Ser inteligente não é somente possuir uma certa habilidade, não é apenas saber sobre um determinado fato ou assunto. Ser inteligente é, além de possuir conhecimentos, ter o domínio de aplicar sua sabedoria corretamente, transferindo ensinamentos aos que estão ao seu redor.

Inteligência é o dom de compreender não somente o que está passando dentro de si, mas também do outro. Ou seja, é saber praticar o exercício da empatia, colocando-se no lugar das outras pessoas a todo instante. Ser inteligente é gozar de uma boa convivência, uma relação harmônica e pacífica com todos os seus. Ser inteligente é saber enfrentar os desafios impostos, é ter a capacidade de dominar os problemas e aprender a lição que cada um deles propiciou.

Cada um tem seu modo de viver e de se adaptar, da mesma maneira que tem também sua forma de pensar e agir. Sendo assim é instituída a inteligência, uma dádiva que todo ser humano usufrui e pode desenvolver ao longo de sua vida.


Por Larissa Azevedo