O Bispo Diocesano da Campanha, Dom Pedro Cunha Cruz, enviou uma nota aos religiosos e fiéis da Diocese, onde revelou sobre a difícil caminhada que todos realizam “em meio às muitas limitações advindas da pandemia da Covid-19”.

Na nota foi relembrado sobre a reestruturação ocorrida na maneira de celebrar e evangelizar, “sem jamais deixar de ser uma presença misericordiosa e solidária”.

O retorno das atividades nas Paróquias retomou com muita cautela e atenção aos protocolos sanitários; “A Igreja tem sido cuidadosa em não negligenciar quanto a nenhum aspecto, seja de higienização, atenção à temperatura ou distanciamento nos templos”, informam.

Na manhã de 18 de março, foi enviado uma orientação a ação pastoral na Diocese da Campanha a ser realizado neste período de onda roxa, devendo também ter atenção e solicitude diante aos decretos de cada município. Dentre as recomendações estão:

– As Igrejas Paroquiais devem estar sempre abertas, para que as pessoas tenham acesso para suas orações;

– Sejam aprimorados os meios de comunicação para transmissão das celebrações, principalmente onde não houver possibilidade de celebrações presenciais;

– Onde não for possível haver fieis nas celebrações, as equipes celebrativas, auxiliem os presidentes, de acordo com a realidade de cada lugar;

– Como algumas prefeituras permitiram a realização de celebrações com a presença de pessoas, que as mesmas tenham como último horário para iniciar 18h, a fim de que, no horário do toque de recolher, 20h, os fiéis já estejam em suas casas;

– Sejam reforçadas as medidas de controle de acesso, nunca ultrapassando o número determinado, bem como, de higienização e distanciamento social;

– Neste período o foco seja dado às celebrações Eucarísticas, ficando suspensas todas as atividades de pastorais e movimentos.

Outras orientações foram destinadas e devem ser observadas desta sua publicação ocorrida na data de 18 de março de 2021.

Informações: Diocese da Campanha