Regional de Saúde recebeu 294 mil unidades e inicia distribuição aos municípios da região da Zona da Mata; ao todo, Estado adquiriu 50 milhões de seringas agulhadas

O governador Romeu Zema vistoriou e acompanhou, nesta sexta-feira (15/1), em Juiz de Fora, na Zona da Mata, o recebimento e o início da distribuição dos primeiros lotes de seringas agulhadas para vacinação contra a covid-19 na região.

Foram encaminhadas para a Superintendência Regional de Saúde de Juiz de Fora 294 mil seringas agulhadas para distribuir aos 37 municípios de sua jurisdição, abrangendo cerca de 670 mil pessoas.

Durante coletiva de imprensa, Zema ressaltou o planejamento realizado pelo seu governo, que adquiriu, de forma antecipada, 50 milhões de seringas agulhadas.

“Desde o início da pandemia temos tentado planejar com a maior antecedência possível todos os fatos. A aquisição das seringas e agulhas demonstra isso claramente. Ninguém estava pensando neste insumo e já em setembro e outubro do ano passado já estávamos adquirindo este material. Ele chegou há algum tempo e já está sendo distribuído”, afirmou o governador.

Do total de seringas e agulhas adquiridas, 21 milhões já chegaram à Central Estadual de Rede Frios da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG), em Belo Horizonte, que iniciou a distribuição por todo o estado por meio das superintendências e regionais de Saúde. Cerca de 7 milhões de unidades estão a caminho ou já chegaram a 21 das 28 Regionais de Saúde do Estado de Minas Gerais. E, até a próxima segunda-feira (18/1), todas as regionais já devem receber esses materiais.

Câmaras frias

Além das seringas, o Governo de Minas também adquiriu 617 câmaras refrigeradas para o armazenamento das vacinas. A estratégia começou a ser elaborada em setembro do ano passado, por meio do Plano de Contingenciamento para Vacinação contra a Covid-19.

Zema destacou que ações da atual gestão estadual asseguraram a compra dos insumos e materiais para garantir mais agilidade na aplicação das vacinas na população mineira, assim que a vacina seja distribuída pela União por meio do Plano Nacional de Imunização. Ele ainda pontuou que o trabalho do governo permitiu que Minas tenha conseguido combater de forma mais eficaz a pandemia.

“Desde o início fomos ágeis em tomarmos medidas. Praticamente dobramos o número de leitos de UTI e de enfermaria e adquirimos os respiradores mais em conta do Brasil, porque antecipamos a demanda. Esta segunda onda da pandemia tem exigido um esforço muito grande do setor da saúde, mas devido a este fortalecimento da rede temos conseguido atender todos os mineiros”, disse Zema.

Ajuda ao Amazonas

Durante a coletiva de imprensa, o governador Romeu Zema e o secretário de Saúde, o médico Carlos Eduardo Amaral, informaram que o Governo de Minas irá disponibilizar leitos de UTI pediátrica para receber crianças do estado do Amazonas, que sofre um colapso do seu sistema de Saúde.

Resultados

Graças às ações de prevenção e combate à covid-19, Minas segue como o estado brasileiro com a menor taxa de mortalidade da doença por milhão de habitantes. Desde o início da pandemia, uma série de medidas foi tomada com antecedência, como ampliação de leitos de UTI (de 2.072 em fevereiro para cerca de 3.900 atualmente), distribuição de 1.047 respiradores aos municípios e investimento de R$ 2,2 bilhões no combate à doença.

Alerta

O Governo de Minas também continua orientando a população mineira em relação aos cuidados a serem mantidos para controle da covid-19, em atenção ao aumento dos índices de transmissão da doença. A recomendação é sempre usar máscara, evitar aglomerações e fazer a higienização constante das mãos.

Encontro com prefeitos

Antes da coletiva, o governador Romeu Zema se reuniu com cerca de 30 prefeitos e representantes municipais da região da Zona da Mata para um almoço. Zema apresentou as ações realizadas pelo governo estadual para o combate à pandemia e os próximos passos para o início da campanha de vacinação.

Zema também conversou com os prefeitos recém-eleitos e reeleitos sobre projetos e iniciativas de sua gestão, além de ouvir as principais demandas e solicitações.

Também participaram das agendas em Juiz de Fora o deputado federal Charlles Evangelista, os deputados estaduais Noraldino Júnior e Delegada Sheila, o secretário adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, o chefe do Gabinete Militar e coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Osvaldo de Souza Marques, além e outros representantes e lideranças municipais.

Fonte: Agência Minas

Foto: Gil Leonard / Imprensa MG