Empresa será advertida formalmente em relação ao não atendimento das legislações e normas Estaduais de prevenção contra incêndio e pânico

Na manhã de domingo, 07/03, o Corpo de Bombeiros Militar foi acionado através do telefone de emergência “193” para atendimento de um incêndio em uma máquina de secagem de milho de uma empresa situada na Zona Rural do município de Minduri.

Conforme informações dos colaboradores da empresa, a referida máquina começou a se incendiar na madrugada de sábado para domingo e sem causas identificadas, as fagulhas geradas no incêndio foram lançadas no interior do silo e propagou no milho armazenado.

A máquina de secagem de grãos possuía 30 toneladas de milho no seu interior, para o atendimento foi empenhada uma viatura do tipo Auto Bomba Tanque e a equipe de bombeiros militares com o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) e técnicas de combate a incêndios iniciaram a extinção das chamas, através de uma plataforma localizada na parte superior dos silos, situada a 20 metros de altura. Durante as atividades do Corpo de Bombeiros a empresa estava sem alimentação de energia elétrica.

O responsável pela empresa não apresentou o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) da edificação, conforme preconiza a Lei Estadual 14.130/2001. Dessa forma, a empresa será advertida formalmente em relação ao não atendimento das legislações e normas Estaduais de prevenção contra incêndio e pânico.

O combate ao incêndio durou aproximadamente sete horas e foram utilizados 30.000 litros de água.

Fonte e fotos: Corpo de Bombeiros de São Lourenço