20 unidades de conservação administradas pelo IEF, que fazem parte do Parc, terão licitação até o final de 2022 em Minas Gerais

O Governo de Minas homologou ontem (2/3) a primeira concessão pública de atividades de ecoturismo e visitação dentro do Programa de Concessão de Parques Estaduais (Parc). O Consórcio Gestão Parques MG – Urbanes – B21 será responsável por um investimento de R$ 12 milhões em melhorias estruturais e reformas dos espaços que integram a Rota das Grutas Peter Lund, conjunto de três unidades de conservação gerenciadas pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF).

E está previsto até o final de 2022 a licitação de 20 unidades de conservação administradas pelo IEF, que fazem parte do Parc. Entre eles estão Parque Estadual do Ibitipoca, localizado em Lima Duarte e Santa Rita do Ibitipoca; Parque Estadual da Serra do Papagaio, em Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Itamonte e Pouso Alto; e Parque Estadual de Nova Baden, em Lambari.

O contrato firmado na terça irá permitir uma economia de R$ 4 milhões por ano aos cofres públicos, com gastos de manutenção nas unidades. “É um momento muito importante para o meu governo. Trata-se do início da concessão dos parques estaduais. Isso significa que o Estado vai ter mais recursos para a Saúde, para a Educação e para a Segurança. A partir de agora, esse parque natural tão bonito que compõe a Rota Lund vai receber investimentos do setor privado, e estará muito mais apto para receber os turistas”, afirma o governador Romeu Zema.

Compõem a Rota Lund o Parque Estadual do Sumidouro (localizado nos municípios de Pedro Leopoldo e Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte), além dos monumentos naturais estaduais Gruta Rei do Mato (Sete Lagoas) e Peter Lund (Cordisburgo), ambos na região Central de Minas. As três unidades recebem, juntas, cerca de 115 mil visitantes por ano. Elas têm reconhecimento internacional devido às pesquisas arqueológicas realizadas pelo cientista dinamarquês Peter Wilhelm Lund na região.

Parc

No Estado, o Parc tem a coordenação do IEF e é executado com a participação das secretarias de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad); de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra); e de Cultura e Turismo (Secult) e apoio do BDMG, por meio do estudo de viabilidade do programa

Licitação

No total, 20 unidades de conservação administradas pelo IEF fazem parte do Parc e terão licitação concluída até o final de 2022. São elas:

  1. Parque Estadual do Ibitipoca (Lima Duarte e Santa Rita do Ibitipoca – Zona da Mata)
  2. Parque Estadual do Rio Preto (São Gonçalo do Rio Preto – Alto Jequitinhonha)
  3. Parque Estadual do Rio Doce (Dionísio e Marliéria – Rio Doce)
  4. Parque Estadual do Sumidouro (Lagoa Santa e Pedro Leopoldo – Centro Norte)
  5. Parque Estadual Serra do Rola-Moça (Belo Horizonte, Nova Lima, Brumadinho e Ibirité – RMBH)
  6. Parque Estadual do Pico do Itacolomi (Ouro Preto e Mariana – Centro Sul)
  7. Parque Estadual do Biribiri (Diamantina – Alto Jequitinhonha)
  8. Parque Estadual da Serra do Papagaio (Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Itamonte e Pouso Alto – Sul)
  9. Monumento Natural Peter Lund (Cordisburgo – Centro Norte)
  10. Monumento Natural Gruta Rei do Mato (Sete Lagoas – Centro Norte)
  11. Parque Estadual de Nova Baden (Lambari – Sul)
  12. Parque Estadual Mata do Limoeiro (Itabira – Rio Doce)
  13. Floresta Estadual do Uaimii (Ouro Preto – Centro Sul)
  14. Parque Estadual Serra do Brigadeiro (Araponga, Fervedouro, Miradouro, Ervália, Sericita, Muriaé, Pedra Bonita e Divino – Zona da Mata)
  15. Parque Estadual do Pico do Itambé (Santo Antônio do Itambé, Serro e Serra Azul de Minas – Alto Jequitinhonha)
  16. Parque Estadual Serra Nova e Talhado (Rio Pardo de Minas, Serranópolis de Minas, Mato Verde, Porteirinha e Riacho dos Machados – Norte)
  17. Parque Estadual da Lapa Grande (Montes Claros – Norte)
  18. Parque Estadual do Pau Furado (Araguari e Uberlândia – Triângulo)
  19. Parque Estadual Serra das Araras (Chapada Gaúcha – Alto Médio São Francisco)
  20. APA Estadual Parque Fernão Dias (Betim, Contagem – RMBH)

Informações: Agência Minas

Foto: Divulgação / Cintia Palhares