Plenário do Supremo Tribunal Federal julgou recurso apresentado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), que contestou a decisão que anulou as condenações de ex-presidente

Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (15) rejeitar o recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR) que buscava reverter a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva impostas pela Justiça Federal do Paraná, na Operação Lava Jato.

Oito ministros (Fachin, Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Luís Roberto Barroso) votaram pela rejeição do recurso e, três pela aceitação (Nunes Marques, Marco Aurélio Mello e Luiz Fux).

Rejeitado o recurso, as anulações das condenações serão mantidas, e Lula após essa decisão poderá ter seus diretos políticos e se candidatar.

Em sua rede social Lula, faz nova foto e disse que no momento não irá discutir eleição, mas irá entrar em debates sociais como, vacina, auxílio emergencial, ivestimento píblico, ahuda às pequenas empresas e geração de emprego, em postagem no dia (08/04).

Fonte: Informações G1

Foto: Divulgação/rede social Lula