem romper sua agenda.
Nesse caso, você precisa ser criativo, e isso está relacionado a sua capacidade de enxergar soluções para problemas e deixar a vida mais leve explorando suas ideias, principalmente aquelas que já estavam esquecidas. E, como liberar a criatividade?

  1. De uma nova oportunidade a você mesmo e abra a janela da inteligência para fazer novas descobertas.
  2. Surpreenda com ações positivas as pessoas que te cercam. Desenvolva novos gestos.
  3. Supere sua agenda.
  4. Faça da vida uma grande aventura.
  5. Mude seus hábitos e permita-se inovar.
  6. Não tenha medo de errar.
  7. Elogie quem amamos e se interesse pelos seus sonhos, suas conquistas e seus medos.

Jesus, o Mestre dos Mestres, marcava as pessoas com seus gestos incomuns. Ele amava conhecer novas pessoas e penetrar no mundo delas. Nós disfarçamos nossos comportamentos, Ele não tinha disfarces. Qualquer pessoa, mesmo a mais simples tinha acesso a sua agenda. Nós gostamos do trono social, que todos ao nosso redor se importem com o que passamos e com a nossa dor, de olho no nosso “próprio umbigo”, Ele queria o trono no coração das pessoas, almejava seu amor.
Nobres, que possamos fazer da nossa vida uma grande aventura. Que estejamos dispostos a sair da rotina, buscando novas
possibilidades e apreciando novas descobertas e grandes desafios.
Uma abençoada semana para você e sua família!

Marcos Sipriano é Master Coach, formado pelo SBCoaching , Empresário. Palestrante, Mentor e Pastor.
Instagram: @marcossipriano7

Acompanhe a live do programa Frente a Frente