O mundo é um grande processo de mudanças. Até mesmo a Terra gira em torno do Sol, este que ilumina os dias, e da Lua, esta que oferece seu brilho nos momentos de escuridão.
Nossa vida passa por incessantes metamorfoses que devem ser enfrentadas dia após dia. Nem sempre terão dificuldades, mas também não terão somente alegrias. Muitas vezes os obstáculos surgem, de forma que nos fortaleça ou nos deixe ainda mais enfraquecidos.


Viver é conviver com as flores e seus espinhos, é saber que sempre teremos altos e baixos, é conscientizar sobre a constante mutação, seus benefícios e suas consequências.
Como o universo sempre está em evolução, devemos ter em mente que a vida passa num piscar de olhos e que saibamos aproveitar cada segundo dela.


Tudo passa, nada é eterno. Nossas dificuldades, nossas angústias e nossos medos transcorrerrão. Nossa vida não será para sempre. Algum dia teremos de deixá-la para que novas vidas nasçam, cresçam, passem pelas metamorfoses diárias e assim, em algum momento, elas também possam partir e dar lugar a outras vidas, que passarão também por todos os processos obrigatórios neste mundo.

Por Larissa Azevedo